História Stay with me (Larry Stylinson) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Larry, Larrystylinson, Niam, One Direction, Ziam
Visualizações 188
Palavras 1.231
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem. Fiz com todo carinho

Capítulo 5 - Capítulo 4- First Kiss! Friends?


Fanfic / Fanfiction Stay with me (Larry Stylinson) - Capítulo 5 - Capítulo 4- First Kiss! Friends?

POV Louis

 

Estávamos na praia às 17:20 e o Sol estava quase se pondo. Fizemos uma fogueira porque ventava muito. Eu, Niall, Kendall, Eleanor, Liam, Harry e Zayn.  Estávamos conversando e botando o papo em dia. Eu estava no lado de Zayn, meu melhor amigo. Eu não falava absolutamente nada, só prestava atenção nas conversas. Eles só falavam coisas idiotas, mais idiotas mesmo. De tão idiotas que eram eu dava um risinho de suas piadas. Eles estavam bebendo, menos eu e Harry. Eu nunca fui de beber, e Harry era o motorista. Estava tão pensativo que nem mais prestava atenção no que eles falavam, só voltei a realidade quando eles foram correndo em direção ao mar e durante o percurso eles tiravam as roupas. Olhei para as cadeiras e vi que esqueceram uma pessoa ali. Era Harry. Aqueles olhos verdes brilhavam em direção a mim, e o vento fazia com que o cabelo dele se movesse lindamente.

“Eles foram nadar pelados?” pergunto

“Uhum” ele diz concordando com a cabeça, e depois de 10 segundos ele voltou a falar “Quer dar uma volta na praia” e é claro que eu assenti. Me levantei da onde estava e bati um pouco na minha bunda para limpar as areias que provavelmente estavam ali. Eu e Harry caminhamos na praia, e aposto que o pessoal nem vai sentir nossa falta.

“Então… Conte me mais de você” ele diz “sempre vamos nos roles juntos mas nunca conversamos” aquilo era verdade, por mais em que todas as festas que eu ia ele vinha junto, de todas as vezes que estávamos no mesmo grupo de amigos, só trocamos um ‘oi’

“Acho que não tem nada de contar sobre mim” falo

“Mas porque?”

“Porque eu sou um livro aberto” E é verdade, todo mundo me conhece mais do que eu me conheço

“Tá, mas tipo, fale de sua família, fale algo que eu não saiba”

“Minha é família é grande. Tenho 5 irmãs e 1 irmão, contando comigo e com meus pais, somos 9 pessoas na família”

“Nossa!” ele indaga “na minha família só é eu, minha irmã e meu pai. E recentemente meu cachorro morreu”

“Sinto muito Harry” digo

“Não precisa”

“Por que não? Cachorros são fofinhos”

“Porque agora estou com você, e com certeza você é mais fofo que ele” ele pega a minha mão e entrelaça elas na sua. Acho que nunca fiquei tão vermelho e envergonhado assim na minha vida.

Ele para na minha frente, e por causa do vento, meu cabelo ficou entre os meus olhos e em cima da orelha. Ele tirou suas mãos na minha, e senti logo falta do calor em suas mãos, ele tira os cabelos nos meus olhos e também coloca para trás o cabelo que tampava minhas orelhas e aproximou seu corpo mais ao meu, se fosse possível. Ele inclinou seu rosto contra o meu e com as suas duas mãos em meus maxilar, e quando percebo minhas mãos estavam em seu pescoço e eu estava nas pontas dos pés. Nossos lábios se encontraram. No começo foi um beijo quente e lento, mas depois aceleramos mais um pouco e com a língua dentro desse jogo. Acabamos o beijo com vários selinhos e com a sua testa encostada na minha. Aquele foi o primeiro e o único homem que eu só queria beijar em minha vida

 

 

