História Stay - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Kookmin
Exibições 118
Palavras 2.804
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Amores to aq dnv :3
Era pra eu estar dormindo porque tenho aula as 7h mas...hahaha to aq postando pra vcs. u.u
Boa leitura ♥

Capítulo 19 - 16- Eu te amo


- Quarto de Suga -


- Hanninha eu vou tomar banho para a gente sair e jantar fora tá lindona? - falou lhe dando um beijo, ela sorriu.

- Claro amor, esperarei ansiosa. - disse docemente. 

Era Hannah quem dividia o quarto com Suga e esse foi para o banheiro e assim que ele entrou a garota mandou mensagem para Dylan pedindo ele para vir ao quarto conversar. 

- Oi que bom que você chegou rápido não sei a hora que o idiota vai sair do banho. 

- Ele pensa que você é uma santinha apaixonada né? - disse rindo e ela revirou os olhos.

- Ele é apenas mais um dos babacas. Enfim... Sobre o nosso plano as coisas estão de pé? 

- Óbvio! Eu terei o Jimin pra mim o quanto antes.

- Do jeito que elea vivem brigando, é fácil botar a discordia e executar nosso plano bem rápido... - ouviram barulhos e foram pra porta ouvir. Era Jungkook reclamando e falando sua briga com Jeon.

- Separar esses dois nunca foi tão fácil. - disse Dylan se jogando na cama feliz. - Jungkook é tão imbecil. A cada dia ele da passagem pra mim, não que eu esteja reclamando claro. 

- Você tem sorte. E cara... somos uma dupla infalível! Ninguém desconfia da gente! Somos mais amigos puritanos que tudo. Consegui até fisgar o sem educação deixei ele mansinho. 

- Você é má.

- Tudo por dinheiro. Afinal estou te ajudando só por isso. E ver as pessoas destruídas me faz feliz. Mas dá um trabalho danado servir de ombro amigo pra esses idiotas. 

- Imagino... 

- Eu também. - eles ouvem um voz... Yoongi havia ouvido tudo. - Bem que eu desconfiava de você.  É muito boazinha pra ser verdade. 

- Mesmo assim você caiu na minha teia. - disse se achando.

- Nunca estive nela. E você "meu bem" vai cair do cavalo. Eu não vou permitir vocês interferirem na vida dos meus amigos sendo que até eu não interfiro!

- Ah é? Você vai ficar caladinho Suguinha sabe porque? - ele  olhou para Dylan desafiando. - Porque se não isso vai cair nas mãos do Taehyung assim como todos seus amigos, conhecidos, seus amadoa pais... - mostrou um vídeo no telefone.

- De que está falando? 

- Você não se lembra? Deixa eu refrescar sua memória. - Hannah chegou perto dele. - O primeiro dia que chegaram. Luau. Você sozinho com o Hoseok e um sexo selvagem. - ele arregalou os olhos. - Eu filmei tudinho porque estava procurando meu "namorado". Nossa..imagina quando todos verem isso. Você traiu a amizade do Taehyung, ninguém vai perdoar você além de que você escondeu que gosta de piroca. Que feio Suga. 

- Me da essa porra de telefone! - gritou avançando em cima de Dylan lhe dando um soco, o empurrou e consegui o telefone, partindo ele em pedaços. 

- Querido isso não adianta. Tenho milhões de cópias da gravação. - Suga estava nervoso, cometeu um deslize feio e agora estava em risco de todos saberam. Não quer estragar o namoro dos amigos, aquilo foi só um momento onde a bebida falou mais alto.

- O que você quer de mim? An?

- De você nada. Mas de quer salvar o namorico dos seus queridinhos você vai ter que sair da cidade. Vai embora com qualquer desculpa e nunca, nunca irá dizer que ouviu a gente falando sobre separar o Jimin do trouxa lá. - o garoto suspirou  acenou concordando, não tinha nada pra sair dessa situação. 

- Ótimo. Quero você longe amanhã. Sem comentários, sem provas de infidelidade. Agora se você falar...Já era. Eu não penso duas vezes antes de te destruir Min Yoongi. - ele bufou e saiu expulsando eles de seu quarto a ponta pés. 

Escorou na porta furioso, estava ferrado. Mas o melhor a fazer agora é realmente ir embora.

Foi por isso que no outro dia ele partiu sem ninguém ver. 


* Agora *


Jimin estava em seu terceiro copo de cerveja, pena que isso não o deixava zonzo. Estava com raiva, raiva por Jeon ser tão inocente a esse ponto. Era tão difícil assim perceber que Jimin gosta mesmo dele e só queria retribuir o que sentia no sexo? E se sentir amado de volta? Estava frustado. 

