História Step Brother- ABO (Yoonmin/Yoomin) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Abo, Black Pink, Bts, Got7, Jikook, Jimin Bottom, Kookmin, Markson, Meio-irmão, Step-brother, Taekook, Yoomin, Yoonmin
Visualizações 166
Palavras 3.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi amores de mi vida, sei que voltei um pouco cedo de mais, mas acontece que acabei me empolgando um pouco e escrevi esse cap muito rápido hsuahsuaha desculpem a pressa garanto que demorarei um pouco mais da próxima ou trarei um cap menorzinho, sim esse cap vocês já devem ter visto que ficou enorme de novo, desculpem-me 😳

Capítulo 2 - Amigos e um sono perdido


Jm: Eu marquei com o pessoal em uma praça  aqui perto, lá é lindo, tem um monte de árvores e flores, a prefeitura fez um bom trabalho na região, o antigo prefeito era um amorzinho, um senhor tão fofinho e velhinho, era meu amigo, bom, não amiiiigo amiiigo, mas amigo sabe? A nova prefeita é meio mau encarada mas não vou julgar não, deve ser o jeito dela, talvez ela seja legal, mas ela é alfa então eu prefiro manter distância, sabe o que dizem sobre alfas em posição de liderança né? Se bem que você vai ser um alfa em posição de liderança, mas você não é mau então eu não tenho medo, o Jack não tem medo de ninguém, as vezes acho que ele pensa que é alfa, tadinho todo iludido, mas é mais ômega do que eu, com a convivência você vai ver, tem o Mark né, ele...

Yg: Pelo amor de santo Cristo!_interrompo suas palavras apressadas antes que minha cabeça exploda_ Você não cala! Eu estava realmente esperando que o assunto acabasse, tentando ser legal e suportar seu falatório mas você começou outro assunto! Como pode ser tão sem noção?! Inferno.

Jm: Nossa Yoon_ apenas viro os olhos encarando feio em sinal de repreensão pelo apelido_ Yoongi... eu só me empolguei um pouco, eu estou animado e acabo falando um pouco a mais

Yg: Um pouco? Sua boca é uma metralhadora de palavras, como sua saliva não seca? Você realmente tem amigos? Quero dizer, as pessoas convivem com você por vontade própria?_ seu olhar baixa um pouco após a última pergunta, quase me fazendo sentir culpa, mas só quase mesmo, a culpa não é minha se sou sincero.

??: Jimiiiie_ ouço um grito fino a medida que nos aproximamos do local que julgo ser a praça mencionada

Jm: Oi gente!_ ele sai correndo e se agarra a uma das pessoas entre o grupinho que suponho nos aguardar_ esse é o Yoongi, o filho do senhor Lee_ é a primeira vez que o vejo se referir ao meu pai, e me surpreendo um pouco com a formalidade, eu aceno a cabeça na direção das pessoas em forma de cumprimento

Jm: Apresentações!_ seu humor já havia se recuperado completamente_ Yoongi, da direita para a esquerda estão, Bambam_a pessoa que gritara e a quem Jimin havia se agarrado anteriormente_ Namjoon hyung_ uma pessoa que passava a imagem de ser mais reservado_ Mark_ cujo a aparência angelical não combinava com o fato de ser alfa_ Taetae_ mais um ômega para o grupo_ e por último mas não menos importante Jungkook, meu Kookinho_ ele gruda no braço do tal Jungkook enquanto encosta a cabeça no mesmo_ também tem o Jin, ele é alfa, mas ele tem muitas responsabilidades em casa e não pode vir hoje, porém oportunidades não irão faltar para que se conheçam

Yg: De boa

Bb: Então Yoongi... você é bem bonito, tá solteiro?

Jm: Bambam! Para de se atirar pra cima de todo mundo!

Bb: Olha aqui queridinha, nem todo mundo tem amigos com benefícios tá? Algumas pessoas tem que ir pra' luta_ sinto que o "amigos com beneficios" fora uma indireta para Jimin, então Jungkook não era seu namorado? Que pouca vergonha, se envolver com um cara que não quer nada sério com ele.

