História Stockholm Syndrome - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Fifth Harmony, Joe Jonas, Nick Jonas, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dallas Lovato, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Joe Jonas, Lauren Jauregui, Nick Jonas, Normani Hamilton, Selena Gomez
Tags Camila G!p, Camren, Drama, Selena G!p, Semi
Visualizações 194
Palavras 2.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, FemmeSlash, Festa, Orange, Policial, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hellooooooo y'all, tuuuuudo bem com vcs?? Espero q sim

Então meus amores, tenho boas notícias para vcs, primeira: eu vou ganhar um computador novo, yaaaaay, e isso vai me ajudar mto, pois eu escrevo bem mais rápido no PC. E fazer capas vai ficar mais rápida.

Segunda: vai ter maratona de Stockholm Syndrome, yaaaaay x2. Eu ando tendo mais criatividade para escrever essa fic pq as coisas estão andando mais rápidas do q eu esperava.

E a última coisinha q eu tenho pra falar, esse cap vai ser dividido em duas partes.

Okay? Okay. (Referência a A Culpa É Das Estrelas pq sim)

Espero q gostem meus amores.

Capítulo 15 - Girl's time


Fanfic / Fanfiction Stockholm Syndrome - Capítulo 15 - Girl's time

20:30


Terça-Feira, 29 de Dezembro


O corpo suado exausto da morena caiu na macia cama ao lado do corpo da garota de cabelos castanhos claros, a morena soltou uma lufada de ar e bagunçou os próprios cabelos. Ally abraçou apertado o corpo desnudo de Demetria e escondeu seu rosto na curva do pescoço coberto por marcas vermelhas que em breve se tornariam roxas. Ambas arfavam loucamente enquanto tentavam acalmar suas respirações descontroladas. A Lovato esticou a mão e tateou a cabeceira da cama, em busca de seu maço de cigarros e seu isqueiro.


Ally observava atentamente a Devonne acender um cigarro e prendê-lo entre seus lábios carnudos, tragando lentamente e deixando a fumaça branca escapar entre seus lábios.


- Você está bem, Demi?- Ally perguntou preocupada enquanto via a morena brincar com o cigarro em seus lábios vermelhos. A Brooke sabia que Demi só fumava se algo a preocupava ou se quisesse relaxar, e Demi se praguejava internamente por descobrir que a Brooke sabia de algo assim, tão pessoal.


- Ahn, talvez eu esteja. Ou talvez não.- a Lovato admitiu e deu outra tragada de seu cigarro. A garota brincava com a fumaça saindo de seus lábios carnudos entreabertos e olhando para o ventilador de teto no quarto de Ally.


- O que aconteceu bebê? Nós mal nos falamos no restaurante, você mal flertou comigo e você se recusou a dizer alguma coisa durante o sexo.- Ally passou as pontas de seus dedos levemente pelo maxilar da Lovato e a morena suspirou fundo.- E você tá estranha desde a noite de Natal.


- Eu não tô estranha.- Demi resmungou e se revirou na cama, fitando a Hernandez com uma feição irritada.- Tá tudo bem


- Não vem com essa de “Tá tudo bem.” Eu te conheço e sei que algo está te incomodando.- Demi grunhiu irritada e deu uma tragada em seu cigarro, deixando a nicotina relaxar seus músculos.- Olha, você pode não querer contar, mas eu irei insistir em te perguntar. E eu acho mais fácil você responder.


Ok, você venceu.- a Devonne soltou um suspiro frustrado de derrota e fitou o sorriso vitorioso nos lábios da Brooke.- Selena confessou que tem sentimentos por mim.- Ally soltou um ruído de desaprovação ao ouvir o nome da porto-riquenha, internamente, Ally não queria dividir a Lovato com ninguém. Ela sabia que estava se envolvendo com a morena da maneira errada, pois ela se lembrava da “Regra”.


“Não se apaixonar.”


E a Brooke sabia que a cada dia, a mesma ia quebrando a regra, e a Lovato não tinha a mínima ideia que Ally Brooke Hernandez estava se apaixonando por si.


- E o que você fez?


