História Stay by my side - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Ino Yamanaka, Karin, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari
Tags Drama, Naruto, Romance, Sasusaku
Visualizações 51
Palavras 1.311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aqui estou \o/ Essa é uma historia que eu reescrevi e mudei ela totalmente
Espero que gostem :)
Me inspirei em um filme que eu amooo muito

Boa leitura a todos <3

Capítulo 1 - Cap 1


O som agudo ecoou pelo local assustando algumas pessoas desapercebidas. O barulho de passos tirou o seu foco fazendo com que reparasse no trem parando a metros a sua frente, amassou as passagens entre os dedos, sentindo suas lagrimas trilharem o caminho da ponta do nariz até os lábios inferiores. Inspirou fundo tentando não chamar atenção à sua volta por causa do soluço que queria sair por entre a garganta. Assustou-se quando sentiu uma mão tocar o seu ombro, virou-se já se afastando do toque

-- Desculpe, não queria incomodar, mas a senhorita teria um isqueiro?  --Reparou no homem de idade parado atrás de si, sentiu uma raiva apossar-se de si, queria pelo menos um tempo para chorar em paz ou ter sossego já que acabou de ser deixada pelo homem que amava.

--O senhor já incomodou – Disse abrindo sua bolsa preta de couro e lançando mão em um óculos de sol o colocando logo em seguida em seu rosto, ignorando a expressão fechada que o homem lhe lançou – E não, eu não tenho isqueiro – Se levantou e saiu a passos lentos carregando sua mala vermelha.

Parou a alguns metros olhando o relógio em seu pulso direito, sentiu o estomago embrulhar e uma onda de pânico tomar conta de si, não queria aceitar o que tinha lhe acontecido, xingava a si próprio por ter sido tão burra em acreditar em um homem casado. Passou as mãos pelos cabelos soltos e colocou uma mecha rosa atrás da orelha. Foi ao banheiro mais próximo da estação, tirou o óculos e apoiou as mãos na pia enquanto olhava seu reflexo no espelho

-- Acabada – Sussurrou para si mesma reparando no borrão que o lápis de olho ficou logo após horas de choro. Colocou uma mão no bolso da calça preta e tirou as passagens jogando dentro da pia – Desgraçado.

-- Uma jovem tão linda, mas com um semblante tão triste – Reparou na senhora ao seu lado retocando o batom – Não sei por qual motivo está assim, mas se for por causa de homem não gaste as suas lagrimas

Sentiu vontade de rir de desgosto de si mesma – Então eu sou muito burra por estar chorando por causa de homem - Disse enquanto reparava na senhora de cabelos brancos mas mesmo assim tão linda

-- Sabe minha jovem, tem tantas coisas ruins que acontecem em nossas vidas, se fossemos chorar por todas elas estaríamos ferradas —Disse soltando uma risada baixa e fitou a mulher de cabelos rosados lhe olhando com os olhos assustados – Você é tão linda, não deixe que um idiota acabe com a sua alegria, mande-o para o inferno e segue a vida. Por experiência própria, você vai achar alguém que te ame e lhe der todo o valor que você merece – Tocou o rosto da jovem com carinho

Sakura sentiu ternura nas palavras que ouviu, sabia que precisava disso, mas não esperava que fosse de um desconhecido, sorriu quando sentiu as mãos enrugadas tocarem-lhe o rosto 

--Obrigada pelas palavras a senhora não sabe como foi um tapa na cara –Riu baixo – em um bom sentido, claro

--Pode me chamar de Raya... Apenas viva a vida minha jovem, ela é tão curta – Se assustou quando escutou a moça anunciar que o próximo trem estava vindo – Tenho que ir antes que o meu marido entre aqui para me pegar, não podemos perder o trem – Riu pegando sua bolsa e colocando no ombro – Até mais senhorita ..?

