História Stay - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Kookmin
Exibições 73
Palavras 2.879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá :3
Aqui vai mais um capítulo, espero q goste ♥ e leiam as notas finais please ♥

~Tenham uma ótima leitura ;)~

Capítulo 21 - 18 - Bilhetinhos de Intriga


Fanfic / Fanfiction Stay - Capítulo 21 - 18 - Bilhetinhos de Intriga


 
Voltas as aulas são sempre uma bosta, definitivamente. 
Pouquinho mais do ano, o cansaço já batendo, não era diferente para Jimin essa preguiça. Mas para Jungkook era tudo mais animador, isso quer dizer que o ano estava acabando, graças a Deus, depois era só se preocupar com a faculdade, que ele já tinha mandado sua carta...   
 Os jogos das competições escolares continuariam a partir desse fim de semana, então no decorrer iriam treinar muito. Até pulariam algumas aulas para treinar, queriam ganhar o máximo de campeonatos pra escola, seja dança, basquete, natação, o que for.

As aulas ocorreram como sempre, Sra. Fernandes teve que sair da biblioteca então foi substituída por Jimin que estava sem professor, por Hannah e Luce uma das professoras mais velhas que quase não dava aulas.     

Jungkook terminou seus afazeres, sua prova de interpretação pra ser exato, e foi ver Jimin e falar sobre o livro de Romeu e Julieta. Antes passou em seu armário para pegar o mesmo livro para entregar. Achou estranho que tinha um bilhete lá dentro...

  "Vc está totalmente iludido. Acha q ele realmente te ama? Para de ser idiota! " 

Revirou os olhos e ignorou, algum idiota que queria Jimin pra si deve ter mandado aquilo só pra provocar.

Seguiu seu caminho e encontrou Jimin quase dormindo em cima da mesa.

- Que preguiça. É tudo cansaço por causa de ontem? - disse rindo provocando dando tapinhas no ombro do ruivo.

- Vai se ferrar. - falou mal humorado, Kook continuou a sorrir.

- Vim entregar o livro. E que porra de final foi aquele? Você nem pra me avisar? Quase chorei.

- Ue, a graça do livro tá ai, se eu te contasse não ia ter o mesmo efeito. - sorriu carimbando a carteirinha dele. - Vai pegar mais algum?

- É..pode ser. Me dê uma história de mistérios.

- Certo. - Jimin foi para o canto menos iluminado dali, procurando algo de terror ou algo que acha mais interessante de suspense com bastante mistério, algo para fazer seu namorado gostar... O moreno percebendo que não tinha praticamente ninguém ali e estavam longe, aproveitou para abraçar Jimin por trás e lhe dar vários beijos na nuca e se roçar nele. Jimin deixava seus hormônios a flor da pele.

- Kookie. - suspirou. - A gente tá na biblioteca, dentro da escola, podem pegar a gente e vai dar muita merda. 

- E desde quando meu Park Jimin, liga pra isso? Pelo o que eu sei ele adora safadezas em lugares proibidos, Dubai que o diga. - o ruivo sorriu largamente e se virou jogando o outro contra alguma prateleira bem lá no fundo totalmente mal iluminado da biblioteca.

Sorrindo sádico, Jimin beijou o moreno quentemente e apertou seu membro, causando um gemido baixo do mesmo. 

Minnie desceu passando a mão pelo torso dele, abaixou a calça e a cueca do maior, e logo tomou seu membro em mãos num vai e vem gostoso. Kook mantinha os olhos fechados, a boca entreaberta, gemia baixo necessitando de mais e mais toques de seu amado, sua expressão de prazer misturado com tesão era magnífica.

Depois de um tempo, Minnie o colocou na boca, chupava rápido e eficiente molhando ele inteiro de saliva. O bombeu deixando o pré gozo espalhar enquanto lambia e fazia pequenas sucções em suas bolas. 

Quando viu que ele estava lubrificado o bastante, voltou a beijar Jungkook. Que dessa vez trocou de lugar empurrando o ruivo para a prateleira e o fazendo segurar nela.

Desceu as mãos apertando, o tocando inteiro pra depois descer suas calças.

Tinham que ser rápidos já que estavam em um lugar proibido...mas exatamente por esse risco de serem pegos que tudo ficava bem mais excitante.

Jungkook apertou aquela bundona deliciosa.

- Eu vou te fazer ficar exausto e com muita dificuldade pra sentar e andar por aí. - Kook disse sussurando sexy no ouvido dele enquanto roçava sua glande por todo meio daquela bunda.

- Aaaah Jung..kook. - rebolou tentando sentir mais daquele contato. Jeon chupou seu pescoço. - Huu-um.. vai.

