História Stockholm Syndrome || Zerrie - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Little Mix, Luke Pasqualino, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Jade Thirlwall, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Pasqualino, Niall Horan, Perrie Edwards, Zayn Malik
Tags Drogas, Policial, Sequestro, Sexo, Violencia
Exibições 193
Palavras 1.415
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura <3

Capítulo 20 - Behind You


Fanfic / Fanfiction Stockholm Syndrome || Zerrie - Capítulo 20 - Behind You

Jade arregalou os olhos ainda mais, ela estava a ponto de me estrangular e dizer “Está louca, garota?”. Suspiro meio nervosa enquanto a olhava naquele estado de choque. Para mim, eu quero encontrar o amor da minha e para ela, eu quero encontrar o meu sequestrador.
            - No que está pensando, afinal? – Ela me olhava atentamente.
            - Escuta – Suspirei – O meu pai contratou um segurança para me vigiar, me levar para os lugares para evitar que eu cometa uma loucura. Preciso sair um pouco mais cedo da aula para começar a procurar o Zayn, assim evito me encontrar com o segurança.
            - Isso é loucura, mas como pretende fazer isso? – Jade me olhava.
            - Preciso da sua ajuda, quero que me dê cobertura – Disse.
            - Eu? – Ela deu um gritou.
            - Por favor, Jade – Juntei as mãos, implorando – Eu preciso mesmo de você.
            - Mas, como vai sair pelo portão? Ele fecha assim que todos entrarem – Disse ela.
            - Eu vou fingir que estou com dor de cabeça, assim eu tenho uma desculpa para ir embora – Pensei – E quando o segurança chegar, ver que não estou aqui e te perguntar para você aonde eu fui, diga que fui até a casa de um amigo, fazer uma pesquisa.
            - Como ele vai saber que somos amigas? – Ela ficou confusa.
            - Conheço meus pais, eles com certeza falaram sobre você para o segurança, para ficarem mais atentos comigo – Revirei os olhos.
            Jade soltou um suspiro, ainda me olhava.
            - Por favor – Passei a mão em seu cabelo.
            - Tá, tudo bem – Bufou e sorriu – Mas só vou fazer isso por te amo muito.
            - Obrigada – Ri e abracei forte – Nem sei como agradecer.
            - Só prometa que não vai fazer nenhuma loucura – Ela em olhou e começamos a subir as escadas – Lembre-se que você está atrás de um sequestrador, um homem que poderia muito bem ter violentado, esfaqueado você.
            Revirei os olhos e a olhei.
            - Zayn não seria capaz de fazer uma coisa dessas – Neguei – Afinal, ele não é um criminoso e sim, o meu pai. É ele quem deveria estar dentro de uma cela e não o Zayn.
            - Bem, eu poderia dizer para você não criar tantas expectativas – Disse ela.
            - Como assim? – Franzi o cenho e Jade entrou na minha frente.
            - Ele pode não estar preso aqui, Perrie – Ela disse – Pode ter sido transferido.
            - Não, não, não – Neguei – Ele tem que estar aqui.
            Jade me olhou no fundo dos olhos, ela me conhece e sabe quando estou realmente apaixonada. Ela apenas sorriu, suspirou olhando para o chão e depois voltou a me olhar.
            - Realmente o ama?
            - Com todas as minhas forças – A olhei.
            - E como aconteceu? – Ela cruzou os braços.
            - Não se explicar – Abracei meus braços – Ele é diferente de todos os caras que eu já conheci.
            - Mas ele é...
            - Sim, ele cometeu vários crimes – A interrompi – Mas meu pai é o culpado, se não fosse por ele, Zayn não seria um criminoso.
            - Você o odeia? – Jade se assustou.
            - Com toda a minha alma, eu não me considero como a filha dele – Fiquei séria e suspirei – Bom, é melhor entrarmos. Vou assistir um pedaço de aula e depois vou me mandar.
            - Tenha cuidado, Perrie – Jade suspirou.
            - Não se preocupe – Sorri de canto.