Jm: Aish, lá vem você com esse discursinho fajuto, né Kookie, apresenta alguém pra' essa piranha não se jogar pra' cima do meu irmãozinho!_ ignoro o "irmãozinho" julgando que não tenha se referido a mim

Jk: Eu não, meus amigos merecem coisa melhor

Bb: Jungkook eu não tô nem ligando se você é alfa, te parto em dois do mesmo jeito, vou quebrar tua cara!_ o ômega oferecido grita provavelmente na intenção de ferir os ouvidos de Jungkook, mas acabo saindo machucado também, o alfa por sua vez apenas ria debochado

Jm: Parem vocês dois, quem vê assim até pensa que se odeiam_ ele revira os olhos_ ah sim, Yoongi eles são irmãos, só para justificar as briguinhas infantis

Mk: Por que o Jackson não veio?

Jm: Ele não estava se sentindo bem, mas não é nada grave, não disse o que era, mas também não fiz questão de perguntar, por que o interesse senhor Mark? Hum? _ seu olhar era sujestivo, agora me recordo que o assunto que Jimin tentou desenvolver envolvia Jackson e o tal de Mark

Mk: Curiosidade só, ele sempre tá por aí com você, nada de mais.

Jm: Sei... se eu soubesse que alguém estivesse afim do meu maninho, eu iria ajudar sabe... mas ninguém está... o que é uma pena né_ Jimin diz com uma voz irônica ao extremo enquanto Mark apenas revira os olhos

Mk: Jimin, me erra tá.

Jm: Nem tava te mirando mesmo...

Nm: Só eu percebi que o Yoongi tá até agora boiando total? Tipo, nós estamos aqui para conhecer o garoto e ninguém tá nem aí pra isso?

Yg: De boa cara, de boa, até prefiro

Bb: Ah não não não, eu me recuso a te deixar aí quietinho boiando, que tal irmos ali em um local mais reservado para eu te locar por dentro de todos os assuntos?

Jk: É... se estiver afim de pegar alguma doença, é o jeito mais prático de conseguir

Bb: Agora chega! Eu vou arrancar esse grãozinho de arroz que você chama de pinto!_ e os dois saem correndo por aí feito duas crianças, enquanto Bambam tenta inutilmente alcançar o irmão para fazer sei lá o que caso consiga.

Nm: Tá... É a segunda vez desde que chegamos, uma coisa eu acho verdade, a seca tá fazendo mal a esse garoto, desde o cio que o Bambam está sozinho, isso está o deixando louco.

Jm: Isso é mesmo.

Nm: Jimin, pára.

Jm: O que? Aish, eu leio revistas tá, eu não preciso passar pelas necessidades para saber que elas existem.

Nm: Tudo bem, não vamos entrar no assunto, Yoongi não parece querer saber desse tipo de coisa

Yg: Ponto pra você

Jm: Ah não, eu também quero pontos, me dá um ponto eu até te trouxe aqui!_ finjo não ouvir nada para não ser ainda mais grosseiro com a praga

Mk: Tá gostando de Seul? Eu fui em Daegu uma vez e é bem diferente daqui né

Yg: É sim, lá as coisas são mais... calmas, aqui é todo mundo tão agitado

Nm: Isso é mesmo, a maioria das pessoas é um tanto quanto de mais né

Jm: Mas isso é bom, alegria na vida! Animação! Ninguém sabe o que vem depois daqui, então vamos ser felizes!

Mk: Jimin só não é o pior de todos nós porque temos um Bambam, aquele ali é energia para dar e vender

Bb: Dar? Quero!_ ele se une a nós novamente sacudindo alguns fios de cabelos dos dedos, e Jungkook vem logo atrás reclamando enquanto passa a mão pela cabeça, ao que parece ele conseguiu pegá-lo

¤

Jm: E então? Adimite que gostou deles!

Yg: De alguns mais do que de outros.

Jm: Ah você admitiu mesmo!_ ele pula em minha frente com os olhos cheios de um brilho intenso

Yg: Tá tá, menos por favor.

Jm: Desculpa, é que eu amo tanto aquelas pessoas e você ter gostado deles me deixa realmente feliz

Yg: Me explica uma coisa, o Jung..kook?_confirmo para saber se o nome estava certo, já que não me corrigiu considero que sim_ então, o que exatamente vocês são?

