História Sterek - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Alan Deaton, Cora Hale, Derek Hale, Lydia Martin, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski
Tags Derek Hale, Sterek, Stiles, Teen Wolf
Visualizações 395
Palavras 1.688
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Só posso dizer uma coisa: NOVIDADES A VISTA! Espero que gostem.

Capítulo 13 - Capítulo 13


Quando chegamos, fomos direto pra cozinha. O cheiro de costelas de porco ao molho barbecue estava delicioso, esse era um dos poucos pratos que meu pai sabia fazer a perfeição. Coloquei o pudim e Derek a torta na geladeira.

“ Se superou dessa vez em pai? O cheiro está de dar água na boca.”

“ Está mesmo Noah! Espero que o pessoal não demore a chegar que eu estou morrendo de fome!”

“ Eles já devem estar chegando, mas se estiver com muita fome tem frutas no balcão.” Diz em tom de brincadeira. “ Mas cuida senão não vai ter apetite pra jantar!”

Derek sai às cata das benditas frutas como um lobo faminto. Meu pai olha espantado.

“ Não repara pai, o Derek nesses últimos dias está só dormindo e comendo. E acredite, ele vai ter apetite na hora do jantar e é capaz de comer mais do que todos nós!”

“ Ei! Eu não estou comendo tanto assim!” Diz indignado com uma maça em uma mão e uma pera na outra.

“ Não? Quem comeu quase toda comida que eu comprei pra quatro dias?” Perguntei brincando.

“ O que eu posso fazer? Precisava recuperar as forças, lobos comem bastante. Se bem que ultimamente eu ando com uma fome que como dizia minha mãe “ caninana”.”

Meu pai ri e brinca.

“ Stiles, você tem que fazer do Derek um homem honesto antes do bebê nascer! Não quero neto meu sendo chamado de bastardo!” Diz rindo.

“ Engraçadinho! Mas estamos realmente planejando nos casar depois do julgamento e depois vamos providenciar os seus netos Sherife! Só não decidimos se será barriga de aluguel ou adoção. Particularmente eu iria adorar a barriga de aluguel pra poder acompanhar a gestação e o nosso filho ter algo de um de nós. Mas não me oponho a adoção se o Derek preferir.”

“ Sem problemas. Gostaria de poder ter um filho meu, mas também adoraria ter uma garotinha que fosse a sua cara, amor. Mas se encontrarmos uma criança que nós gostemos, gostaria de me manter aberto a essa possibilidade.” Fala ao levantar da mesa indo lavar as mãos depois de comer. Ele levanta a cabeça e diz: “ Chegaram.”

“ Que bom amor! Agora vamos pegar essa turma!” Digo, já animado.

Saio da cozinha e vou abrir a porta. Quando a abro estão todos lá, Scott, Malia, Isaac, Peter, Lydia e Parrish. Malia e Lydia me abraçam juntas, uma de cada lado.

“ Que bom que vocês vieram! Entrem, estamos na cozinha.” Quebramos o abraço e fomos pra cozinha.

Ao entrarmos nela, ficamos todos de pé, e  eu vou ficar ao lado do Derek.

“ Já que estão todos aqui, me ajudem a arrumar a mesa. Scott, Lydia e Malia, vocês sabem onde estão as coisas. Derek, pega a carne e Stiles as batatas, Isaac o suco e Peter...” Meu pai fala.

“ Eu trouxe o vinho.” Fala Peter, tirando o corpo fora.

Meu pai suspira e balança a cabeça e vai pegar o balde de gelo. Quando tudo estava na mesa, sentamos e começamos a comer. Ao final do jantar, com todos relaxados meu pai começa.

“ Então Scott, como se sente em ser passado pra traz pelo Stiles? Logo eu vou ter neto e a Melissa não!” Fala trançando os braços.

Todos olham pra mime para o meu pai com cara de espanto, menos Peter que começa a rir baixinho.

“ Como assim?” Scott pergunta sem entender.

“ Bom, é que eu vou me casar, e o pai já está contando com os netos. Mas se acalma Sherife, netos só depois que nós casarmos.”

“ Espera aí! O que eu perdi? Como você não me contou? Quem é ela?”

“ KKKKK Quem disse que é ela?”

“ Mas tu é lento mesmo em “Alfa”? não entendeu ainda?” Peter fala olhando pra mim e Derek com ar de riso.

“ Não acredito! Finalmente!” Diz Lydia.

Nesse momento todos entendem, menos Scott. Que estava com cara de confuso.

“ Eu e o Stiles Scott! Nós vamos nos casar!” Fala Derek pegando a minha mão.

“ Ok! Mas desde quando vocês se gostam? Até onde me lembro vocês só se suportavam!” Pergunta Scott.

“ Desde que nos conhecemos no meu caso, só não estava pronto para admitir isso.” Respondo.

“ Bem, eu no começo não tinha percebido, mas Stiles é meu companheiro de alma. Eu não o reconheci de cara, por causa do medo que algo acontecesse a ele e de achar que não era digno de um companheiro.” Fala emocionado. “ Mas acabei resolvendo meus problemas e agora estamos juntos e sim, vamos nos casar e formar uma família.”

“ Companheiro de alma? Sabia que tinha algo mais entre vocês! Só vão ter que tomar um pouco de cuidado por enquanto se quiserem ter filhos só depois do casamento!” Fala Peter.

“ Engraçadinho! Eu também li o livrinho da lenda dos companheiros de alma.” Falo sorrindo debochado.

“ Derek, você não lembra que a Tália contava história desse livro pra vocês?”

“ Claro que sim Peter! Mas era só isso. Histórias para crianças!”

