História Stormy - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 1.504
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - I Was Not Reject


Blake soltou um suspiro e olhou fixamente pra a porta em sua frente. Ela não deveria estar ali, deveria ter dito a Mason que não poderia trabalhar naquele dia, ela sabia que era infantil evitá-lo, porém ela sabia que se ele trouxesse o assunto átona ela provavelmente mandaria a sua maldita consciência se fuder e agarraria ele ali mesmo.

Entrou na sala, e mordeu disfarçadamente o lábio inferior quando Mason pousou os olhos verdes sobre ela.

— O que você está fazendo aqui? - Mason perguntou com a característica prepotência na voz, e voltou a desviar o olhar para alguns papéis que tinha na mão.

Blake percebeu que ele a olhava com certo brilho de raiva no olhar, e sabia que ele não estava acostumado a ser rejeitado, e ela própria estava fazendo um sacrifício ao rejeitá-lo. Mas não podia, isso não era profissional, não que ela ligasse para essa parte, porém além disso ele era Mason Howard, e ela não iria ser só mais uma, se ele a quisesse que persistisse mais um pouco, e ela ainda tinha que se lembrar que ele era rival do seu pai.

— Acho que fui contratada por um tal de Mason Howard, para fazer ele ser presidente. - Blake falou sarcástica, e ele revirou os olhos. — Acho que eu tenho uma boa ideia para diminuir a pose de arrogante. - Blake falou se sentando na cadeira de frente para Mason.

— Estou ouvindo. - Mason falou e parou de olhar os papéis para levantar os olhos e encará-la. Blake ficou um tempo quieta apenas encarando Mason, e percebeu o homem arquear a sobrancelha. — Vai querer fugir de novo, ou vai dizer? - Mason falou com o tom arrogante na voz, e foi a vez de Blake revirar os olhos.

— A minha ideia é... - Blake foi interrompida pelo barulho da porta abrindo, e se virou para trás olhando furiosamente para a pessoa que a interrompera, e se surpreendeu ao ver seu pai parado no escritório de Mason.

— Blake? O que faz aqui? - Henri questionou e ela engoliu em seco antes de sorrir.

— Eu estou trabalhando e você? - Blake falou e podia dizer que tecnicamente não era uma mentira, afinal ela trabalhava para Mason.

— Estamos resolvendo um assunto. - Blake ouviu Mason falar e se virou para ele, viu o homem piscar para ela.

— Eu queria resolver um assunto importante com o Howard. - O pai dela falou e se sentou ao lado de Blake.

— Sou todo ouvidos. - Mason respondeu sarcástico.

- É algo sério então sem sarcasmos. - Henri repreendeu, e Mason se dignou a apenas arquear sobrancelha. — Tem muitas reportagens dizendo que nós nos odiamos, e eu mal te conheço. Por isso queria sugerir que nós nos tornassemos amigos. - Henri falou e Mason arqueou a sobrancelha dando um sorrisinho sarcástico.

— Eu sei o que o senhor pretende com isso. - Mason falou em deboche, e Blake arqueou a sobrancelha não entendendo nada.

— O que está dizendo? - Henri perguntou exasperado.

— Você sabe o que eu tenho, e quer se tornar meu amigo, porque acha que eu vou vazar informações! - Mason falou e Henri riu.

— Não preciso me tornar seu amigo para isso, você não tem nada contra mim. - Henri falou mais alto.

— Não? - Mason perguntou sarcástico.

— Eu pensei que dava para ser civilizado com você, mas é impossível. - Henri disse um pouco mais alto e foi em direção a porta de saída. — Querida? - Ele perguntou e olhou para Blake.

— Eu estou trabalhando. - ela respondeu, e ouviu o pai sair batendo a porta furiosamente. — O que você sabe? - Blake perguntou assim que virou para Mason.

— Algo que você não quer saber. - Mason respondeu e Blake revirou os olhos.

— Se eu estou te perguntando... - Ela começou a dizer, contudo foi interrompida por Mason.

— Eu disse que você não quer saber! - Ele falou e bateu a mão na mesa, Blake se sobressaltou e olhou de um jeito mortal para Mason.

— Está impossível falar com você hoje. - Blake disse. — Quando você tiver superado a rejeição eu volto! - Blake falou irritada e se virou para sair da sala.

Infelizmente ela não pode perceber antes de Mason a puxar pelo braço e a encostar na porta com força. Blake o olhou surpresa, e ele deu um sorrisinho sarcástico, ele aproximou o rosto do de Blake e ela ansiou o beijo que não veio e sim apenas um roçar de lábios. 

