História Storm - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Romance
Exibições 61
Palavras 2.156
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Five


Abri meus olhos com dificuldade por conta da claridade que invadia o quarto, logo que consegui ver com clareza percebi Lauren do meu lado ainda dormindo, o cobertor tava na altura da sua cintura ou seja suas costas nuas, não me controlei e logo minha mão acariciava sua pele macia. Ela dormia feito um bebê e isso me fez soltar uma risada nasal, aproximei meus lábios do seu ombro e beijei  

Parei pra lhe olhar e analisar, comecei a processar tudo que aconteceu aqui em Atlanta, se essa tempestade não tivesse surgido e parado todo o tráfego no aeroporto, há essas horas não estaria nessa cama com essa mulher. E céus que mulher, tão linda que esse elogio se torna pouco pra descrever toda sua beleza, toda a noite de ontem foi ótima ao lado dela até mesmo a conversa sobre a tal Lucy, isso me fazia lembrar que possivelmente ela iria sair correndo atrás dessa garota que não merece nenhum esforço, mas isso não é dá minha conta. Lauren falou e deixou claro que essa noite não mudaria nada, eu concordei e falei que seria apenas sexo casual, mas isso foi naquele momento, porque agora... Não queria que ela fosse atrás da ex 

- Você já acordou - Sua voz me tirou dos meu pensamentos, não respondi apenas sorri de canto - Que horas são? Nossa, minha cabeça está doendo

- Deve ser umas dez horas - Respondi e sentei na cama me espreguiçando, percebi seu olhar percorrer o meu corpo nu - Acho que tenho um analgésico na bolsa, vou pegar pra gente

Me levantei indo até a minha bolsa e procurando o analgésico, minha cabeça também tava doendo isso com certeza por conta da bebida de ontem, assim que achei virei em direção pra cama encontrando Lauren sentada me olhando. Seu olhar desceu por todo meu corpo nu e voltou pra o meus olhos, senti meu corpo estremecer ao vê-la quase me devorar com os olhos, isso não passou de segundos porque logo ela desvio os olhos pra o relógio

- Será que a tempestade passou? - Ela perguntou, quase soltei uma risada em deboche por sua pergunta e ainda mas por saber qual era a sua real preocupação, fiquei irritada por ela já começar o dia pensando em ir atrás da Lucy. Me aproximei e joguei o analgésico em cima da cama 

- Não faço a mínima ideia - Respondi indo até a minha mala, ela não falou nada mas ouvi suspirar pesado - Vou tomar um banho

Mas uma vez ela não falou nada, andei até o banheiro com meus itens de banho fechando a porta logo em seguida, não posso ficar irritada com a Lauren isso é ridículo. Meu banho demorou bastante, quando abri a porta estranhei não encontrar ela na cama, olhei ao redor e também não vi as roupas que estavam no chão, então concluí que saiu do quarto. A pergunta era, pra onde ela foi? Depois de me arrumar pedi um café, já tinha passado mais de 1 hora que Lauren saiu do quarto, fiquei preocupada até vê-la entrar batendo a porta do quarto com força. Da mesma forma que a vi entrar ela primeira vez

- Você acredita que o nosso voo ainda não foi liberado - Esbravejou, seus olhos pareciam furiosos - Alguns voos já estão saindo menos o nosso, que droga

Toda essa irritação por causa do voo atrasado, quer dizer o motivo é que ela vai se atrasar pra impedir o casamento da ex, Lauren não só estava irritada como também triste. Eu não queria a ver assim

- Mas já tem alguma previsão? - Perguntei 

- A previsão é pra 15 horas - Ela respondeu com seus olhos fitando o chão - Não vai dá tempo

"Não vai dá tempo" Ela se referia ao casamento, já que não vai dá tempo é só desistir dessa idiotice. Me aproximei da cama dela e sentei do seu lado, ela continuou olhando pra o chão

- O casamento é de que horas? - Perguntei 

- 16 horas - Respondeu soltando um suspiro pesado - É uma hora de viagem, ao chegar lá o casamento já vai ter acontecido

- Os casamentos sempre atrasam alguns minutos - Falei tentando lha confortar - O voo pousa lá as 16 horas, então mantenha a esperança de que vai dá tempo

Por mim esse casamento já podia tá acontecendo agora mesmo, só assim Lauren não voltava com a Lucy e quem sabe... Mas que droga, porque quero isso? 