Jm: Ah... É meio complicado, tipo eu conheci o Bambam antes de conhecer o Kook sabe? Ele nos apresentou, e de início eu achei o Kook um gato, depois de um tempo o Bambam disse que o Kook estava perguntando por mim e tudo mais, aí ele começou a sair com a gente, e uma vez no cinema ele sentou do meu lado e acabou rolando uns beijinhos e coisa e tal, isso foi no ano passado, e ele nunca parou de sair com a gente, e de vez em quando a gente troca uma saliva_ ele ri timidamente, e depois dessa longa história é claro que me arrependi de ter perguntado, mas também é claro que o Jimin não se calou por aí _ a gente não dá um nome para o que temos, então meio que não temos nada, mas ao mesmo tempo temos alguma coisa

Yg: E você acha isso normal?

Jm: Normal? O que importa se é normal? É bom, isso é o que interessa

Yg: Bom... Se você acha bom ficar sendo enganado por um alfa qualquer, então quem sou eu para dizer algo não é mesmo?

Jm: É. Você saber uma parte da história não te dá o direito de sair por aí interpretando as coisas como quiser

Yg: Só acho que se você fosse meu irmão mesmo, eu não iria gostar de saber que você fica por aí se esfregando com esses alfas sem vergonha.

Jm: Ainda bem que como você mesmo disse, você não é meu irmão.

Yg: Aaah... resolveu mostrar as garras finalmente an... foi só me mostrar seus amigos desequilibrados e tudo aparece

Jm: Quê? Que garras? Mano você não tem jeito, eu sou legal com você porque eu sou assim, porque eu estava animado desde o início com a sua presença e você só sabe me atacar, mas quer saber? Eu não ligo, você tem raiva de mim por que não me conhece, e não queria estar aqui, tudo bem, eu entendo e respeito isso, estou tentando te mostrar que as coisas não são como você pensa, eu não roubei seu pai e nunca tentei nem quiz fazer isso, mas se você se sente melhor me tratando mal, que seja, faça isso, mas não venha falar mal dos meus amigos, as pessoas que me salvaram de ser quem eu sou, assim como eu não tenho nada a ver com a história da sua família, eles tem menos ainda, então não abra a boca para falar merda sobre eles, que eu posso relevar todo o resto_ seus olhos estavam marejados, por alguma razão ilógica me sinto mal por ter dito o que eu disse

Yg: Foi mal, eu não quiz ofender, eles são legais_ ele sorri afetado passando a mão pelos olhos

Jm: Tá.. valeu... e sobre o Kook, eu prefiro que minha omma não saiba sobre... você sabe. Ela é sei lá, eu sou o caçula e tudo mais, sua reação não seria legal

Yg: Já me meti na sua vida o bastante sobre esse assunto_ seu sorriso demonstra um pouco mais de sinceridade agora

Jm: Ai que saco, eu odeio esse clima estranho, por que você não me fala sobre você? Tem namorada, namorado...?

Yg: Não, e esse é o máximo que vou dizer

Jm: Tudo bem, acho que já avançamos bastante não é? Você pelo menos falou comigo, e quase foi legal, isso é bom né?_ desde o momento em que quase o fiz chorar não consigo mais dizer coisas ruins, então me reservo no direito de não dizer nada, quando essa culpa sem sentido passar eu volto a lhe dirigir a palavra, por enquanto apenas irei comer algo e depois ir para o meu quarto enfim descansar.

¤

L: Eu já não consigo andar muito rápido, desculpe a lentidão, minhas pernas quase não funcionam mais_ caminhamos pelos corredores da empresa em meio a sua deplorável situação decadente

Yg: De boa

L: Aqui é o meu escritório, eu não venho mais tanto aqui, tenho feito a maior parte das coisas em casa, mas é bem mais efetivo estando aqui dentro_ ele me indica uma cadeira para que eu me sente, e ele senta atrás de sua mesa

Yg: E o que você faz? Tipo, ser chefe não é só contratar e demitir pessoas?_ ele ri diante de minha pergunta

L: Infelizmente, ou felizmente, não, envolve muito mais coisas. A parte administrativa consiste em uma explicação rápida em_ ele começa a falar um monte de coisas sobre a gestão da empresa, apesar de ser muita informação, parece realmente interessante_ você não tem interesse em um curso da área?_ pergunta ao final de tudo

Yg: Não, eu não quero fazer faculdade, vou só arrumar um trabalhador assalariado normal e ficar nisso até me aposentar

L: Na verdade o curso só facilitaria um pouco as coisas, eu posso te ensinar tudo o que eu sei, e você pode trabalhar aqui.

