História Storm - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Romance
Exibições 64
Palavras 2.851
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oláaaa amores, aqui está o nosso penúltimo capítulo

Espero que gostem e boa leitura *-*

Capítulo 6 - Six


 

Uma hora depois da minha despedida de Lauren, o meu voo pousava em Houston, saí do avião sem ânimo algum. Eu não esperava conhecer alguém especial durante essa minha viagem, na verdade imaginei que conheceria alguém e possivelmente ficaria com ela, mas o que aconteceu com Lauren foi diferente de tudo que já passei, em apenas uma noite me senti presa e tão dependente dela que parecia insano até mesmo pra mim. Não sou uma puritana, apesar do meu pouco tempo pra diversão sei me divertir quando vou a uma festas, já transei com muitas garotas, mas nem de longe elas podiam se comparar a Lauren

E não estou falando só de beleza, se bem que nenhuma delas era tão bela quanto Lauren, aquele corpo bem definido, aqueles olhos lindos, aquela boca maravilhosa, tudo fisicamente nela é incrível. Mas não era apenas isso, ela não me atraiu só pelo seu físico, apesar de ser muito gostosa e foder tão bem, Lauren tem um mantra sobre ela que me deixa fascinada, tivemos pouco tempo de conversa, mas nesse pouco tempo percebi que ela tem uma mente brilhante. Queria não chegar a essa conclusão, mas sei que acabei me apaixonando por Lauren, o que é total perda de tempo já que ela foi atrás da ex, no fundo espero que a Lucy não seja tola e que Lauren seja feliz

No fim das contas isso não tem importância, possivelmente não irei ver a Lauren nunca mais, o melhor que tenho a fazer é aproveitar as minhas férias o máximo possível. Assim que cheguei no hotel onde ficaria hospedada, peguei a minha agenda que já tinha tudo programado, os melhores restaurantes, os pontos turísticos da cidade, as boates, tudo estava ao meu alcance. O ruim é ter que aproveitar isso sozinha, férias individual são tão chatas

- Eu sou de Nova York - Falei oferecendo meu sorriso sedutor - Mas e você? Normani, sempre morou? 

No meu terceiro dia na cidade resolvi curtir a noite, eu estava em uma boate do lado leste de Houston, umas das melhores e mais sofisticadas, Normani era a proprietária. Nos conhecemos assim que entrei, ela era uma antiga amiga da Dinah e tenho certeza que a minha amiga falou sobre mim, Normani é muito linda, um sorriso encantador

- Já morei muitos anos na Califórnia, mas sou de Houston - Ela respondeu sorrindo, que mulher maravilhosa - Bem, tenho que resolver algumas coisa, mas logo voltarei pra continuar a nossa conversa

- Volte, por favor - Falei dando uma piscadela, Normani sorriu e saiu

Aquela morena era um espetáculo de mulher, belas curvas, mas apesar de me deixar animada não queria ficar com ela. Motivo? Lauren não saía da minha cabeça, eu já estava começando a odiar ela

Já passava das duas da madrugada quando saí da boate, me despedi da Normani e falei que voltaria em um futuro próximo, voltei pra o hotel em que estava hospedada pra dormir sozinha e sem emoção nenhuma, por sorte estava um pouco bêbada então adormeci rápido. Mais dois aqui e eu voltaria pra casa, já estava louca pra trabalhar. Só não já fui embora porque quero visitar o museu de Belas-Artes, até porque foi um dos principais motivos de ter escolhido vim pra cá, sou arquiteta e adoro arte

O dia amanheceu e com ele uma grande ressaca da noite anterior, depois de tomar um analgésico pedi o meu café da manhã, o hotel tem um ótimo serviço de quarto. A minha programação de hoje era ir apenas pra o museu, ele só abria nas terças as três horas, era quase isso quando cheguei ao redor do local, fiz uma breve caminhada esperando a hora de abrir, eu realmente estava ansiosa 

Quando foi aberto pra o público me apressei pra entrar, explorei todo o museu e suas diversas obras, tudo que ouvi falar sobre a sua arquitetura era verdade, esse museu era um dos mais velhos do país e o mais lindo que já visitei. Perdendo apenas pra o Louvre, logicamente. Já não sabia quanto tempo estava aqui no museu, mas pelos meus cálculos passava de uma hora

- Finalmente te achei

Aquela voz me fez estremecer, não podia ser ela, ela não estava em Houston. Virei em direção da voz, meus olhos caíram em cima daquela imensidão verde, estremeci mais uma vez ao notar um lindo sorriso naqueles lábios, fiquei em estado de choque ao ver Lauren na minha frente

- O que? Como? Você - Gaguejei feio, ela riu e acabei rindo também

- Eu pensei que você tinha desistido de vim até o museu, desde que abriu estou te procurando, já estava desistindo - Lauren disse se aproximando um pouco mais, eu ainda não conseguia formular nenhuma frase - Então, o que achou?

