História Sterek - You are Always in my mind. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Aiden, Cora Hale, Corey Bryant, Danny Mahealani, Derek Hale, Erica Reyes, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Personagens Originais, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken, Vernon Boyd
Tags Derek Hale, Lobo, Sciles, Scott Mccall, Sterek, Stiles Stilinsk, Teenwolf
Exibições 278
Palavras 1.902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Harem, Lemon, Luta, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola, Wolfies, amantes de Sterek ou adoradores de romance gay, essa é minha primeira fic de Sterek, na verdade e minha primeira Fic de tudo, espero que gostem...

Capítulo 1 - Desavença


Stiles enxia a cara em uma festa, que ocorria em uma das propriedades dos Hales, fora organizada por Cora Hale, sua colega de classe. 21h:30min e aquele loft já estava cheio de pessoas desconhecidas a não ser sua colega de classe Cora, que sempre que podia o dava um perdido na festa, não que ele se importasse, a única companhia de quem precisava era de uma grande e boa garrafa de qualquer bebida alcoólica que o deixasse bêbado mais rápido, precisava fugir de sua realidade, não demorou muito para Stiles, já estava bêbado, o mesmo não tinha uma boa resistência. Embriagado Stiles procurava um banheiro naquele ninho de adolescentes com os hormônios a flor da pele, que só faltavam engolir um ao o outro.

Stiles continuava a procurar um lugar para colocar suas entranhas para fora, procurou em todo lugar no loft. Quando foi saindo, trocando as pernas, sua visão duplicava, onde tinha dois sofás, aparentava ter quatro, Stiles estava travado de bêbado, não conseguindo mais segurar, vomitou nos pés de um estranho que estava na entrada do loft, esse homem parecia ser mais velho, ninguém ali tinha tanta barba como aquele cara. O desconhecido parecia que já estava irritado, Stiles só tinha piorado a situação, o homem parecia que entraria em combustão a qualquer minuto, minuto não, segundos de tão nervoso que estava.

- Saiam! – Urrava o homem, sua voz parecia transcender a barreira do som, um barulho ensurdecedor, despertando cada adolescente de seu frenesi, causando medo em todos que estavam na festa.

Não esperaram que o sujeito assustador repetisse, as pessoas corriam para fora do loft como formigas, logo a rua estava amontoada de gente, sem saber como couberam tantas pessoas no loft, as pessoas começaram a entra em seus carros e partindo em toda velocidade, como se o homem que os expulsou fosse algum tipo de maniaco, psicopata, assassino ou algo do tipo. Stiles continuava no loft, não deixou se intimidar por aquele homem, talvez tenha sido a bebida alcoólica que o tenha dado tanta coragem.

- Cara você tem um potencia vocal incrível, poderia quem sabe se tornar um cantor. – Disse Stiles, bêbado sem receio do o que aconteceria a seguir, estava perdendo a noção do perigo, a expressão para lá de Bagdá, servia muito bem como descrição do estado que se encontrava o adolescente, ninguém sabia como o mesmo ainda continuava em pé, parecia que tirava força de seu sarcasmo.

- Sai. – Rugiu o homem, Cora vinha de onde parecia ser um quarto, em direção a Stiles e o homem agressivo, Cora tinha quase escorregado, não por estar bêbada, lobisomens não ficam bêbados, mas por causa de uma poça grande que parecia ser urina.

- Derek, tudo bem? Achei que só voltaria amanhã. – Falou Cora apreensiva, sabia que estava encrencada, por vários motivos, número um: Derek não gostava de gente e ainda mais no seu loft, número dois: Todos que estavam naquela festa, eram menores de idade, Derek não iria ser preso por causa de vários pirralhos que bebem até entrarem em coma alcoólico, número três: Derek odiava bebida Alcoólica.

Derek não deu a mínima atenção a Cora, continuava com um olhar de raiva direcionado para Stiles, que parecia estar fora de orbita, Stiles cambaleou até cair por cima de Cora, Derek o levantou e o mandou ir embora, mas Stiles não queria e nem iria obedecer às vontades de Derek, antes de beber seu último copo de vodka, Stiles foi em direção a mesa onde tinha bebidas variadas e pegou um copo, Derek por sua vez deu um tabefe na mão do magricela, o fazendo largar o copo. Derek não satisfeito, empurrou a mesa derrubando todas as garrafas, quebrando-as e derramando todas as bebidas em cima do carpete.

