História Stay with me - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate, João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Maisa Silva, Zé Felipe
Personagens João Guilherme Ávila, Larissa Manoela, Maisa Silva, Personagens Originais, Zé Felipe
Tags Jolari
Visualizações 39
Palavras 665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii gente.
A fic vai começar.
Espero que gostem.

Capítulo 2 - Capítulo 1


Pov's Larissa Manoela

Acordei assim que o sol nasceu e sai. Caminhei por pelo menos três horas, passei em várias lojas, empresas, escritórios, qualquer lugar que eu encontrava no caminho e em todos recebi a mesma resposta: não estamos contratando. Eu já estava cansada, mas não podia desistir. Caminhei mais, perguntei mais, mas sempre a mesma resposta. Como estava exausta, decidi parar para tomar um café, quando vi uma placa em um escritório de advocacia: 

Precisa-se de faxineira.

Entrei na cafeteria e me sentei pensando. Não era o emprego que eu procurava, mas eu não estava em condições de escolher. Precisava trabalhar, não importava onde. Pedi um café e como não conhecia aquele bairro, tive a ideia de perguntar ao garçom se ele sabia de alguma coisa sobre o escritório. 

-Moço, você conhece aquele escritório ali? 

-Claro, é o escritório da família Ávila. Depois que o pai morreu, o escritório ficou para os seus dois filhos, Rafael e Leonardo, que é um dos melhores advogados do país. -Ávila? É o mesmo sobrenome de um ex namorado meu, que tinha um pai que era advogado, mas claro que não poderia ser o mesmo. -pensei.

-Estava pensando em me candidatar pra vaga de faxineira, você acha que eu consigo?

-Sei que os Ávila's são muito exigentes, mas se gostarem de você tem grandes chances de ser contratada.

-Obrigada pela ajuda, acho que vou tentar, quem sabe consigo.

-Boa sorte.

Depois de ter o café,  segui para o escritório e logo quando entrei fiquei maravilhada, era lindo, tudo parecia ter saído de um filme. Era enorme, devia ter no mínimo uns dez advogados trabalhando ali. Segui até a recepção,  onde estava uma moça. 

-Bom dia, no que posso ajudá-la?

-Bom dia, vi que estão contratando faxineira, gostaria de me candidatar.

-Ah claro, pode deixar o seu currículo comigo e te avisamos qualquer coisa.

-Aqui está, obrigada. -falei, entregando o currículo. 

-Tudo certo, boa sorte.

-Obrigada, espero que nos vejamos em breve. -sorri para a atendente.

É, parece que terei que esperar e se tiver sorte serei contratada, o que é quase impossível,  pela quantidade de pessoas que devem ter entregando currículo. Quem não gostaria de trabalhar num lugar como aquele, afinal. 

Segui para casa, iria esperar, se não conseguisse esse emprego, tentarei outros. 

-Oi querida, conseguiu alguma coisa?- perguntou minha tia, assim que entrei na porta.

-Fui em vários lugares tia, todos não estão contratando.

-Ah, que pena, sei como você queria um emprego. 

-Tudo bem tia, por sorte achei um escritório de advocacia que está contratando faxineira. Deixei o meu currículo, mas acho difícil eu conseguir.

-Por que?

-É um dos melhores de São Paulo, só tem advogados excelentes, além disso parece que são muito exigentes. 

-Mas, quem sabe você não consegue. 

-É, talvez tia. Vou tomar um banho agora, estou cansada. 

-Tudo bem querida, vem comer alguma coisa depois.

-Claro tia, obrigada. 

Minha tia, depois que meus pais morreram, virou a minha segunda mãe e a única família que me restou, não sei o que teria sido de mim se não fosse ela. 

-Oi Lari, como foi? -perguntou minha prima Laura assim que entrei no quarto. Minha tia tem dois filhos, Laura e Gabriel e é casada com meu tio Henrique, moro com os quatro.

-Foi bem Lau, só resta esperar.

-Tomara que você consiga.

-Também espero Lau, também espero.

A semana seguinte passou e nada, nenhuma ligação. Eu já estava achando que minha previsão estava certa, não seria contratada.

-É tia, acho melhor eu voltar a procurar emprego. -falei para minha tia na café da manhã seguinte.

-Você acha que não vão te chamar querida?

-Já passou mais de uma semana tia, certamente já contrataram alguém. O melhor que tenho a fazer é procurar outro.

-É, talvez seja melhor.

-É sim tia, até mais tarde. -falei, pegando a minha bolsa e indo em direção a porta.

Quando ia chamar um táxi, o meu celular tocou.

-Alô.

-Bom dia, Larissa Manoela Taques?

-Ela mesma.

-Você pode passar mais tarde aqui no escritório Ávila's para assinar o contrato? 

-Contrato? Então o emprego é meu?

-Sim Larissa, parabéns. 

-Obrigada, passo aí mais tarde.

-Até mais.

-Até,  obrigada.

É, parece que tenho um emprego. 









Notas Finais


Gostaram?
Logo vocês irão realmente entender a história dos dois.
Até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...