História Sterek- Será que eu o mereço, realmente? - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~FontLightwood

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Cora Hale, Derek Hale, Erica Reyes, Isaac Lahey, Liam Dunbar, Lydia Martin, Melissa McCall, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken, Vernon Boyd
Tags Gravidez Masculina, Homossexualidade, Liamxcora, Scisaac, Sterek
Exibições 246
Palavras 1.238
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Luta, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe-me pela demora. Coisas pessoais. Vocês sabem como é.

Capítulo 10 - Scisaac Romance Hot.


Scott ( Flashback on ):

Como Stiles poderia ter um pensamento tão radical igual a esse? Como poderia achar que iria ignora-lo? Impossível, afinal, está crescendo meu querido sobrinho ali dentro. Passamos um certo período na casa de Derek, falando sobre coisas banais ocorridas ao longo do tempo, sem nem mesmo olhar a hora passar rapidamente. Derek por  exemplo, ficou todo o tempo rosnando para todos, por qual motivo? Simples, Stiles. Ser lobo é incrivelmente possessivo e autoritário. Porém, não ligamos para isso. Apenas passamos um pouco de tempo com nosso humano preferido do Pack.
Mas, antes disso tudo, nesse tempo em que eu e Isaac moramos juntos, reparei nas situações que já passamos e descobri estar perdidamente apaixonado por ele. E, em algumas situações, me perguntava olhando-o dormir, de, como não poderia ter me apaixonado por ele antes? Porque assim, não teria sofrido tanto com a morte de Alisson e, nem com o amor “recíproco” que dizia ter pela mesma. Mas fora a isso, depois de termos saído da casa de Derek/Stiles.

( Flashback off ).

Depois de terem saído da casa de Stiles, o trajeto todo até a casa de Scott foi silencioso, apenas como distração, a longa estrada que estava sendo percorrida, ao passar dos segundos e minutos.
Scott, porém, estava ficando nervoso com o silêncio repentino do loiro. Como Stiles, Isaac sempre foi um menino alegre e tagarela, contagiando todos com sua beleza e inocência. Mas, que, nem todos imaginam pelo que o mesmo já passou. Um passado sombrio e obscuro, que só irá ser revelado pelo mesmo que já sofreu, ou seja, Isaac.

Scott e Isaac haviam chegado na casa. Pararam de frente a porta, para que Scott pegasse a devida chave para abri-la. Com a porta destrancada, entraram na casa se entreolharam e Scott  trancou novamente.

- Isaac? Você irá querer dormir no meu quarto ou na sala...novamente? – perguntou Scott esperançoso na vinda de Isaac para seu quarto.

- Acho que irei dormir no seu quarto, algum problema? – perguntava Isaac, porém, já sabia a resposta do mesmo.

- Claro! Quer dizer, claro que não. Não teria nenhum problema. – Scott controlava-se para não pular de alegria. Scott com isso, estava com pensamentos de segundas intenções, com um sorriso malicioso estampado no rosto.

Isaac apenas sorria, sentindo os sentimentos de Scott, que mostraram estar feliz pela proposta aceita.

Isaac se perguntava quando começou a ter aflorando uma paixão por seu alfa, porém, acreditava que jamais teria relação, por achar que mesmo era hétero. 

Scott já se encontrava perdido sobre sua sexualidade, ainda duvidando da mesma.

Scott estava sentado em sua cama observando Isaac preparar sua cama no chão.

- Isaac? Tem certeza que não irá ficar incomodado dormindo no chão? – Perguntava Scott.

- Tenho. Não quero te explorar tanto, já estou acomodado aqui. – Respondia Isaac sabendo que Scott havia escutado seus batimentos cardíacos, ou seja, estava mentindo.

Duas horas já havia se passado e, Scott ainda encontrava-se acordado. Não conseguindo dormir com a tremedeira de Isaac causada pelo frio.

- Isaac? Ainda está acordado? – Perguntava Scott sem esperar nenhuma resposta.

- Sim. Porquê? – indagava Isaac.

- Você não está me deixando dormir com esse bater de dentes. Isso está me deixando louco. – Respondia Scott tranquilamente.

- Me desculpe, vou tentar parar. – Isaac se encolhia no cobertor mais ainda.

Mais uma hora havia se passado e, ainda Isaac estava batendo os dentes. Scott conseguiu apenas ter uma atitude. Pegou Isaac no colo e colocou na cama, acordando-o.

- Scott. O que está fazendo? – Perguntava Isaac com a voz embriagada pelo sono.