            xx

            Depois de fazer aquela cena de “estou com dor de cabeça, não consigo prestar atenção na aula”, eu pude sair. Juntei minhas coisas e me mandei daquela sala, eu já sabia para onde eu iria. Muitas pessoas se impressionaram com a minha volta, outras nem disseram nada e os ignorantes estavam torcendo para que eu morresse, mas não, estou aqui, viva. Assim que saí pelo portão, atravessei a rua andando pela outra calçada. Quem diria, eu estaria aqui novamente, um lugar que eu prometi a mim e ao Zayn, que nunca mais voltaria. Uma vantagem de estar de volta? Estou ao lado da Jade novamente, mas não sei por quanto tempo. Quando Zayn sair da cadeia, quero fugir com ele para um lugar onde ninguém nos atrapalhe, ninguém nos encontre. Vou fazer de tudo para isso dar certo. Caminhando com os dedos cruzados, eu torcia para que Zayn esteja aqui na cidade. Ele pode ter sido transferido, não pode. Eu estava tão pensativa, que acabei esbarrando em alguém sem querer.
            - Desculpe, eu não vi você, moça.
            Ao reconhecer aquela voz, logo levantei a cabeça.
            - Luke? – O olhei nos olhos.
            - Perrie? – Seus olhos brilharam – P-Perrie, é você mesmo?
            Antes que eu pudesse dizer algo, ele me abraçou forte me apertando contra o seu corpo. Ele sorria emocionado ao me ver, tocava em meu rosto, a minha pele quente devido eu estar andando rápido, tocou em meus cabelos.
            - Achei que nunca mais iria ver você – Sorriu me olhando – Pensei que...
            - Achou que eu estava morta? É, todos pensaram isso – Suspiro e sorrio fraco – Mas aqui estou eu.
            - Eu senti tanto a sua falta – Ele se aproximou me beijando, o que me fez arregalar os olhos e logo o empurra-lo.
            - O que é isso? Como se atreve? – Limpei minha boca, o encarando seriamente – Eu ainda não esqueci o que você me fez sofrer, você me trocou por aquelas vadiazinhas da universidade.
            - Perrie, isso é passado – Ele se aproximou de mim novamente querendo colocar suas mãos em mim.
            - Não me toque – Me afastei.
            - Por que está me evitando? Não me ama mais? – Ele franziu as sobrancelhas – Tudo bem, eu larguei a faculdade, mas Jade me disse muito bem que antes de você desaparecer, você disse a ela que me amava.
            Franzi as sobrancelhas.
            - Você saiu da faculdade?
            - Isso não importa agora, o que importa é que agora você está volta – Ele tocou meu rosto e aproximou nossas bocas novamente, mas eu o empurrei.
            - Eu disse pra não encostar em mim – Exclamei – Está surdo, ou o que?
            - Você está diferente, Perrie – Me encarou – O que deu em você? O que aquele canalha te fez?
            - Ele não é nenhum canalha, ok? Para a sua informação, eu não te amo mais – Cruzei os braços – Se liga, ok? Me esqueça.
            - Não, eu não vou esquecer você – Exclamou ele pegando em meus braços – Eu ainda te amo, por que não voltamos a ser como antes? Por que não me dá uma outra chance de te mostrar que eu ainda te amo?
            - Me solte, está me machucando – Exclamei.
            Ele me beijou a força novamente, eu tentava me livrar dele me defendendo com tapas, mas ele era mais forte que eu. Senti ele se afastar, quando alguém chegou por trás dele e lhe deu um soco no rosto, o fazendo cair no chão. Coloquei a mão na boca me assustando com a tal cena, e olhei para o rapaz que bateu no Luke.
            - Ninguém beija a minha garota – Disse ele.
            - Z-Zayn? – Meus olhos marejaram, eu sorri com uma felicidade imensa dominando o meu coração. Ele ainda estava com o braço enfaixado, mas havia ferimentos em seu rosto, ele não estava no melhor estado, mas era ele. Era o Zayn.
            - Perrie – Ele falou roucamente. Rapidamente o abracei forte, sentindo ele enterrar seu rosto em meus pescoço fazendo carinho em meus cabelos. O olhei nos olhos, ele me beijou selvagemente acariciando minha bochecha. Estava com saudade de seus lábios beijando os meus, embora não termos ficado tanto tempo assim, longe um do outro.
            - Meu amor – Sorri de olhos fechados, colando nossas testas.
            - Achei que iria perder você – Sussurrou ele, parecia meio fraco.
            - Não, não diga isso – Sussurrei novamente dando beijinhos em seu rosto – O que aconteceu com você? Por onde andou? Achei que estava preso. - Ai – Ele comprimiu os olhos, o seu rosto machucava doía – Eu estava... Consegui me livrar dos guardas, e fugir antes que me colocassem na cela.
            Vi seus pulsos, ele ainda estava com um pedaço de algema em cada pulso. O olhei nos olhos, como ele conseguiu fazer aquilo?
            - Você está muito machucado – O olhei.
            - Eu vou ficar bem – Suspirou ele – O que importa é que você está aqui comigo.
            - Eu estava indo até a prisão, ver você – Sorri para ele.
            Zayn olhou para os lados.
            - Vem, vamos para algum lugar mais seguro – Disse ele – Podem nos ver, e se a polícia me ver, irão me prender novamente.
            - Já sei para onde vamos – Sussurrei o puxando pela mão.


Notas Finais


COMENTEM <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...