- Como assim? - Perguntei sorrindo feito idiota - Não estou entendendo nada, o que você está fazendo aqui?

- É uma longa historia - Lauren respondeu coçando a nuca - Sua visita aqui ainda vai demorar? Nós podemos sair... Ir jantar

Dessa vez ela pareceu nervosa, mas com certeza não estava mais do que eu

- Podemos sim, vamos... Eu tenho uma reserva Bellaire, só preciso passar no hotel pra trocar de roupa - Falei pela primeira vez algo concreto

- Deve ser um restaurante refinado não é? - Ela perguntou sorrindo nervoso, acenti um sim com a cabeça - Então vou pra o meu hotel, preciso ver se tenho uma roupa adequada

- Você está hospedada aqui? Desde quando? - Perguntei confusa, o que Lauren estava fazendo em Houston? E o casamento da Lucy? 

- Nós conversamos durante o jantar, explicarei tudo - Ela falou me encarando, seus olhos não saiam dos meus

- Certo

Foi a última coisa que falei antes de sairmos do museu, Lauren me acompanhou até a saída e depois pegamos táxis diferentes, combinamos de nos encontra em frente ao restaurante as oito horas. Eu cheguei no hotel e comecei a me arrumar, nada iria usar nada muito extravagante, apenas um vestido preto curto, com as costas desnuda, ele evidenciava o que eu tinha de melhor, o meu bumbum. Fiz uma maquiagem básica e coloquei saltos, ainda faltava 15 minutos até a hora marcada com Lauren

Peguei um táxi e em poucos minutos cheguei no restaurante, passei a esperar ansiosa por Lauren, eu estava morrendo de curiosidade pra saber o que aconteceu pra ela está aqui, mas ansiosa por jantar com ela novamente, ter a sua companhia mais uma vez era maravilhoso. Ela não demorou a chegar, quando Lauren desceu do táxi fiquei de boca aberta, ela usava um vestido vermelho tomara que caia, ele deixava as curvas do seu corpo definidas, pra o meu delírio. Eu sorri ao vê-la se aproximar, seu cheiro invadiu as minhas narinas me deixando levemente tonta, essa mulher sabe mexer com você

- Você está linda - Ela falou olhando descaradamente pra as minha pernas

- Posso dizer o mesmo de você - Falei olhando diretamente nos seus olhos, percebi ela desviar o que me fez sorrir - Vamos entrar logo, estou com fome e curiosa

Lauren riu e falou algo tão baixo que não consegui distingui, entramos no restaurante e fomos direcionadas pra minha mesa, o garçom veio fazer o nosso pedido e só depois começamos a conversar sobre algo, mas nada relacionado a o que ela estava fazendo aqui. Eu estava adorando tudo aquilo, o jantar, as nossas conversas, as suas risadas

- Eu não consigo acreditar que você mora em Nova York e nunca fez um tour pela cidade - Lauren falava indignada, apenas dei de ombros rindo

- Eu sou muito ocupada com o meu trabalho, tenho poucos amigos, acabo não saindo muito - Expliquei

- Mas você é dona da empresa - Ela insistiu

- Mesmo assim - Falei e ela riu - Eu adoro o meu trabalho, desde pequena sempre quis ser arquiteta 

- Eu também, desde pequena quis ser jornalista - Ela falou sorrindo - Eu pegava as escovas de cabelo e saía entrevistando todos da casa, a minha vó era a que mais me apoiava, as vezes meus pais ficavam de saco cheio com as minhas besteiras e ela sempre reclamava com eles. "Um dia a Lauren vai ser uma grande entrevistadora, e vai entrevista até o presidente dos Estados Unidos" Acho que o sonho dela era maior do que o meu

