História Stay with me - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Jikook, Jimin, Jimin Uke, Jungkook, Jungkook Seme, Kookmin, Romance, Yaoi
Exibições 116
Palavras 2.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bouua noitxe!!!
Como as melhores pessoas desse mundo estão? *-*
Espero que estejam bem... <3
.
Bom, como eu sei que quase ninguém ler as notas inicias, vou explicar umas coisas nas notas finais. Então, leiam lá em baixo, por favor! :3
.
Ps¹: Jungkook agora tem 17 anos e Jimin 18 anos
.
Perdão pelos erros e espero que gostem dessa nova fase da vida deles ^-^

Capítulo 11 - O que deu nele?


Fanfic / Fanfiction Stay with me - Capítulo 11 - O que deu nele?


°•° Jungkook °•°


 [ 6 anos depois ] 


Durante esses anos depois do acontecimento que marcou minha vida, Jimin não tocou em nenhum momento sobre o beijo que tinha me dado naquela madrugada, e que beijo... 

Ele apenas voltou a ser o Jimin normal de sempre, porém parece que aquele beijo só fez com que a nossa intimidade aumentasse e eu me iludisse mais. Pois não bastava um minimo contato físico com ele que eu já me derretia por inteiro. Taehyung já me disse pra tentar não confundir as coisas, mas é quase que impossível quando se trata de uma pessoa carinhosa, afetiva e muitas vezes ciumenta que Jimin era, inclusive comigo. 

Toda vez que eu fazia dupla de trabalho com alguém diferente, deixava de ficar com ele no intervalo pra conversar com algum nerd ou quando eu falava que tinha conhecido alguém legal, ele sempre ficava irritado comigo e chegava a me ignorar. Mas, depois de um tempo voltava pedindo desculpa e tudo voltava ao normal. Porém, não deixava de ser diferente comigo. O pior de tudo é que eu não conseguia esconder o quanto ficava afetado quando ele chegava falando de uma garota que gostava e até pedia dicas de como conquista-la. Porque dito por ele, eu era delicado e entendia bem sobre como conquistar alguém com o simples jeito de ser. Não sei o que significou aquilo, mas levei numa boa. 

– Jungkook, você acha que ela gosta de mim? – perguntou ao meu lado. 

– Eu não sei, Jimin. Vai ver é só o jeito dela de ser e você só está confundindo as coisas... – o encarei e ele me olhou pensativo. 

– Mas, ela me chamou pra conhecer os pais dela e tudo... – sorriu. 

– E o que isso realmente significa? Jimin, não tem nada de mais em chamar pra conhecer os pais... 

– Ela me chamou pra sair hoje... – disse ignorando o que eu havia dito. 

– Que? E para onde? – perguntei meio receoso. 

– Ela falou que queria assistir um filme novo que lançou e tal... – sorriu – Você vai pode me ajudar na escolha da roupa e essas coisas, não é? – pediu fazendo bico. 

– Não sei, Jimin... Eu tenho trabalho pra amanhã e... 

– Vai, Jungkook... Por favor! Faz isso pelo seu ChimChim... – disse fazendo cara de cachorro perdido. 


Como se eu pudesse o chamar de meu.... 


•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•


– Você acha que ta bom? – perguntou ao terminar de se vestir. Ele usava uma camisa preta básica com uma calça Jens clara rasgada no joelho e seu coturno meio vinho. 

– Maravilhoso... – murmurei baixo o olhando dos pés a cabeça. 

– O que? – falou confuso. 

– Nada... Até que está bom, ta legal! – sorri e ele retribuiu, se olhou no espelho novamente e foi ao guarda roupa, pegou um frasco de perfume e passou em si. 

– Jungkook, vê se eu to cheiroso... – ele me segurou pelos ombros e aproximou meu rosto de seu pescoço, nos deixando muito próximos. Respirei profundamente e me deixei intoxicar com aquele maravilhoso cheiro que ele já tinha sem o uso necessário de perfume. 