Hannah e Dylan, um antigo amigo seu que encontrou ali desde o dia que chegara, se sentaram ao seu lado. Hannah já sabia o que aconteceu pois ouvira o moreno falar com Tae no quarto. Ela ouviu pela porta. 

- Não fica assim Minnie, não fique mal por isso. - disse Hannah dando um aperto em seu ombro.

- Já soube?

- Sim. E Dylan também.. Jungkook é muito idiota eu acabei de crer, ele mudou de opinião tá sabendo? 

- O quê?

- Os meninos comentaram que ele agora quer você e a gente escutou. - disse. 

- Ah mais agora eu estou sem a mínima vontade. Sinceramente , depois dessa eu não quero encostar nele por muito tempo. 

- Mas você está dispensando uma chance amigo. - Dylan disse o abraçando. - Ele não te deixou mal? Nada melhor que se vingar.

- O que você quer dizer? 

- Que você devia ficar com ele do jeito gostoso que você faz. E depois fazer o que ele mais tem medo, ir pra sua lista. 

- Isso seria muito covardia da minha parte. - disse após pensar na hipótese.

- Que nada Jimin. Ele não já tem uma visão de você sendo todo filho da puta? Mostre como é mesmo ser um. E vingança nunca é demais. - Hannah falou botando fogo na palha. - Eu achava que vocês seriam meu casal de cinema, mas ele está sendo muito babaca com você! Você não merece isso Minnie.

- Faz o que você faz sempre. Ilude ele nessas férias e quando voltar... Pimba. - disse Dylan - Ele está fazendo você sofrer, nada mais justo que você pagar na mesma moeda.

- Pensando bem.. Se eu fizer isso ele vai sentir o que é ser magoado. Fiquei puto da vida hoje... E outra, eu nunca prestei mesmo, posso muito bem feri-lo. 

- É isso ae. - Dylan disse. - Vai lá tigrão. Depois quero saber de tudo. - Jimin sorriu maléfico e subiu pro quarto. 

- Você acha que vai dar certo? - perguntou Dylan. 

- Certeza. Não te dou mais do que o fim das férias para Jimin estar nos seus braços todo chorãozinho por ter arrependido e estar carente porque o Jeon não o quer mais.

- Que bela amiga você é Hannah! - disse irônico. 

- A melhor! - sorriu. - Mas só pra você! 


- Quarto Jikook -


Jungkook tirou a roupa e se deitou no meio da cama... pensoi bastante e decidiu parar de bobeira. Iria dar finalmente a Jimin o quê ele queria.

Ficou tendo pensamentos eróticos pra se excitar... E foi só pensar no seu ruivinho que seu amiguinho tomou um tamanho considerável. 

Sorriu fechando os olhos. Passou a mão por seu peito, acariciou os mamilos... Desceu para o abdômen sentindo os músculos e imaginando Jimin ali... Envolveu seu membro e começou uma masturbação fraca.. Pegou o telefone e mandou uma foto para Jimin com a legenda "estou te esperando". 

O loiro sorriu largamente e não demorou muito pra chegar. E ao abrir a porta mordeu os lábios sentindo seu membro pulsar só de ver aquela cena... Um Jungkook pelado se tocando em cima da sua cama não é uma imagem que vemos todos os dias.

- Você demorou. - Jungkook disse rouco. 

- Você que acha. - tirou a camiseta, desceu as calças, tirou os sapatos e a cueca, seu pênis já estava quase totalmente duro.  Jimim subiu engatinhando como um felino, sorriu maldoso e passou a língua na glande de Kook, que estremeceu.. Tirou a mão do moreno de lá substituíndo por sua boca gostosa.

Sua língua fazia maravilhosas e ele chupava com mestria deixando Kook se afundar em sua garganta e provocava soltando gemidos de satisfação. Tirou ele da boca e passou a língua por toda a extensão, Kook pulsava e gemia bastante. Jimin voltou a chupa-lo, dessa vez com tanta pressa e vontade que fazia barulhos altos de sucção. 

- Você... sua boca..tão gostosa Minnie... - recebeu um tapa na coxa e um sorrisinho sacana. 

- Humm.. eu sei. - desceu os lábios para os testículos dele, enquanto voltava a bombea-lo.

- Aahh Jimin! ..

Sem que Jeon esperasse ele abriu suas pernas mais ainda, separando bem e ergueu seu quadril um pouco 

- Você quer que eu te chupe.. Aqui? - tocou seu ponto que até então estava um pouco escondido. - Bem ..aqui. - fez um leve aperto começando uma carícia na entrada dele.

- Hu-um..

- Quer..? - passou a língua rodeando sentindo ele contrair e se arrepiar pelo novo contato em seu buraquinho. 

