História Stigma of love - Capítulo 1


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Yoonmin
Exibições 158
Palavras 900
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii gente
Aqui estou eu com uma fanfic do meu otp supremo "Yoonmin" espero que gostem ^^
Essa fanfic vai ser um pouco diferente neste capitulo vocês vão descobrir o porque, e tem mais eu estou escrevendo essa fic junto com a ~yoonminforever e com a ~Torta-Pro-Kook então vai ser assim, eu posto o um ela o dois e assim continuamente
Sem mais nem menos
♡♡ Boa leitura ♡♡

Capítulo 1 - Begin


Fanfic / Fanfiction Stigma of love - Capítulo 1 - Begin

Eu fui o último a permanecer naquela sala depois da cerimônia do funeral, e mesmo com muitas tentativas do Namjoon eu não iria deixar Jimin sozinho, mesmo com ele morto eu não deixaria ele só, cumprirei minha parte da promessa embora ele não tenha cumprido a dele, nossa promessa de que ficariamos juntos para sempre.
Se havia algo qie eu estava aprendendo com isso é a facilidade com que perdemos tudo aquilo que achamos ser infinito e eu sentia-me morrer por dentro magoado pelo amor que tinha perdido.
  Acordo de meus pensamentos distantes quando sinto uma leve cutucada em meu ombro, me viro e dou de cara com o sacristão do cemitério que, me olha sem compaixão alguma e me avisa que terei de me retirar afinal ele e seus ajudantes precissavam pegar o corpo para leva-lo ao crematório, aquela frase foi como im soco em meu peito, sem demora sinto meus olhos arderem e minha visão se tornando turva devido às lágrimas, mesmo assim me aproximo do caixão onde ele fora colocado para vê-lo pela ultima vez.
Ele está deitado com os braços cruzados sobre o peito e no rosto carrega uma expressão neutra e de paz, parece tão angelical que por um instante penso que ele talvez esteja apenas dormindo, que quando eu tocar sua bochecha ele vai bocejar, sorrir e beijar minha boca.
Porém quando toco seu rosto, ele nem ao menos suspira afinal seu corpo está rigido e inflexível e só de pensar que nunca mais o verei e que vão queimar esse rosto que eu tanto beijei durante nosso tempo juntos até que se torne apenas cinzas sinto o coração despedaçar-se, deposito um beijo sobre a testa de Jimin e saio do cemitério, embora eu seja um ceifador, não me agrado da morte de ninguém afinal, pessoas morrem todos os dias e eu continuo vivo vivendo essa vida sem-graça dia após dia, creio que esse seja o preço da imortalidade, mas mesmo sentindo pena das pessoas cija alma era roubada pelos braços egoístas da morte, que nunca se contenta com apenas uma pessoa por dia, nunca senti tanta dor assim mas creio que isso seja porquê antes de Jimin, eu simplesmente não amava ninguém e nunca havia me entregado de coração e alma para outra pessoa como para Jimin, preso dentro desses pensamentos corro, corro o mais rápido que posso enquanto vou me desfazendo em pensamentos de culpa e remorso apenas perdendo-me um pouco mais na escuridão que sempre habitou dentro de mim.

  Quebra de tempo: 7 anos mais tarde

-Já disse que não vou sair de casa só pra ir no mercado! Se você quiser algo vá buscar por si mesmo afinal o mercado é apenas á duas quadras de casa
-Mas é por isso mesmo que estou pedindo para você ir Suginha, compre essas coisas para o almoço de amanhã e vê se conversa com alguém, você só fica trancado dentro de casa, tenho até medo do que vai acontecer se eu me mudar daqui
-Se você se mudar, eu chamo o Taehyung para morar comigo, eu tenho amigos além de você hyung!
-Sem mais nem menos Yoongi! - disse Jin me empurrando até a porta que estava aberta e me jogando sem cuidado nenhum do lado de fora - Você pode até querer continuar a ser essa pessoa antissocial e fria que você é, mas traga os ingredientes para que eu possa cozinhar algo amanhã! Não volte até ter comprado tudo, senão não te deixarei entrar.
E com essas palavras ele simplesmente me expulsou de casa.
Eu odeio sair de casa, mesmo todos esses anos tendo passado eu ainda me lembro nitidamente dele: suas risadas, seu cheiro e inclusive seu medo excessivo de trovões, infelizmente me lembro também da tarde de domingo do último verão que passamos juntos.
Na qual nós fizemos a promessa de que independente das circunstâncias nós ficariamos juntos para sempre.
Continuo caminhando imerso em meus pensamentos, chego no mercado e compro as coisas que o Jin havia pedido e após pagar as compras volto para casa apressado, quanto mais eu andava, mais percebia o ambiente ao meu redor, tudo estava cinza,parado e sem graça, as pessoas passavam umas pelas outras de cabeça baixa e era impossível achar um sorriso no rosto de qualquer uma delas.
  Apresso meus passos, e logo chego em casa que para minha alegria estava com a porta destrancada, entro ansioso para guardar as compras e poder voltar para o conforto do meu sofá.  Porém todo o ânimo parece desaparecer de mim quando vejo Jin conversando com um rapaz de cabelos pretos que estava de costas para mim.
  Não demora muito para que Jin notasse que eu havia chegado em casa  e logo sorri e me diz:
-Yoongi que bom que foi rápido! Esse cara aqui-disse apontando para o rapaz de cabelos negros que ainda estava de costas para mim - é um dos meus amigos, ele é fotógrafo, nos conhecemos no trabalho!
E quando o garoto se vira para mim, sinto como se meu coração tivesse parado de bater, afinal minha suspeita era verdadeira, o garoto das madeichas negras então me oferece um sorriso tão grande, que faz com que seu olhos desapareçam ou melhor, se torner dois risquinhos, e quando eu achei que os tiros já haviam acabado ele estende a mão para mim e diz:
-Prazer Yoongi! Meu nome é Park Jimin


Notas Finais


Foi isso gente ♡♡
Espero que tenham gostado e semana que vem acho que já sai segundo capítulo
Bjos meus amores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...