- Hey! – Exclamou Stiles, o mesmo parecia perplexo com a atitude de Derek, Stiles foi em direção à cozinha do loft, mas foi puxado por Derek e o prensado na parede, Derek sentia o coração do garoto bater muito rápido, exalava medo e terror.

- Já disse para você ir embora. – Derek puxou o menino pelo braço e o levou para fora e fechou a porta.

Stiles estava muito bêbado, não tinha condições nem de caminhar ao encontro do seu carro, até que sua visão escureceu e aos poucos foi perdendo os sentidos. Derek depois de ter dado uma bronca em Cora, saiu de casa para esfriar a cabeça. Viu o menino estirado em frente ao seu loft, Cora saiu de casa levando alguns cacos de vidro para fora, e viu Derek se aproximando do menino, foi em direção aos dois.

- Derek, o que você fez? – Perguntou Cora confusa, Stiles estava desmaiado no chão, só poderia achar que Derek tinha batido no menino.

- Eu não fiz nada, deve estar tão bêbado que não conseguiu continuar acordado. – Disse Derek com nojo da situação que Stiles se encontrava, se fosse por ele, o garoto poderia continuar ali.

- Precisamos fazer alguma coisa, pode deixar que eu o levo para casa. – Disse Cora preocupada com Stiles e tentando arranjar um jeito de sair daquela situação.

- Não, eu o levo para casa, você fica e continua seus afazeres. – Disse Derek, foi caminhado sem pressa de pirraça em direção ao seu camaro preto que estava do outro lado da rua, enquanto isso Cora continuou com garoto que estava inconsciente, tentando acorda-lo. Derek voltou dentro do seu carro, saiu do mesmo, levantou o menino magricela e o jogou sobre os ombros com se carregasse um saco de batata que não pesasse mais que dez quilos, indo em direção ao camaro.

- Cora, quando eu voltar e esse loft não estiver como eu deixei, vou lhe mostrar com quantos lobos se faz uma alcateia. – Falou Derek enquanto posicionava o Stiles de qualquer forma no banco dianteiro do seu carro. Cora esperou até o camaro desaparecer de sua vista.

Stiles não acordava, estava em um sono profundo, Derek parou seu carro o encostando à calçada, carregou o menino mais uma vez e o abandonou na calçada desacordado. Derek entrou no seu carro e voltou para casa.

11h:00min

Stiles acordou com lambidas de um cachorro de rua, estava com muita dor de cabeça, não sabia direito que tinha acontecido ontem e não sabia como viera parar naquele local. Seu celular vibrava e Stiles o atendeu.

- Stiles? Onde você esta? Seu pai e eu estávamos preocupados com você, ligamos para você e você não atendia. Esta tudo bem? – Perguntou Scott, com medo de seu melhor amigo estar com algum problema.

 - Estou bem, parcialmente, mas estou bem. – Disse Stiles com uma das mãos massageando a testa, ou aquela dor o mataria ou seu pai quando chegar a sua casa.

- Seu pai já estava quase colocando toda a delegacia atrás de você, Stiles onde você esta? – Disse Scott já mais aliviado.

- Não precisa, já estou voltando para casa brow, quando chegar te falo, me encontre lá. – Disse Stiles desligando o celular sem nem ao menos deixar Scott responder.

A memoria de Stiles do dia anterior estava voltando aos poucos, lembrou-se de Derek o moreno alto e mal-humorado, que o prensou contra a parede, lembrou-se de ser carregado pelo mesmo e o deixado na calçada enquanto estava inconsciente, Stiles estava com muita raiva do Derek, ele iria se vingar do moreno carrancudo, por tê-lo abandonado sozinho a noite na rua enquanto estava desacordado. “Quem aquele idiota pensa que é para fazer isso comigo? Ele vai pagar” – Pensou Stiles enquanto levantava-se indo andando para casa.

