História After the accident. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Min Hyuk, Personagens Originais
Tags Escola, Minhyuk, Você
Visualizações 99
Palavras 1.281
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIEEEE! Boa leitura <3

Capítulo 6 - "Eu sou Mark Tuan".


Fanfic / Fanfiction After the accident. - Capítulo 6 - "Eu sou Mark Tuan".

Quando eu achei a praça, Sentei no balanço deixando meu sapato bem perto no chão, comecei a me balançar igual uma criança dei uma olhada pro céu deixando a água da chuva cair em meu rosto, não tinha absolutamente ninguém naquela praça o que era ótimo pra mim porque tudo que eu mas queria era ficar sozinha. Esqueci totalmente que meu celular tava no bolso do casaco e ele vuou alto quando eu me balancei, fiz uma cara de espanto e parei o balanço correndo atrás dele (meu celular), me abaixei na areia da praça pra ver se tava tudo bem com o meu celular, se não tinha quebrado ou trincado a tela, mas graças a Deus nada  tinha acontecido. Quando eu me levantei e me virei novamente pro lado do balanço tinha um garoto encostado no ferro do brinquedo, eu obviamente levei um susto enorme. Coloquei a mão no peito com o celular na outra, ele deu um sorrisinho de canto, Ah, e a chuva ? A chuva tinha parado, tava nublado ainda. Eu me perguntei o que esse garoto tava fazendo ali, não pensei em encontrar ninguém naquela praça.

– Oi pra você também! – Ele se afastou do ferro do brinquedo, eu continuei calada e ele sorriu.

– Não tá achando que eu sou um tarado ou sei lá o que né ? – Ele se aproximou de mim.

– Quem é você ? – Dei um passo pra trás.

– Eu sou Mark Tuan, estudo no mesmo colégio que você! – Ele pareceu calmo.

– Oque? 

– Isso mesmo, no mesmo colégio que você, a Maggie, Jack, Minhyuk, etc. – Ele falou contando nos dedos.

– Ah sim! E o que você ta fazendo aqui ? – Não queria deixar ele falar tanto.

– Eu gosto de vim aqui as vezes, principalmente quando ta nesse clima, e você o que faz aqui ? – Mark.

– Só eu faço perguntas! – Tava com medo é claro, ele poderia querer me roubar ou sei lá. 

– Sim senhora. – Ele riu.

– Eu tava passeando. – Tentei fingir

– Passeando na chuva ? – Ele tentou entender

– É, Ah..... E nem tá chovendo !

– Você ta toda molhada, cabelo, roupa, tênis, se quiser eu te levo na minha casa, é bem ali naquela esquina. – Ele apontou.

– Tá maluco garoto ? Eu nem conheço você, e você também nem me conhece.– Afirmei.

– Seu nome é Hanna Adams, você tem 16 anos e cursa o 2° ano do ensino médio, seus pais morreram na rodovia Griffin, dês de então você mora com seus dois tios e seus dois primos. Acho que já sei o básico sobre você. – Ele sorriu de canto.

Eu paralisei. Como ele sabia que meus pais tinham morrido ? e como ele sabia que eu morava com meus tios ? Eu não tinha contado pra ninguém, nem mesmo pra Maggie e pro Jack.

– O..... Oque? Me....meus pais não morreram, isso é alguma pegadinha? – Olhei em volta tentando disfarça.

– Para Hanna, eu vi sua ficha na escola, eu sei que você mora com seus tios porque eu já ouvi você falando. – Ele de novo parece calmo.

– A ficha fala sobre mim Mark, é uma intimidade minha! Você não tem que sair por aí fuçando as coisas dos outros. – Tentei dar uma bronca.

– Eu sei, já sou bem grandinho, eu só tava com uma curiosidade sobre a novata. – Ele apontou pra mim e eu entendi que eu era a "novata" 

– Tá mas isso não justifica nada, eu vou pra casa e você não vai contar nada pra ninguém, ouviu ? – Coloquei meu celular no bolso e peguei o tênis que ainda tava no chão.

– A parte de não contar pra ninguém eu já sei, Relaxa, eu não sou X9, mas.... Tem certeza que prefere ir molhada pra casa ? – Ele tentou me convencer.

