História Stay Alive - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~JenniferArmy

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Confissão, Depressão, Jikook, Kookmin
Visualizações 15
Palavras 745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


@Ayu-Chan-San:
Hello, hello (what?)
Hello, hello (what?)
Tell me what you want right now

Espero que gostem dela meus bebês! Boa leitura! ♥

@JenniferArmy:
Oiee gente, então, esse ser lindo aí, quis fazer um colab comigo, então aqui é praticamente a "segunda autora". Bom, espero que gostem da fic, por que muita coisa vai acontecer!

Não nos matem, viu? Jssjsj

Amos vocês, boa leituraaaa

Capítulo 1 - Prólogo


Não era como se eles fossem saber, não era como eles se importassem, pelo menos, para Jungkook era assim que a vida parecia ser.

Seus pais sempre o deixaram de lado para fazer qualquer coisinha, desde algo extremamente importante como horas extras a coisas desnecessárias como um coquetel no dia da apresentação de seu filho. Cobravam de si o filho perfeito, o modelo, o boneco que sempre desejaram ter como fantoche, o exemplo. Porém ser “perfeito” por muito tempo o deixou confuso e essa confusão o quebrou.

Jungkook era como um boneco de porcelana em cima de uma estante, o desinteresse sobre quem ele era mesmo e a cobrança da perfeição de seus pais era alguém que esbarrou na estante e a depressão dele, foi resultado do boneco se colidiu com o chão e se quebrou.

Mesmo o levando para consulta, indo atrás de tratamento, seus pais não se importavam, ou se eles se importavam, não importava o bastante, já que esperaram o filho começar a se espancar na sua frente e na frente de terceiros para marcarem a primeira consulta.

Tudo doía e Jungkook só queria acabar com aquela dor sufocante que sempre lhe atacava, indo sempre cada vez mais forte, só queria acabar com a dor que remédios não conseguiam tirar.

Escolheu a madrugada fazer "aquilo", quando deu a hora fora do perigo de seus pais o pegarem, se arrastou lentamente para o banheiro, chorando em puro desespero. Não queria ter que tentar se matar, mas caso não fizesse isso, a dor não iria parar e infelizmente ele não era masoquista para querer ou tentar suportar.

Prendeu o ar em seus pulmões ao passar pela porta e a trancar, e soltou o ar acumulado dentro de si ao olhar seu estado deplorável no espelho.

Cerrou os dentes e ergueu a cabeça, olhando bem seu pescoço, seu pomo de adão bem marcando e abaixou a cabeça logo em seguida ao imaginar seu sangue jorrando de sua jugular, queria gritar por socorro, mas a ajuda que precisa, que queria não apareceria.

Ele sabia disso. Estava há cinco anos gritando por ajuda, mas parecia que só o vazio o ouvia, pois todos ignoravam, quem prometia ajudar só ficava por alguns dias e depois ia embora, o deixavam e iam embora.

A ajuda não existia, talvez existisse para os outros, talvez a ajuda chegasse a todos do mundo, menos a si. E era por acreditar naquilo que ele acabaria com isso.

Pegou a lâmina escondida atrás do espelho, a apertou contra os dedos, estava com medo da lâmina que sempre acreditou ser a sua amiga, de segurá-la e se machucar, estava com medo também de seus pais e deles ouvirem seu choro...

— É para tudo isso acabar. — Disse a si mesmo fungando e tentando engolir o choro.

Colocou a ponta da lâmina na altura do pescoço e pressionou, fazendo um furinho, grunhiu de dor e sentiu um formigamento por causa do sangue que começou a escorrer, continuou pressionando e agora, puxou porque braço, fazendo um furo.

O furo não foi tão profundo, mas o sangue já começou a escorrer depressa, junto do sangue escorrendo, o choro logo começou a ficar alto e de certa forma forte, Jungkook se escorou segurando o pescoço machucado e deslizou na parede, caindo sentado no chão.

Ele ficou inconsistente e enquanto isso, seu pai conseguiu adentrar o banheiro e pedir socorro, (in)felizmente a ambulância que o levará até o hospital chegou a tempo. O médico tratou do furo de seu pescoço e o deixou em um quarto, onde recebia mais sangue e soro.

Ele descansava no quarto após todo esse procedimento de seu atendimento, já fora da zona de perigo, seus pais foram conversar com o médico. Quando Jungkook acordou ouvindo uma voz melodiosa cantarolar alguma música que até o momento lhe era desconhecida, demorou até que conseguisse se mexer na cama e conseguir enxergar a pessoa que cantarolava a música, logo conseguiu ver que era o seu colega de quarto.

— Love me now... Touch me now... Just let me love you... — O garoto cantarolou com a voz arrastada, seguindo a melodia, sem desafinar ou perder alguma nota.

Jungkook reconheceu bem a música, era Serendipity, uma de suas músicas favoritas, de um de seus grupos favoritos. E o garoto a cantou perfeitamente bem, mesmo que por causa dos remédios só tenha percebido ser tal música no final da mesma.

Não parecia um momento certo para sentir algo pelo estranho, mas Jungkook sentiu, sentiu admiração pelo garoto que cantou perfeitamente bem. Sentiu também interesse em o conhecer.


Notas Finais


@JenniferArmy:
Eai gente, gostaram? Esse cap foi meio que baseado na minha vida :').. Desculpem por favor o Jungkook sofrer :'(

Enfim, até o próximo cap genteee ❤❤ @Ayu-Chan-San:
Bom, eu queria falar muita coisa, realmente muita coisa, mas não tenho muito a dizer, sabe? Só sentir mesmo...
Dêem amor a Stay Alive, e sim, ela é sobre depressão e talvez soe pesado a vocês, mas de em uma chance a esse bebê!

Ah, antes que eu esqueça:
Vcs lembram da Autora de "Meu Querido Ômega"? Se sim! Ela irá postar novamente esse plot maravilhoso. Sigam o perfil para poderem ficar por dentro.

https://spiritfanfics.com/perfil/bryie

Recomendações:
https://spiritfanfics.com/historia/o-tipo-de-estrela-que-voce-foi-10249091
Ela é uma OS Original amorzinho!

https://spiritfanfics.com/historia/plano-alfabeto--taegi-10046276

https://spiritfanfics.com/historia/sweet-liar-10126490
Jikook linda e maravilhosa do meu Monstrinho... @ParkJeonSayuri, eu te amo, mas vc vive me arrazando!

https://spiritfanfics.com/historia/caveman-9765702
Dêem amor a essa fanfic, mesmo que a @FilhaDeKookmin esteja quase a terminando, ela merece amor, okay? Okay!

https://spiritfanfics.com/historia/ta-mas-tinha-que-ser-um-bl-dorama-10879257
Essa é minha mesmo e.e

E por último o meu grupinho de leitores: https://chat.whatsapp.com/0GHV5BjZCTq3ni1mFQB8HR


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...