História State Of Grace ( Lutteo e Gastina) - Capítulo 38


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Gaston, Luna Valente, Matteo, Nina
Tags Amizade, Revelaçoes, Romance, Segredos
Exibições 1.272
Palavras 1.650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiiii amores, cheguei, era para o capítulo ter saído mais cedo, porém o Spirit ta brincando com minha, perdi a conta de quantas vezes abri e fechei página '-'

Fiquei feliz ao ver que muitos querem a 2ª temporada de State Of Grace *-*

Amei os comentários, respondi alguns em atraso hj, mas ainda falta MUITOS, tenham paciência por favor :D

VOCÊS SÃO OS MELHORES LEITORES DO MUNDO, JURO, OBRIGADO POR SEREM TÃO ESPECIAIS.

Capítulo fofinho e romântico para aliviar a tensão <3

Boa leitura e espero que gostem *-*

Capítulo dedicado a Mandy e a My <3

Capítulo 38 - O amor está no ar


Fanfic / Fanfiction State Of Grace ( Lutteo e Gastina) - Capítulo 38 - O amor está no ar

“O destino nos uniu para sempre, quando escrevo uma canção penso em um modo te dizer que você roubou meu coração, nada pode nos separar pois eu sou o acorde e você a melodia, me deixe estar ao seu lado e prometo que esse dia será o melhor de sua vida”.

 

Bianca ainda estava de boca aberta sem acreditar em que seus olhos viam.
- M-mas como? Perguntou chocada.
- A vida tem seus milagres. O homem disse sorrindo.
- Sei de tudo que aconteceu em sua vida e sinto muito. O homem completou.
- Sente? Ela perguntou confusa enquanto lágrimas escorriam dos seus olhos.
- É claro que sim, você sabe que não tenho culpa dessa situação. Ele disse e sentou ao lado dela na cama.
- Você não tem noção do inferno que eu passei, o quanto eu sofri e depois que eu soube de tudo meu coração se despedaçou. Ela disse com voz de choro.
O homem a olhou e sorriu.
- Depois de tantos anos você ainda continua linda. Ele disse em tom galanteador.
Bianca se permitiu sorrir.
- Você não muda? Perguntou sorrindo e sentindo ele enxugar suas lágrimas.
- Nunca. Ele respondeu sorrindo e então ela o abraçou.
O homem correspondeu ao abraço, feliz por estar ali com ela, embora a situação fosse precária para ambos.
- Como vão ser as coisas agora? Rodrigo está fora de si. Ela disse saindo do abraço.
- Eu não sei, mas vamos resolver as coisas de algum modo, eu prometo. O homem disse.
- Mas preciso me aproximar de alguém primeiro. Ele completou.
- Quem? Ela perguntou curiosa.
- William Balsano e vou usar o filho dele para isso. Ele respondeu.
- Não tem necessidade enganar os Balsano, sou amiga da família, posso falar com eles. Respondeu Bianca.
O homem a encarou pensativa.

 

Na mansão Balsano...
Luna e Matteo estava no maior clima de Romance, o italiano estava apenas de cueca boxer preta que se destacava no seu corpo branco.
Já a mexicana estava vestida com a camisa azul dele.
Os dois ouviam Give Me Love by Ed Sheeran e dançavam agarradinhos, se balançando no ritmo da música.
- Como você consegue? Luna perguntou com a voz suave agarrada a Matteo.
- Como eu consigo o que? Matteo perguntou sem entender.
- Fazer com que cada dia que passe eu me apaixone mais por você? Ela perguntou doce.
- Você não sabe o quão bom é ouvir você dizer isso, meu amor. Matteo disse de forma apaixonada.
- Eu sei que te fiz sofrer Mauricinho, me desculpa. Ela pediu e levantou a cabeça para olhar nos olhos que ela tanto amava.
- Tudo bem Luna, já passou, tudo que passamos, nos trouxe a esse momento agora e não poderia desejar mais nada, além de que durasse por toda eternidade. O italiano disse acariciando o rosto da morena.
- Se eu te contar uma coisa, promete não me achar boba? Luna perguntou enquanto acariciava os cabelos do moreno.
- Eu já te acho mesmo. Matteo disse em tom de brincadeira.
Luna deu um tapa leve no ombro dele que riu com a atitude da namorada.
Luna mordeu os lábios e colocou os braços ao redor do pescoço de Matteo.
- Uma boba totalmente apaixonada por você. Ela sussurrou romântica.
- Eu também sou um bobo apaixonado por você. Matteo disse no mesmo tom e a beijou.
Dessa vez o beijo foi doce e lento, as línguas se encontravam apaixonadas, mas sem pressa.
Luna partiu o beijo e mordeu o lábio inferior de Matteo, o fazendo sorrir.
- Só você desperta esse meu lado brega. O italiano disse divertido.
- Brega não, romântico e eu gosto muito desse seu lado, você me faz sonhar acordada. Luna disse de modo sonhador.
Matteo se aproximou e lhe deu um selinho ao qual a morena correspondeu.
- O que você quer me contar Menina Delivery? Matteo perguntou fazendo carinho nas costas da morena.
Luna suspirou, estava realmente perdida de amor.
- Quando eu era pequena eu vivia assistindo filmes românticos, novelas e lendo os livros mais melosos possíveis, e aí eu cresci e comecei a montar o cara ideal para mim na minha cabeça, ele seria romântico e fofo, um verdadeiro príncipe. Luna disse com o olhar distante, como se tivesse lembrando.
- E esse cara sou eu? Matteo perguntou convencido.
- Não. Luna disse séria.
Matteo desmanchou o sorriso.
- Acontece que você é mil vezes melhor, você consegue ser doce, romântico e fofo, mas se você fosse apenas isso o tempo inteiro seria chato, eu gosto quando implica comigo, quando faz com que eu questione as minhas decisões, nada nunca é monótono ao seu lado, você é arrogante, metido e ainda sim um bom amigo, você é uma pessoa real Matteo e não alguém idealizado, isso faz com eu te ame ainda mais, porque você tem o dom de me fazer sentir viva. Luna confessou.
- Não sabe o quanto eu te esperei meu amor. Matteo disse apaixonado.
- Eu também esperei a vida inteira por você, mesmo que eu não soubesse disso, só você pode completar o meu corpo e a minha alma. Ela disse e encostou sua testa na dele.
A música já havia acabado, mas eles estavam tão envoltos no Mundo deles que não percebeu.
Matteo roçou o nariz no dela e então a beijou.
E aquele beijo foi diferente de todos os outros que eles trocaram.
Aquele tinha gosto de para sempre.

