História Stockholm Syndrome - MITW, Cellps - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 98
Palavras 1.349
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


* Oin angels, bom... Sinto que isso vai dar polêmica, pois antes no grupo de MITW no facebook, deu uma polêmica sobre romantizar esses tipos de fanfic que pode ser consideradas estupros “romantizados” ou esse tipo de “romance louco” como alguns preferem chamar. Então decidi colocar alguns avisos antes de vocês lerem :3
Adeus povo
Hueheuehu

→ Essa fanfic contém: Cativeiro, correntes... Ou seja, essas coisas.
→ ⓲ < Por causa da violência e as drogas, é considerada + 18, mas, ainda não sei fazer lemon direito.
→ Nunca escrevi lemon, então podem ser que não seja um dos melhores, sorry.
→ Incesto, um pouco de incesto. Ou seja, relação entre irmãos.
→ Problemas mentais além da síndrome de Estocolmo.
→ Sadomasoquismo.
→ Altos xingamentos, se você não gosta de um vocabulário muito “vulgar” aconselho a não ler.
→ Drogas, efeitos das drogas um por um.
→ Assassinato e violência, não é só “corta” e pronto, é cada sentimento na hora da dor do personagem.
→ Obsessão.
→ E romances, romances que não são aceitos na sociedade de hoje em dia.


Bom, acho que é só isso ;-;
Então, se você está disposta a agüentar tudo isso, borá para o capítulo?

Capítulo 1 - Hipnotizado por você. 01


Fanfic / Fanfiction Stockholm Syndrome - MITW, Cellps - Capítulo 1 - Hipnotizado por você. 01

P . O . V    Mikhael Linnyker

não bastava ter que acordar cedo, agora estou acabado e sentado no corredor da escola, suando por causa da prova prática de educação física, oque educação física vai ajudar na minha vida? Prefiro ficar sedentário e gordo do jeito que estou. Meu irmão gosta um pouco, como alguém pode gostar de ficar correndo, dando voltas na escola inteira? Toma no cu.

Não tenho uma das melhores reputações na escola, bem de longe, é uma das piores. Tenho uma puta de uma sorte de isso não ser um internato. Pelo menos isso. Eu poderia ficar em casa me entupindo de Doritos e Pepsi. Bom, costumo ficar sozinho quando não estou com meu irmão. Não faço o favor de tratar ninguém bem, se tiver que falar que odeio a pessoa, eu falo. Não escondo quem eu sou.

­— Soube que dois garotos irão entrar na nossa turma! — Uma garota falou sorridente, típico.

— Será que são gatinhos? — Tinha que ser, tinha que ser mulher, só ligam para aparência e mais nada. Isso não é mulher, isso é puta.

— Espero que sim. — A outra falou numa empolgação desnecessária, como eu disse, puta. Ficam abanando o rabo para qualquer um ai, vai que seja um estuprador...

Levantei-me indo até a biblioteca, é o único lugar que eu posso ficar em paz – literalmente -, sem nenhuma garota falando de macho, sem nenhuma professora enchendo minha paciência, e sem ficar ouvindo conversas perdidas de outros alunos. Sentei numa cadeira, joguei minha mochila em qualquer canto. Apenas fiquei com fones de ouvido, escutando uma música no celular.

Vejo a porta da biblioteca sendo aberta lentamente, vejo meu irmão Felipe, mas prefere ser chamado de Felps. Nem eu sei de onde veio esse apelido, mas tudo bem.

— ...  — Começa um silêncio e decido puxar papo com ele.

— Como foi à aula? — Perguntei na cara de pau, bom... Eu cabulei a aula, aproveitei que ninguém estava vendo e por causa disso eu havia ficado no corredor.

— Você vai acabar repetindo... — Ele falou e logo o encarei um pouco com a expressão assustada, sério? Repetir em educação física? Depois dessa eu me mato.

— To zoando — Ele falou e logo em seguida gargalhou. Como você deve ter reparado, meu irmão é uma pessoa mais feliz, resumindo, uma pessoa menos infeliz e sem futuro do que eu. Ele é popular com as garotas, não posso dizer que não sou, mas a minha “grosseria” as afasta... Foda-se. Eu sou gay mesmo, gostar de cu é pecado? Não... Pera... Não sei, mas foda-se.

— Ta sabendo dos alunos que vão entrar? — Perguntei, minha curiosidade bateu, e olha que sou uma das pessoas menos curiosas do mundo.

— To sim, é uma das únicas coisas que o povo está falando... São dois garotos, eles vão chegar à escola daqui a pouco, isso se já não chegaram...  — Ele falou e logo em seguida bocejando, estava cansado.

— To vendo que andou investigando a vida deles, crush novo? — Falei e arranquei uma risada dele. Como as garotas podem achar que esse ser humano, é hétero? Ele ainda não “soltou a franga”, ninguém sabe que esse anormal, é um gay incubado.

— Coitadas, para de iludir elas... — Falei rindo, tenho pena delas.

— É engraçado um pouco, mas realmente da um pouco de pena... — Ele as chama para ir a alguma balada e larga elas em algum lugar qualquer. Isso que da, querer dar pra qualquer um. Escutei uma risada extremamente fina, parecia uma hiena parindo, mas... O.k... E logo em seguida uma risada extremamente gostosa e doce de se escutar. Olhei para o meu irmão e percebi que ele também havia escutado. Pelo menos, não estou ficando louco.