- Você não me deu escolha, Isaac. Você está tremendo de frio. – Scott cobria Isaac com seu cobertor sentindo o mesmo se aconchegar.

Scott e Isaac entreolhavam-se e, repentinamente, Scott lhe dá um beijo casto e caloroso, transmitindo segurança.

Isaac sentindo o maior pedindo passagem com a língua no canto de seus lábios, sendo retribuído a toda aprovação.

Isaac aprofundou o beijo, subindo por cima de Scott, mordendo o lóbulo de sua orelha, descendo até seu pescoço dando leves mordidas naquela região. Fazendo o membro de Scott ficar ereto só com o contato de suas peles uma na outra. O beta iniciou-se uma trilha de beijos e mordidas pelo região do peitoral de Scott, fazendo-o gemer em aprovação. Isaac havia conseguido deixar seu alfa no seu extremo prazer.

Isaac, descia até a região pélvica de Scott, notando seu membro ereto e enrijecido, se contorcendo para ser libertado de sua “prisão”. Isaac tirou o samba-canção de Scott com facilidade, libertando seu membro coberto por veias e pelos ralos em seus testículos. Scott, com sua meia-transformação, rasgava os lençóis da cama e abafada os gemidos proporcionados por seu beta.

Isaac, abocanhou o membro de Scott, mordiscando a pele sensível, sentindo o gosto doce do pré-gozo. Freneticamente, o membro de Scott subia e descia rapidamente, quase chegando a seu ápice, isso se, não houvesse trocado suas posição com Isaac.

- Sua vez. Não será somente a mim que irá se divertir hoje, entendeu? – Scott lamber o lóbulo da orelha de Isaac, fazendo-o se contorcer pelo prazer.

O beta apenas assentiu, logo, levando sua mão até o membro de seu alfa, massageando aquela área, que a muito tempo não é desperta.

- Ah! Isaac, diga-me que você é somente MEU e, demais ninguém. – Scott mordiscava os mamilos enrijecidos e rosados de Isaac.

- Sou seu meu alfa, só seu. E você é meu, demais ninguém. – Isaac arranjava com suas garras, as costas de Scott, deixando ali, filetes de sangue escorrer por suas costas. Assim, o alfa entendo que seu beta estava se entregando de corpo e alma, sentiu-se no poder de reivindica-lo. Scott mordeu o ombro de Isaac, assim, reivindicando-o como seu. Isaac abafou em sua garganta um grito, para que Melissa não escutasse. Scott apontou três seu dedos na boca de Isaac para que logo o prepara-se para lhe receber dentro de si.

- Entre logo...por favor. – Isaac masturbava-se, mas, ainda sim, não era o suficiente para seu alívio.

Scott sem hesitar, iniciou colocando o primeiro dedo, fazendo Isaac se agarrar a cabeceira da cama e gemer altamente.

- Mais, mais. Por favor...Mais – implorava o beta.

Scott colocou o segundo dedo. Instintivamente, Isaac colocou às garras sobre as costa de Scott, perfurando-o.

O terceiro dedo havia sido penetrado. Isaac abafou o grito dando o beijo em seu alfa, com o mesmo arranhando suas costas,  deixando filetes sangue cair sobre as mesmas.

Já preparado, Scott posicionou seu membro na entrada de Isaac, analisando aquela área inexplorada. Sem aviso, penetrou Isaac o fazendo gritar altamente.

As estocadas iniciaram-se vagarosamente, mas, ao passar dos minutos, rapidamente, as estocadas foram feitas. A cama ia conforme as estocadas eram feitas, fazendo Isaac sorrir em pensamentos, sobre a mãe de Scott pegarem-nos fazendo “amor”. (N/A: Tá mais para sexo selvagem, assim por dizer.) Mais três estocadas foram causadas e Scott derramou-se por dentro de seu loiro, sentindo seu membro se exprimindo com as “paredes” de Isaac. 

Isaac, logo percebeu, que havia sido marcado por Scott, ou seja, agora pertenciam um ao outro.

- Eu te amo, sempre te amei e vou continuar te amando, Scott. – Dizia o beta ofegante.

- Eu também te amo, meu loirinho.- dizia o alfa.

Assim dormiram a noite. Ligados um ao outro. Sabendo que, se amaram pelo resto de suas vidas.


Notas Finais


Favor item e comentem. Por favor. Tem continuação no próximo cap. Fiquem curiosos. Hahahaha.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...