História Steven Universo - O final - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Ametista, Connie, Garnet, Greg Universo, Leão, Pérola, Personagens Originais, Rose Quartzo, Steven Quartzo Universo, Stevonnie
Exibições 24
Palavras 494
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Sci-Fi, Super Power, Suspense, Violência
Avisos: Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem vindos a minha nova história, espero que gostem e se emocionem.

Capítulo 1 - A invasão


Eu, Steven, com 14 anos de idade, tenho que admitir, sempre vou comer no Big rosquinhas, ali vendem as melhores rosquinhas já feitas na história da humanidade, eu passeava pela praia, comendo uma belíssima rosquinha de cobertura rosa com granulados coloridos quando vejo algo tampando o Sol, um enorme triângulo pairava muito acima do chão, e era enorme, maior do que toda Beach City, rapidamente fui até o templo para saber o que estava acontecendo.

-O que está acontecendo?- perguntei desesperado.

-Não sabemos - respondeu pérola.-achamos que pode ser uma nave gem.

-Daquele tamanho !!!! Olha o tamanho daquela coisa, é enorme.

-Pérola, prepare o canhão de luz, agora - disse Garnet, provavelmente ela teve uma visão da nave atacando.

Pérola foi correndo para carregar os canhões, Garnet foi ajudá-la e Ametista dormia, assim como o leão. Um tempo depois, meu pai chega tentando saber o que está acontecendo, e os canhões estão preparados, depois de explicar ao meu pai o que aconteceu algo tremeu a Terra, a nave começou a atirar, tiros saiam de uma arma triangular amarela de debaixo da nave, e Garnet e Pérola atiravam com os canhões de luz, mas parecia não dar efeito na nave. Um tempo depois de tentativas e falhas uma luz surgiu da nave e seres humanóides desciam, aquelas pedras nos soldados, não eram preciosas, eram simplesmente rochas, sedimentares e magmáticas, não tinham expressão nem sentimentos, eram duros e frios, eu tinha pena deles e ódio de quem fez isso com eles. Ametista e Garnet lutavam contra ele e eu também, Estavamos muito cansados e vinham mais, quando eu vejo, no horizonte, as rochas se desfazendo, e Connie com a espada de minha mãe empunhada, cortando as rochas, ela olhou pra mim, e logo pensamos o mesmo, eu corri em sua direção e nos fundimos. E como Stevonnie nós desfaziamos todos os soldados com apenas um golpe. De repente, todos eles pararam e voltaram para a nave em um feixe de luz amarelo. Logo depois os feixes iluminou cada um de nós, até o Leão, e fomos sugados para a nave, ela parecia ficar maior, entramos nela dentro de uma cela, eu e Connie nos desfundimos e leão estava ali também, havia uma janela, a nave se afastava da Terra, e aquela cena me assombra até hoje. Um raio amarelo atingiu a Terra, e ela se desintegrou em poeira de dentro pra fora, se corroendo, e sendo levado pela gravidade dos outros astros, só restou as construções gems ali, todos os meus amigos se foram, eles morreram, o meu lar, se foi, foi destruido. Não sobrou nada além de templos e construções velhas sem nenhum valor pra mim. Até que eu vi uma figura gigante passando na frente da cela, eu reconhecia ela, havia uma pérola amarela ao seu lado. Era uma diamante. Um chiado surgiu ao nosso lado, e uma fumaça saia de um pequeno furo no canto da cela, e quando respirei eu desmaiei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...