História Stereo Soldier - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Selena Gomez, Vanessa Hudgens
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Selena Gomez, Vanessa Hudgens, Zayn Malik
Exibições 7
Palavras 6.271
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 43 - "will be a final and happy?"


2 meses depois...

Um dia você vai ter a sensação de estar gorda e olhando pro espelho ver que engoliu um melão , se sentir com muita fome e outra hora uma vontade de botar tudo pra fora e tudo te enjoa. Algo tão natural porém melhor que sentir aquela cólica de ficar girando na cama, era algo que eu suportava e estava ansiosa pra poder tirar aquilo de mim , um dia você vai se sentir assim e saber que é a melhor sensação do mundo porque um fruto de seu amor está crescendo e nascendo ali , dentro de você , com seu sangue. 
Justin: amor -ele disse entrando no quarto- falto dois dias pra nos casar e eu tava pensando de nós aproveitar hoje que não temos nada -começou a dar selinhos- pra fazer , fazer algo divertido... -ele foi me apertando na cintura-
Eu: mas o bebê amor
Justin: você já leu sobre isso , não machuca se eu for devagar e com cuidado -ele disse fazendo carinho em minha nuca- vamos vai , só pra aquecer!
Eu: você sabe oque eu acho disso , só depois do casamento 
Justin: nem se eu fizer isso ? 

Ele foi distribuindo beijos por meu pescoço me deixando arrepiada e mole , DROGA! Meu ponto fraco e esse e ele acabou de me deixar com desejo , empurrei ele pra cama e subi em cima dele o beijando selvagemente enquanto ele tirava sua calça e eu minha blusa , aquilo era algo proibido para as grávidas com o tamanho de barriga que eu tinha , eu seria mal com ele assim como ele foi comigo algumas vezes quando pedi isso a ele. Fui descendo até seu membro e comecei a rebolar ali mesmo o deixando maluco , eu fui até seu lábio o mordendo e puxando leve , até ai eu já estava deixando ele excitado e só mais um pouquinho eu iria levantar e sair do quarto indo para o banheiro, fui beijando cada centímetro de seu corpo dando apenas um selinho em seu membro e ele já se contorceu. Levantei e sai correndo para o banheiro trancando a porta quando ouço ele bater .
Eu: oque foi ?
Justin: você é foda mano , eu to de pau duro , quer vir aqui ?
Eu: eu já disse que eu não posso nessas condições... você sabe se aliviar 
Justin: MULHER TU É FODA AGORA SE EU TE PEGAR TU VAI VER!
Dei um riso baixo e liguei o chuveiro molhando meus pés pra parecer que eu estava tomando banho , enquanto isso eu massageava minha barriga. 
                                                                     **
Eu demorei alguns minutos pra sair do banho e outros minutos pra ter coragem de sair do banheiro. Eu estava com medo do que Justin poderia fazer , apesar de todas as coisas ele tinha um jeito agressivo que me amendrondava. Eu abri a porta com cuidado e fui para minha cama , o quarto estava vazio e observando tudo me assustei quando ouvi alguém bater na porta.
Eu: Entra...
Madeline: Veio uma carta para você SeuNome -ela disse me entregando- Licença
Eu: Obrigada
Oque era agora ? Eu recebia uns 10 bilhetes por dia mas agora pela primeira vez era uma carta, abri começando a ler oque estava escrito.
" SeuNome Collins,
Ou devo dizer SeuNome Bieber Collins ? Você deve estar se perguntando quem é que te manda tantos e tantos bilhetes com varias declarações e muitos acontecimentos que você mal sabe de quem é ? Tolinha , você devia ler todos os bilhetes novamente se ainda não soube quem é mas agora foco no que vou dizer. Todos sabem de seu casamento , sabem tudo até o local mas somente eu sei do seu bebê que espera , sua barriga está maior do que os últimos 2 meses né ? Eu posso perceber ou até imaginar , você ainda tem dúvidas do que eu vou te dizer ? Varias perguntas mas chega , vou ir direto ao assunto e você tem que ter em mente as seguintes coisas:
- Você tem um ensinamento de armas que nenhuma outra mulher tem , você pode em um tiro acertar em cheiro uma cabeça mal posicionada e por cima em movimento. 
- Você sabe cada ponto onde está morando ? Acho que não então em casos de emergência , vasculhe , procure .
Você está com tudo pra poder se livrar de emboscadas com sua dança , sua flexibilidade está maior , sem esquecer que você tem uma certa "fama" porém pra você é desconhecida. E como eu sei de tudo isso ? Porque eu estive presente em quase tudo isso , você tem alguém que te ama muito e que está tentando abrir os seus olhos , faz um esforço e tenta saber com quem você irá casar , com quem te trata super bem mas dentro não é a mesma coisa. 
