História Stay - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias B.A.P
Personagens Bang Yongguk, Daehyun, Himchan, Jongup, Personagens Originais, Youngjae, Zelo
Tags Família, Himup
Visualizações 14
Palavras 1.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um Himup pra vocês, espero que gostem! ❤

Capítulo 1 - Stay


Fanfic / Fanfiction Stay - Capítulo 1 - Stay


E mais uma vez estamos aqui... E então você se pergunta quem sou eu; quem sou eu? Simples. Moon JongUp. Tenho 32 anos, provavelmente você me conhecia quando eu era mais novo, mas pode ter certeza, absolutamente nada mudou… Ou mudou?

Faço parte do grupo Best Absolute Perfect, ou melhor; B.A.P. Há 10 anos atrás, meu grupo entrou em hiatus por um simples motivo; Bang Yongguk e Kim Himchan foram para o exército.

Eu sou casado com Kim Himchan, acha isso estranho? Estranho não é nem o começo pra descrever.
Adotamos 4 crianças lindas e adoráveis, ficamos decidindo qual teria o sobrenome de cada um, então ficou assim; Kim NaEun, a nossa mais velha de 5 anos, Kim ChaeRi de 3, Moon Minjae de 4 anos e Moon JeUp de 4 anos e meio. A diferença de idade entre NaEun e JeUp pode ser comparada à minha e de JunHong.
E falando de JunHong, ele voltou do exército há dois meses atrás, e estamos trabalhando no nosso comeback, e não, o rap dele não mudou nada.
Espera, acho que tem alguém me chamamdo…


Papai... — NaEun pula no meu colo rapidamente, me desvencilhando de meus pensamentos.

— Sim? — Eu e Himchan amamos crianças, então fora fácil adotar estas,  temos um cachorro também, mas JeUp passou tinta roxa no pelo do mesmo, então o demos para Daehyun.


— Appa... O papai disse que se eu não comesse salada, eu não irei ficar saudável e não me deixou pegar chocolate... — NaEun fez aquela carinha fofa de sempre, com seu aegyo natural, o que me fez pegá-la no colo e caminhar até HimChan na cozinha.

Chegando lá, o mesmo esquentava a mamadeira para ChaeRi.

— Himchannie... A NaEun quer saber se pode pegar chocolate, também quero saber se eu posso pegar um. — Dou um sorriso torto, fazendo com que o mais velho caminhe até minha frente, um dos cantos de seus lábios se ergue, enquanto este me encara.


— Jongupie, você não muda nada! — Ele me rouba um breve selinho, me dando passagem para a geladeira.

Caminho com NaEun em meus braços, enquanto esta lhe joga um sorriso vitorioso. — Ei, Jong-ah... TS ligou! Temos uma reunião amanhã, podemos deixar as crianças com a NewSun?!


NewSun é atual namorada de Zelo, no entanto ele não me engana; acredito que esse seu relacionamento com ela seja apenas uma mentira, para ocultar seus verdadeiros sentimentos por Bbang.


— Ah. Podemos sim... — Falo enquanto abro a geladeira e pego alguns chocolates em uma das prateleiras da mesma. Sinto o olhar afiado de meu marido fixado em mim; ele certamente quer me matar por ficar dando porcarias para a nossa filha, além de mimá-la bastante.

Me agachei com cuidado, colocando NaEun no chão, ficando na mesma altura da pequena. — NaEun, vá brincar com os seus irmãos, sim? Já, já levo chocolate quente com bastante chantilly para todos vocês. E pra você, - Toco pontinha de seu nariz com meu dedo indicador. - vai ter um pouco de creme de avelã. Não conte isso para os seus irmãos, é o nosso segredinho, ok? — Ela assentiu em concordância, depositando um selar em minha bochecha.

A mesma sorri de modo travesso e dá de costas para mim, correndo em direção a o jardim.

Fico a observando por alguns instantes e noto quando esta passou a brincar com os seus irmãos; digamos que Eun é um tanto quanto agressiva, se eu lhe contasse que todos teriam creme de avelã ela provavelmente me jogaria no chão com meu braço pra trás.


Me levantei do chão, soltando um suspiro

e caminhei até Himchan.

Fiquei de frente para o mesmo, começando a acariciar sua cintura e aos pouco envolvê-la com meus braços.

— Tem certeza que ainda quer ser visual? Isso daqui é uma ruga? — Himchan passava mil cremes de pele, ele não envelheceu nem 1 ano. Tenho até medo dele ficar assim pra sempre.

— Uma ruga? Aonde?! — Ele fica assustado, mas depois de me ver cair na risada, cerra os olhos e me joga de encontro com a parede, ficando por trás de mim.  Engulo em seco com medo de ter o provocado no momento errado, afinal, haviam quatro crianças, praticamente ao nosso lado.


— Ch...channie.. — Minha voz sai falha, ouço sua respiração ao pé de meu ouvido, causando-me arrepios por todo o corpo; esse homem me enlouquece! E sabe exatamente o poder que tem sobre mim. Uma de suas mãos começa a brincar por entre a lateral de minha cintura por cima da blusa que estou usando, logo adentra com os dedos ali, tocando minha pele com sua mão macia, deslizando os dedos para meu abdômen. — A-as crianças... - Ouço um riso travesso, juntamente com seu hálito quente batendo em minha pele e a mordiscada no lóbulo de minha orelha, fazendo minha sanidade começar a se esvair. Temo que ele tente algo bem aqui; com quatro crianças no jardim. No entanto conheço meu marido o suficiente para saber que o mesmo adora coisas perigosas e inusitadas.

HimChan… Não brinque comigo assim.


— Não vou fazer nada, bobinho. — Ele me vira pela cintura subitamente, me roubando um selar rápido.

As crianças nunca demonstraram se importar com a nossa relação, nunca aparentaram ter preconceito conosco, muito menos JeUp. Mas e eu Channie cogitamos a possibilidade de que talvez quando alcancem a maioridade, não fiquem com certo preconceito.

Após HimChan me libertar de seus braços, fiz como o combinado; leite com chocolate e chantilly para as crianças. Brincamos com as pequenas - e o pequeno -

a tarde inteira.  Estávamos tão cansados que apenas tomamos banho e fomos dormir imediatamente após deixar as crianças no quarto, e contar uma história, adaptamos a história de cada MV pra contar pra elas.

Era simplesmente adorável quando MinJae,  aquele pontinho de gente tentava dançar Skydive.

Eu tenho certeza de uma coisa; amo meus filhos, e amo mais ainda meu marido;  e acima de tudo: Amava o B.A.P



Notas Finais


Obrigada para quem leu! ❤
Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...