“ Toda lenda tem um fundo de verdade. Pode não ter acontecido como está no livro, mas tudo aquilo é verdade. Tudo que Tália lia pra vocês era para ensiná-los algo. Esse livro em particular é sobre companheiros e sobre o cio, e consequentemente sobre descendência!” Fala Peter sério.

“ Espera, você não tá brincando Peter” Pergunto desconfiado.

“ Não, não estou. Eu e Isaac tomamos cuidado pra não termos um de surpresa.”

“ Senhor! Derek se o que aquele livrinho dizia é verdade...” Paro e olho pro Peter. “ Você e o Isaac?”

“ Sim, nós também somos companheiros e estamos juntos, mas o foco não somos nós!”

“ Derek? Você acha que...”

“ Acho que começamos a família antes do que pensamos em fazer!” Diz.

“ Peter, como sabemos se pode ter acontecido?” Pergunto.

Todos olhavam pra nós quatro espantados e o pai com os olhos arregalados.

“ Calma. Primeiro vocês se marcaram? Morderam a lateral do pescoço um do outro?”

“ Sim, fizemos.”

“ Certo, e os sintomas do cio? Derek você já sentiu eles? Pode demorar um pouco pra acontecer.”

“ Sim, apetite sexual aumentado.”

“ Praticamente insaciável você quer dizer!” Digo.

“ Cala a boca Stiles!” Derek fala constrangido. Os outros dão risada, mas continuam como espectadores.

“ Certo. Vocês usaram proteção sempre ou teve alguma vez nessa parte insaciável que não? Em especial nessa parte.”

“ Teve uma vez, que até eu fiquei... ahhh, bem.... insaciável.”

“ Então é bem provável que vocês estão esperando um bebê.”

“ Mas Peter, como a gente vai saber se aconteceu de verdade?” Pergunto.

“ Bom, o Lobinho aí vai começar a sentir muita, mas muita fome e sono. Não terá comida que chegue e vai estar dormindo em pé em alguns dias. A própria gestação é mais curta, ao invés de nove meses dos humanos é de sete, exatamente como a das fêmeas lobisomens.”

“ Eu vou ser avô?” Pergunta meu pai com um sorriso.

“ Ao que parece sim. Como o senhor não está surtando pai?”

“ Estou, mas quer saber? EU VOU SER AVÔ!!!” Fala comemorando. “ Espera só a Mel e o Chris saberem que eu saí na frente! Quando vamos saber se é menino ou menina?” Pergunta ansioso.

“ Certo, se isso for real, temos tempo. E vamos ter que inventar uma história para os humanos, que seja plausível.” Diz Derek.

“ Oras, antes de saber que isso podia acontecer como vocês pretendiam ter uma família?” Pergunta Lydia.

“ Mas é claro! Barriga de aluguel!” Falo entusiasmado. “ Precisamos ver quem faria isso, e teria que ser do nosso mundo pra não acontecer de sermos descobertos.”

“ Gente, eu ainda não consegui digerir isso, mas podem contar comigo para o que precisarem, tá?” Fala Scott.

“ Com a gente também.” Fala Isaac.

“ Como assim com a gente?” Fala Peter.

“ Com a gente sim, até porque uma hora nós também vamos ter pelo menos um!” Diz Isaac. Nisso Peter abre a boca para retrucar, mas é impedido por Isaac. “ Se não for pra concordar, melhor ficar de boca fechada Peter!” Fala.

“ Claro que vamos ajudar. E quanto a bebês, termina a seu mestrado que podemos fazê-los.” Fala sorrindo para o companheiro. “ Voltando pra gravidez atual, vocês podiam pedir pra Melissa fazer uma ultrassom pra saber se está tudo bem. Ela pode manter fora dos registros ou falsificar papéis pra depois vocês poderem registrar a criança com menos burocracia. Só vão ter que escolher logo a “mãe”.”

“ Se vocês quiserem eu faço a “barriga de aluguel” de vocês.” Diz Lydia.

“ Derek o que você acha?”

“ Acho maravilhoso, obrigado Lydia!” Diz fungando, ele estava quase chorando se os olhos brilhando molhados fosse um indicativo. “ Vocês todos são maravilhosos. Obrigada por aceitarem tão bem.”

“ Eu só digo uma coisa... eu quero ser a madrinha de um dos bebês!” Diz Malia, que até aquele momento tinha ficado quieta, como se estivesse prestando atenção em outra coisa.

“ Que história é essa de bebês, Malia? É só um.” Falo. Achando graça dela.

“ Não Stiles, bebês. No plural. Eu estou ouvindo dois batimentos no Derek, além do dele.”

“ Senhor!” Digo, em choque. Derek estava no mesmo estado que eu.

“ Esse é meu menino! Quando faz, faz bem feito!” Diz meu pai orgulhoso, com um sorriso de orelha a orelha.

“ Dois sobrinhos de uma vez! Gostei irmão! Bom trabalho!” Fala Sott, me deixando com vergonha. Acabei dando um tapa na nuca dele.

Começamos a fazer planos em relação a parte legal da gestação. Scott ficou de falar com a tia Mel e o pai do Liam, que era médico e sabia do nosso mundo. Todos íamos ficando cada vez mais animados com os bebês. Ouso dizer que os mais animados depois do Derek e eu, eram meu pai e o Scott.

Depois de tudo arrumado na cozinha, nos despedimos e eu e Derek voltamos pro loft, apreensivos com a novidade, mas felizes. Extremamente felizes.


Notas Finais


Espero que tenham gostado e se gostaram, já sabem né? Favoritem, deem nota, comentem. Beijos e até o próximo. Aguardo ansiosa as reações!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...