Chega de falar , seu casamento é daqui a dois dias e eu só vou te revelar quando for a hora certo enquanto isso faça oque eu digo , se não quiser também foda-se!"
Levantei da cama e guardei essa carta assim que ouvi passos vindo até o comodo , voltei a cama e logo Justin entrou e se sentou na cama.
Justin: daqui a dois dias você vai ser minha mulher -ele suspirou- eu nunca imaginei que iria me casar um dia , minha mãe tinha razão eu tinha algum sentimento aqui dentro mas eu não sabia com quem estava ele ... Eu me arrependo de tantas coisas .
Eu: porque você está dizendo isso ?
Justin: por nada , eu só queria me certificar que isso não é um sonho e que não vou acordar daqui a pouco.
Eu dei um abraço apertado que o fez suspirar de uma forma que nunca o vi , cheguei a imaginar que ele iria chorar mas não, ele levantou e entrou dentro do banheiro ligando o chuveiro. Levantei devagar saindo do quarto e desci até a cozinha pra pegar aguá , eu não conseguia parar de pensar na carta , já vieram muitas e muitas e todas dizem a mesma coisa e eu não consigo perceber. Ouvi um barulho vindo de uma das portas perto da cozinha , poderia dizer que seria o porão pois todas as casas tem um e acho que a de Justin não seria diferente. Deixei o copo d'aguá em cima da pia e fui até a porta tentando abrir mas estava trancada, caramba! Eu respirei fundo e pensei nas palavras das cartas "Você sabe cada ponto onde está morando ? 
Acho que não então em casos de emergência , vasculhe , procure " eu não iria arrombar a porta mas também não queria ficar sem saber oque tinha lá , subi as escadas até o quarto e Justin ainda estava no banho , aproveitei essa hora para vasculhar seu guarda-roupa , era tantas roupas e a empregada arrumava tão certinho que me dava dor de cabeça desarrumar mas isso seria rápido então pegava uma muda de roupa levantava olhava no fundo e colocava de volta no lugar , fazia isso em todas as patreleiras do guarda-roupa até encontrar um cofre , ele era branco e tinha senha. Eu respirei fundo e coloquei data de aniversário dele, NEGADO. Eu não sei quantas tentativas tem mas depois dessa eu desistiria , coloquei minha data de aniversário , NEGADO. Eu teria que descobrir isso , então coloquei as roupas de volta e fechei o guarda-roupa. 
Como eu nunca soube disso ? Um cofre cara. Eu nunca andei por essa casa vasculhando e Justin sabe muito bem e deve ser por isso que nunca desconfio de nada. Eu estava muito assustada porque , se tudo que as cartas dizem será verdade ? ou mandam por ele ser um famoso e tentar nós separar ? Justin não me conta nada sobre o tal trabalho e eu sei que ele não trabalha de bombeiro , teve incêndios perto daqui e nenhum dedo ele se moveu e nem o ligaram. Respirei fundo e estranhei o chuveiro ainda está ligado e faz mais de 20 minutos. Fui até a porta batendo e chamando por Justin , batia e o chamava novamente , nada... Peguei na massaneta e girei entrando , chamei Justin e então ele virou no box pensativo me olhando.
Eu: porque está todo esse tempo no banho ? 
Justin: eu pensei de mais , vou sair agora -disse desligando o chuveiro- ficou preocupada ? -pegou uma toalha tampando sua parte de baixo do corpo- 
Eu: claro , ninguém fica no chuveiro mais de 20 minutos e ainda mais você que sempre toma banho na banheira e sim fica mais tempo que isso 
Justin: ai meu amor eu te amo -ele me abraçou ainda molhado-
Eu: ai Justin , você ta molhado garoto! -eu o empurrei fazendo o rir- para de rir
Justin: oque ? 
Eu: nada 
Justin me puxou e saímos do banheiro , seu celular tocou e ele atendeu indo para o guarda-roupa. Pegou uma muda de roupa e foi vestindo enquanto falava no telefone , pra mim era algo suspeito e então só esperei ele desligar e falar oque tinha acontecido.
Justin: me chamaram , está acontecendo um incêndio no centro e precisam que eu vá -ele beijou minha testa- se cuida tá ? eu volto logo!
Eu: se cuida também -eu disse esperando ele sair pela porta- ele acha que eu sou trouxa ? 
