História STAY... Just stay. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Kim Namjoon
Exibições 12
Palavras 1.790
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei pra atualizar né?! Hihi
Perdoem minha falta de tempo por causa da faculdade e leiam essa pérola ♡

Boa leitura meus anjos 💛

Capítulo 2 - O teste... fácil demais.


Eu acordei e olhei para o meu quarto... Parecia um sonho! EUZINHA, UMA K-IDOL. 

Me levantei e fui tomar banho pra depois me arrumar. Arrumei o meu quarto até ele ficar impecável  (sou Virginiana heueheueh , tudo tem que estar perfeito ao meu redor). 

Na empresa tem um terraço enorme e muito ventilado. Peguei meu caderno de partituras , caneta e meu violão. Saí do quarto e fui em direção ao terraço. Me sentei em um banquinho e coloquei minhas coisas em uma mesinha que estava ali por algum motivo . .

Ouço o barulho dos carros lá em baixo e respiro fundo. 

Rotina! Para que vivemos se vamos entrar em uma rotina sem um pingo de diversão . Por que viemos pra esse mundo se não foi pra viver sorrindo ? 

Meu pensamento me fez pensar em uma letra para musica nova e eu comecei a escrever. Por incrível que pareça, eu tenho sempre milhares de coisas na cabeça, mesmo sendo um pouco avoada . Pequenas coisas como o barulho de carros ou a cor de uma flor me fazem pensar em milhões de coisas. Muitas das minhas musicas sirguram assim.. 

Depois de um tempo termino de rabiscar as letras e sorrio feliz. Jogo a cabeça para trás e abro os olhos... NAMJOON.

Depois de ontem, fiz uma pesquisa sobre o BTS . Por que ? Nem eu sei. Mas agora sei muita coisa sobre todos eles. 

- CÊ TÁ LOUCO? QUER ME MATAR DE SUSTO ? - Me levanto do banquinho quase caindo. O garoto me encara, sério.

- O que você tá fazendo aqui ? - Ele me pergunta, me encarando como se eu tivesse cometido algum tipo de crime contra ele. 

- Eu gosto de compor quando estou sozinha, e em lugares altos e calmos. Acabei vindo pra cá.- respondo, tentando me recompor pelo susto. - E você ? O que faz aqui ?

- Esse banquinho e essa mesa... Acha que foi um fantasma que trouxe ? -ele pergunta e eu olho para a mesa cheia de anotações minhas e começo a retirar elas dali.

- Desculpe, não sabia. Não se preocupe, já estou de saída. - Quando passo por ele para sair do terraço , ele segura meu braço com força e me puxa . - O..O que você tá fazendo ?

- Por que você é assim ? Estranha.. Gosta de arrumar briga, é grossa e não é nem um pouco feminina . Qual é o seu problema ? - Esse idiota ta pensando que é quem ? - Enfim, que seja. Não volte mais aqui. Esse é o meu lugar. Arrume um pra você , porquinho-da-índia.- Ele me solta e se vira, caminhando até o outro lado do terraço.

Ele é o lider do grupo que praticamente sustenta a empresa, e consegue ter uma escrotidão dentro de si que eu não consigo entender. Que seja, vou apenas ignorá-lo . 

Saio dali e acabo encontrando com os outros membros do BTS, passo por eles  e alguem me chama. 

- Yaah, você é a garota do Namjoon ?! - Um deles grita. Olho para ele e o reconheço. Jimin , o nome dele é Jimin, parte da Line 95.

Logo um garoto ao seu lado tapa a boca dele e puxa ele em um mata-leão.

- Ele só fala besteiras, moça . Não ligue pra isso. Aliás, você viu o Namjoon por aí?- Ele pergunta. Reconheço seu rosto... Jin, o mais velho do grupo.

- Vi sim. Tive esse desprazer... - Lembro do quanto aquele idiota me estressa e é escroto comigo desnecessariamente toda vez que me vê.- Ele está no terraço. 

Começo a sair de perto quando ouço outro garoto falar comigo. 

- Ele te disse algo ruim, não foi ? Desculpe ele por isso, Namjoon não está bem ultimamente . O terraço é praticamente dele, ele sempre vai pra lá. Seja pra ler, compor ou qualquer outra coisa. Não vá até lá novamente se não quiser ter treta com ele. - Ele sorri para mim. Aquele era Hoseok , J-Hope... Ele é lindo, seu sorriso também. Parecia ser o Ser mais doce da face da terra, acabo sorrindo para ele, ele me faz querer sorrir. 

- Sim, ele disse. Mas não dou muita bola pra esse tipo de coisa. Obrigada pelo Conselho. Ultimamente, o que mais quero é distância daquele ser mal educado. Agora se me dão licença , tenho trabalhos pra fazer. - Sorrio, mais calma e me viro. Esbarro em alguém e todas as minhas anotações caem no chão . 

- Desculpe, eu lhe ajudo com isso. - Um garoto se abaixa e começa a colher os papéis junto comigo. 

Olho para ele... Min Yoongi, mais conhecido como Suga. Meu santíssimo Gdeus , que homem é esse ?! 

Ele é bem mais bonito pessoalmente. Sua pele, tão branca e brilhante. Quando percebo ele está me encarando.

- Tá tudo bem ? - Ele pergunta, confuso. 

- Si..Sim. Tá tudo bem. E..Eu tô bem. - Me levanto e ele me entrega os papéis . - Obrigada pe...pela ajuda e des...desculpe pela falta de atenção. - Gaguejo e saio correndo para meu quarto antez que ele diga algo.

(Quebra de tempo)

Tomo um banho gelado e visto uma roupa confortável. Pego minhas anotações e me sento perto do piano. Começo a tocar uma melodia que estava na minha cabeça e então ouço batidas na porta do quarto. 

