História Storm - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Brigas, Drama, Novela, One Direction, Originais, Romance, Suspense, Violencia
Exibições 9
Palavras 1.330
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


E aaaai meus queridos, como tão? To postandos seguido porquê FELIZMENTE o tempo tá sobrando, então vamo aproveitar NÉ?

Capítulo 3 - Weak point


Fanfic / Fanfiction Storm - Capítulo 3 - Weak point

No outro lado do salão alguma música aleatória tocava afim de animar os convidados.E foi quando Charlotte se sentiu incomodada e subiu pelas escadas até o Dj do piso superior, cochichando em seu ouvido e em seguida ouvindo o som de One More Time,Daft Punk, um clássico diante daqueles convidados que ouviram a música a pelo menos anos atrás ou mais. Charlotte desceu em passos animados levantando seu copo e gritando em meio a multidão que se empurrava 

 - MEU DEUS, TEMOS QUE DANÇAR ESSA ZUMMACH, EU VOU PASSAR MAL!- disse fechando os olhos e balançando a cabeça no ritmo da música. Logan que mantinha sua postura de anfitrião da festa deixou todos os olhares de lado e tratou de entrar naquela bagunça junto da amiga, rindo descompassado e batendo palmas ao ver a amiga fazer passos desconexos.

Após a música ser trocada, Charlie diminuiu o ritmo da música e bebeu o drink restante em seu copo 

-Voce viu os outros dois?-observou ao redor-porque a Hashid tá por ai embriagada porque a Ivana tá aqui, to começando a ficar preocupada- bateu os dedos na taça. 

 -Não faço idéia- Logan passou as mãos pela barba-Deixa lá, ela deve tar enchendo saco dos garçons- abanou as mãos e voltou e beber seu drink- Agora, o james é que eu não sei se já foi embora ou algo do tipo- no exato momento de duvida de Logan o som de Dancig queen,Abba ecoou pelo lugar- MEU CARALHO CHARLIE,PORRA -ESQUECE OS DOIS, VAMO PEGAR FOGO NESSE SALÃO - e assim passaram as próximas músicas freneticamente se sentindo nos anos 90 

 POV JAMES 

Lá estava eu, todo apertado com aquela miserável vontade de ir ao banheiro e pronto pra falar um tsunami acumulado dentro de mim todos esses meses próximos.Suspirei e senti um embrulho no estomago 

-Vai ficar descalça?- ri em tentativa de disfarçar meu evidente nervosismo, depois me pus em sua frente com as maõs no bolso 

-Voce ta enrolando, fala logo, já não basta ter roubado meu cigarro - Marie levantou as sobrancelhas e me olhou - eu te conheço James, ta traficando drogas? engravidou alguém? porque se for essas coisas eu só queria dizer que eu não vou... 

-Mary Jane Hashid - tampei sua boca com o dedo indicador - voce realmente me conhece, a talvez esse seja o motivo de eu estar aqui fazendo essa cerimonia,me conhece melhor que eu talvez-passei a mão pelos cabelos em forma de dúvida.Marie se mantinha em uma expressão confusa-mas enfim, deixa eu parar de me enrolar - passei os olhos pelo segurança que havia dado o cigarro para ela, franzindo o cenho.Marie me lançou um olhar de deboche- Eu não gosto dele,me respeita.  

-James.. 

-Eu gosto de voce, eu não faço ideia do que anda acontecendo comigo, mas cada vez que voce me aparece eu me sinto sufocado, estranho e provavelmente minha confiança vai pra puta que pariu- olhei pra cima em forma de não sair correndo.Era tão novo e estranho essa sensação, pra quem esteve boa parte da adolescencia e vida adulta sem precisar fazer muito esforço pra que alguma mulher se interesasse,não que eu gostasse de todas, mas enfim, isso não vem ao ponto.Marie era como um amigo, que eu sabia que sempre estaria ali, desde o dia que riu da minha cara naa sala de parto da minha irmã, um muleque sem instruções de como reagir a um bebe nascendo e uma médica interna ironizando todas as situações possiveis.Eu me sentia travado a algo que parecia ser tão leve passar a ter tanta importancia -e é isso, eu sou meio merda com palavras, mas eu só tenho que dizer que voce é quem faz isso comigo, e eu quero me sentir assim sempre - tornei minha expressão seria - Voce é meu ponto fraco Hashid, espero ser o seu - respirei finalmente aliviado por partes daquele discurso que catarolava pelo meu cérebro.