Disse enquanto trocava de camisa e pegava uma jaqueta colocando por cima , peguei a bota preta de salto, minha bolsa e desci correndo até a garagem devagar , enquanto ele saia com sua Ferrari 458 Itália branca , e eu via todos os carros que ele tinha decidi pegar um preto e então entrei no Porsche 997 turbo que ele customizou , assim que entrei liguei o carro e acionei o portão para abrir denovo , acelerei e sai pela direita ainda tendo a visão de Justin mesmo longe. Já era tarde e estava escuro , vi ele virando e acelerei para poder chegar um pouco mais perto , passamos pelo suposto trabalho que ele iria e então atravessamos uma ponte até chegar em uma pequena cidade , ela era uma cidade rica e então ele entrou em um beco do lado de um deposito e assim estacionou nos fundos, parei um pouco distante e esperei ele entrar desligando o farol, desliguei o carro e sai com cuidado olhando para todos os lados. Andei devagar até os fundos do deposito e por sorte a porta estava aberta , assim que entrei tinha um corredor e ali somente algumas iluminações.
Meu salto não atrapalhava muito porém fazia barulho , assim que cheguei no final do corretor pude ouvir a voz de Justin e seus amigos , eu estava quase no topo daquele deposito e eles estavam lá em baixo com varias caixas , dois containers. Eu parei de observar apenas olhando para Justin quando um dos amigos dele me mencionou , não pude reconhecer quem era mas assim que Justin o chamou eu sabia.
Ryan: você já contou tudo pra ela né ?
Justin: Ryan eu não tenho coragem , se eu contar eu vou perde-lá !
Ryan: você se casa depois de amanhã  , você tem que contar!
Justin: mas
Ryan: Justin vamos rever tudo okay ? -Justin acendiu- Como você não se lembra do que me disse quando a conheceu ? você achou ela uma gata , uma gostosa mas você disse que não a amava somente gostava , você está esquecendo que depois que ela casar você mesmo disse que aquele não seria uma assinatura e sim um contrato ? Você sabe que ela namorou Niall e você quer matá-lo e com isso você tem total atenção dele pois ele vai no casamento e o depois que ela assina-lo estará sendo obrigada a ser sua esposa pra sempre ... -ele suspirou e olhou no fundo dos olhos de justin se aproximando- volte agora pra sua casa e conte tudo que combinamos
Justin: Ryan escuta só , SeuNome está gravida e mesmo esse filho não sendo meu eu a amo mais que tudo , você não entende como eu fiquei surpreso de saber que existe um coração aqui dentro e que eu estou cada dia mais me apaixonando , eu não pedi ela em casamento por contrato e sim porque eu a amo...
Ryan: HA HA HA -ryan riu enquanto pegava seu celular- você acha que sua nova esposa está te amando do mesmo jeito que você o ama ? você acha que ela está mesmo de boa sem desconfiar de nada Justin ?
Justin: você está estranho Ryan , você sempre me apoiou onde quer chegar ?
Ryan: Justin foca -ele pegou Justin pelo braço- você tem quer matar Niall , você sempre quis vingar a morte de seu pai e ele é o único que resta , você passou anos tentando isso e agora vai desistir por uma vadia ? 
Justin: CALA SUA BOCA RYAN -ele gritou fazendo eco- 
Ryan: desculpa Justin mas depois de amanhã você vai ver com seus próprios olhos oque construiu todo esse tempo desmoronar e todo esse amor que você sente por aquela vadiazinha que você mesma a chamava vai se destruir , a policia está louca procurando nós e um só deslize você e todos nós morremos então pense em tudo e tire esse sentimento dela antes que você mesmo se machuque. -ele deu alguns passos para trás- vai pra sua casa , descansa para seu casamento e assine o contrato.
Justin permaneceu parado como uma estatua enquanto Ryan e os meninos subiam as escadas, assim que vi que a escada daria onde eu estava escondida sai correndo pela porta dos fundos indo em direção ao carro. Assim que entrei coloquei as mãos no volante e uma cena como se fosse filme passou pela minha mente.