- Você tem razão, obrigado Camila - Lauren falou me olhando, por breves segundos nossos olhos se ficaram conectados - Vou... Vou tomar um banho

Assim ela se levantou e pegou suas coisas se trancando no banheiro logo em seguida, resolvi arrumar a minha mala e deixar tudo pronto pra voltar pra o aeroporto, alguns minutos se passaram com Lauren no banheiro até que a porta foi aberta. O cheiro dela invadiu o ambiente me deixando tonta, agradeci mentalmente ela já está vestida com suas roupas pra viagem, caso contrário eu iria lhe agarrar e nos jogar na cama

Um silêncio tomou conta do quarto depois que ela saiu do banheiro, assim permaneceu até pegamos o elevador pra descemos pra o saguão do hotel, durante o caminho tivemos uma breve conversa sobre o próprio hotel. Fiquei chateada por Lauren não tocar no que   aconteceu na noite passada, sei qual foi o nosso trato e tudo bem já que decidimos assim, porém é muita frieza não falar absolutamente nada como se não tivesse importância nenhuma, o que possivelmente pra ela deve ter sido assim

- A srta irá almoçar no mesmo restaurante do jantar de ontem, depois voltará pra o aeroporto... - O gerente do hotel me informava sendo o mesmo rapaz que Lauren discutiu, vi no crachá e seu nome era Liam Payne, ele era sorridente e simpático -... Obrigado e volte mais vezes a Atlanta

Cumprimentei o gerente e caminhei até o sofá que Lauren me esperava sentada, meus olhos automaticamente caíram pra suas pernas que por causa da calça colada, as mostravam quanto eram tonificadas. Subi meu olhar até seu decote que por causa da camiseta deixava sua clavícula saliente a mostra, três segundos depois seus olhos verdes distraídos encontram os meus exitados. Céus minha respiração falhou, sorri e me sentei do seu lado

- O gerente disse que um carro nos levará até o restaurante pra um almoço, depois voltaremos pra o aeroporto - Falei desviando do seu olhar

Passamos alguns minutos naquele sofá sem que nenhuma palavra fosse pronunciada, aquilo estava me perturbando de uma forma inexplicável mas já pra ela parecia normal, mais alguns minutos um motorista nos levou até o restaurante. A única coisa que falamos foram os nossos pedidos, ao terminar seguimos em um silêncio constrangedor até o aeroporto, nos informamos com a atendente e sentamos nas cadeiras a espera do nosso voo

- Está animada pra finalmente começar as suas férias? - Lauren perguntou, ao ouvir sua voz direcionada a mim até fiquei surpresa, olhei pra o lado dela e acenei um sim com a cabeça - Tenho certeza que você vai se divertir bastante, lá deve ser um máximo

- E você está animada pra atrapalhar um casamento? - Perguntei com uma pitada de cinismo, Lauren talvez tenha percebido já que soltou uma risada nasal

- É... Acho que estou sim - Respondeu me encarando, aqueles verdes intensos em cima de mim quase me deixando tonta - Está tudo bem?

- Está - Respondi de imediato sua pergunta - Com você está?

- Está - Lauren respondeu de imediato também, meus olhos vacilaram por breves segundos pra sua sua boca entre aberta - Você quer conversar sobre ontem?

Sua pergunta fez com que meu olhar voltasse pra os seus olhos, demorei a processar a sua pergunta idiota, mas logo respondi

- Não é preciso Lauren - Respondi desviando meu olhar pra frente - Acho que vou andar por aí

Me pronuncie e levantei da cadeira não esperando resposta alguma, era 14 horas e logo o nosso voo sairia então passei o restante do tempo de espera vagando pelo saguão, não queria ficar perto dela. Na verdade queria mas é melhor não

O tempo passou rápido e logo ouvi o meu voo sendo chamado, andei até onde antes Lauren estava e não lhe encontrei como também não encontrei em lugar nenhum, me amaldiçoei por não vê-la. Fiz todos os procedimentos e entrei no avião, frustrada por não ter me despedido da Lauren, mas vai ver foi melhor assim 

