História Stay With me - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Homossexualidade, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Kookv, Rap Monster, Romance, Suga, Taehyung, Taekook, Vkook
Visualizações 89
Palavras 2.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello Bolinhos Fantasmagóricos ♥
Gente demorei de novo pakas né, pois é
N tenho uma desculpa p inventar aq agr p vcs pq to com sono e amanha de manha eu tenho aula dae fd, mas enfim
Espero que gostem

Capítulo 5 - V - Visita


Fanfic / Fanfiction Stay With me - Capítulo 5 - V - Visita

POV Taehyung

- O que é isso Taehyung! - gritou Jin pela décima vez

- Kim Taehyung! - berrou Jimin, tão alto que fez com que eu levasse minhas mãos aos meus ouvidos, fazendo uma leve pressão, para diminuir o impacto de sua voz

Argh

Essa conversa/confusão começou quando eu cheguei em casa, feliz da vida pelo recente passeio com Jungkook. 'Tava tudo normal, até que o Jin visse uma pequena marca no meu pescoço. Chupão. Um chupão feito pelo Jungkook no parque. Eu não tinha percebido, porque até então, eu nem tinha passado pela porta da nossa casa, que Jin já berrou para Jimin falando que eu tinha saído com alguém. 'Daí já viu 'né. Jimin ciumento e super protetor e Jin 'gueludo e exagerado. Exagerado porque ele 'tava falando que eu tinha uma marca no pescoço porque fui 'estrupado. Oi? Pois é. Eu tentei explicar que eu tinha ido me encontrar com Jungkook, causando uma cara de decepcionado de Jimin, por já saber que  Jungkook era galinha, e Jin com uma expressão de confusão, por não ter ido para escola - por pura preguiça - ontem. Expliquei para ele quem era Jeon Jungkook, mas logo fui interrompido por Jimin que começou a falar várias merdas que ele ouviu sobre ele, assim levando Jin para o lado dos mocinhos - com Jimin - e eu ficando no grupo dos renegados com Jungkook. Meu Deus, ele não é nenhum traficante - que eu saiba - e nem nada de ruim, então por que todo esse drama? Só por um borrão roxo no pescoço?

- Dá 'pra parar! - gritei atraindo a atenção dos dois que estavam discutindo que Jungkook, não era o cara certo para mim. Chega né? Respirei fundo, trazendo ar para meus pulmões, porque para atrair a atenção dos dois foi difícil. - Gente, isso é só um chupão, e se vocês acham que eu ainda sou um bebê sinto muito, mas eu cresci, e não sou mais inocente. Eu também quero experimentar as coisas, e se eu não gostar eu não vou deixar fazerem estas em mim. Eu tenho liberdade para fazer o que eu bem quiser - falei por fim já cansado dessa discussão desnecessária. Eles me olharam surpresos pelo desabafo, já que eu normalmente não sou assim, só quando eu estou pronto para estourar. E nesse caso eu 'tava quase saindo, batendo os pés fortemente no chão e subindo para o quarto, mas se eu fizesse isso iria provar o contrário do que eu quero, que é provar que não sou infantil.

- Ah Tae, nós sintimos muito, mas não queremos te perder por uma relaçãozinha passageira - falou Jimin já recuperando a calma

- Nós não temos nada, Jimin! E mesmo se tivéssemos, não seria apenas um casinho qualquer, porque eu quero estar com uma pessoa que eu ame e seja retribuído, não uma pegação séria.

- Tudo bem pequeno, nós só nos preocupamos muito com você, e sabes disso - falou Jin

- Eu sei Hyung, mas eu gosto de ser Independente, livre.

- 'Ok saeng, mas cuidado com ele, porque pelo que eu ouvi falar de uns amigos meu é que ele é insensível e mesquinho, e você pode criar expectativas com eles, ou até sentimentos - dessa vez a vez de falar foi de Jimin

- Hyung, você sabe que eu nunca gostei de niguém assim, e vou ficar desse jeito por um bom tempo, até porque não sou fácil de ser conquistado, pode pegar como prova eu estar solteiro agora. - falei simples

- Mas Taehyung, Jungkook não é d... - Jimin estava falando enquanto eu já estava perdendo a paciência quando Jin interrompeu

- Gente, porque não vamos dormir? Porque já são 4:52 e eu quase não descansei nada - sugeriu Jin

- Ai, tanto faz - falei irritado indo 'pra cozinha

Abri todos os amarmários, não achando o que eu queria, resultando em uma pessoa chamada Taehyung - eu - sem paciência, batendo as portas. 