- Vai...? Aonde Minnie? - apertou sua cintura por baixo da camisa e sentiu ele estremecer.

- Kookiee..pra dentro de..Oohh - ele não o deixou terminar, entrou no ruivo fazendo ele segurar a prateleira com uma imensa força, tanto que os nos de seus dedos ficaram brancos logo de cara.

Jeon ia num vai e vem gostoso, abraçava Jimin com força e tão perto quanto conseguia. 

Dava beijos molhados, mordidas na nuca e pescoço dele...gemia em seu ouvido e percebia que Park se arrepiava e rebolava todo descontrolado por isso. Claramente ele via o quanto mexia com seu namorado.

Acelerou o ritmo, afinal no fundo de seu consciente ele sabia que não podia demorar. Metia rápido, com força, o que fazia a prateleira balançar e alguns livros cairem. 

Caíram muito mais quando ele virou o ruivo o dando impulso para subir no seu colo e o fez chocar na prateleira. Jimin gemeu com a dor do impacto e de prazer.

 Santo Yoongi aquilo tudo era excitante pra caralho.

Kook não parava suas estocadas gostosas e meio brutas. Jimin estava segurando e apertando seus ombros com força enquanto gemia e movia descendo e subindo o quadril ajudando Kook nas investidas.

Por isso e pela posição, logo fez o ruivo estremecer e quase gritar por Jeon ter achado seu ponto mágico, ainda bem que o moreno foi mais rápido e o beijou fazendo-o se silenciar.

 Jimin chupava a língua e mordia  os lábios do namorado todo descontrolado. E Kook não reclamava, aquilo estava uma delícia.

Quando Jimin arranhou sua nuca com uma força extrema, Jeon o fez chocar na prateleira mais forte do que a última vez, vários livros cairam pra trás, o barulho foi alto. Jungkook por um momento pensou que alguém podia ter ouvido e consequentemente ir lá e pegar os dois.. mas isso foi só por um segundo, porque no outro ele estava sentindo Jimin morder seu pescoço e rebolar com mais empenho. Devolveu a mordida, passou a estimula-lo do jeito que dava enquanto estocava. 

Jimin via estrelas, era tão difícil se controlar pra não gemer sendo que estava sentindo aquelas imensas sensações de puro prazer...  Kook também estava delirando e descontava com força em Jimin tanta excitação.

Em pouco tempo sentiram aquelas vibrações de ambas as partes, denunciando que tinham chegado ao limite. Não pararam de se beijar um segundo porque sabiam que se parassem gemeriam bem alto e fariam a escola toda ouvir!

Jungkook desceu seu amado ofegante e trêmulo assim como si.

- Temos que nos arrumar. - Minnie sussurrou rouco. Jeon assentiu e se vestiu rapidamente. 

Deu um beijo naquela boca volumosa do ruivo quando se acalmaram. Eles arrumaram os livros que caíram de volta na prateleira... 

- Aqui. Esse é muito interessante amor. - Jimin disse lhe entregando um dos livros que tinha caído. Kook assentiu e pegou o livro. Abraçado a seu ruivinho, voltou para a recepção.

Park o fez cadastro e tudo mais. Quando ele estava distraído, Kook lhe deu um selinho fazendo ele sorrir só que ao enves de estar sorrindo preguiçoso estava bem animado, afinal tinha tomado uma boa dose de Jungkook agora a pouco.

- Jimin, você não estava com preguiça e super cansado? - perguntou Hannah aparecendo ali, ele mais cedo estava bem morgado, agora parecia irradiante.

- Cansado ainda to mas o tédio passou. Nada que conversar com meu namorado não resolva. - piscou e sorriu pra Jeon que não parava de lhe fazer carinho nos cabelos. 

- Desse jeito vou passar a vir mais na biblioteca pra te ajudar com o tédio - disse ensinuando coisas.

- Sei fessa conversa de vocês. Da próxima tentem esconder essas marcas de chupoes. - disse Hannah seria..percebendo isso ela mudou o humor e sorriu brincalhona. - Mas nossaaaa como vocês são lindos juntos! - disse ela os abraçando (falsa) - Agora Minnie tem que me ajudar a tirar livros novos do pacote. Ou seja, rala daqui Jeon.

- Nossa que amor comigo. - disse ele resmungando.

- Querido achei que você tinha que trabalhar. - ela diz. Kook bate a mão na testa.

- Puts é mesmo! Eu vou aproveitar que não tenho aula agora e vou ir pra casa mais cedo pra organizar umas coisas. Enfim, tenha uma boa tarde amor. - beijou Jimin, Hannah revirou os olhos sem deixar isso ser notado.

- E boa tarde pra você também Hann. - saiu.

- Seu namorado é um amor, quero um pra mim assim.