Viu um brilho divertido nos olhos verdes de Mason e o olhou furiosa.

 Ele levou uma de suas mãos aos cabelos negros dela, puxou-os fortemente a fazendo inclinar a cabeça para trás, Blake apoiou a cabeça na porta e fechou os olhos com força conseguindo pensar apenas em como aquilo iria ser bom e em como ela não podia deixar que aquilo acontecesse. Roçou o nariz no pescoço dela aspirando o perfume e logo após começou a deixar um rastro de beijos singelos pelo seu pescoço.

Viu Blake se arrepiar, e isso o incentivou a beijar a pele de seu pescoço mais forte intercalando com mordidas. Blake sabia que deveria empurrá-lo e fingir que isso não havia acontecido para pelo menos recuperar o que ainda restava da sua dignidade, contudo ela não estava se importando, queria que ele retirasse todas as roupas que ela usava e a fodesse contra a porta. Mesmo que mais cedo ela estivesse com o discurso de não querer ser qualquer uma, agora era como se ela nunca tivesse pensado nisso.

As mãos de Mason apertaram seus seios e ela soltou um suspiro. Ele percebeu que os seios dela eram maior do que ele esperava, e isso era mais que satisfatório. Decidido a provocá-la e a provar a Blake, que ela podia dizer não, mas o corpo dela dizia sim de todas as formas. Calmamente começou a desabotoar a blusa social dela, e quando finalmente terminou, apreciou ao sutiã rosa rendado que contra a pele alva tinha um contrastes mais que perfeito, que ela usava. Voltou os beijos para o pescoço dela, e foi descendo devagar em direção aos seus seios. Afastou o tecido para poder abocanhar o mamilo dela e chupá-lo. Enquanto sua boca dava total atenção atenção a chupar o seio de Blake, a suas mãos estavam nas pernas dela, e subiam gradativamente em direção a sua calcinha.

Blake jogou sua cabeça para trás apoiando-a na porta, e mordendo o lábio para abafar o gemido que queria sair por causa das carícias que recebia da boca de Mason em seu seio. Ela se sentia quente e extremamente excitada só por tê-lo fazendo isso, então transar com ele deveria ser a melhor sensação de sua vida. Puta que pariu! Ela iria morrer se ele continuasse.

Ele passou a língua ao redor de seu bico e da aréola, e sugou novamente antes de tirar a boca dali, viu que o seio rosado já estava enrijecido e foi para o outro, puxou o sutiã deixando a mostra a aréola do seio esquerdo e aproximou a boca dali, passou a língua ao redor de seu bico e levou a mão ao seio direito, pelo seio já estar lubrificado com sua saliva a carícia que ele fazia entre o polegar e o indicador ficava mais prazerosa e Blake estava ocupada demais em não gemer para perceber que a mão de Mason subia em direção a sua calcinha vergonhosamente molhada.

Soltou um gemido surpreso quando sentiu os dedos de Mason tocarem sua intimidade por cima da calcinha. Ele passou o dedo pelo clitóris dela ainda por cima do tecido, e ouviu Blake gemer. Ela não aguentaria as provocações dele, estava quase deixando o seu orgulho de lado e pedindo que ele enfiasse aquilo logo nela, mas ela não ia fazer isso, ainda tinha um pouco de dignidade. Ele passou o dedo por dentro do tecido e começou a penetrar a ponta dos dedos em sua intimidade tão lentamente, que Blake quis gritar tamanha era a sua excitação. Mason finalmente tinha os dedos completamente dentro dela, porém não fez nada além de voltar a tirá-los de dentro dela de forma lenta, Blake já ia reclamar para que ele fosse mais rápido quando o viu se afastar. Segurou um suspiro irritado e olhou em dúvida para Mason.

Ajeitou o sutiã e abotou a sua blusa, abaixou a saia que havia subido um pouco e prendeu os cabelos sabendo que eles estavam bagunçados, e percebeu que o olhar atento de Mason não saía de si. O olhou questionadora e o viu sorrir.

- Quando você assumir que não foi uma rejeição eu termino. - Ele disse e Blake arqueou a sobrancelha.

Ela havia deixado ele fazer o que queria, sendo que havia dito que o rejeitou, ela não sabia se sentia mais raiva dele por jogar sujo, ou dela mesma por se deixar levar.

Resolvendo não responder a Mason, ela apenas de desencostou da porta e saiu. Estava completamente ferrada se tentasse ser profissional, sabia que ele não deixaria. E ela já estava desistindo dessa ideia. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...