- Ela não está mais aqui? - Perguntei percebendo um pouco de tristeza naquelas lembranças

- Ela morreu ano passado - Lauren respondeu mexendo em um anel que estava em seu dedo - Enfim ela morreu sem me ver entrevistar um presidente, mas quem sabe consigo fazer isso um dia

- Olha, eu sou presidente de uma empresa - Falei tentando descontrair - Se quiser me entrevistar, será uma honra Jauregui

- Irei pensar sobre isso - Ela falou sorrindo e dando uma piscadela

Já tínhamos terminado o jantar eu queria começar uma conversa mais seria, mas esperava que Lauren iniciasse primeiro, coisa que ela não fez. Aparentemente ela nem queria falar sobre aquilo, o problema é que eu precisava saber o diabos aconteceu pra ela está aqui em Houston e não em Nova Orleans, eu estava confusa e nada fazia sentindo na minha cabeça

- O que aconteceu no casamento da Lucy? - Perguntei depois de alguns segundos de silêncio, Lauren me olhou por um breve momento e depois desviou - Você não chegou a tempo?

- Cheguei sim - Ela respondeu voltando a me olhar, sua resposta fez menos sentindo ainda - Na verdade cheguei bem antes da cerimonia começar, Lucy estava linda com um vestido creme que ia até os pés, Vero também estava com um vestido longo, as duas estavam lindas

- O que? - Perguntei confusa com aquela informação, Lauren está louca?

- Eu participei do casamento, uma cerimonia na praia, totalmente a cara da Lucy - Ela respondeu sorrindo

- E você, está feliz? Não estou te entendendo Lauren - Falei um pouco desesperada, a minha cabeça tava um nó - Você não impediu o casamento?

- Não - Ela respondeu desviando seu olhar do meu - Quando cheguei e vi a Lucy, eu desisti

- Porque? - Perguntei dessa vez preocupada

- Eu não sei explicar - Ela respondeu rindo fraco, Lauren parecia um pouco confusa

- Que tal me dizer o que aconteceu lá - Falei lhe encarando

- Certo - Lauren falou sem me olhar - Quando saí do aeroporto peguei um táxi indo direto pra casa de uma amiga que temos em comum, a Keana me disse que o casamento tinha sido adiado pra noite, ao ouvir aquilo senti que alguma coisa estava errado comigo, era pra aquela informação me deixar... Contente, mas eu nem me importei, até que a Keana me perguntou se eu ia tentar voltar com a Lucy antes do casamento, fiquei confusa. Resolvi ir ao encontro da Lucy que estava se arrumando em um salão, ao chegar lá ela se assustou ao me ver, questionou a minha presença e eu respondi que estava lá pra o casamento dela, Lucy ficou surpresa e intrigada, até eu fiquei - Lauren disse rindo sem humor, ela ainda parecia nervosa - Voltei pra casa da Keana e tivemos uma conversa que me esclareceu algumas coisas, eu sou um pouco desatenta as vezes, tenho que melhorar sobre isso. Mas enfim, na hora do casamento da Lucy fui até a praia ver pessoalmente a minha ex casar com outra mulher, se não fosse pelo que aconteceu em Atlanta, eu com certeza estaria impedindo o casamento, mas... Camila, a nossa noite juntas me mostrou uma coisa que eu não sabia

- Te mostrou o que? - Perguntei apreensiva, algumas coisas começavam a rondar a minha cabeça, e eu estava entrando em pânico

- Eu achava que amava a Lucy, mas eu estava enganada sobre isso - Lauren falou me olhando profundamente, meu coração começava a bater acelerado - Você vai achar loucura o que estou prestes a dizer, mas... Tudo que senti naquela noite com você, todas as sensações, o prazer, a felicidade, tudo foi muito único pra mim, eu nunca senti nada igual com outra pessoa, nem mesmo com a Lucy

- Lauren...- Queria dizer que também me senti da mesma forma, mas ela me interrompeu

- Keana me abriu os olhos quanto a isso, falei que tive uma noite com outra mulher incrível e de como me senti viva - Lauren falou um pouco envergonhada - Ela me falou uma coisa que me deixou...Nervosa, ela disse que eu nunca falei da Lucy da mesma forma que falei da mulher com quem passei uma única noite, passei a me questionar por isso e ela falou outra coisa, que os meus sentimentos pela Lucy nunca passaram de amizade, e que com a Lucy também era assim. Eu tive certeza dessas palavras quando cheguei no casamento, eu olhei nos olhos da Lucy e vi brilhos nos olhos dela, ela estava olhando pra Vero como nunca me olhou, ambas se amam