- Eu sei. - sorriu convencido. - Procura então bicha.

- Bicha?

- Apelido carinhoso.

- Até parece que eu sou a bicha aqui né viado. - riram.


Jungkook pegou suas coisas e de um livro, caiu outro papel.

"Todo mundo, menos vc, consegue ver. Fica esperto. Quem garante q ele está só com vc?"

Jungkook bufou, isso era uma brincadeira de mal gosto? Ou realmente Jimin... Não. Não podia ser.

Afastou seus pensamentos e foi para sua moto, onde no capacete encontrou outro maldito bilhete.

"Estou sendo amigo e te avisando. Abra seus olhos. Vc sabe quem ele é. Acha q pessoas assim mudam do dia pra noite? 

Qual a sensação de ser traído Jeon Jungkook? 

Ah..me esqueci. Vc n sabe, vc está tão iludido q não vê. 

Como sempre o enganado é o último a saber..."

 Devia confiar no ser do papel? Tinha problemas com confiança por isso demorou a se entregar para Jimin ..e se ele tivesse o fazendo de idiota?  Estaria enganando Jeon e ele estava iludido demais pra ver? 

Mas como seria possível uma traição? Park passou o tempo todo com ele hoje. Nas férias.. Droga. 

E se Jimin estiver mesmo outro? Devia ou não desconfiar do ruivo? Jeon estava dando importância demais aquele bilhete? Mas e se ele tivesse certo? Sabe que não vai aguentar sofrer por amor de novo...não magoado pelo seu ruivo. 

Foi pra casa pensando e repensando, não sabia no que acreditar. Estava ficando bem confuso...

Se arrumou para ir pro trabalho e com muito eesforço ignorou a pulguinha estava começando a aparecer em sua orelha.


☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆☆


- Hey Jungkook. Alguém passou aqui e mandou lhe entregar esse papel. - disse seu chefe ao fim do experiente. Ele abriu já imaginando o que seria.

"Última vez q pergunto. Está certo de q ele o ama? Vc confia em um cara q viveu a vida toda iludindo garotinhos como vc? 

Confia msm?

Vou te dar uma chance de ver com seus próprios olhos q ele esconde mts coisas de vc. 

Já q vc n deve acreditar mt em mim, veja por si msm.

Vá agora a praça do colégio. "

Mais que porra! Jeon estava ficando cheio daqueles bilhetes insinuando que Jimin não estava sendo fiel... eles chegaram ontem não deu prazo dele arrumar outro alguém em menos de 24h não é?... Uma vozinha na sua mente disse "ele é o Jimin é obvio que ele pode". 

O ruivo teria mesmo coragem de fazer uma coisa dessas consigo? 

- Agrrhh! - passou a mão nos cabelos e subiu na moto.

Foi até a bendita praça, não tinha nada a perder mesmo e não queria ficar todo confuso como estava. Confiava em Jimin...mas ao mesmo tempo tinha um pé atrás por conta do passado dele sabe?

Ficou andando por lá e nada, é... parece que o autor daqueles bilhetes estava enganado. 

Espera... 

Aquele ali não era o Jimin correndo? Não dava para o alcançar então foi direto pra casa o encontrar lá. "O que diabos está acontecendo?", pensou ao ver que ele corria de um garoto.


Jimin recebera uma mensagem de Taeyang um ex ficante, o garoto que ficou por mais de uma semana, estava precisando falar com ele muito urgente. Minnie foi até lá achando que seria uma questão de vida ou morte... mas ao chegar o outro veio com um papo estranho de trair e não sei o que, e agarrou o ruivo. Jimin entrou em apuros, conseguiu por fim se soltar e lhe deu um belo chute no meio das pernas saindo correndo em seguida.

O que esses caras estão pensando? Ele tem namorado agora e é extremamente fiel. Parece que depois de saberam que estava comprometido foi que apareceram ainda mais, deram na ideia de o querer, de ficar o agarrando e isso o deixava furioso.

Ao chegar em casa estava cansado de correr e todo suado, tomou um banho rápido e ficou esperando seu namorado chegar do trabalho, o que não demorou.

- Boa noite amor. - disse o selando.

- Porque você passou correndo lá na praça?

- Eu?

- Sim. O que tava fazendo na praça Jimin? - disse sério de braços cruzados. 

- Nada. - Jungkook não queria desconfiar mas estava duvidando de Jimin. Pra si, Jimin não conseguia mentir muito bem. O ruivo ficou pensando se contava ou não... - Ta bom. - resolveu falar, afinal a culpa não foi dele né? - Taeyang me mandou uma mensagem falando que estava em apuros e quando eu cheguei lá, ele me agarrou a força.