-- Pode me chamar de Sakura – Disse enquanto sorria

-- Até mais Sakura – Disse saindo do banheiro as pressas

-- Até senhora Raya – Sussurrou pegando sua bolsa e mala nas mãos – Depois desse sermão eu preciso beber – Disse saindo do banheiro

 

 

O barulho do sino ecoou na loja, não se importava em estar somente ela e o balconista. Foi em direção ao refrigerador, olhou as bebidas com cautela, teria que ser a certa porque somente ela sabia o quanto era enjoada por certos tipos de bebidas. Pegou uma com um alto teor de álcool com sabor de limão, precisava se embebedar sabia disso, levou a lata em direção ao balcão deixando o recipiente em cima do mesmo e voltou para o canto da loja onde havia uma prateleira com doces, pegou um que continha amendoim, amava doces e, além disso, estava morrendo de fome. Ouviu o sino da loja soar avisando que alguém tinha adentrado o local mas não deu importância, continuou a olhar mais alguns doces e pegou mais alguns que era do seu agrado e foi em direção ao caixa parando ao lado de um homem alto, não olhou o rosto, não estava com cabeça para reparar se era bonito ou não, entretanto algo chamou a sua atenção, uma lata verde estava na mão do tal homem, Sakura lançou o olhar pelo balcão e constatou que sua bebida não estava ali, virou a cabeça imitando a exorcista em direção ao moço ao seu lado, reparou em como o homem tomava o liquido com tanto gosto, aquela era sua bebida e não iria admitir outro tocando em uma coisa que era sua mesmo não tendo pago.

Sentiu que os seus olhos iriam pular para fora, fechou a mão com força. Respirou fundo e tocou o braço do mesmo o fazendo olhar para si, reparou no quanto era lindo, cabelo preto, olhos escuros, nariz fino, boca carnuda e por fechar, babar, ele tinha barba e ela sabia o quanto tinha um fetiche enorme por isso. Mas a roupa lhe tirou o foco, sentiu uma pitada de decepção por constar que um homem tão lindo se vestia tão mal

--Pois não?– Corou ao ser pega no flagra enquanto olhava o home de cima a baixo

Pigarreio e lhe lançou um olhar raivoso – Isso não é seu – Apontou para o objeto, mas sua raiva estava tão abominável pela bebida na mão do homem tanto pelo mau gosto dele por roupas. O viu arquear uma sobrancelha, mas não se deixou abater pegou com brusquidão a lata da mão do mesmo e levou rapidamente aos lábios tomando tudo em rápidos goles, abaixou a lata e se aproximou do “ mal educado que pegou sua bebida “  fechou os olhos, respirou fundo e abriu a boca de uma forma gigantesca e apenas deixou sair o ar e o barulho do arroto que ecoou pela loja, se afastou sorrindo olhando para o homem assustado a sua frente

Surpreendeu-se quando o mesmo riu baixo passando a mão pela testa, abaixou a cabeça pegando a carteira em seu bolso traseiro e tirando algumas notas de dentro e colocando em cima do caixa, pegou as sacolas da mão do vendedor que olhava a cega assustado. Deu as costas e foi em direção a saída da loja mas antes olhou para a mulher que acabara de arrotar em sua cara e lhe lançou um sorriso e foi embora .

Sakura tentou não ficar envergonha com a reação do homem barbudo, deu de ombros e olhou para o balconista sorrindo o mesmo soltou um pigarreio enquanto se abaixava, Sakura estranhou mas logo o seu semblante foi para espanto quando viu homem colocar uma garrafa da cor verde em frente a moça

-- Como a senhora deixou aqui e voltou para pegar mais algumas coisas eu deixei a garrafa guardada – Disse o jovem que aparentava ter uns vinte e dois anos se segurando para não rir da mulher a sua frente

Desejou enfiar a cabeça em um buraco, não acreditava que pagara tal mico na frente de um homem tão bonito, ele lhe acharia louca isso seria certeza. Abaixou a cabeça tentando conter a vergonha que lhe atingiu como um soco pegou algumas notas de sua bolsa e jogou no balcão, pegou os pacotes de doces que comprara e a lata que era sua

-- Pode ficar com o troco – Disse sussurrando enquanto saia praticamente correndo para fora da loja 


Notas Finais


Gente, comentarios é sempre bem vindo até porque me ajuda a melhorar em algumas coisas até mesmo na escrita. <3

Beijoos da Bah


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...