Depois de 1 e 18 minutos desembarquei no aeroporto de Nova Orleans, como o meu voo tinha essa escala aqui antes de seguir pra Houston, teria que esperar mais ou menos uns 30 minutos. Devido a tempestade esse tempo de espera aumentou, algumas coisas no avião precisava ser checada antes de prosseguir, sendo assim teria que ficar mais ou menos 1 hora esperando até finalmente estar em Houston

Caminhei até a uma lanchonete afim de comprar uma barra de cereal, paralisei ao ouvi uma voz recém conhecida e então olhei ao redor, quando vi ela no celular quase caí pra trás

 Lauren... - Chamei por ela assim que a vi desligar o celular, seu olhar rapidamente me encontrou - O que está fazendo aqui? E o casamento? 

- Camila... - Ela falou sorridente, senti minhas pernas tremerem por conta de seu olhar feliz em mim outra vez - Pensei... Pensei que não iria te encontrar mais, estou esperando um táxi

- Também pensei que não iria te ver novamente - Falei tentando não sorrir

- Mais que bom que nos vimos - Ela falou se aproximando - Ao menos agora podemos nos despedir

- Sim - Falei sorrindo, não imaginava que ela queria se despedir de mim

Assim que terminei de falar, Lauren se aproximou e me envolveu em seus braços me apertando contra si, fiz o mesmo e encaixei minha cabeça na curva do seu pescoço. Sorri ainda mais ao senti seu corpo perto do meu novamente, sentir seu cheiro era maravilhoso, o nosso abraço demorou mais do que o normal pra uma despedida de desconhecidos, se bem que não éramos desconhecidas

- Eu adorei te conhecer Camila - Ela sussurrou no meu ouvido me causando arrepios, uma vontade de chorar surgiu, mas logo tratei de espantar pra logo sair do abraço - Toda a noite de ontem foi muito especial, nunca me senti tão bem e a vontade com alguém que até então não conhecia

As batidas do meu coração ficaram descompassadas ao ouvir aquilo, seria idiotice minha sentir isso? Acho que sim, nossos olhos se conectaram e por segundos todo o resto do mundo ficou em silêncio, só conseguia ouvir o meu coração batendo rápido quase pulando do peito. Desviei o meu olhar pra sua boca e não me controlei, selei nossos lábios pra apenas ser um selinho já que não poderia aprofundar pra um beijo de verdade, pra minha surpresa Lauren subiu suas mãos pra minha nuca forçando um beijo

Logo senti sua língua pedir passagem, prontamente cedi aproveitando mais um pouco do melhor beijo desse mundo, nossas línguas batalhavam e se acariciavam de uma forma tão intensa. Meu pulmão começou a dá indícios de falta de ar, mesmo assim continuei até vê-la puxar o ar pra também continuar o beijo, era evidente que nossas bocas não queriam ter que se desgrudar. Mas isso foi necessário, Lauren parou o beijo puxando meu lábio inferior me arrancando um gemido

- Eu que adorei te conhecer - Sussurrei, suas mãos ainda em minha nuca nos deixando com as testas coladas, abri meus olhos me deparando com os dela - Eu... Acho que... É... Acho que podemos  nos ver em Nova York, marcamos alguma coisa

O que diabos me fez gaguejar tanto assim? Eu tenho certeza que foi os olhos dela, eles são perfeitos

- Acho que podemos sim - Lauren respondeu em um sussurro - Você tem o meu número, eu também o seu

Um silêncio surgiu, mas dessa vez foi constrangedor, ela soltou a minha nuca e desviou o olhar pra o chão, fiz o mesmo e me afastei dela. Me afastei quando na verdade não queria, queria ela mais perto

- Acho que agora você deve ir - Falei desviando o meu olhar, e ela acentiu um sim - Tem o casamento da Lucy pra impedir

- É tenho sim - Falou sorrindo fraco

Que lógica isso tinha? Lauren corresponde o meu beijo em uma intensidade enorme, e mesmo assim ainda quer impedir o maldito casamento. O pior é que eu não podia fazer nada

- Boa sorte Lauren 

- Boas férias Camila

A última frase que ouvi vindo daquela mulher linda, gravei bem a sua voz rouca pra nunca mais esquecer, depois disso cada uma seguiu em sentidos diferentes. Na esperança de um dia lhe ver novamente, deixei ela ir


Notas Finais


Vejo vocês no penúltimo capítulo :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...