– Está sim... – digo baixo e tirando meu rosto de seu pescoço. 

– Você acha que ela vai gostar? Estou meio inseguro, sabe... – falou ainda se mantendo próximo a mim. 

– Claro que ela vai, Jimin. Você é bonito e é um cara super legal e fofo! Ela vai... amar... – falei a ultima parte sem muito ânimo. 

– Muito obrigado, Kookie! – sorriu e beijou minha bochecha – Você vai agora? 

– Acho que sim, não quero te atrapalhar... – digo meio sem graça. 

– Você não atrapalha, Kookie! – sorriu e me abraçou. Me despedi dele e saí de seu quarto.



 •°•°•°•°•°•°•°•°•°• 


– Você sabe quem é? 

– Não. E não quero saber... – digo fingindo desinteresse.

 – Assim não da pra te ajudar, Jungkook! – disse indignado.

 – Mas, Tae, o que você quer que eu faça? – pergunto. 

– Que pare de ser trouxa! – disse Suga cheirando o pescoço de Tae que se arrepiou. 

– Você precisa esquecer esse amor platônico por ele, Jungkook! Tente abrir sua mente para outras pessoas... – falou tentando ignorar a insistência de Suga em seu pescoço – Para, Suga... – murmurou baixo pro loiro que ignorou e continou com o ato. 

– Vocês já se resolveram? – digo me referindo a briga que tiveram ontem pelo ciume excessivo de Taehyung com Suga, em relação às meninas que davam em cima de Suga após o treinamento de basquete que ele tinha. 

– Eu só precisei levar ele para meu quarto escuro e... – foi interrompido pela mão do Tae em sua boca. 


– Sinceramente... – balancei a cabeça em negação – Vocês não conseguem ficar um minuto sem estarem se comendo por aí? 

– Não... – murmurou Suga após da um chupão estalado no pescoço de Tae que se assustou.

 – Eu vou para meu quarto que é melhor... – digo me levantando.

 – Vai se tocar enquanto pensa no Jimin, é? – perguntou Suga com um sorriso travesso. 

– Vai se fuder! – exclamo irritado e caminho até meu quarto. 




°•° Jimin °•°


 Saí de meu quarto e peguei um táxi até o shopping. Paguei ao homem e fui até a seção de filmes no terceiro andar. Olhei em volta e vi uma garota loira vindo até mim com um sorriso no rosto. Era ela. 



– Jimin oppa! – exclamou animada me abraçando.

 – Eun Min! – sorri e retribui o abraço. Ela se soltou e olhou em volta como se tivesse procurando alguém – O que foi? 

– Ah, oppa, eu esqueci de dizer, mas eu chamei minha namorada também! – sorriu alegre.

 – N-Namorada? – falei nervoso. Ela namora? Ela tem uma namorada?

 – É a Linzi... Olha ela alí! – falou animada apontando para uma menina de cabelos castanhos e longos que vinha em nossa direção. 

– Você é o Jimin, certo? – perguntou ao meu lado – Eu sou a Linzi, prazer! – sorriu simpática estendendo a mão, a apertei e tentei forçar meu melhor sorriso.


 Era só o que me faltava...



 •°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•


Assim que o filme acabou e eu me despedi das meninas, corri de volta para meu quarto, mas sentia que precisava desabafar e a primeira pessoa que veio em minha mente foi Jungkook. Corri em direção ao seu quarto e abri bruscamente a porta, ele me olhou assustado e iria perguntar o que houve, mas antes que ele dissesse qualquer coisa, fechei a porta atrás de mim e pulei em cima dele na cama o abraçando e deixando que as lagrimas tomassem meu rosto. 


Eu gostava muito dela...


 Ele não disse nada, apenas pousou as mãos em meu cabelo e alí fez um leve carinho. Eu gostava de poder estar com o Jungkook nesses momentos, já que o Tae não largava mais do pé de Suga. Ele sabia como me confortar e me trazer um tipo de paz que não sei explicar, é muito estranha essa sensação. 