- Pode entrar ! - Grito e continuo anotando a melodia para não perdê-la. Ouço batidas na porta novamente. 

Caminho até a porta irritada e abro a mesma. Ele me encara como se estivesse contemplando algo surreal . Aquilo me deixa um pouco constrangida, afinal... Namjoon está parado na minha frente e acredito que seja a unica pessoa nessa empresa que deixou claro que não vai com a minha cara desde que me viu. 

- O que você tá fazendo aqui ? - Pergunto.

- V..você...- Ele limpa a garganta e fala normalmente.- Você deixou isso aqui no terraço. - Ele estende um papel e logo reconheço meus rabiscos sobre rotinas .

- Minha nossa! É um pedaço da minha letra ! O..obrigada . - Pego o papel e olho para ele,  que continua parado na minha frente. - Ham... Mais alguma coisa...? 

Ele continua a me encarar como se quisesse dizer alguma coisa mas logo sai andando pelo corredor apressadamente . 

Cara estranho, euein.

Fecho a porta e volto a fazer o que eu estava fazendo. 

(QUEBRA DE TEMPO)

Termino de tocar a melodia que eu não conseguia tirar da cabeça , ela tomava meu corpo e minha mente e por isso não conseguia parar de tocá-la por um bom tempo. Precisava encaixar a letra perfeita, ainda não tinha uma, mas um dia encontraria a inspiração perfeita.

Tomo um banho , me arrumo e saio do quarto , decido sair pra respirar um pouco e acabo indo ao terraço . Não me importo se Namjoon estará lá. Ele não é o dono do terraço, então foda-se.

Chego arrumo o terraço e caminho até a borda. Coloco as mãos no bolso e fecho os olhos, respirando fundo. Sinto alguem ao meu lado e abro os olhos . 

- Eu disse que esse é o meu lugar, não disse ? Por quê voltou aqui ? - Ele pergunta, com as mãos nos bolsos e olhos fechados . 

Ele está lindo. Não achei que diria isso de alguem como ele, mas ele está realmente lindo. Sua pele branca fica mais iluminada com a luz da lua e seus labios parecem mais vermelhos e atraentes do que nunca. Por quê tão lindo ? É como se eu não conseguisse me mexer ou falar... Não conseguia parar de olhá-lo. Cada canto daquele homem exalava sensualidade. Seu queixo, seu maxilar bem detalhado . Eu não conseguia parar

De repente ele abre os olhos e se vira para mim.

- Eu falei com você . Tá surda ? - aqueles olhos... Parecem esconder muitas coisas. São fascinantes  e eu não consigo falar nada, apenas encará-lo . Seu olhar marcante e frio me atraem para ele como um imã. Sinto como se nunca fosse encontrar outro homem como ele. Não consigo parar. - Ei, garota!

- Eu.

- Você . 

- Ham.

- búrguer 

- Quê?

- Nada... Enfim, por que está aqui ? Te disse para não . .

- Você não é o dono do mundo. Não é o dono do terraço . E também não é o dono da empresa. E muito menos parece com meu pai, pra ficar mandando em mim. - Volto ao normal depous de muito esforço para tirar os olhos dele.- Se toca, vai achar uma coreba que corra pros seus braços te chamando de oppa igual uma retardada e me deixa em paz. - Me viro e começo a caminhar para o outro lado do terraço . 

- Uau. Achei que fosse mais esperta. - ele diz e puxa meu braço . - Mas ja vi que estava enganado. Sabe quantas coisas eu posso fazer com você aqui ? - Ele diz com um sorriso malicioso, que logo desfaz depois de olhar em meus olhos . 

Ele me segura com força e suspende meu rosto, me fazendo olhar em seus olhos, que não deixaram de ser atraentes por um segundo sequer . 

-  Me diga... Como você... conseguiu? O que você tem ? Eu definitivamente não consigo parar de pensar em você por um segundo . Não tenta me conquistar ou me agradar , mas mesmo assim me faz querer cada pedaço de você . O que fez comigo ? - Ele me olha como se estivesse sentindo dor. Como se eu tivesse feito algo terrivel . Eu não estava entendendo o que estava acontecendo. Ele simplesmente mudou de atitude de um segundo para outro.

- E..Eu não sei do que você está falan...

Sinto seus lábios quentes nos meus. Um beijo calmo e delicado. Eu não conseguia parar. Cada pedaço de mim pedia por ele e eu não sabia o por que. Ele é o cara mais idiota que eu já conheci. Arrogante , mal educado , grosso e... e... Por que eu não consigo parar ? Eu...quero...ele.

Ele se afasta, interrompendo o beijo. Logo eu saio do transe e o empurro.

- O que pensa que tá fazendo ? Tá doido zé ruela. Sai daqui!

- É ... Achei que fosse melhor, mais difícil. No fim, você não é tão diferente das garotas que correm até mim me chamando de oppa. - ele me olha com um sorriso de deboche e logo sai do terraço . 

Ele... Ele tava me testando ? 

- VOCÊ É UM IDIOTA! EU ODEIO VOCÊ !  SEU FILHOTE DE CHUPA CABRA MAU PARIDO . IMBECIL . FICA LONGE DE MIM ! - Começo a gritar , mas ele já se foi . 

Idiota... Quem ele pensa que é?


Notas Finais


Gente, queria dizer que o Namjoon vai ser muito filho da puta com ela por um bom tempo. Várias tretas, aguardem.
Desculpem qualquer erro, meus amores.
Espero que tenham gostado, comentem o que acharam do capitulo. Vou continuar em breve. Prometo. ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...