Eu lembro perfeitamente quando olhei pela primeira vez aqueles olhos azuis , da primeira vez que pronunciamos nosso nome e o quanto aquilo seria interessante que acabou no primeiro beijo logo algum tempo de se conhecermos , mesmo com todas as coisas que aconteceu eu lembro de todos os momentos que sorri ao lado dele , de quando fomos para a cama e não tínhamos mais palavras pra descrever como aquilo foi emocionante e especial para os dois. A cada dia que se passou e você me traiu eu tinha ficado magoada com motivos pra odiar , queria poder tirar ele do meu pensamento mas até nas horas de sono você me perturba com seu jeito doce e sua boca pronunciando meu nome , tudo isso poderia ser loucura pois eu estava apaixonada por um chefe de gangue que estava em uma proteção para vingar a morte de sua família mas também lembro de quando eu senti que algo dentro de mim estava crescendo e já não podia negar o amor que eu sentia e escolhi meu caminho por razão e não pelo coração me afastando e me relacionando com outro que no final queria matar o grande amor da minha vida e estava gostando de mim , com toda essa loucura eu iria me casar a dois dias e com uma pessoa que não me faria feliz mesmo me amando.
Lágrimas foram caindo de meu olho e levantei a cabeça olhando aquela rua deserta e escura, peguei o celular e vi as horas 11:45 , eu tinha ficado 2 horas dentro do carro pensando e então  liguei o carro e segui para volta de casa na maior velocidade , eu estava me arrependendo a cada acelerada que eu dava , eu chorava descontroladamente a pensar que eu estava sendo uma vitima para causar uma morte dos dois lados , era algo confuso pra mim mas naquele momento eu poderia entender perfeitamente , inclusive os bilhetes e cartas que me mandavam estavam me alertando e não percebia , eu estacionei o carro em frente a casa e já vi que Justin ainda não tinha chegado , desci do carro e fui direto para o quarto. Sentei na cama e pensei longos segundos oque eu iria fazer , oque seria de mim quando Justin chegasse e eu fingisse que nada aconteceu sendo que eu fiquei sabendo de tudo ? Suspirei deitando na cama e fitando o teto , posicionei minhas mãos em minha barriga e fechei os olhos sentindo algo tão estranho que me subiu uma imensa vontade de chorar e perceber que aquela vida que iria levar casada com Justin seria roubada e iria sofrer , principalmente porque era tudo uma armação dos amigos dele e dele a anos como eu tinha ouvido no deposito. Pensar demais fode tudo. fode a situação, distorce as coisas, deixa você preocupado. mostra as coisas muito piores do que realmente são.
Meus olhos haviam se aberto com o susto que levei com algo que aconteceu lá embaixo e percebi que tinha caído no sono. Levantei devagar olhando no celular e era exatamente 03:15 da manhã e desci as escadas me deparando com Justin sentado no sofá com as mãos na cabeça. Me aproximei e sentei ao seu lado o abraçando porém ele me empurrou me assustando com a reação que teve .
Eu: Justin oque você tem ?
Justin: você , VOCÊ -ele me pegou pelos braços apertando forte-
Eu: Está me machucando Justin , me solta ! OQUE VOCÊ TEM?
Justin permaneceu calado me olhando com toda raiva do mundo , meu braço começou a formigar então eu dei um chute perto de seu membro e o emburrei com as mãos o fazendo cambalear para traz e me afastei.
Justin: você é louca ? porque fez isso ?
Eu: oque você tem Justin ? porque já chegou me tratando assim ? porque tanta raiva ?
Justin: fica calada , você não tem nenhum direito aqui! -ele me prensou na parede e chegou bem perto de meus lábios me encarando- você vai ser minha essa noite -ele disse e pude sentir um cheiro forte, enjoativo e pesado de seu alito-
Eu: me solta Justin 
Eu me debatia enquanto ele apalpava meu corpo e dava vários besliscoes que eu gritava pela dor, ele dava vários chupões fortes em meu pescoço deixando marcas no local enquanto sua mão já estava no feiche do zíper da minha calça , ele abriu invadindo com sua mãos massageando minha intimidade forte quando eu o empurrei e dei um tapão em seu rosto que fez minha mão começar a formigar , dei alguns passos pro lado tentando recuperar minha respiração que estava ofegante. Justin virou seu rosto com o rosto com lágrimas presas em seu olho vindo em minha direção e me pegando pela perna , eu batia em suas costas com toda força mas ele não me soltava , ele chegou no quarto e me jogou com força na cama e correu para trancar a porta. Meu coração batia muito rápido enquanto eu me levantava para perto da janela.
Justin: você passou dos limites SeuNome
Eu: Limites ? Você que passou , você mentiu pra mim todo esse tempo seu cachorro! -eu olhava tão fundo em seus olhos que ele voltou a conciencia de tudo que estava acontecendo- você vai casar comigo pra poder matar Niall , só pra vingar a morte de seu pai sendo que você matou metade da família de Niall , você é completamente louco.
Justin: você não pode fazer nada contra isso, você vai casar comigo que no caso -olhou no relógio- será amanhã 
Eu: eu não vou casar com você !