- Tae, não bata as portas por favor, e a Trakinas de morango 'tá no armário á direita - falou Jin, sempre sabendo somente pelo instinto, o que queremos, me observando escorado no batente da porta, mas já indo á pegar uma panela 'pra cozinhar alguma coisa - não flor, ele vai bater com a panela na cabeça - Bufei e abri a porta do armário em que estava a Trakinas, colocando em uma vasilha e servi em um copo Coca-cola. Subi com a comida - que seria tipo um café da manhã, já que é 4 e pouco da manhã -  para meu quarto. Tranquei a porta e coloquei a vasilha em cima da cama e o copo no meu criado-mudo. Peguei na escrivaninha meu carregador e o celular, e deitei na cama. Aqui estou eu com a boca cheia de Trakinas até o cérebro - nem sou exagerado -, e mechendo no insta, até receber uma solicitação. Jungkook. Jungkook 'tá me seguindo. Beleza. Aceitei o pedido de solicitação, e como quem não quer nada, fui dar uma olhadinha no perfil dele, uma olhadinha não vai fazer mal. Passei um tempo vendo as fotos, muitas fotos por sinal, porque tipo ele posta uma por dia, meu Deus. Quando eu vi já estava nas publicações de 2014, e 'bixo, ele era gato demais. Sem querer, eu curti uma foto antiga - ainda assim gato 'pra 'caralho -, e eu to quase morrendo. Joguei o celular em algum lugar da cama, peguei meu travesseiro, afundando meu rosto no mesmo, e dando aquele gritinho básico. Me debati tanto na cama que parecia que eu 'tava tendo um ataque epilético - me julguem - Notificação nova, uma mensagem. Jungkook, novamente.

Tesudo

Olá Taehyung, ou melhor, Stalker?  

 

Me

 Stalker? Não, não, sua foto apareceu na minha tela principal do insta e curti sem querer 

 

Tesudo

Ah, claro, é super normal uma foto minha de 2014, aparecer junto com as publicações de 2017 das outras pessoas

 

Me

'Uhum

 

Tesudo

Ata, já volto

 

Me

Foda-se

 

Foda-se? (aut: desculpa, sou de áries na real, e já sabe né) Não, eu ligo bastante se ele vai sair ou não. Mas 'ok. Uma coisa a gente consertou, que é a foto. O que eu tenho na cabeça? Titica? Só pode. Meu Deus. Voltei para o insta e fiquei fuçando por lá. Notificação, alguém curtiu minha foto. 'Puts. Não ele não fez isso. Jungkook curtiu uma foto minha de 2015, ata. Agora eu que me ferrei. 

Tesudo

Taehyung, a beleza é só sua ou é genética?

 

Me

Nossa não tinha cantada melhor? Porque se esse foi seu melhor, meu Deus, hein

 

Tesudo

Nossa, que pena que eu não perguntei

 

Com essa mensagem acabei por rir, parece que o jogo virou? Não, só 'tá no começo

 

Me

Conhece minha tia? A tiarromba

 

Tesudo

Não sei, tenho que ver na minha agenda de 'já peguei', mas se for igual aquela garçonete ta na mira ;)

 

Me

Ata, tchau

 

Tesudo

'Ita, fica com ciúmes não, tem um pouquinho 'pra todos, e falando nisso...abre a tua porta

 

Me

Que?

 

Tesudo

Vai me deixar plantado aqui ou quer que eu ligue 'pra tua tia?

 

Não acredito. Levantei da cama em um pulo e saí correndo, porém esqueci do pequeno detalhe que eu tinha trancado a porta, o que resultou em minha carinha esmagada pela porta. Ninguém precisa saber disso. Abri meio desnorteado a porta e corri tropeçando em tudo, pois eu tenho labirintite e levantando rápido né, já sabe.  Desci as escadas acendendo todas as luzes da sala, do corredor e cozinha - tenho medo de escuro hard -, e abri a porta, revelando um Jungkook lindo, de camisa de manga longas listrada, calça jeans preta apertada e um tênis adidas branco e preto, e muito bem perfumado. Em comparação á mim, parece que ele vai para um casamento, já que eu estava de blusão vermelho e cueca boxer preta, mesmo ainda estando de maquiagem. Ele me olhou de cima á baixo e lançou-me um olhar intenso. Corei e convidei ele para entrar.

- O que você veio fazer aqui? - perguntei envergonhado

- Vim te fazer companhia - falou simples sentando no sofá, me chamando para sentar no seu lado, assim eu fiz

- Companhia? Mais são 6:26 agora, 'tá doido? - falei olhando em meu relógio de pulso para conferir a hora, tirando a conclusão de que á alguns minutos o Jin vai acordar 'pra fazer nosso café da manhã, que na verdade só quem come essa refeição é Jimin e ele mesmo, porque eu não tenho apetite de manhã e também que eu só acordo 'pro almoço finais de semana. - Jin daqui a pouco vai acordar e se ele te ver aqui, vai dar 'merda - falei olhando em direção á escada, 'pra conferir se Jin ou Jimin já estão acordados. Nenhum sinal deles, mas não posso me arriscar

