História Steven Universo - O final - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Ametista, Connie, Garnet, Greg Universo, Leão, Pérola, Personagens Originais, Rose Quartzo, Steven Quartzo Universo, Stevonnie
Exibições 23
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Sci-Fi, Super Power, Suspense, Violência
Avisos: Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Antes de ler a música, aviso que foi baseada na abertura extendida. Tem disponivel no youtube.

Capítulo 2 - A Tragédia


Quando eu acordei estava em uma cela maior, com todas as Crystal gems, meu pai, Connie e o leão. Eles estavam com expressões tristes em seus rostos, eu havia sonhado com a Terra sendo destruída, mas eu sabia que aquilo não poderia acontecer, senão todo o nosso trabalho seria em vão, eu vi um paralelepípedo na parede, de cor preta com pontos brancos, eu cheguei mais perto e vi que era o espaço, olhei para todos os lados da janela e não consegui ver a Terra, apenas algumas pequeninas construções concentradas num local, e ao lado dessas construções, estava a Lua. A Terra realmente havia sido destruída, meu coração apertava, nunca antes havia sentido tal tristeza, ao ver meu lar sumindo, meus amigos, tudo o que eu conhecia. Mas a minha família estava comigo, e conseguiremos sair dessa, eu vi que meu pai tocava um cavaquinho, e eu me lembrei de quando era pequeno; a primeira música que compus, achei que aquilo iria animar o clima, então com lágrimas nos olhos, eu peguei o cavaquinho, engoli o choro, esqueci que havia tristeza, eu tentava tocar, mas havia esquecido a nota inicial, era dó, ou ré? Então eu fui com o dó. E comecei a cantar com entusiasmo

Steven- Se você é mal e vai atacar, pode contar que nós quatro vamos te agarrar

                somos bons e o mal não se eterniza, depois de vencer nós vamos comer pizza

               Nós, somos as Crystal Gems, nós sempre salvamos o dia

               não pense que não podemos, abaixo a covardia, e é por isso que todo mundo sempre, acredita

               Na Garnet, na Ametista;na Pérola e no Steven

Elas olharam pra mim, mas não de um jeito normal, elas estavam tristes demais até para curtir uma música, mas eu tive esperança quando pérola pegou ar e começou a cantar, mas logo não durou muito.

Pérola-

Agora você pode, até imaginar, estamos além do Sol, e pra Terra não vamos voltar

Aquele planeta azul, tão belo e valioso, pudemos te proteger, mas não pudemos proteger sua Terra,

Não pudemos proteger sua Terra, nem proteger todos.

 Aquelas palavras me apertavam o coração, pois era a realidade. E Garnet começou a cantar

Garnet

Eu lutava, pois eu era livre, pra conviver e ser como sou.

Pérola

Em nome de Rose Quartzo lutar,  mas tudo aquilo foi em vão.

Ametista

Eu lutava pelo lugar de onde eu era, a Terra era o que eu conhecia, e agora já era.

 Eu me cansei, não precisa ficar assim, não podemos desistir só porque o nosso lar foi destruído, me enchi de determinação, e cantei.

Steven

VOU lutar, pois um dia eu serei, o que todos querem que eu seja SE eu crescer.

Connie percebeu minha determinação, assim como todos na cela, e cantou junto comigo.

Steven/Connie

As chances são poucas não está fácil. MAS UNIDAS IREMOS ESTAR.

 As Crystal Gems ganharam força, suas pedras brilharam, a  minha também, e os olhos de todos os outros brilharam em conjunto, e todos começaram a cantar(e o leão rugia)

Todos

 NÓS, SOMOS AS CRYSTAL GEMS, NÓS SEMPRE SALVAMOS O DIA

NÃO PENSE QUE NÃO PODEMOS, ABAIXO A COVARDIA,

E É POR ISSO QUE TODO MUNDO SEMPRE

ACREDITA

NA GARNET; NA AMETISTA; NA PÉROLA E NO STEVEN

A cela estava mais feliz, havia crescido uma força inigualável entre nós, tendo poderes ou não, naquele momento nossas forças se igualaram, assim como nossos sentimentos. Estávamos felizes, rindo até que a diamante amarelo chegou na nossa cela, com raiva.

-O que está acontecendo aqui? Eu exijo silêncio, estão tirando a minha paciência.

E ela foi em bora. 

-O que faremos?- perguntou pérola.

-Eu tenho um plano.-respondi.


Notas Finais


Espero que tenham gostado :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...