Justin: ah mais vai sim -ele se aproximou de mim me pegando novamente pelo braço- você vai casar comigo e ser minha esposa pra sempre , não sei de onde eu tirei que eu te amava , como Ryan disse eu tenho um só coração e ele pertence a mim, amor próprio. Ryan tinha toda razão de você ser gostosa -ele me prensou contra o seu corpo apertando minha bunda- boa de cama e uma ótima gangster não é sr. Collins ? -ele disse erguendo a sobrancelha-
Eu: eu te odeio , como eu pude pensar que me amava de verdade ? como pode ser mentira tudo que disse hoje no deposito ?
Justin: você foi lá ? -ele disse rindo e fiquei em silencio- você está mesmo merecendo uma surra pra aprender a não seguir seu maridinho , eu disse tudo a verdade desde o começo mas aqui dentro dizia ao contrario e Ryan me fez enchergar isso de uma forma mais compreenssiva e o resto eu resolvia.
Eu: VOCÊ É UM IDIOTA , VADIO , EU TE ODEIO -eu o bati no peitoral com força varias vezes-
Justin: VOCÊ É UMA VADIA , BISCATE E TROUXA POR ACREDITAR EM UM GANGSTER -ele disse me jogando na cama- você ainda acha que aquele Niall te ama né ? NENHUM GANGSTER TEM SENTIMENTO 
Eu: VAI SE FUDER , NINGUÉM NUNCA TE AMOU E EU SEI COMO ISSO É , VOCÊ SÓ NÃO SOUBE RESOLVER ISSO E QUER FICAR ILUDINDO OUTRAS PESSOAS INCLUSIVE EU SEI DE TUDO , EU COMPREENDI PORQUE VOCÊ QUER MATAR NIALL , DESDE O COMEÇO EU PODERIA TER PERCEBIDO MAS EU FUI TROUXA ! VOCÊ SEMPRE ODIOU NIALL POR ELE TER QUEM AMAR E SER AMADO E VOCÊ SEMPRE FOI UM MENINO QUE AS MENINAS BABAVAM MAS NIALL TINHA MUITO MAIS , O DIA QUE VOCÊ SOUBE QUE SEU PAI MORREU E O PAI DE NIALL TINHA ALGO HAVER VOCÊ CULPOU NIALL . VOCÊ É UM ESTUPIDO , VOCÊ DEVIA IR PRA CADEIA , DEVERIA SABER COMO É UM SENTIMENTO VERDADEIRO PRA SAIR DESSA VIDA E SER ALGUÉM SEU VADIO. -eu respirei e pisquei deixando cair algumas lágrimas- você só devia seguir seu coração mas ainda iria continuar sendo um vadio filho da puta.
Justin: VOCÊ NÃO SABE DO QUE ESTÁ FALANDO , VOCÊ NÃO SABE COMO É PERDER ALGUÉM QUE A GENTE AMA E SABER QUE ELA NUNCA MAIS VAI VOLTAR , QUE NUNCA VAI VER DENOVO E SÓ AS LEMBRANÇAS E MEMORIAS ESTARAM PRESENTES E COM O TEMPO VOCÊ NÃO ACREDITA EM NINGUÉM PORQUE TODOS TE JULGAM PELA MESMA COISA , EU ODEIO MINHA VIDA E TODOS TEM QUE PAGAR POR TER MATADO MEU PAI , ELES SEMPRE QUISERAM ISSO E A FAMÍLIA HORAN ESTÁ NA MINHA MIRA DESDE QUE ELE SE FOI E EU ENTREI NESSE RAMO! EU SOU UM FILHO DA PUTA MESMO E NUNCA NINGUÉM VAI ME AMAR E NEM EU QUERO SENTIR ESSA PORRA! MUITAS PESSOAS NÃO ME CONHECE E FICA ME JULGANDO COMO SE EU FOSSE UM MONSTRO QUE NÃO LIGA PRO SENTIMENTOS DOS OUTROS SIM EU LIGO JÁ QUE VOCÊ ACHA QUE EU NÃO LIGO OBRIGADA POR ME FAZER SENTIR UM LIXO -ele me soltou e andou pelo quarto sentando em frente ao guarda-roupa com a cabeça baixa- 
Eu: Justin -eu me aproximei- Justin! -o chamei a atenção tocando em seu braço-
Justin: ME SOLTA PORRA -ele me deu um tapa no rosto e saiu do quarto trancando- VOCÊ VAI FICAR AI ATÉ EU MANDAR VOCÊ SAIR E NÃO ME FAÇA VIR AQUI ! VOCÊ PASSOU DOS LIMITES E EU ESTOU ME CONTROLANDO! -eu levantei na mesma hora correndo para a porta-(aqui demostração)
Eu: FILHO DA PUTA , EU TE ODEIO , VOCÊ É UM MAL AMADO UM VADIO! EU TE ODEIO -eu disse chorando enquanto batia na porta- EU TE ODEIO OUVIU ? ME TIRA DAQUI ! VOCÊ VAI PAGAR POR TUDO ISSO! ME TIRA DAQUI! -eu encostei na porta escorregando e sentando no chão em prantos- eu te odeio , Justin! eu te odeio!