 Marie levantou as sobrancelhas e senti o ar ficar pesado entre nós,fato inédito até então.Franzi o nariz e olhei para os lados em forma de confusão 

-Voce não vai.. 

-Espera, eu preciso tomar um ar, de verdade - levantou e sumiu em passos apressados para dentro do salão.A perdi de vista e me vi sozinho.Aquilo deveria com certeza ser um fora.Me encaminhei até o bar e me escorei no balcão gelado, escutado o som de alguma música desconhecida lenta.Foquei meus olhos mais a frente e pude ver Logan girando sua gravata no ar gritando alguma coisa aos amigos da roda. 

Me senti um completo fracassado.Impotente. Senti meu estomago embrulhar mais que o normal e um arrepio percorrer minha nuca, passei as mãos pelo rosto devido ao nervosismo.Tentei focar meu pensamento nos vultos das pessoas que passavam em minha frente,sentindo a musica ecoar longe nos meus ouvidos. Levantei minha cabeça a vi a imagem dela.Marie estava vindo a passos lentos e com uma expressão sutil, soltei um sorriso de canto a ponto de saber qual desculpa ela poderia inventar 

-Só uma pergunta.Voce bebeu quando me disse tudo aquilo? 

-Não que eu me lembre, só umas tequilas- comecei a refletir e voltei a realidade, rindo em desfonforto- Não precisa se desculpar, eu sei que.. 

-Não, não estrague tudo-senti seus dedos tamparem minha boca e ela se aproximar, em uma atitude direta passei minhas mãos em seu rosto e a beijei, sentindo todo aquele desespero em meu corpo queimar e evaporar.Segurei sua nuca e senti meus ombros cairem, em outra situação me senti uma garotinha apaixonada.De relance ouvi o som de Angels,Robbie Williams ecoar pelo salão, e senti seu sorriso em meus lábios. 

-Vamos pra casa - abracei seus ombros e fui até a saida, pegando minhas chaves com o segurança e indo até o carro.Era como se o ar estivesse leve, nenhuma palavra precisava ser dita, era nítido em nossos rostos o que cada um queria dizer.Agradeci mentalmente por isso e girei a chave do carro me dirigindo pra casa a algumas ruas dali. Abri a porta do carro e vi Marie sair, entrei em casa e silencio predominou estranhamente 

-Voce tá bem?- tratei de quebrar o silencio. Vi Hashid vir em minha direção com um sorriso singelo e jurei sentir meus ombros cairem 

-To chocada com tudo isso ainda - riu olhando aos lados - tem certeza que vai se meter comigo Clark? 

-Ei, não é assim que é meu no.. 

- OLHA A SUA CARA DE PERDIDO- ela apontava ao meu rosto que deveria estar levemente vermelho.Tratei de travar minha expressão e ver sua cara de preocupada - James..eu to brincando,voce..voce sabe - senti suas mãos tocarem meu rosto, e molhei meus lábios 

 - Não sei de nada em, acho que voce deveria me falar mais sobre voce estar aqui comigo..- fiz o desentendido e olhei de relançe o chão - Vai filha

 -Voce com certeza é meu ponto fraco Clark - senti suas sobrancelhas levantarem e um leve tom de ironia surgir.Ri em descompasso e vi o ar pesar após levantar os olhos a alguém com a alça do vestido levemente caida sobre os ombros e desfazendo seu coque até agora bem arrumado 

- Ah, se eu fosse voce não faria isso Hashid - me encaminhei perto de seus ombros - Não sabe com quem está mexendo - um riso de deboche surgiu de Marie e tornei a expressão séria de volta- VOCÊ É MUITO SEM GRAÇA MESMO MARY JANE 

- Ei, não fala assim comigo que eu não sou nenhum dos seus réus do tribunal, menos Clark - ela se pos a frente de mim. Segurei sua cintura  e levantei as sombrancelhas

- E se eu falar, vai fazer o quê? - fitei seus olhos escuros e ela estalou  a língua, agora com um olhar mais desafiador

- Nem te conto

-Pois me conte - molhei os lábios - ou serei obrigado a te decretar muitos castigos cruéis, querida. Marie fitou meus lábios por alguns segundos e aquele foi o estopim para o meu descontrole que aconteceria após. 

 

 


Notas Finais


Aaaaaah muleque, esse James é pegador em? Será que eles vão dar certo??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...