Yg: Trabalhar para o meu pai? Não, obrigado

L: Seria por pouco tempo em todo o caso_ seu olhar baixa ao dizer sem muita animação sobre o inegável fato de que sua vida tem prazo de validade definido

Yg: É, eu sei. Não quero, mas obrigado pela oferta, quando eu voltar para Daegu conseguirei um emprego por lá_ ele apenas sorri triste

¤

L: Estamos de volta

I: Bem vindos queridos_ ela sela seus lábios aos do Leeteuk, nojento, desnecessário_ como foi? Gostou Yoongi

Yg: É bacana_ ela sorri animada, mas seu sorriso se desfaz lentamente ao observar a expressão desapontada de Leeteuk

I: Mas você não tem interesse não é_ apenas concordo com o que ela disse_ entendo... vamos jantar, os meninos já começaram a comer, não sabíamos se iriam demorar, mas juntem-se a nós_ ela ajuda Leeteuk a caminhar, e deixo os dois para trás indo em direção da mesa de jantar.

Jm: Yoongi! Olá, cheguei antes de vocês hoje!_ sua animação até me incomoda um pouco, coisas tão simples não deviam deixar alguém tão feliz

Yg: É_ aceno com a cabeça na direção de Jackson que responde da mesma forma, cara legal. Me sento em uma cadeira aleatoriamente distante de Jimin, que inconvenientemente pega seu prato e se muda para a cadeira ao meu lado

Jc: Nossa Jimin, deixa ele_ Jackson diz, ao notar o incômodo de minha parte

Jm: Me deixa você Jack_ e continuar a comer_ como você está? Hoje tem frango, está uma delícia, você gosta de frango? Quer provar o meu?_ respiro fundo e sinalizo negativamente com a cabeça_ Não gosta de frango ou não quer provar?_ respiro fundo novamente tentando manter a calma

Yg: Só não.

Jm: Hum... isso não fez sentido.

Jc: Da até vergonha alheia, Yoongi você quer trocar de quarto?_ olho esperançoso em sua direção

Jm: E ele vai dormir no teto? Sem falar que você é precoce, ele é alfa, omma já disse que não pode_e lá se foi a esperança

Jc: Eu não sou precoce, você que demora de mais

I: Não comecem com esse assunto, muito menos durante o jantar_ e novamente agradeço pela presença dessa mulher na casa

¤

Deitado eternamente em berço esplêndido, eu estaria se não fosse por certas pessoas

Jm: Mas sabe, a verdade é que eles se dão bem, só falta um empurrãozinho você não acha?

Yg: Deve ser_ aprendi em pouco tempo uma sábia lição, ignorar e depois de um tempo concordar de maneira vaga, é a forma certa de se conviver sem brigas ou discussões

Jm: Já é a quarta vez que você diz isso, está prestando atenção?_ o silêncio representa que ele está esperando uma resposta

Yg: Deve ser_ sou atingido repentinamente por uma almofada_ tá louco?_ digo bravo tentando não me alterar com a criança petulante

Jm: Você está fingindo me ouvir e eu que tô doido? Tá, vamos fazer assim, escolhe um assunto, vamos falar sobre isso

Yg: Tive uma ideia melhor, vamos fazer um jogo

Jm: Ah, sim. Eu adoro jogos, qual?

Yg: O jogo do silêncio, quem falar primeiro perde.

Jm: Aish, não. Você parece até uma professora do fundamental falando assim. Que tal fazermos uma coisa que Jackson e eu adorávamos? Um de nós fica vendado e tenta encontrar o outro.

Yg: Não. Eu posso ficar de olhos fechados e você procura o Jackson.

Jm: Yoongi, isso não fez o menor sentido

Yg: Não é pra fazer. Começou!_ fecho meus olhos e ouço Jimin resmungando algo, bufando em seguida e apagando as luzes.

¤

Yg: Que merda é essa? Desgruda de mim seu infeliz!_ esbravejo ao acordar com Jimin sobre mim em minha cama

Jm: M-mas eu tive um p-pesadelo_ sua voz era manhosa e fofa, esse é o problema dos ômegas, drama por tudo, e o problema dos alfas é que somos geneticamente programados a ceder aos seus caprichos

Yg: E que culpa eu tenho disso?