Eu tenho uma mania muito grande de expressar minha raiva , eu choro quando estou com raiva, e isso me irrita , irrita profundamente. Levantei dali ainda chorando e fui para o banheiro me olhando no espelho ,eu estava acabada com os olhos vermelhos e com marcas de chupões e marcas de dedos no meu braço , eu fico olhando para meu reflexo no espelho, porque estou fazendo isso comigo mesma? perdendo minha cabeça em um pequeno erro, eu juro que queria pegar uma arma , arrancar aquela porta e dar um tiro na cabeça de Justin mas a bala merece um alvo melhor.
Lavei meu rosto e tirei minha jaqueta e a bota ficando somente de blusa e calça jeans , pra mim aquilo pouco importava , me joguei na cama e com minhas mãos massageei minha barriga conversando com meu filho.
Eu: a mamãe te ama muito , desculpa por você ter passado por essas idiotices dele , o seu papai logo logo vai estar com você eu peço isso a Deus. -eu disse e fechei os olhos caindo no sono-
                                                                          **
No dia do Casamento ...
Virei na cama e abri os olhos vendo mais uma vez a bandeja no chão perto da porta com o café da manhã , ontem ele fez isso novamente e me deixou mal pois eu não conseguia sair dali nem que chamasse a policia. 
Peguei a bandeja e comecei a comer tudo que estava ali , eu só comia pelo bebê pois não tinha nenhuma fome. Assim que terminei Justin entrou no quarto quieto e parou em minha frente ainda em silencio.
Eu: oque vai fazer hoje ? ontem você já não me deixou pensar o bastante sozinha e sem ar , luz ?
Justin: cala a boca , eu vim te trazer pra irmos ao salão!
Eu: para que ?
Justin: não se faça de boba , você vai ser minha esposa pra sempre e quero esse casamento pra mostrar aos nossos netos! -ele piscou com olhar maldoso- 
Eu: eu não vou me casar você sabe muito bem disso
Justin: escuta aqui -ele me pegou pelos dois braços- você vai ao salão se arrumar e vai estar perfeita pra se casar comigo , eu arrumei tudo pra esse dia e você sabe muito bem que não vai poder fugir!
Eu: oque você fez ? cadê o Justin que eu conhecia anti ontem que falou aquelas coisas meigas de como estava sonhando ?
Justin: ele nunca existiu , apenas foi um teatro até você descobrir tudo e meus amigos me alertarem de tudo isso
Eu: você é um idiota mesmo , eu não vou me casar com você ! ME SOLTA! 
Justin: você vai fazer oque eu mando , você não tem escolha , agora vamos logo! 
Ele disse me puxando pelo braço até o carro , eu respirei fundo e esperei ele entrar dentro do carro pra ficar o caminho todo em silêncio somente olhando para fora do carro observando aqueles prédios e comércios, coisas que raramente eu presto atenção. Assim que parou o carro Justin abriu a porta pra mim e eu sai sem olhar para ele até a entrada do grande salão de beleza da cidade , paramos na recepção e as moças apareceram para me guiar mas antes Justin me puxou para ele que me fez encara-lo.
Justin: aproveite bem querida , hoje é um dia muito especial para nós ! -ele se aproximou me dando um selinho mas virei o rosto e pude ouvir a bufada que ele deu ao beijar minha bochecha- continue assim mal criada que eu sou mal e não fiz nada contigo! -ele se afastou- tchau querida! -ele deu seu sorriso falso saindo do salão-
Xxx: ele é muito lindo , parabéns!
Eu: ah muito obrigada -"que seja" eu disse em minha mente-
4 horas depois...
Xxx: Srta. SeuNome o Sr. Bieber está esperando lá embaixo , parece que ele queria falar com você , tire o vestido logo! -eu tirei o vestido sem nenhum animo e fiquei somente de calcinha e sutiã branco , na verdade era uma bela lingerie branca- como ele é seu marido isso não ficara tão desagradavél , vou chama-lo! 