- Nada, eu não sei o que fazer.- a morena comentou sem graça.- Eu nunca fui muito boa com essas coisas, e eu sou profissional em levar foras, não em dar foras.- Demi riu amargamente e colocou o resto de seu cigarro na mesa da cabeceira da cama.


- Demi, não fale assim de si mesma! Se os babacas te deixaram, é porque eles são idiotas, você não tem culpa de nada. Você é incrível, doce, tem uma risada gostosa, bonita, e muitas outras qualidades que eu poderia passar horas mencionando-as mas você provavelmente apagaria se eu continuasse falando.- Demi soltou uma gargalhada gostosa que fez com que um sorriso surgisse nos lábios da Brooke.


- Wow, você pensa que eu sou realmente tudo isso?- Ally assentiu e Demi puxou a mesma para um selinho casto, Demi tinha essa mania de dar um selinho ao invés de agradecer por um elogio, para a Devonne aquilo era um simples gesto sem sentimentos envolvidos, mas para Ally, aquilo era bem mais do que um simples selinho.- Sabe Ally, eu realmente quero que Selena arranje alguém legal para ela…- antes que a Devonne pudesse continuar, a Hernandez a interrompeu.


- Como assim “alguém legal?". Você é legal e tudo mais Demi, e porque Selena precisa de outro alguém?- Demi soltou um suspiro e tombou a cabeça no travesseiro macio.


- Você sabe, Allycat.- Demi acariciou os cabelos macios da Brooke.- Você sabe que uma das harmonias ainda mexe com minha cabeça e com meus sentimentos.- a Texana soltou um riso sem humor e fechou os olhos castanhos, imaginando o que Lauren estaria fazendo nesse exato momento, provavelmente a Jauregui estaria deitada em sua cama abraçada com a Cabello fazendo qualquer coisa. O sangue de Demetria ferveu e o ciúmes  tomou conta de todo seu ser. Demi queria a Jauregui de qualquer maneira, e ela conseguiria isso.


- Demetria Devonne Lovato, para com isso! Você tem que esquecer a Lauren! Eu sei que você é apaixonada pela Jauregui, mas assim, ela superou.- Ally exclamou tentando não se estressar com a baixinha.- Sabe o que eu acho que nós temos que fazer? Levantar nossas bundas dessa cama, tomar um banho, chamar a DJ e a Mani pra uma balada e você tem que pegar alguém e esquecer essas duas!- Demi assobiou e aplaudiu a garota menor.- Bora então?- Demi assentiu e se levantou, deixando o corpo nu esbelto a mostra.-  Quer tomar banho primeiro ou quer esperar por mim?- Demi fitou o corpo nu de Ally e soltou um sorrisinho malicioso.


- Quero que venha comigo, um banho de banheira não seria nada mal.- Demi caminhou até o banheiro, e Ally fitava com desejo os seios e bunda empinados, a barriga definida e as pernas grossas. Demi encheu a banheira, acendeu as velas aromatizadas no banheiro, apagou as luzes do banheiro, deixando a fraca luz emanada pelas belas iluminarem o grande banheiro, e colocou um produto na água para fazer espuma.- Você vem ou não?- Ally se levantou e caminhou lentamente até a porta de seu banheiro e deparou-se com a imagem de Demetria sentada dentro da banheira de mármore, com espuma cobrindo um pouco de seus seios, brincando com as bolhas de sabão em seu cabelo.


“Meu Deus, essa mulher não é um pedaço de mau caminho, ela é a estrada inteira! E como alguém consegue ser sexy e fofa ao mesmo tempo?!”- a Hernandez pensou e sentou-se na frente da Lovato, pressionando suas costas contra os seios nus da morena. Demi retirou alguns cabelos do ombro direito e depositou uma pequena mordida no local, e depois passou seu indicador cheio de espuma por seu pescoço desnudo, fazendo uma pequena trilha de espuma até a curva de seu seio. Ally soltou um gemido e virou-se para encarar a Devonne. A morena possuía um meio sorriso em seus lábios carnudos, e os olhos castanhos escureceram devido a luxúria. Demi puxou Ally pelo pescoço para um beijo cheio de tesão e luxúria enquanto a morena entrelaçou suas pernas na cintura da Brooke.