- S-sim... - disse com dificuldade. Jungkook nunca tinha sentindo uma vibração tão boa assim.. Era estranho, diferente, mais tão gostoso que ansiava por mais.

Jimin passou a mexer a língua de início pincelando, ficava ouvindo Jeon gemer baixo... mas quando passou fingir que penetrava, Kook erguia mais o quadril praticamente rebolando em sua cara enquanto gemia. Jimin sentindo se abrir aos poucos e pra andar logo empurrou o dedo com firmeza sentindo as pregas irem se separado. 

Kook nessa hora sentiu um incomodo enorme se juntando com uma dorzinha. Mas logo foi embora dando lugar a um prazer totalmente diferente dos que já experimentou... Sentiu outro dedo e movimentos mais fortes... Se contorcia na cama e gemia, e no terceiro já não se segurava, jogando o quadril em direção ao ruivo gemendo alto e rebolando. Jimin o virou e pôs um travesseiro de baixo de si fazendo o moreno se impinar.

- Quero te beijar mais. - disse rouco já voltando com a língua habilidosa, Jungkook agarrava o lençol...aquela língua atrevida estava lhe dando um prazer inexplicável, o deixava até de pernas bambas.

- Kookiee.. Eu quero fazer com você.. - disse em seu ouvido. - Quero fazer aqui. - seu dedo médio o acariciava. - Você deixa..? - mordeu sua orelha, Kook mordeu o lábio e colocou sua mão em cima da de Jimin. Que achou que ele iria o empurrar dali, mas não. Ele firmou mais o dedo do ruivo para que ele entrasse. 

- Faz. Faça o que quiser comigo Jiminnie... Aaawn.. - sentiu os dedos dele voltarem. - Ve-em..me f-ode Minnie.. por favor..- antes que eu desista... 

O moreno se sentia excitado, as carícias eram ótimas mas mesmo assim tinha medo, e por dentro estava ansioso, será que doeria? Será que era bom? O ruivo não o machucaria certo? 

Aquilo foi demais pra Jimin, que o virou de volta e lhe deu um beijo quente e sedento. 

Jimin segurou suas pernas e ia forçando aos poucos e passou a cabeça, doeu.. Doeu muito. Kook até tentou fugir mas o segurou pela cintura.  

- Calma...- passou um pouco mais, Jungkook começou a aperta-lo nos ombros. - Relaxa.. Eu não quero te machucar.. Relaxa Kookie, não se contrai não.. - mordeu seu lábio para próprio se aguentar pra não fazer movimentos bruscos... passou a toca-lo e dar lambidas e mordidinhas em seu pescoço que logo desceu pro mamilo, Kook se acalmou e tirou o foco da dor o que foi o bastante pra Jimin acabar de entrar, deslizando para dentro dele. 

Jimin esperou um pouco. Kook sentia como se tivesse sido rasgado ao meio, doía, queimava, tentando aliviar aquilo ele passou a se mover sozinho... Jogava e voltava o quadril enquanto apertava as costas do ruivo, aos poucos sua careta fora diminuindo e seu rosto só expressava prazer..  Jimin passou a se mover, primeiro um vai e vem lento, porque Jungkook não parava de se mexer junto e não queria machuca-lo. 

Kook o puxou dando um baita beijo e pedindo por mais, Park segurou suas pernas e mandou ver no que mais sabia fazer. Dar prazer. 

Os boatos estavam certos, e agora Jungkook estava comprovando isso, Jimin era um ótimo amante, ele faz tudo ficar tão... Gostoso. 

Estava delirando sentindo aquele pênis duro e pulsante dentro de si..era tão gostoso, tão intenso... Jimin fodia tão bem... sabia que o ruivo estava adorando a sensação de estar dentro dele também porque o mesmo denunciava nos seus gemidos roucos. 

- Aahh.. Jungkookie você.. acaba comigo... - arfou.

Jeon sorriu, apertou as pernas ao redor dele e o puxou pra perto, o beijou desajeitado e necessitado, se sentia nos céus, suas pernas adormecidas eram gostosas de sentir, ouvir aqueles gemidos de Minnie era maravilhoso...te-lo dentro de si era melhor ainda. Se sentia extasiado, era um prazer muito maior que todos os que experimentou, estava amando ser fodido por Jimin. 

Acabou se perguntando porque não se entregara antes porque puta que pariu! Era muito intenso! Seus olhos até giravam em suas órbitas se revirando de prazer, não conseguia nem raciocinar, só gemia, gemia, gemia e apertava as costas de Jimin o abraçando forte, o mordendo e dizendo o quanto ele era bom..