Aquela mulher só poderia ser maluca , eu me olhava no espelho enquanto esperava o Justin subir, bateram na porta e a mulher entrou com Bieber ao lado.
Xxx: Fiquem a vontade e não demorem muito! 
Eu ainda estava com o olhar no espelho e poderia ouvir os passos de Justin que a cada centímetro que ele se aproximava sentia um arrepio e medo, ele chegou atrás de mim beijando meu ombro mas eu me afastei olhando para ele.
Eu: oque você quer ? 
Justin: não vai me agradecer ? ninguém nunca vai te dar isso antes de seu casamento como eu te dei!
Eu: você é um filho da puta , veio aqui só pra me dizer isso ? -eu perguntei cruzando os braços- quer saber ? esse é o vestido que vou usar esta vendo ? -eu levantei o vestido modelando em meu corpo- 
Justin: não faça isso , dá azar mostra o vestido para o noivo!
Eu: que se foda, é essa a intenção!
Justin: nossa que bravinha , uma bravinha sexy que logo logo estara casada com o senhor aqui! -ele sorriu safado- 
Eu: idiota -mostrei o dedo para ele- oque você quer fala logo !
Justin: Eu sei que você vai tentar fugir então vim te alertar de algumas coisas -ele disse se aproximando e fiquei de frente para o espelho poupando meus olhos de ver ele- se tentar sair correndo vão te pegar -seu alito quente me arrepiou assim que apareceu em meu ombro- se tentar sair pelos fundos iram te pegar -ele disse enquanto me abraçava forte- se dizer não irá ser contra sua vontade -ele beijou meu pescoço beijando a mesma- e se tentar fazer escanda-lo você morre , já está tudo assinado mesmo então você que se foda 
Meus olhos se abriram de uma forma que nunca vi e então me perguntei "cade o Justin ?" ah é aquele Justin era só um teatro e oque eu deveria ter conhecido estava falando comigo agora , meu corpo levou um choque assim que ele se soltou de mim e oque mais latejava minha cabeça era o fato de , eu não posso fazer nada e se fizer eu iria morrer meu bebê iria morrer, FILHO DA PUTA!
Eu: você tá fazendo isso porque ? 
Justin: um dia só que ficou presa eu fiquei em casa no mesmo lugar que você pensando e tudo que eu sentia por você não era correspondido e eu tinha que manter o foco pro que eu tinha em mente desde o começo então estou cumprindo com minha palavra e ninguém vai estragar , inclusive minha família estara lá e eles são as únicas pessoas que eu realmente tenho amor por isso não quero matar alguém na frente deles. -ele virou meu rosto dando um selinho mas logo o empurrei- vejo você no altar querida , quero dizer , SeuNome Bieber!
Logo depois ele saiu e eu fiquei com tanta raiva que para me controlar sentei no sofá e abracei meus joelhos não acreditando no que havia acontecido... A Mulher do Salão chegou em mim desesperada e perguntou oque estava acontecendo mas eu só queria chorar , eu queria quebrar tudo que estava ali naquele comodo , fazer o maior escândalo e fugir pra um lugar distante de tudo que tem aqui mas eu fiz ao contrario , levantei e pedi para que ela me ajudasse a colocar o vestido e o sapato branco , arrumar a tiara no cabelo e me posicionar em frente ao espelho. 
Meu choque foi tanto ao me ver de vestido branco , era o vestido que eu tinha escolhido junto com Justin para subir o altar (veja o vestido) ele tinha uma parte que poderia tirar na hora de irmos a festa para não precisar trocar, o vestido era perfeito e eu estava me sentindo feia de alguma forma , eu não estava casando com quem eu amava e isso me fez sentir feia e somente o vestido me tornava uma pessoa bonita e olha lá , o sapato era branco com um salto grande que me poderia fazer cair só com um passo infalso, me assustava pensar que serei obrigada a casar a força e não ter um casamento que eu sempre quis com a pessoa que eu amo. Sai imediatamente de frente do espelho e a mulher já me perguntou se eu estava bem pois minha cara estava pálida.
Eu: Eu só estou com ânsia , eu devo estar emocionada com tudo isso e meu bebê não ter reagido bem! -eu disse colocando a mão na barriga que já estava muito bem aparente no vestido-
Xxx: sua barriga está enorme, esta de quantos meses ?
Eu: 6 meses
Xxx: nossa , e já esta enorme ? ele vai nascer lindo!
Eu: awn obrigada! 
Xxx: qual vai ser o nome ?