Num movimento rápido, a Devonne prensou a Brooke contra a a banheira, fazendo um pouco da água cair fora da banheira. A Texana agarrou a cintura da menor possessivamente e separou o beijo mordendo o lábio inferior da menor e puxando-o entredentes.


- Oh D-Demi!- Ally deu ênfase no nome da Lovato como um gemido manhoso.- De-desse jeito nós não iremos sair tã-oo cedo desse banheiro, oh!- Demi apertou a bunda de Ally com força, cravando as unhas pintadas de vermelho-sangue na pele levemente bronzeada.


- Essa é a intenção, nena! Agora aproveite e relaxe, pois esse vai ser o melhor banho de banheira da sua vida.- Demi sussurrou sensualmente antes de morder o pescoço da Brooke.


[...]


22:57


Demi havia terminado de se arrumar, a garota vestia um corselet bege com preto, uma meia-calça arrastão, saltos negros, uma estola vinho de lado, anéis e brincos. Demi passou um batom vinho matte, fez uma maquiagem leve e passou um perfume doce porém forte e marcante, e deu uma arrumada em seus cabelos negros, a garota estava contente com sua aparência e sua roupa. Demi sorriu confiante e saiu do banheiro em direção a sala de estar da casa de Ally, a morena se deparou as três amigas vestidas de vermelho vibrante. Demi soltou um riso baixo evitando chamar a atenção das meninas.


- Depois vocês reclamam quando eu as chamo de harmonias! Vocês parecem combinar a cor de roupa e tudo!- Demi comentou e as três fitaram a mais velha boquiabertas, as meninas nunca haviam visto a garota vestida daquele jeito, e muito menos o sorriso extremamente confiante da morena. A Devonne foi aplaudida pelas três e Ally assobiou alto.


- Minha filha, tu vai matar alguém assim!- Dinah exclamou e Demi riu baixo.


- Essa é a intenção, DJ.- Demi piscou e saiu em direção a saída da casa.- Vamos?- todas assentiram e Demi dirigiu-se até sua Lamborghini Gallardo. A mesma se ajeitou no banco do no e ligou o rádio, deixando a voz da Anitta ecoar pelo veículo, Demi se animou e começou a cantar animadamente a letra de Paradinha enquanto dirigia em direção a Wonderland. As outras três garotas seguiam a Lamborghini da mais velha até chegarem no local. Demi e as harmonias estacionaram e desceram de seus respectivos carros e andaram em direção a boate. Todos do lado de fora do local pararam para fitar a beleza estonteante das meninas. O segurança seu espaço para as quatro entrarem e Demi jogou um beijo e uma piscadela em direção do homem.


- Quem quer uma bebida?- Normani propôs e todas assentiram animadas, as mulheres andaram até o bar e Demi se deparou com os dois Jonas no bar, fitando o grupinho com desejo.


- O que as senhoritas desejam?- Nick perguntou e Normani, Dinah e Ally se entreolharam, enquanto isso, Demi estava muito ocupada em flertar com Joe. O moreno se aproximou da Lovato e sussurrou um: “Você tá gostosa pra caralho!”, Demi riu nasalmente e piscou sugestivamente para o Jonas.


- Uma rodada de Red Queen pra todas nós.- Ally sugeriu e os irmãos assentiram e se retiraram para preparar as bebidas.- Eu tô louca pra beber.


- E eu tô louca pra ir dançar.- Demi exclamou e continuou conversando animadamente com as meninas, após algum tempo, as bebidas chegaram e as quatro começaram a beber animadas. As garotas riam animadamente ao ver alguns homens fitando-as enquanto tentavam esconder a vergonhosa situação entre suas pernas, Demi fitava descaradamente as calças dos desconhecidos mas não se interessou por nenhum. As meninas continuaram a beber até que as vozes de Pabllo Vittar e Anitta preencheram o local cantando “Sua Cara”. A Devonne soltou uma exclamação animada e saiu de perto das meninas e foi até a pista de dança, a morena rebolava descendo até o chão e voltando lentamente. A Lovato sabia que estava mexendo com a líbido de todos, e ela estava adorando.