Meu despertador toca e acordo. Bem que eu queria que aquele sonho fosse real. Mas foi na verdade. Esse sonho é do meu primeiro beijo com o Harry. Desde o acidente tenho sonhado com ele e com as coisas mais marcante, como o primeiro beijo, o pedido de namoro, a nossa primeira vez… Volto para a realidade e vou para o banheiro, Hoje era quarta, e faz 2 dias que eu vi Harry na cafeteria e eu saísse de lá após eu ver aquela mensagem da Taylor

“Hey Baby, adorei a transa de hoje hehehe. Vamos repetir?” tento imitar a voz dela, mas sem sucesso. Faço minhas higienes e sai do banheiro, vou para o quarto e me visto; Saio de casa e vou para a escola, entro naquele inferno e vejo Taylor e Harry se beijando ferozmente, até vir a diretora puta em cima deles e pude ver uns gritos dela como: “isso é inapropriado aqui” e blá blá blá. Minha reação facial ao ver eles não foi muito boa, foi melancólica e vejo que Liam percebeu minha expressão facial. Ele sabia que eu namorava Harry, somente ele e Zayn sabiam que eu namorava Harry, pelo menos as únicas pessoas da escola sabiam.

Vou para a sala de aula e espero o professor chegar, que demora uma eternidade. Coloco o meus fones de ouvidos e deixo a playlist tocar, ela começou com a música “Dream on” de Glee. Isso me deixa melancólico. Eu e Harry assistiamos  Glee e Grey’s Anatomy juntos. A nossa vida era perfeita, até eu ser mimado e quer atravessar a rua quando o semáforo estava verde. Porque eu não ouvi ele? A música acabou e começou a tocar Malibu, de Miley Cyrus.

Eu amava aquela música, representava o nosso primeiro beijo. A gente na praia e o céu tão azul quanto os meus olhos e com umas árvores tão verdes quanto os olhos de Harry. A música soava pelos meus ouvidos, e fechei meus olhos, até quando eu conseguia sentir alguém em meu lado, abro os olhos e vejo um Harry me encarando. Acabei levando um susto e dei um pulinho da cadeira e tirei um fone, deixando apenas um em minha orelha

“Hey…” ‘fala Boo, fala Boo’ eu desejei que ele copletasse a frase com Boo, ele me costumava a chamar assim “então…” não desejei o bastante “eu queria saber por que você saiu da cafeteria, nem começamos o trabalho” ele diz

“Ah, teve um negócio familiar” invento na hora, sempre fui um bom mentiroso

“Ah, tudo bem” ele ficou quieto por um tempo “você disse que eramos amigos, não?”

“eu disse? ah é, eu disse” digo

“Por que não voltamos a ser amigos novamente?”

“Sabe Harry… talvez seus pai… Bom, porque não? adoraria ser seu amigo de volta” doeu um pouco para mim. Não queria ser só amigo dele, queria que as coisas voltassem a ser como antes

“òtimo” ele pega uma cadeira e coloca ao meu lado e pega o outro fone de ouvido sem permissão e coloca em seu ouvido. O fone era bem curto, então ficamos com a cabeça coladas. “Adoro essa música” ele diz “Parece que me lembro de algo especial, sabe? Como essa música não só significa para mim, e sim para outra pessoa também”

“É…” digo, ele estava falando de mim sem perceber.

Ele começa a cantarolar a melhor parte e faço junto com ele

 

 

But here I am

Next to you

The sky's so blue

In Malibu

Next to you

In Malibu

Next to you (baby)

 

Nos encaramos enquanto cantávamos

 

Next to you

The sky's so blue

In Malibu (baby)

Next to you

 

Eu podia sentir sua respiração de tão perto que estávamos. Mas pelo meu azar a minha mãe chegou e vi alguns olhares sobre nós e Harry logo se separou da gente.

“Podemos começar o trabalho hoje aqui na escola? “ ele pergunta

“Claro” digo animado

“Mas sem fugir em” ele diz rindo e foi para o seu lugar que ficava na primeira carteira da minha fileira.


Notas Finais


Comentem oque acharam! Bjs e até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...