Jm: N-Não tem... p-por favor Y-yoongi, s-só hoje_ sinto uma lágrima molhar o braço ao qual Jimin estava agarrado, diante de tal fato apenas reviro os olhos e tento ignorar seu corpo pequeno e quente tão próximo do meu, tento me ligar a realidade de que aquela é a criatura irritante a quem devo considerar irmão, controlando a parte de mim que resolveu tomar consciência do que ômegas e alfas representam naturalmente um para o outro, apenas ignorar, apenas ignorar.

Ele está gemendo! A desgraça do garoto está gemendo ao meu lado, segurando a porra do meu braço! Assim não dá

Yg: Acorda!_ praticamente grito em seu ouvido, o fazendo voltar a realidade assustado, mesmo estando escuro sei que está me encarando com aqueles olhos castanhos tentando entender o que acontecera_ vai para a sua cama, merda!

Jm:M-mas

Yg: Sem mas! Levanta e some daqui! Antes que eu levante e te jogue pra fora desse quarto!_ lentamente ele levanta resmungando alguma coisa inaudível_e pára de reclamar!_ ele se cala e apenas deita em sua cama me deixando finalmente em paz. Inferno.

¤

Jm: Yoongiiii você ainda está com raiva?

Yg: Eu não tô com raiva praga!

Jm: Tá sim, você nem tá olhando para mim, vai Yoongi não fica assim... eu não fiz nada_ ele se aproxima segurando meu braço enquanto me encara com um olhar pidão

Yg: Aish, você não tem nada pra fazer não hein? E não encosta em mim! Não vê que não gosto quando faz isso?_ detesto a sensação que isso me causa, você próximo assim, tocando em mim, tão perto que seu cheiro entra em minhas narinas causando um rebuliço no meu cérebro quase me fazendo esquecer de quem se trata, esses hormônios unidos aos malditos instintos que você atiça, quer que eu diga tudo isso olhando para essa sua carinha inocente para que me deixe em paz finalmente? Não! Então faça o que é mais fácil, se afaste e pare de ignorar o fato de que eu ainda sou um alfa inferno!_ só sai! Me deixa Jimin! Só por que fui legal com você uma vez, não precisa se acustumar_ incapaz de dizer toda a verdade apenas digo o necessário, a parte que realmente importa.

Jm: Yoon... eu realmente não posso fazer isso, você estava começando a me deixar ser mais próximo de você, eu realmente não sei o que te deixou com raiva, mas seja o que for eu juro que não fiz de propósito, eu nem mesmo sei o que é, mas se soubesse eu não teria feito, isto se eu fiz algo_ é impossível para ele me ver como o alfa que sou, mas não é possível para mim ignorar essa manha de ômega que ele tem, esses olhos... esse rosto... esse jeitinho maldito de me fazer ceder aos poucos...

Yg: Tá... só se afasta um pouco, tanto no sentido literal quanto no figurado, Jimin eu realmente gosto de ser como eu sou tá legal? De ser sozinho, é um estilo que eu escolhi para a minha vida, não me incomodo de ser assim, não pense que me faz um favor ao estar tentando se aproximar, eu não gosto disso, e também não é como se eu gostasse de você, pelo menos não o suficiente para te querer por perto_ fui sereno em minhas palavras, completamente delicado, diferente de como normalmente sou, fiz um esforço do caralho para me fazer ser entendido e não ter aquele olhar triste direcionado para mim, aquele que por alguma razão era o que estampava seu rosto agora, ele estava triste, eu fui gentil porra! Por que ele não entende isso? Ele estava prestes a chorar, de novo, como sempre estava, jogando pelo ralo a minha cautela com as palavras, firmando novamente a culpa em meu peito, o que eu tenho que fazer para que a peste desse garoto pare de me fazer ter tantos sentimentos indesejados?


Notas Finais


O que o senhor Min Yoongi tem que fazer pra parar de estar em conflito com os sentimentos relacionados ao senhorito Park Jiminnie?... hsuasaua tô com soninho revisei bem rapidinho, logo, alguns errinhos podem ter passado, qualquer coisa digam que eu corrijo (se for falta de acentuação é o meu corretor que só acentua algumas palavras outras ele corrije e não deixa colocar acento... não sei mudar isso 😧😅)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...