Stiles chegou em sua casa por volta de 13h:00min e estava em duvida se entrava ou não em sua casa, não sabia o que falar, se contasse o que tinha acontecido, seu pai prenderia Derek sem Stiles se vingar. Talvez fosse melhor contar uma mentira e depois pensar no que iria armar para Derek, mas o que ele iria dizer a seu pai?

- “Pai, eu fui a uma festa e dormir na casa de um amigo?” Não, meu pai sabe que a única casa que durmo é a de Scott e antes a da Malia. – Disse Stiles pensando minunciosamente sobre a mentira que contaria seu a pai. - Já sei.

Stiles abriu a porta de sua casa, e deu de cara com seu pai e Scott o esperando sentados no sofá, quando o viram, literalmente pularam do sofá indo em direção ao menino. O xerife o abraçou e logo se afastou olhando nos olhos, John parecia que não tinha dormido a noite toda, sua expressão ficou mais calma depois de ver seu filho em seus braços, sua expressão mudou para raiva.

- Stiles, onde você estava? Onde está seu Jipe? Não escutei o barulho dele chegando. – Falou o xerife.

- Pai, eu estava em uma festa de uma amiga do colégio, meu celular tinha descarregado, perdi a noção das horas e eu dormir por lá mesmo, desculpe, não queria te deixar preocupado. – Disse Stiles, ele não contara uma mentira, ele apenas omitia algumas partes da verdade.

- Tudo bem, mas da próxima vez, avise aonde vai, com quem vai. Eu já estava quase mandando todos os policiais da delegacia ir te procurar. – Disse o xerife, suavizando suas expressões.

- Ah Stiles, está de castigo. – Disse o Xerife indo em direção a cozinha.

Stiles queria protestar, mas apenas assentiu sem falar nada.

- Stiles, vamos ao seu quarto preciso te falar uma coisa. – Disse Scott, subindo os degraus em passos largos, logo atrás vinha o Stiles, entraram no quarto Stiles tirou toda a roupa ficando completamente pelado, dando um selinho em Scott e logo jogando-se na cama.

- O que você queria me contar Scott? – Disse Stiles acomodando-se em sua cama.

- Stiles eu sou seu melhor amigo, também um lobisomem e você sabe disso, pode enganar o seu pai, mas a mim não, então fala logo o que aconteceu, ouvir as batidas do seu coração acelerando enquanto explicava ao seu pai, o motivo do seu sumiço. – Disse Scott, cruzando os braços, esperando uma boa explicação do seu amigo.

Stiles estava em conflito se diria ou não o que aconteceu na noite passada, não saberia como seria a reação de Scott diante a situação, seu amigo poderia reagir mal, não queria causar confusões, então se fez de desentendido e abraçou o seu irmão e o deu outro selinho, tentando levar a outro rumo a “conversa”.

Stiles, o que aconteceu com sua mão? – Perguntou Scott, observando a mão de seu amigo estava completamente inchada, sua mão que um dia fora pálida e agora apresentava um tom de roxo bem intenso.

- Eu machuquei em algum lugar. – Disse Stiles, escondendo sua mão embaixo de sua coberta do Star Wars.

- Olha, você mentindo para mim, outra vez, Stiles sou seu melhor amigo, pode confiar em mim. – Falou, Scott meio cabisbaixo, triste e talvez, talvez não, completamente indignado. Por toda sua vida e amizade com Stiles, nunca esconderam nada um do outro, segredos mais íntimos eram contados, confiavam um no outro, não havia necessidade disso, eram extremamente íntimos, porque agora?

Scott sabia que não conseguiria nada com seu amigo agora, ficou parado ali diante a um Stiles adormecido, o fitando enquanto o castanho ressonava, depois de um tempo, seus olhos ficaram à deriva. Perdido em seus devaneios Scott despertou com um cheiro estranho que não pertencia à Stiles porem vinha do mesmo, sabia muito bem que cheiro era aquele, era cheiro de Lobo.


Notas Finais


Olá outra vez :D, se gostaram desse capitulo deixem nos comentários...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...