Eu: eu não sei ainda , eu estou muito indecisa e acho que só saberei no dia que ele nascer -rimos juntas-
Esse foi um momento que me animou pois eu estava triste por dentro , eu só não me mataria porque eu pelo menos tinha um motivo pra continuar minha vida: meu filho. Logo chegou outra mulher da recepção avisar que o carro havia chegado e tinha que descer . Então assim eu fiz , com ajuda da mulher no qual eu ainda não sabia o nome me ajudou a descer as escadas pegando meu vestido e assim que chegamos os olhares das clientes foram de total atenção a mim , elas desejavam boa sorte e aplaudiram desnecessariamente pois mal elas sabiam que eu estava sendo obrigada a casar com o cretino , cachorro do Justin. Ao sair vi uma limousine parada em frente do salão e vários fotógrafos ali , eu tão assustada não pensei que aqueles flashes era dos paparazzis do bieber , aquele que deixou a carreira por um tempo e agora todo o mundo sabe que vai casar e vieram saber de tudo isso. Que vergonha ,Que raiva, Que ódio, Te odeio bieber.
O caminho todo até a igreja foi um saco , minha cabeça não parava de pensar em Niall e eu sentia que ele estava muito perto assim como os meninos e Selena. Era algo tão estranho pra mim ficar sem minha melhor amiga que Justin me tirou total  contato com ela ou com eles, vadio. Já poderia avistar onde era a tal igreja com o tanto de paparazzis e vários seguranças como Justin me disse , eu vi os amigos de Justin. Eu só não sabia quem iria entrar comigo mas o motorista disse que entraria com um homem, o motorista forçava um pouco mais a voz que me estranhou muito. Ele estacionou e um homem abriu a porta para mim, ele tampava muito bem seu rosto e tinha cachos , isso me lembrava muito Harry Styles mas não poderia ser ele pois o Harry não estava lá e nem sabia de meu casório. Respirei fundo dando o primeiro passo mas fui impedida pelo Homem que me estendeu a mão e entrelacei minha mão a dele como se ele tivesse alguma intimidade em mim pra fazer isso mas deixa isso pra lá porque eu estou sentindo aquelas tão borboletas no estomago que estão devorando meu bebê, entramos na primeira porta da igreja e fechando a primeira em frente tinha uma segunda que estava fechada e já sabia que seria aquela que iria entrar.
Respirei fundo e vi os padrinhos entrarem e eu estar escondida um pouco lá atrás, meu coração estava quase saindo pela boca pois a igreja estava linda e como se fosse contos de fadas inclusive o fotografo estava rápido e filmava cada passo naquele imenso tapete vermelho. Eu fechei os olhos forte soltando a mão do homem e fiz um pedido , que meu futuro a partir de agora esteja nas mãos de Deus , ouvi alguém me chamar com um psiu e abri meus olhos tentando procurar quem era e então eu pude ver , eu reconhecia aqueles cabelos loirinhos de qualquer lugar , ele se aproximou de mim me puxando um pouco pro lado me fazendo ficar com o coração batendo forte e meu sorriso surgir assim do nada e ficar todo o momento por ver ele.
Niall: Quer se casar com ele ? -ele perguntou serio-
Eu: Você sabe que não 
Niall: Prove -ele disse desafiador-
Eu: Como ? -eu perguntei olhando no fundo dos seus olhos-
Niall: Fuja comigo -um sorriso meigo de lado surgiu-
Eu: Para aonde iriamos ? 
Niall: Aonde quiser. Para o mar , para outro país , para as montanhas... está com medo ?
Eu: Não 
Niall: Ah não ? Serio ? Se é o Justin que está preocupado , não é pra viver com medo desse canalha, ele não pode fazer nada pra você. -ele disse acariciando meu rosto- você largaria tudo pra ficar comigo ?
Eu: Faria qualquer coisa para ficar com você. -eu disse com o maior amor , com confiança-
Niall: você confia em mim ?
Eu: Sim! 
Então, com meu longo vestido branco, e Niall com sua simples calça jeans e camiseta seguimos em rumo ao horizonte em cima da moto Ducati 848 EVO.
Eu: nunca vi essa moto Niall
Niall: não é atoa que o Bieber customizou isso e deixou parada especialmente pra nós né ? -ele disse rindo- vamos pra bem longe e isso é só pra deixa-lo mais puto!
Eu: eu te amo Niall 
Demos um selinho pouco demorado e Niall acelerou dando a partida com a promessa de que nunca mais olharíamos para trás e dali em diante seguiríamos outro rumo.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...