- Quem é Taeyang?

- Um cara que eu já fiquei. Mas entenda que eu não sabia que isso ia acontecer! Eu me desesperei por isso corri..Depois de ter batido nele. - Jungkook deixou o ciúmes tomar conta de si, ele é muito impulsivo e sua mente só focou no "ex, me mandou mensagem, fui atrás".

- Porque caralhos você foi pra começo de conversa Park? Se é EX é porque tem que ficar enterrado, não tem que importar nem se tiver morrendo. Você nem deveria ter ido lá. Mesmo que ele tivesse em apuros ou o cacete, que o filho da puta encontrasse outra pessoa! Pra. Que. Você. - apontou o dedo no peito dele - Foi!

- Kook.. - ia dizer que não era uma má pessoa e que dependendo do ex ele ajudava sim, porque alguns deles não mereciam ter sofrido por sua causa e eram bonzinhos demais pra não serem ajudados... mas Kook ficaria com mais ciúmes. E também o moreno mal o deixou falar seu nome e já interrompeu.

- Quer saber? Me deixa em paz! Pelo menos por hoje. - estava cansado de pensar, de ficar com desconfianças por conta de um estúpido anônimo. Estava de cabeça cheia pra pensar nisso agora e em sua crise de ciúmes. Jimin ficou em dúvida se insistia em se explicar ou se dava um tempo pra Kook esfriar a cabeça...

- Ok. - abaixou a cabeça e foi pro  quarto escolhendo a segunda opção para não gerar mais problemas. 

Jeon ficou repassando tudo em sua mente, chegou na conclusão que alguém fez aquilo pra tentar separa-los.. Mas quem e porque? Preferia no fundo acreditar nisso do que pensar que Jimin estava o enganando porque caso contrário sentiria uma dor imensa. 

 Ficou a noite toda no quarto se sentindo mal, não sabia o que pensar, não sabia o que fazer, não queria pensar mas as coisas passavam em sua mente, se segurava pra não explodir. Porque amar era tão difícil? É só pra si que acontecia essas coisas...Porque? Ele não era digno de ser feliz, como nas férias mas não por um momento, porém, pra vida toda?

Depois de alguns minutos ouviu Jimin entrar como quem não quer nada e se deitar ao seu lado todo quietinho...

- Posso dormir aqui? - perguntou baixo.

- Pode. - Jungkook disse seco, mais pelo ciúmes que qualquer coisa. Na sua mente, Jimin não devia ter ido se encontrar com ex nenhum. 

Jimin não se importou com isso, sabia que iria passar, já acostumara com esse jeito de seu moreno... Ou esperava que sim. 

O abraçou e aos poucos viu Jungkook relaxar. Passou a acariciar seus cabelos e depois de um tempo pensou até que o moreno estivesse dormindo.

- Me desculpa por as vezes ser um idiota. Eu não precisava ter ido mesmo, se eu soubesse que isso ia acontecer nem tinha respondido aquela mensagem. Não quero ficar brigado com você por nada Kook. Acho que já brigamos demais, está na hora de sermos felizes não? - Jungkook o apertou em um abraço. - Ei você não estava dormindo? - viu os olhos do moreno se encontrem com os seus.

- Não. Eu estava pensando que fui muito idiota com você. Mas é que eu tenho ciúmes, eu tenho medo de te perder pra alguém e por isso não suporto saber que você está conversando com quem eu sei que te quer. Eu percebo no olhar deles as segundas intenções e... você é meu Jimin, não quero você perto de ameaças ao nosso namoro e nem quero abala-lo. Me desculpa?

- É claro que sim amor. Eu sempre desculparia você. - o beijou apaixonado - Não te trocaria por nada e nem ninguém. Eu te amo e sou só seu, me adimira você não saber disso até hoje. - falou brincalhão. 

- Que bom que você sabe! E eu também sei - sorriu apertando Jimin de todo jeito que podia praticamente o amassando, fazendo gargalhar gostosamente. 

- Ei..ei! Sossega! - ria, acabou rolando por cima de Kook e prendendo suas mãos acima da cabeça. - Nós dois sabemos que sou seu mas é sempre bom reforçar não é? - disse insinuante, mordendo os lábios. 

- Seu safado! 

- SEU safado. - sorriu e atacou os lábios de seu amado iniciando mais uma das incontáveis noites quentes.

No fim ficaram de bem um com o outro e dormiram juntinhos como sempre gostam de fazer. 


Notas Finais


Obg por lerem, por acompanhar, pelo favoritos. Por TUDO ♥

Se tiverem perguntas por favor mandarem nos comentários, amanhã ou sábado já irei responder td ;)

Tenham uma boa noite. Mts beijinhos a vcs ♥♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...