- Quer que eu vá embora? - perguntou simples. Isso é a última coisa que eu quero que você faça e a primeira é você me beijar, mas né. Merda. Neguei com a cabeça, vendo um sorriso de lado surgir em seu rosto. Bufei pensando se irei levar bronca se eles descobrissem que Jungkook esteve aqui, a resposta é provavelmente sim. Desistindo, peguei ele pela mão, levando-o devagar para meu quarto, entrando no mesmo, trancando a porta e largando sua mão. Meu quarto sempre fica arrumado, porque Jin sempre acha um jeito de entrar em meu quarto e limpar, mas agora eu agradeço eternamente a ele.  Conferi a porta mais uma vezes e me sentei em posição índio - chinês, sei lá -, e Jungkook fez o mesmo em meu lado. Vi ele me olhar pensativo

- O que foi? - perguntei tranquilo

- Você 'tava me stalkeando mesmo né? - perguntou

- Claro que não - falei envergonhado colocando minhas mãos em meu rosto, ao escutar sua risada nasal. Ele tirou minhas mãos de meu rosto, e abri meus olhos vendo que ele tinha se aproximado bastante, á ponto de nossos narizes se tocarem. Sem sair do meu lugar, olhei em seus olhos, vendo que ele trocava olhares em minha boca e meus olhos. Nos olhamos intensamente, até sentir seus lábios no meu, fazendo com que quebrássemos o contato visual, fechando os olhos. Senti sua língua encostar em meus lábios, e abri minha boca, enroscando nossas línguas. Minha mão foi automaticamente para seu pescoço, quando a dele enlaçou minha cintura. 

Nossas línguas não lutavam por espaço, parecia que se completavam, dançando em um ritmo calmo e tranquilo, enquanto minha mão fazia um carinho gostoso no cabelo de sua nuca. Infelizmente a falta de ar se fez presente e nos separamos com dois selinhos. Ainda com os olhos fechados eu sentia sua respiração em meu rosto e era muito boa essa proximidade entre nós, me passa calma e segurança ao mesmo tempo.

 Esse foi meu primeiro beijo, e eu acho que não podia ter sido melhor. Mesmo não sendo como eu imaginava, que era beijar alguém pela primeira vez só quando as duas pessoas envolvidas estivéssem apaixonadas, foi maravilhoso. Abri meus olhos, percebendo que Jungkook já me olhava com um olhar intenso. Olhei para sua boca vendo que estava um pouco vermelha, mas muito pouco. Já que minhas mãos estava na sua nuca , puxei ele calmamente, voltando a colar nossos lábios, mas dessa vez um tanto quente

Minha língua invadiu sua boca, sem nem mesmo ter pedido, causando um sorriso pequeno do alfa durante o ósculo. Ele apertou mais minha cintura e sem quase nenhum esforço me pôs em seu colo, sentando-me com uma perna de cada lado de seu corpo. Nossas línguas trajavam em movimentos rápidos e bruscos. Puxei novamente seus cabelos, fazendo Jungkook arfar abafado e apertar mais minha cintura em resposta. Nos separamos rapidamente para puxar ar e quando íamos voltar ao contato, batidas na porta foram ouvidas. Arregalei os olhos e tentei sair do colo de Jungkook, porém o mesmo me puxou de volta, e me deu dois selinhos, que iríamos aprofundar, mas outra batida foi ouvida. Dei um último selinho e me levantei, empurrando Jungkook 'pra janela, esta agora aberta por mim, mostrando a escada de incêndio - tipo escada dos Estados Unidos -, Jungkook pulou a janela, caindo na escada, olhou 'pra mim, pulou até ficar na altura da janela e me deu um selinho rápido, pois as batidas ficavam cada vez mais presentes e afobadas. Jungkook sorriu pequeno para mim, que retribuí o gesto e desceu correndo as escadas. Respirei fundo, tentando não pensar muito no que aconteceu, mas estava meio difícil. 

- Já vou! - gritei quando ouvi a voz abafada de Jimin atrás da porta.

Me olhei no espelho e eu estava com a boca inchada, vermelha e com a sensação de formigamento. Para disfarçar, peguei um lencinho e abri a porta do quarto, fingindo esfregar forte o papel na minha boca. Jimin estava com a cara de irritado e nem me importei de implicar com ele porque minha mente estava em outro lugar. Três palavras. Beijo do Jungkook

- Taehyung? Por que não abriu a porta logo? E para de esfregar o lencinho na boca que já 'tá toda vermelha de tanta pressão que você 'tá fazendo com isso - falou pegando o lencinho da minha mão - Desce logo, estamos vendo The Big Bang Th.. - ele nem terminou de falar e eu já saí correndo, me jogando no sofá, deitando a cabeça no colo de Jin, com as pernas no colo de Jimin, e agora assistindo a melhor série, The Big Bang Theory com os pensamentos nos lábios rosados e perfeitos de Jungkook. 

 

CONTINUA


Notas Finais


Foi isso
Cap revisadinho e espero estar sem nenhum erro, mas se tiver perdão
N sei quando eu volto, não vou nem mais fazer promessas kk
Bom dia/tarde/noite/madrugada
Beijos Bolinhos ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...