História Steven Universo: O Viajante - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Ametista, Connie, Garnet, Greg Universo, Lápis Lazuli, Leão, Peridot, Pérola, Personagens Originais, Rose Quartzo, Rubi, Safira, Steven Quartzo Universo, Stevonnie
Tags Steven Universo
Visualizações 41
Palavras 946
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sem idéias do que dizer kk
Boa leitura 😅

Capítulo 22 - Pedido inusitado


Fanfic / Fanfiction Steven Universo: O Viajante - Capítulo 22 - Pedido inusitado

Enquanto isso, no celeiro...

Lápis assistia um programa sobre os humanos, buscando como sempre adaptar-se ao lugar.

_ Lápis, será que você poderia trazer aquele pacote ali em baixo? _ Pediu Peridot, mas percebendo que Lapis não tinha prestado atenção. Suspirou. _ Oh, LÁPIS!!! _ O enorme grito de Peridot fez Lapis levar um susto, escorregando seu cotovelo que se apoiava em seu joelho.

_ O que foi!? _ Retrucou Lapis, um pouco irritada pela "delicadeza" de sua amiga.

_ Obrigado. _ Agradeceu Peridot, depois de receber o pacote, tentando não rir da cara de Lápis.

_ Então... Peridot, você sabia que os humanos costumam montar famílias para conservar a espécie? _ Perguntou Lápis, tentando parecer descontraída, mas se mostrando interesada na resposta da Gem verde.

_ Mas é claro, é assim que ele se reproduzem. Tem que ter o pai e a mãe pra poderem ter os filhos. Por que o interesse sobre isso? _ Perguntou Peridot, tentando parecer interessada.

_ Não, é que… Rose não tem mãe, não é mesmo? _Perguntou Lápis.

_ Claro que não, já esqueceu o que aconteceu com a Connie? Melhor não falar sobre isso perto do Steven.

Lápis concordou com Peridot.

_ Mas e como Steven fica em relação a isso?

_ Sei lá, ele se vira pra criar a Rose. _ Respondeu Peridot.

_ Não deve ser nada fácil… Talvez se eu… _ Lápis foi interrompida por Peridot, antes que pudesse terminar seu pensamento.

_ Parece que tem alguém chegando. _ Falou Peridot, ouvindo passos que se aproximavam do celeiro.

As duas gems param por um instante, esperando ver quem seria o visitante. Quando ele chega até a entrada, um sorriso nasce na face das duas gems.

_ Steven! _ Disseram as duas, em conjunto.

_ Olá. _ Disse o rapaz, com a mão levantada.

Lápis corre até o rapaz e o recebe com um grande abraço, o mesmo corresponde.

_ Haha, com essa recepção calorosa, vou vir aqui mais vezes. _ Falou Steven, sorrindo. _ Não vai me dar um abraço também, Peridot? _ Perguntou, percebendo que a gem ainda estava sentada.

_ Eae, Steven, bom te ver. _ Respondeu Peri, tentando esconder a felicidade pela visita do amigo.

_ Sem abraço? Que pena, talvez isso me fizesse vir mais vezes. Pensando bem, acho que estou tão triste que vou embora nesse exato momento... _ Falou Steven, em um tom de voz sarcástico.

_ Não! _ Gritou Peridot, retomando sua postura logo em seguida. _ Quer dizer, claro, um abraço não custa nada. _ Ela foi até o jovem e lhe deu um rápido abraço.

_ Enfim, o que o traz a nossa humilde morada? _ Perguntou Peridot, ainda um pouco envergonhada pela situação.

_ Eu vim procurar por Garnet e Ametista. Não achei elas em seus quartos. Sabe onde elas estão?

_ Chegou tarde, elas pegaram a nave e partiram em uma missão no espaço. Disseram quem voltariam em uma semana. _ Disse Lápis.

Steven suspirou. _ Agora vou ter que arrumar outras gems para comandarem o reconhecimento...

Peridot e Lápis olharam uma para a outra, pensando exatamente na mesma coisa.

_ Pois bem, Steven, não quero me gabar, mas você está olhando para duas gems da elite. _ Falou Peridot, com confiança no que dizia.

Steven riu por um instante. _ Claro, claro. Parece quem não tenho outra escolha. Vocês podem vir comigo. _ As duas comemoraram com pulos de alegria. _ A propósito, eu sei que vocês não comem nem precisam dormir, mas não teriam um pouco de água pra beber?

_ Oh, sim. Lápis, traga um pouco de água potável para Steven, por favor. _ Pediu Peridot.

_ Claro. _ Respondeu Lápis, indo buscar água em um lago ao lado do celeiro rapidamente com sua asas. _ Aqui está, Steven. _ Ela ofereceu-lhe um copo de água.

_ Obrigado. _ Agradeceu Steven, tomando um gole logo em seguida.

Lápis tossiu por um momento, tomando a atenção para si. _ A propósito, Steven, eu andei estudando os humanos e como se organizam para viver e… _ Lápis tomou coragem para falar. _ Eu quero ser a mãe de Rose!

O pedido de Lápis deixou Steven tão surpreso, que despejou a água em sua boca de uma só vez. O rapaz tossiu, tentando tomar fôlego. _ Desculpe, eu acho que não ouvi direito, poderia repetir, Lápis?

_ Bem, é que você me ajudou tanto no passado e continua me ajudando a cada dia... Eu só queria retribuir… Poder ajudá-lo ao menos um pouco… _ Respondeu Lápis, um pouco envergonhada.

_ Você não precisa fazer isso, está tudo bem em casa com Rose e… _ Steven é interrompido por Peridot.

_ Claro que está, a garota espera horas no sofá pelo pai ausente, que quando chega, ainda tem uma creche de gems para cuidar. _ Falou Peridot com sarcasmo e rindo.

_ Não está ajudando... _ Susurrou Steven. _ Enfim, vocês devem se preparar para partirmos o quanto antes…

_ Eu não vou até você deixar eu te ajudar… _ Retrucou Lápis, de ombros cruzados.

_ Eu não tenho tempo para isso. Melhor entrar no jogo dela… _ Pensou Steven, suspirando. _ Então tudo bem, você pode me ajud… _ Steven nem ao menos termina de falar e já tinha Lápis pulando em sua direção, ela parecia estar muito alegre com a decisão dele.

_ Oh, desculpe, desculpe. _ Lápis se afastou do rapaz, percebendo que ele já estava ficando sem ar de tantos abraços.

_ Tudo bem então. Vou em busca das outras gems para o reconhecimento. Fiquem preparadas. Agora eu tenho que ir. Até logo. _ Despediu-se Steven.

_ Quem diria, Lápis Lazuli, mãe... _ Falou Peridot, tentando enfatizar com as mãos.

_ Bem, não deve ser difícil, não é? _ Assentiu Lápis. Ela não fazia ideia no que tinha se metido.


Notas Finais


Mais tretas vão rolar, é só esperar...
Curtiu? Deixe seu comentário.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...