História Steven Universo: O Viajante - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Steven Universe
Personagens Ametista, Connie, Garnet, Greg Universo, Lápis Lazuli, Leão, Peridot, Pérola, Personagens Originais, Rose Quartzo, Rubi, Safira, Steven Quartzo Universo, Stevonnie
Tags Steven Universo
Visualizações 32
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo novo!!!

Capítulo 32 - Luta de cada dia


Fanfic / Fanfiction Steven Universo: O Viajante - Capítulo 32 - Luta de cada dia

O campo de batalha era tingido com o vermelho indiferente das explosões. Cercado, me vi forçado a batalhar sozinho contra os inúmeros inimigos que me rodiavam, gems de Homeworld. Eu poderia vencê-las, mas levaria algum tempo para isso, tempo que me afastava dela, deixando-a exposta as gems inimigas. Sem perder tempo, derrotei as gems o mais rápido que pude, mas enquanto lutava, meu coração tremeu, algo estava errado. Logo após, me dirigi em sua direção, só para me deparar com uma cena que ficaria marcada em minha mente pelo resto de minha vida. Uma gem puxava sua arma para fora de um corpo, o corpo de uma humana...

Acordei ao susto, uma lágrima escorria de meu olho direito. Limpei-a rapidamente.

_ Que droga! _ Pensou Steven.

Os sonhos com a Connie tinham ficado piores desde que tinha chegado. Já não lhe era suficiente olhar para Rose, que tinha o mesmo rosto e olhos de Connie, agora se deparava com a própria Connie em pessoa. Não que ele as odiasse, mas relembrar o passado lhe causava uma dor interna indescritível. Uma dor que Steven achava ter superado.

Perdido mais uma vez em seus pensamentos, Steven volta a si ao ouvir uma voz familiar.

_ Steven!

_ Connie... _ Steven ficou surpreso com a volta da garota, achou ter sido claro sobre querer ficar sozinho. _ Algum problema?

_ Não... Quer dizer... Sim! Pode me contar o que aconteceu entre nós de onde você veio? Se fiz algo de errado, me desculpe…

_ Não fez.

_ Não fiz? Então por que você está me evitando desse jeito?

_ Eu só estou tentando deixar tudo no lugar pra quando o Steven que vocês conhecem voltar...

_ Espero que ela tenha acreditado, nunca fui bom em mentir, pensei.

_ Mas então por quê você pode falar com as outras gems?

_ Err... É porque... _ Steven suspirou. A garota sempre foi muito esperta em suas lembranças, aqui não era diferente. _ Escute... Aconteceram algumas coisas, coisas que não podem ser evitadas, mas não é sua culpa. Preciso que entenda isso.

_ Mas então me conte o que aconteceu! Pra que eu possa ajudá-lo! Por favor, me deixe fazer isso por você!

O corpo de Steven estremeceu e seu corpo ficou paralizado por um momento. Connie disse as mesmas palavras quando lhe pediu para lutar ao lado das Crystal Gems na guerra contra as diamantes.

_ Steven, tudo bem? Você está...

_ Não posso... Não dessa vez... Me desculpe. Eu preciso ir agora.

_ Ei! Espere... _ Antes de perceber, Steven tinha partido pelo transportador, deixando Connie sozinha onde estava.

_ O que aconteceu para você mudar tanto... _ Suspirou Connie.

Chegando no Celeiro, Steven percebeu que Pérola e Peridot já estavam terminando o serviço.

_ Oh, Steven! Que bom vê-lo aqui. Como pode ver, já estou terminando aqui.

Pérola lançou um olhar sério para Peridot.

_ Ah, é. Pérola ajudou um pouquinho.

Steven riu da situação.

_ Agradeço pelo que vocês estão fazendo.

_ Não há de quê. Você já nos ajudou tanto. Não custa nada retribuir o favor... Mesmo que seja mandando você em uma missão suicida.

_ A não ser que tenho mudado de ideia.

_ Não mudei, Pérola.

_ Entendo.

Poucas horas depois. Steven e sua tripulação improvisada já estavam prontos para partir.

_ Não achei que voltaria para Homeworld algum dia.

_ Muito menos nós. _ Falou Pérola, com Garnet ao seu lado.

Nos ultimos momentos para finalizar o transporte. Pérola resolveu dar um ultimato e quis ir junto, sobre o pretexto de não finalizar o transporte caso não fosse, Steven não teve escolha a não ser aceitar a gem.

_ Bem pelo menos nos temos uma técnica nata conosco agora. _ Pensou Steven. _ Escutem! Podemos não saber o que nos aguarda em nosso caminho, mas estaremos juntos até o final.

_ E se vocês falharem? _ Falou Peridot, recebendo maus olhares pelo que disse.

_ Faremos isso juntos também. _ Disse Steven, com um tom de voz firme. Provando mais uma vez que era o líder das Crystal Gems.

Casa na Praia ( Futuro )

Mesmo no estado atual de Steven, Rose ainda tentava fazer o que podia para ajudá-lo, seja o animando, ou encenando cenários do seu passado para tentar fazê-lo se lembrar do seu antigo eu.

_ Ha hah! _ Exclamou Rose, apontando a régua em sua mão para o quadro negro à sua frente, que tinha um desenho um tanto "mal feito" de White D. _ Preste bem atenção no que vou dizer agora, pois não vou repetir!

_ Certo! _ Concordou Steven, sentado no tapete enquanto observava a "palestra".

_ Essa é White Diamond! O que isso quer dizer?

_ Eu sei, eu sei! Quer dizer que devemos conversar com pra podermos nos tornar amigos!

Rose suspirou. _ Quer dizer PERIGO! MORTE NA CERTA!

_ Ah. Entendi.

_ Tem certeza que deixar Rose cuidar do Steven é o certo a se fazer?

_ Dadas as circunstâncias, não podemos ajudá-lo mais do que isso, Lapis.

Pérola e Lapis tinham resolvido dar um descanso no trabalho e observar como Rose "supervisionava" Steven.

_ Ao menos parecem estar se divertindo...

_ Certamente que sim...

_ Percebeu que ele parece mais feliz depois do que aconteceu?

_ Percebi, Lápis. Mas não o culpo. Mesmo dividindo o trabalho de liderança conosco, isso ainda pesa muito em seu ombro. Ele parecia segurar as pontas quando Connie estava ao seu lado. Mas agora que ela se foi...

_ É por isso que devo ficar ao lado dele. Para tentar ajudá-lo, amenizar sua d...

_ Ei, suas tontas! _ Gritou Peridot, que tinha acabado de chegar do transportador. _ Acabou o recreio. Ainda temos muito trabalho pra fazer. Então se apressem e venham me ajudar!

_ Falando em problemas... _ Falou Pérola, sarcasticamente.

As duas riram, seguindo Peridot logo depois.


Notas Finais


Os capítulos estão demorando sair por causa do meu pouco tempo livre. Infelizmente, estou cheio de coisa pra estudar, já que vem vestibular por ae 😓


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...