– Eu gostava dela, Jungkook... – murmurei com o rosto em seu peito podendo ouvir seu coração acelerado – Você já gostou tanto assim de uma pessoa? – perguntei erguendo meu rosto para olhar em seus olhos. Ele acenou como um sim e eu deitei novamente minha cabeça em seu peito – Sabe o que ela fez? – levantei o rosto novamente o vendo negar com a cabeça – Ela me apresentou a namorada dela! – falei já começando a chorar novamente. Ele me abraçou mais forte e depositou um beijo em minha cabeça. 

– Eu sinto muito... – falou baixo – Não sabia que você gostava tanto assim dela... – olhei seu rosto e vi a expressão de tristeza que formava. 

– Eu gostava, mas parece que agora já era... – soltei uma risada meio triste – Jungkook... 

– O que? 

– De quem você gosta? – falei curioso. Sempre quis saber mais sobre esse lado dele, já que o mesmo era bastante fechado com essas coisas. 

– Por que quer saber? – disse se atrapalhando em algumas palavras. 

– Sempre tive curiosidade... – murmurei e sorri. 

– É segredo... Me desculpa, mas eu não posso contar! – disse com uma expressão meio triste e receosa.

 – Aish... Queria saber... – digo fazendo bico emburrado.   

– Quem sabe um dia... – falou baixo rindo. 

– Humm... Jungkook, eu posso dormir aqui? – pedi manhoso. 

O que ele não sabia era que eu realmente gostava de sua companhia e estava com saudades dos tempos que dormia no seu quarto, ou ele dormia no meu quando eu tinha pesadelos. E foi em uma dessas noites que tirei minha curiosidade sobre como seria a sensação de ter os lábios de Jungkook aos meus. E olhando assim, parece loucura, mas eu não achei. Muito pelo contrário, com ele não foi nenhum pouco estranho pra mim, porém estranho mesmo foi a sensação de borboletas no estômago que senti ao tocar aqueles lábios com os meus. Era algo novo e estranho pra mim que nunca havia sentido aquilo antes. 

– P-Pode sim... – sorriu fraco meio corado – Ham... Eu vou tomar banho! – falou e rapidamente saiu de baixo de mim e correu pro banheiro trancando a porta em seguida. 


O que deu nele? 





°•° Jungkook °•° 


De novo não...


 Sei que não é culpa dele eu não consegui me controlar com meus próprios sentimentos, mas as vezes ele força a barra pro meu lado. Não vou mentir em dizer que não fiquei um pouco aliviado pela tal menina que ele falava a semanas já estar namorando, mas fiquei extremamente arrependido disso quando vi seu rosto inchado e vermelho pelo choro. Ele parecia tão frágil que por um momento esqueci do mundo e me concentrei apenas em nós dois, acabando em aceitar a brilhante proposta de ele dormir aqui em meu quarto. 


Como se eu não tivesse surtando... 


Terminei o banho rapidamente e me vesti, saí e tive a bela visão de Park Jimin tirando a camisa mostrando seu abdômen levemente definido, ele olhou pra mim e sorriu timidamente. 

– Você se importa de eu pegar uma camisa sua emprestada? – perguntou um pouco envergonhado, e só então percebi que encarava sua pele desnuda, saí do transe e acenei como um sim. Ele sorriu e retirou o cinto e logo depois a própria calça, ficando apenas de box preta.


 Senhor, me daí forças...


 Ele foi até meu guarda roupa e pegou uma camisa cinza e vestiu, se olhou e riu em como a camisa tinha ficado grande nele, cobrindo só até o início de suas coxas. Tirou o coturno e ficou apenas com as meias, deitou na cama e se virou me encarando. 

– Você ta com sono? – perguntou. 

– Não... – falei baixo e ele riu. 

– O que será que Taehyung e Suga estão fazendo agora? – perguntou encarando o teto de barriga pra cima. 

– Coisa boa não deve ser... – disse risonho e sentei na ponta da cama ao seu lado. 