- Eu sinto muito - Falei suspirando, eu estava enganada, por alguns minutos achei que Lauren não tinha impedido o casamento por mim, mas foi apenas porque descobriu que a Lucy não a amava

- Não sinta - Ela disse me tirando do devaneios - Porque aquilo não me doeu, muito pelo contrario, eu percebi que também não olhava pra Lucy daquela forma, então eu também não a amava. No final das contas, adorei o acontecimento daquele casamento 

Lauren sorria pela primeira vez desde que iniciou essa conversa, eu não sorri, a minha cabeça estava a mil com tudo aquilo. Aquilo ainda estava confuso pra mim, comecei a me questionar sozinha, mas meus pensamentos não eram concluídos  

- Sabe, só não consegui entender uma coisa Lauren - Falei lhe encarando, eu estava angustiada com toda aquela conversa - Porque está aqui? Veio só pra me contar isso? Me desculpe se estou sendo grossa, mas apenas estou confusa, porque diabos você veio me procurar se... Pra você não significou nada o que tivemos

- Você é... Um pouco burrinha - Lauren falou sorrindo, ela estava debochando de mim? Infeliz - Camila, a noite com você significou muito pra mim, mais do que você possa imaginar, mais do que eu tenha coragem de dizer

- Eu não entendo - Falei apoiando minha cabeça sobre minhas mão que estavam na mesa - Você foi fria ao acordar, eu sei que o trato antes de transarmos foi que nada iria mudar, mas qual é Lauren? Você nem sequer tocou no assunto, foi como se tivesse sido apagado da sua memoria

- Eu sei que agi com indiferença, mas... Eu estava confusa e, no aeroporto tentei concertar as coisa - Lauren disse sorrindo nervoso

- Certo - Falei tentando ficar calma - Então, depois do casamento você veio pra cá? 

- Eu fiquei dois dias na casa da Keana, tava decidida a pegar um voo direto pra Nova York, mas... Eu queria te ver - Ela falou a última parte me fitando, senti um arrepio bom e acabei sorrindo - Cheguei ontem aqui, lembrei que você me falou sobre o museu e então fui te procurar

- Você lembrou que te falei sobre o museu? - Perguntei espantada, durante a nossa conversa no bar falei sobre o museu, mas nunca imaginei que ela tinha prestado atenção, até porque estávamos bêbadas

- Você ficou quase uma hora falando sobre isso Camila, como eu não iria lembra - Ela falou rindo, o som daquela risada era tão gostosa de se ouvir - O que foi? 

- Nada - Respondi, só então percebi que estava olhando pra ela feito uma idiota - Então, você veio aqui exclusivamente pra mim ver?  

Eu perguntei sem conter o sorriso que queria surgir, aquilo tudo era demais pra mim, Lauren desistiu de impedir o casamento e ainda por cima veio me procurar, não queria me iludir, mas estava sendo difícil

- Foi sim - Lauren respondeu desviando seu olhar, percebi que ela ficou corada - Você me acha muito louca por isso? 

- Com certeza - Falei lhe fitando, mas ela não me olhou - Mas caso fosse possível, eu teria feito a mesma coisa

- Como assim?  - Ela perguntou confusa, sua testa franzida e seus olhos estreitos, lhe torna tão fofa

- Eu queria te ver de novo, na verdade eu não queria nem ter me despedido de você - Falei medindo as palavras, não queria lhe mostrar que estou caída por ela
 
- Engraçado, agora tenho certeza que eu também não queria - Ela falou encarando meus olhos, senti a tensão entre nós - Você me acharia louca se eu falasse que estou com saudades de você? 

- Você acharia se eu falasse a mesma coisa? - Perguntei de volta, nossos olhos não se desgrudaram nenhum segundo, Lauren sorriu me matando - Vamos embora? 

Eu queria tê-la o quanto antes, meu corpo ansiava pelo dela desde da noite em que ficamos juntas, Lauren foi um tipo de droga que provei e estou me tornando dependente



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...