História Stepfather - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Bolleranghe

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais, V
Tags Jungkook, Taehyung, Taekook, Vkook, Yaoi
Visualizações 49
Palavras 1.069
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello docinhos 💙🌸
Tiaa Bolleranghe aqui^^
Hoje era meu dia de postar capítulo, porém minha internet não ajudou muito...Me aguardem no próximo e me desculpem pelo acontecido.

Capítulo 3 - Briga.


Fanfic / Fanfiction Stepfather - Capítulo 3 - Briga.

Se esse ser humano não fosse namorado da minha mãe, com certeza voaria no pescoço dele e o mataria agora.

— Não Taehyung, não gostei do que presenciei. — Por um lado era verdade e por outro, mentira, afinal ele de fato é muito bonito e seu membro então... me deixa quente só de lembrar minha mãe usufruindo desse pedaço de carne.

A alguns meses eu não encontro Jimin na cama, meio que nossa relação esfriou, e muito. Não é tanto pelo lado dele, e sim pelo meu, há coisas que nem eu sei explicar.
Vi o mesmo passar pela porta e a fechar depois, ele já estava se aproximando quando lancei para o mesmo um olhar furioso.

— Não, foi o que sua carinha demonstrou pequeno Jeon. — Pronunciou meu nome com certa malicia.

Engoli em seco, pois de fato eu havia sentido um certo desejo ao ver os mesmos no ‘ato’, tirando o fato de que minha mãe estava envolvida. Mas nem que eu morresse eu iria admitir isso.

 — Saia do meu quarto, agora! — Gritei em resposta.

Vi o mesmo me olhar profundamente e sair do meu quarto sem dizer ao menos uma palavra. Logo após esse momento tenso, fui até meu banheiro tomei um banho rápido, vesti meu pijama e fui pra cama.

•~•

Já se passava das duas e meia da madrugada e eu havia perdido o sono completamente, não pelo fato de minha mãe parecer uma galinha desdenhada gemendo e sim por falta de meu ChimChim. Não vejo  ele a uns bons dias e ontem eu iria ver o mesmo, mas minha linda mãezinha não me deixou sair pelo simples fato que iria me apresentar a seu novo namorado, que até agora me questiono de realmente quis o conhecer.                                                                                                               
Pois bem, vou sair agora mesmo, dar uma volta e quem sabe ir até a casa do Jimin.

Não demorei muito para me arrumar, coloquei uma calça de couro preta e apertada, como costumo me vestir. Coloquei uma blusa simples branca e calcei minhas timberlands. Era frustrante lembrar do que eu havia visto, como assim minha mãe transa?! Saí pela porta da frente e pedi um táxi para ir até a casa do Jimin.

•~•

Jungkook: Jimin, tô na porta da sua casa, ainda acordado?

Jimin: Estou sim, entre.

Abri a porta devagar e fui até o quarto do meu namorado, um perfume doce estava pelo quarto, não parecia o perfume que Jimin costumava usar, mas era bom, adoro fragrâncias.

— O que está fazendo aqui? — Perguntou sorrindo e selou meus lábios.

— Estava com saudades, você não?! — Mordi seu lábio inferior. 

— Claro que estava! — Desviou o olhar. — Sua mãe vai te matar se descobrir que veio para minha casa a essa hora. Não acha melhor ir pra sua casa?

— Qual é, Jimin? Cansou de mim? Está agindo estranho. — Falei sério o fitando.

— Claro que não Kook, do que está falando?! Eu só estou preocupado com você. — Acariciou minha bochecha e eu lancei um olhar desconfiado para o mesmo deitando em sua cama.

— Estou exausto, mas com saudades. Posso dormir aqui hoje? — Perguntei tirando meus sapatos.

— Claro que pode. — Tirou sua camisa e passou a mão sobre os cabelos. Meu namorado é sexy demais. — E o seu padrasto? — Engasguei com minha própria saliva.

— Legal.

— Legal? Só isso? — Tirou seus cordões e os guardou.

— Eu tô traumatizado Jimin. Eu vi eles... argh, que nojo. — Esfreguei os olhos.

— Que visão ein... — Gargalhou. — Quantos anos ele tem? 

— Não é muito mais velho do que nós dois. Tudo bem que minha mãe tem uma aparência mais jovem, mas ele poderia ser meu irmão mais velho, Jimin. — Coloquei o braço atrás de minha cabeça e Jimin foi em direção a cama.

— Ele é bonito? — Indagou.

— Um gostoso... — Disse em um sussurro sem perceber. 

— É sério que você veio na minha casa pra dizer que seu padrasto é gostoso? — Olhou-me. — Tsc. — Estalou os lábios. — Fala sério...

— Eu quis dizer que ele é um maldoso. Você que entendeu errado... — Tentei fugir da situação.

— Maldoso? — Riu. — Como assim? — Pareceu interessado.

— Tinha que ver como minha mãe estava dentro daquele quarto, por um momento cheguei a pensar que ele era um assassino, a pobre mulher estava praticamente morrendo. — Gargalhamos.

Jimin mexia em seu celular e sorria inúmeras vezes, não quis bancar o namorado chato, por isso não perguntei. Ora virava para um lado, ora para o outro, eu estava completamente entediado, no início da relação não éramos assim. 

— Jimin. 

— Hum? — Continuou a digitar.

— O que é isso? — Peguei um sutiã preto rendado que estava embaixo da roupa de cama.

— Deve ser da minha mãe Jungkook. Jogue por aí...

— Park Jimin, por que o sutiã da sua mãe estaria no seu quarto? Ou melhor, na sua cama? — Sentei na cama com uma expressão de raiva, eu estava fervendo pela possibilidade de ter sido traído, mas ao mesmo tempo eu não estava ligando para nada daquilo.

— Tá desconfiando de mim por quê? — Gritou. — É você quem não vêm dormindo comigo mais Jeon Jungkook. Encontrou outro para satisfaze-lo? — Soquei o rosto do mais velho por impulso.

— Não fuja do assunto Jimin. — Continuei com uma expressão séria enquanto o mais baixo mantivera sua pequena mão onde deferi o soco. 

— Minha mãe lavou as roupas hoje, Jungkook. Ela trouxe minhas roupas pra cá e as jogou na cama, provavelmente o sutiã dela veio junto... — Disse com uma expressão triste. — Fazia sentido...

— M-me perdoa. — Respirei fundo. — É que você sabe como meu temperamento é e quando eu vi aquilo... argh, meu sangue ferveu intensamente.

— Jungkook, vá embora. Me deixe sozinho. — Enxugou as lágrimas.

— Não faz assim Chimchim... — Fui acariciar seus cabelos mas o mesmo segurou meu braço impedindo o meu toque. — Tudo bem... amanhã conversamos.

P.O.V Jimin.

— Ele foi embora, pode sair. — Falei colocando as mãos na cintura pensativo. — Mas que porra, por que não levou o sutiã com você?! 

— No final das contas, o meu sutiã nos salvou! Imagina se ele dormisse aqui, Jimin? Eu iria ficar dentro do armário até amanhã? — A vadia dizia com sua voz irritante.

— Se fosse preciso, sim! Agora fique quieta, sua voz me irrita. — Respirei fundo. — Deita na porra dessa cama. — Apontei para a mesma.

— Você nem perguntou meu nome Jimin... — Disse sentimental.

— Eu disse que era uma noite. Eu te conheci em uma balada de strippers, você acha mesmo que eu iria perguntar seu nome? Agora vamos logo com isso antes que Jungkook resolva voltar com mais desculpas.


Notas Finais


Jimin é um menino mau 😬 Muito bitch.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...