– Jungkook, quando foi a última vez que você beijou alguém? – perguntou derrepente e incrívelmente calmo. 

– E-Eu não lembro... – murmurei envergonhado – Não tenho a mesma fama que você – ri fraco. 

– Eu tenho fama? – sorriu. 

– Claro que tem! Um cara bonito, atraente, fofo, engraçado e que é bom em varias coisas só resulta em ser bem falado pelos outros... – sorri timidamente. 

– Você me acha atraente? – se levantou rapidamente e aproximou nossos rostos. 

– O q-que? E-Eu... – antes que eu pudesse falar ele segurou em minha nuca e juntou nossos lábios em um beijo lento. 


Ah... Jimin... 


E antes que eu pudesse fazer qualquer coisa, ele separou o beijo com um selar e sorriu em seguida.


 O que deu nele? 


– Agora você sabe quando foi seu ultimo beijo... – sorriu e se deitou novamente. 

– Por que fez isso? – me deitei ao seu lado e soltei a pergunta que estava entalada em minha garganta a tempos. 

– Não sei... Deu vontade de te beijar... – falou naturalmente sorrindo – Você não gostou? – perguntou se virando pra mim e deixando nossos rosto próximos mais uma vez.

 – Jimin... – parei de falar quando ele pousou seu dedo indicador em meu lábios fazendo um sinal de silêncio. 

– Você não precisa responder, me desculpe! Sei que não devia ter feito isso... – tentei falar de novo, mas ele me impediu novamente – E me desculpe também por ter roubado seu primeiro beijo a tanto tempo, não foi minha intenção... – falou com a cabeça baixa, levei minha mão até seu queixo e o levantei olhando em seus olhos brilhantes. 

– Jimin, você não precisa se desculpar por ter roubado meu primeiro beijo... Eu gostei! – falei a ultima parte um pouco baixo, mas acho que ele ouviu ao esboçar um grande sorriso em seus lábios.

 – Jungkook, canta pra mim dormir... – pediu fazendo manha, deitou a cabeça em meu peito e colocou uma de suas pernas em cima das minhas.

 – Jimin, eu não sou um urso! – protestei tentando sair, mas ele se aportou mais ainda contra meu corpo, me deixando nervoso. 

– Jungkook, canta pro seu ChimChim, por favor! – olhei pra seu rosto e vi o bico que ele faz quando quer algo. Acabei cedendo ao seu pedido e comecei a cantarolar músicas calmas que conhecia para ele que não demorou muito e adormeceu. 

– Tenha bons sonhos, meu ChimChim... – murmurei antes de pegar no sono também. 



 



Notas Finais


Eitxxaaa😱🔥
Bom, vou começar logo...
.
Ps¹: Não sei se repararam, mas a roupa que Jimin usa é a mesma da foto do cap ;)
.
Ps²: Não sei se perceberam também, mas tem algumas coisas parecidas nesse cap com o outro. Achei necessário colocar algumas coisas, então assim o fiz.
.
Explicação pra quem não ta entendo ainda o que ta acontecendo³:
.
Eu tinha o objetivo de fazer essa fanfic com três períodos da vida deles: Criança, Jovem e Adulto.
.
O primeiro foi eles como crianças e agora eles são Jovens ( e como consequência, a personalidade dos personagens podem mudar com o tempo ), para que no terceiro período eles sejam adultos.
Vai ser 10 capítulos para cada período, entenderam? Agora com o 11° cap começa o segundo e no 21° vai ser o terceiro e ultimo período da vida deles.
Que vai ser também quando a fic estiver no final ;-;
E peço que entendam: Jimin está começando a se descobrir, então ele pode fazer certas coisas que pareçam não ter muito sentindo, mas isso tudo faz parte do autoconhecimento que ele ta tendo sobre si mesmo, ta? ^-^
.
Então, espero que tenham entendido e se tiverem mais alguma duvida é só falar! Eu não mordo kkkkkk ❤
.
AMO VOCÊS♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...