— Vamos ir para a aula? — Ele falou e logo fiz uma cara de “Não!”. — Ainda falta um horário, relaxa, não é educação física. — Ele falou me tranqüilizando.

— Fazer oque... Vamos. — Falei levantando-me da cadeira e saindo junto da biblioteca com ele. Tinha terminado o horário da educação física, acho que agora deve ser... Alguma matéria. Subimos as escadas, que no caso tinha umas três escadas – enormes – até chegar à sala.

Entramos na sala que ainda ninguém havia chegado, e apenas me joguei na cadeira e como estava com um pouco de sono acabei dormindo.

                [   ...   ]

Acordei com alguns barulhos e percebi que ainda estava na sala, vi o professor falando, — Reclamando —, Com um dos alunos que havia acabado de chegar, não me importei muito.

— Então turma, esses são os alunos novos que acabaram de chegar. — Olhei para cima e reparei que são os alunos novos que estão tanto falando.

— Eu sou Rafael Lange Pacagnan, mas me chamem de Cellbit e tenho dezesseis anos. — Ele era loiro e tinha lindos olhos azuis, bonito. Olhei para o meu irmão que estava sentado na minha frente, ele estava encarando o loiro atentamente, pelo visto se interessou.

— E-Eu sou Tarik Pacagnan, mas me chamem de Pac e tenho dezesseis anos. — Ele era tímido e estava um pouco corado, que gracinha. Ele tinha olhos negros e tinha certo brilho, seus cabelos eram iguais aos seus olhos. Seus traços eram finos e delicados... Ele era... Deixa quieto.

O professor os mandou sentarem na fileira da esquerda nas últimas cadeiras do nosso lado praticamente. E então, logo começou as aulas.

                [   ...   ]

Acabou a aula e logo em seguida descemos as escadas junto com o restante da turma, parecia um zoológico. Descemos normalmente, como estudantes normais.

Tinha um garoto na minha frente, o “tal” do aluno novo, ele errou um passo, mas segurei na sua cintura e puxei-o para perto. Seu corpo estava um pouco colado no meu.

— O-Obrigado... — Ele falou corando e sorrindo, os seus olhos, eram mais bonitos do que eu imaginava.

— Apenas tenha cuidado. — Falei soltando ele e descendo as escadas.

— Mikhael Linnyker... — Felps chamou meu nome e ficou sorrindo malicioso, ah não...

— Não fala nada que eu sei que você gostou do loirinho. — Falei e logo ele ficou calado. Sabia viu? Estava certo, ele gostou mesmo do loirinho. Saímos do colégio e conversamos aleatoriamente sobre alguns assuntos. Passamos em uma rua que era um atalho, estava sem ninguém nela. Escutei alguns passos atrás de mim e fiquei calado instantaneamente, meu irmão percebeu e olhou para trás rapidamente.

— Estão nos seguindo? — Perguntei olhando os dois seres humanos atrás de nós.

— Ah, claro que estamos... — O Tarik, Tarik esse é o nome dele, falou ironicamente. Apenas continuamos e fomos para a rua esquerda estávamos ao lado da nossa casa. Olhei para trás novamente e vi-os ainda.

— Somos seus vizinhos... — Felps falou e percebi, ele morava ao lado da nossa casa, éramos vizinhos...

— Legal — O loiro falou sorridente, tenho certeza que o meu irmão está babando por ele, na verdade, não sei oque está passando na cabeça do Felps nesse momento, ele sempre foi possessivo e obsessivo, ao extremo.

— Então ta, até amanhã — O Tarik falou dando um tchau fofo e logo em seguida puxando seu irmão junto, entrei na casa junto com o Felps. Esqueci de falar, eu e o Felps não somos únicos irmãos, tem mais um irmão, infelizmente ele vai vim só semana que vem.

— Ah, que fome — Falei sentindo o estômago roncando, me atirei no sofá da sala.

— Vamos ao mercado depois, preciso comprar algumas coisas. — Falei olhando para a cozinha, levantei-me do sofá e olhei para Felps que estava sentado no sofá enquanto olhava para o nada. Balancei minha mão na frente dele.

— Ei... O apaixonado, presta atenção! — Falei e ele olhou para mim, parecia pensativo.

— Ah, vamos sim, vamos sim... — Ele falou fingindo prestar atenção, apenas bufei e fui em direção as escadas e pro meu quarto. Peguei uma muda de roupa, uma blusa preta escrita em branco Arctic Monkeys, uma bermuda preta e uma sandália qualquer. Olhei em direção a janela e vi o Tarik, ele estava sem roupa apenas com uma boxer preta, o corpo dele possuía curvas perfeitas, ele era magro e suas costas eram largas. Tentei parar de pensar nisso e apenas fechei as cortinas da janela.

 

De alguma forma, não consegui tirar esse garoto da minha mente.

 


Notas Finais


Sorry se tiver algum erro <3

Olha, as músicas dos shipps que tem haver com a história:


Tag, You're It , Criminal - Essa são duas do MITW.
Stockholm Syndrome , Sorry - E essa é do Cellps
Strong - Celltw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...