– ...... Tá bom, eu vou com você pra sua casa, me seco e logo depois você me leva de volta. – Ele assentiu com a cabeça. – Ótimo, então vamos! 

Fomos pro casa dele, não parecia ser tão longe então confiei, o caminho todo ele falava sobre como gostava de tirar fotos e de como era importante pra ele, o sonho dele era ser fotógrafo. Entrei no papo por ele parecer uma pessoa legal, fomos conversando até chegar na sua casa. 

Ele tocou a campanhia e eu pude escutar do lado de fora, a casa dele era realmente linda, tinha um jardim na frente e um portão meio marrom, a casa era toda em cerâmica de pedra, tinha um primeiro andar onde devia ser os quartos. Acredito que seu pai fez a casa pensando nas do Estados Unidos, era bem parecida.

Não demorou muito pra sua mãe abrir a porta, eles sorriram uns pros outros, Mark me apresentou pra sua mãe e ela me elogiou bastante dizendo que eu era bonita, etc, Mark também falou que eu tava na praça e na chuva o que fez deixar sua mãe preocupada, ela começou a me enxugar com um pano que parecia uma toalha, ela perguntava se eu tava torcindo ou se tava com dor se cabeça, disse a ela que não sentia nada e que estava bem, Mark ria do jeito que sua mãe me tratou, mas era fofo, confesso. Ela me mandou tomar um banho e pegar uma roupa da irmã de Mark, ela devia ter uns 15 anos e só tinha roupa preta, bem punk, como eu era magrinha e ela também, tudo cabia, escolhi um short e uma blusa um pouco curta. Entrei no banheiro e Mark me esperou do lado de fora no quarto, lavei meu cabelo e aproveitei o chuveiro quente, me lembrei do que tinha acontecido na lanchonete mas logo os pensamentos foram pra longe, terminei e sai de toalha, me assutei de novo com a cara vermelha que o Mark ficou, eu nem precisei mandar ele sair, já foi se retirando do quarto, Fechei a porta e troquei de roupa. Abri e o mesmo entrou de novo, a mãe dele ficou pasma falando que a roupa tinha ficado perfeita em mim, sua irmã não gostou muito mas ela me mandou ficar, então eu não ia dizer que não. Mark pegou dois refrigerantes, dois salgadinhos e umas guloseimas e levou pro quarto, comemos e conversamos bastante. Eu confesso que ele era bem legal, ao contrário do Minhyuk, grrr, não gosto nem de lembrar. A hora foi se passando e minha tia já tinha ligado umas três vezes perguntando onde eu tava, menti dizendo que tava na casa da Maggie, eu, ela e Jack tínhamos ido pro cinema e que ela não ligasse novamente pra não atrapalhar o filme.

A noite chegou e eu realmente tinha que ir pra casa, Mark pediu um táxi e me levou.

– Hoje foi um dia bom ! – Sorri 

– Sim, sim, Ah, suas roupas ficaram lá na minha casa, quando quiser buscar é só avisar! – Ele falou rindo.

– Tá bom, manda um beijo pra sua mãe e um obrigado pra sua irmã! – Coloquei o cabelo atrás da orelha. – E pra você eu tenho um beijo na bochecha – Dei um beijo na bochecha do mesmo.

– Ebaaa, Tuan marca ponto ! – Ele pulou de um jeito engraçado, rimos e assim ele foi se afastando. 

– Tchau Mark, e obrigado ! – Sorri.

– Tchau Hanna, até amanhã! – Ele acenou, entrou no carro e voltou pra casa.

Entrei em casa e minha tia fez várias perguntas, sobre a minha demora, não liguei. Subi pro quarto e me joguei na cama, não podia deixar de contar sobre como tinha sido meu dia pra Maggie e Jack, eles queriam matar o Minhyuk e a Taylor igual a mim mas acharam o Mark um amorzinho, igual a mim.... Ficamos conversando até umas duas horas da madrugada, logo depois dormimos e pronto. Assim foi meu dia.



Notas Finais


E foi isso.
Manooo, o Mark entrou na história agora vai ficar difícil, Hanna agora tem dois sapão pra escolher, ajudem ela gente! Comentem com quem querem que ela fique.
Boa noite, e até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...