-  Então DJ e Mani, como anda a investigação? Já sabem quem assassinou aquelas pessoas?- Ally perguntou intrigada. Dinah e Normani estavam encarregadas do caso dos assassinatos em série.


- Ainda não Allycat. Não há evidências o suficiente para encriminar uma pessoa, quem quer que esteja por trás disso, deve saber o que está fazendo.- Normani bufou irritada e deu um último gole em sua bebida. A Kordei estava extremamente frustrada por não conseguir achar o responda por crimes tão hediondos.- Eu temo que nós não conseguimos achar o suspeito.


- Vocês vão acha-lo, Mani. Eu confio na polícia, principalmente em vocês.


- Vamos esquecer o trabalho agora, e vamos dançar junto com a Lovato.- Dinah intrometeu-se todas concordaram.- Vamos lá dançar com a Sapavato.- As harmonias se juntaram a Lovato e todas começaram a dançar juntas, as quatro eram aplaudida por todos no local. Principalmente Demetria, a morena de olhos castanhos escuros era a mais ousada do grupo, tanto no fato da roupa extremamente sensual e a dança ousada que fazia. Todos os homens e mulheres focavam na Devonne passando a mão pelas próprias curvas, abusando de sua sensualidade. Mas um olhar em especial havia chamado atenção da Lovato, o olhar queimava sua pele e Demetria procurou a pessoa em meio a multidão. A garota sorriu travessa ao perceber que se tratava de uma pessoa conhecida pela mesma.


Demi puxou Ally pelo braço e apontou discretamente na direção do olhar conhecido, Ally soltou uma exclamação inaudível e negou.


- Olha quem está ali, sozinha!- Demi exclamou animada enquanto a Brooke fitava a morena incrédula.- Eu acho que tive uma ideia.- A Devonne sussurrou bem baixinho sua ideia no ouvido da Hernandez. E Ally não conseguia acreditar no que ouvia.


- Você está louca Demetria?! O quão bêbada você está?


- Eu estou bem sóbria, mas ela está parece que bebeu mais do que deveria.- Demetria sorriu confiante e piscou sugestivanente e mandou um beijo na direção de onde o olhar vinha.


- Você sabe que isso não vai dar certo?! De todas as ideia que você já teve, essa é a pior!


- Cala a boca, Ally! Isso vai dar certo, sim.- Demi bufou e viu a conhecida virar mais um copo de bebida.- Me deseje sorte, Brooke.- a Devonne saiu antes que Ally pudesse retrucar, a garota desfilou sensualmente em direção da conhecida. A mesma ao se aproximar o suficiente da pessoa, retirou o copo de sua mão e sentou-se em seu colo, rebolando de uma maneira erótica no colo da outra. A maior soltou um gemido baixo e a Texana sorriu travessa.


- Sabe, eu achei que estaria muito ocupada.- Demi deu um beijo cálido na pele do pescoço da maior, deixando a marca de seu batom vinho na pele macia.- É impressão minha ou você está mentindo para mim?


- V-você n-não d-deveria fa-fazer isso, Demetria!


- Por que não?! Você tem medo da tentação?!


- Você sabe o porque!- a voz embolada indicava que a garota havia bebido muito, e Demetria sabia que ela ainda tinha noção do certo e do errado, mas Demi precisava que a outra perdesse a noção e se entregasse para ela, pela última vez.


- Ah me desculpa, Lauren Boo.- Demi fingiu estar com vergonha e sentou-se ao lado da Jauregui.- Eu acho que bebi demais.


“Ela ainda está consciente de que isso é errado, mas ela está quase se entregando para mim! Eu só preciso achar uma maneira de fazer com que ela perca a noção do certo e do errado, para que meu plano funcione!”- Demi pensou para si mesma antes de formular outro plano em sua cabeça. “Hoje, Lauren Michelle Jauregui Morgado será minha, ou eu não me chamo Demetria Devonne Lovato!”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...