- Kookie-Aaah...tão gostoso, tão...especial. - Jeon deu uma risadinha fofa demais para aquele contexto. - Quente...você é muito quente...Oohhh e tão apertado amor.. - dizia extremamente sexy, e Jungkook só sabia gemer alto coisas incoerentes diante disso e das estocadas fortes e rápidas de Jimin.

Depois de uns minutos sentiu o ruivo tocar num lugar que o fez tremer e sentir um fogo anormal, fora tão bom que ele pediu mais... 

- Jiminnieee... ai..faz d-e novo...mais..aaahhh a-ssim.. - gemia manhoso, unhava ele com força deixando marcas, e Jimin não ficava pra trás, o apertava e mordida toda hora.

E assim Jimin fez, fez várias vezes, com força. 

- Ahhh.. hum tão bom Kook..sabe o que eu me lembrei? .. hum..quando eu sentia isso..v-oce provocava..que tal uma vingança? 

- N-nao.. MINNE...- sentiu ele sair e voltar com tudo, aquilo fazia suas pernas formigarem e o calor aumentava lhe enlouquecendo. - Ooohhh.. Jimi.. oohh ..

- É. Bom. Provocar. Os. Outros. Kook-Ah? - cada palavra uma investida daquela forma.

- N-nao..nao.. aaahh Minnie..Não é...oohhh por..favor.. - mordeu seu braço com força se sentindo perdido em sensações fortes.

- É? Por favor o que amorzinho? 

- P-orfa..vor.. Huumm.. J-imin..

- Por favor o que? Diz pra mim diz. - sorria se sentindo com mais tesão ainda o ver perdido daquele jeito.

- Mais! ME DÊ MAIS JIMINNIE! Por favor..m-ais...

- Seu pedido é uma ordem, gracinha. - aumentou o ritmo o fodendo como um animal.

Kook tinha a voz rouca de tanto gemer e gritar. Sentindo que iria gozar, puxou com as pernas o ruivo e o trouxe pra perto de novo porque em algum momento que nem viu ele se afastara, se agarrou a ele e gemendo alto em seu ouvido sentindo seu corpo começar a convulsionar, tremer e se derramar num orgasmo intenso... Jungkook ficou extasiado.. seu corpo não demorou a formigar e relaxar. 

Umas estocadas depois sentiu Jimin morder seu ombro urrando e gozando longamente dentro dele, foi tão bom sentir o ruivo pulsar dentro de si e se derramar, que contraiu de propósito só pra senti-lo pulsar mais. 


Jimin desabou encima de Jeon, ambos estavam ofegantes e suados.

Park o beijou demoradamente quando deitaram de frente um para o outro. 

- Eu te amo. - o ruivo disse devagar quase vacilando a voz e com medo.

- Você ..o que? - estava boquiaberto. 

- Eu me apaixonei por você. 

- Como você tem tanta certeza? - Jeon também estava morrendo de medo naquela hora mas seu coração parecia que sairia de sua boca. 

- É muito mais forte do que um dia eu já pude senti. Eu quero ficar junto de você 24 horas por dia.. Dormir, sonhar com você e acordar do seu lado.. Acredita em mim. - disse rolando pra cima do moreno e o olhando nos olhos. 

- Eu... Jimin. - segurou seu rosto entre as mãos. Engoliu em seco, não sabia se conseguiria dizer, mas sentia isso a um bom tempo.. estava na hora de finalmente admitir seus sentimentos

- Eu também amo você. - sussurrou como se fosse um segredo tomando os lábios do outro pra si e eles acabaram sorrindo entre o beijo.

Qualquer ameça de mal que Jimin pensou que fosse fazer, ficou no passado. Ele sentia em seu coração que nunca poderia nunca fazer Jungkook sofrer, porque se fizesse estaria machucando a si próprio. Teve certeza de tudo a partir de hoje, depois de fazer sexo com Kook do jeito que minha sonhando a meses que queria.

Jungkook sentiu uma calor no coração, todas suas dúvidas, mágoas e incertezas como um passe de mágica, foram embora. Depois de se entregar hoje, sabia que faria isso pelo resto da vida. Mas só se fosse com Jimin, só com ele... Ele...o cara que acendeu em seu peito a chama do amor novamente. 

- Me ame outra vez. - Jungkook disse com sua carinha pidona, o outro sorriu. 

- E quantas mais você quiser. - o beijou iniciando as carícias.




Notas Finais


Desculpem erros e é isso ae :3
Gostaram? Sim sim sim? *-*
Finalmente Kook parou de ser cu doce né? huehue

Faltam 6 favoritos para 50 *-*
Falta pouco para a tag, mandem perguntas ♥
Obrigada!!! :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...