 

No shopping, Nina e Gastón saíram do cinema de mãos dadas rindo.
- Eu to com fome. Gastón disse rindo.
- Jura? Depois de comer 3 baldes de pipoca? Fora os refrigerantes que eu perdi a conta. Nina disse divertida.
- Sinto te decepcionar amorzinho, você pensou que namorava um príncipe, mas com a fome que eu tenho estou mais para dragão. Gastón disse fazendo Nina gargalhar.
- Eu te amo mesmo assim. Nina disse divertida.
- Vou comer uma pizza de alho com cebola, duvido você querer me beijar depois disso. Ele disse brincando.
- Se você fizer isso, pode se preparar para ficar um mês sem beijo. Nina retrucou.
- Chata. Ele disse fazendo um biquinho.
- Awnn não faz esse biquinho que eu não resisto. Nina disse apaixonada.
Gastón aumentou o bico de proposito e Nina riu.
A morena então não resistiu e o beijou.
Gastón aceitou o beijo e deu passagem para a língua dela.
Nina explorava toda boca de Gastón fazendo o loiro suspirar.
Gastón partiu o beijo quando ambos estavam sem ar.
- Vamos para praça de alimentação? Ele perguntou divertido.
- Vamos amor. Ela respondeu.
Os dois chegaram a praça de alimentação e sentaram-se em uma das mesas decidindo o que iriam comer.
Gastón viu que o atendente do caixa não parava de olhar para Nina e fechou a cara.
- Ei o que foi? Nina perguntou ao ver a expressão do namorado.
- Aquele cara não para de olhar para você, será que ele não viu que você está acompanhada? Perguntou revoltado.
Nina olhou para o rapaz que piscou o olho para ela.
Ela desviou o olhar constrangida.
- Que cara de pau, quero ver se eu arrancar os olhos dele, aí ele não pisca mais para você. Gastón disse com um sorriso vingativo.
- Amor você está exagerando. Nina disse rindo.
Gastón encarava o cara, que não desviava o olhar de Nina.
Então o loiro beijou Nina, sua língua invadiu a boca da morena de forma quente.
Nina foi pega de surpresa mas logo correspondeu ao beijo de forma apaixonada.
A morena sentiu a temperatura do corpo subir, o jeito como Gastón a beijava estava a deixando com calor.
Gastón apertou a cintura de Nina a fazendo arfar.
As línguas se encontravam causando uma corrente de eletricidade em ambos os corpos.
Gastón partiu o beijo e Nina se sentia completamente sem ar.
O rapaz do caixa olhava a cena completamente chocado, mas logo desviou o olhar constrangido.
- Uau. Nina disse ainda sentindo dificuldade de respirar.
Nina pegou o cardápio e começou a se abanar, o que causou uma crise de risos sem fim em Gastón.
- Tá quente aqui né? Ela perguntou se abanando mais rápido.
Gastón só gargalhou ainda mais.

 

Naquele momento na porta do Roller...

 

- Por favor não vai, fica mais um pouco. Simón pediu fazendo uma carinha triste.
- Eu tenho que ir meu amor. Ámbar respondeu rindo.
- Do que me chamou? Simón perguntou bobo.
- De meu amor. Ámbar respondeu doce.
A loira não conseguia reconhecer a si mesma, estava tão apaixonada.
- É o que eu sou? O seu amor? Simón perguntou sorrindo de forma apaixonada.
- É sim, o meu amor e muito mais. Ámbar disse colocando seus braços em volta do pescoço do moreno.
- Linda. Ele disse.
- Lindo. Ela respondeu rindo.
Simón a beijou e Ámbar prontamente correspondeu, a língua do moreno adentrou na boca da loira de forma apaixonada, que suspirou em meio ao beijo.
Ámbar partiu o beijo e Simón a levantou pela cintura e começou a roda-la no ar.
- Para Simón. Ela disse entre risadas.
- Você não tem idéia do quão feliz eu estou. Ele disse a colocando no chão.
- Eu te amo Simón. Foi a resposta de Ámbar.
- Eu também te amo. Simón respondeu e a beijou.
- Me leva em casa? A loira perguntou doce.
- Claro que sim meu amor. Simón respondeu e abraçou pela cintura.
Ambos foram para mansão trocando caricias e beijos durante todo o percurso.
Simón a deixou no portão de casa e o casal se despediu com um longo beijo.
Da janela do primeiro andar Sheron olhou a cena incrédula.
Ela estava totalmente insatisfeita com o que via.
- Eu não posso deixar que Ámbar se envolva com gente inferior a nós. Ela disse com raiva para si mesma.


Notas Finais


Por favor comentem, isso me inspira, me deixa feliz e faz com que eu escreva mais, obrigado por tudo, mil beijooos 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...