História Story of My Life - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Tags Aventura, Drama, Escolar, Revelaçoes, Romance
Visualizações 8
Palavras 986
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, não me matem mas o Cap tá pequeno.

Capítulo 10 - Depressão! Cap 10


Fanfic / Fanfiction Story of My Life - Capítulo 10 - Depressão! Cap 10

POV Jung-Hee

Realmente eu estava indo muito cedo com Xu Minghao, eu quero recomeçar, acho que não foi o suficiente, tenho que saber o que eu realmente quero, pois eu acabei de dar um tempo com ele, e estou vendo que se continuarmos vai acontecer isso muitas vezes.

Quero muito falar com ele hoje, preciso ter uma conversa séria, não quero que ele fique chateado comigo e o que eu fiz não está certo.

Vou até seu quarto e bato na porta.

-O que...-Jun ia falar ignorante mas logo percebeu que era eu.

-Jung-Hee?

-Oi Jun...

-O que quer aqui?-Disse sério.

-Conversar com o Minghao!

-Não tem nada pra conversar com ele, você é uma traira, traiu meu melhor amigo!

-EU NÃO TRAI FILHO DA PUTA NENHUM, AQUILO FOI UM ACIDENTE. QUER SABER?!VOCÊS TODOS QUE SE FODAM, TO CANSADA DE SER CULPADA POR IDIOTAS QUE FINGEM SER MEUS AMIGOS MAS NO FIM DÃO UM PÉ NO MEU RABO E FICA DO LADO DA PESSOA QUE ESTÁ REALMENTE ERRADA!-Gritei com Jun e fui embora chorando.

Corri o mais rápido possível e senti minhas lágrimas caindo e eu só sabia chorar, e sentir raiva de mim mesma, eu era realmente a errada na história e fui uma idiota.

Entrei dentro de meu quarto e simplesmente comecei a me machucar de várias formas, me joguei varias vezes na parede, comecei a dar socos na mesma até que cheguei ao ponto de decidir me cortar, não tinha outra escolha, o que eu mais queria era me matar.
Então simplesmente fui me cortando e comecei a me machucar e acabei batendo a cabeça e apagando.

POV Vernon

Depois que Jung-Hee saiu do meu quarto e passou no quarto do Minghao, não voltou mais, eu realmente fiquei preocupado, então desci as escadas da beliche e fui para seu quarto.

Chegando lá, ela não trancou a porta por isso decidi abrir, abri e à chamei.

-Jung?-Vou até o banheiro e vejo ela desmaiada.-JUNG!!!!

Vi sangue pelo chão e ia cabeça estava sangrando, seus braços todos cortados, e uma gilete ao lado, suas mãos estavam roxas e suas canelas também.

Chacoalhei Jung, e a mesma estava desmaiada, com um pouco de dificuldade levanto a mesma e vou correndo para a enfermaria.
Passava por vários alunos no corredor e os olhares vinham sobre nós, mas não ligava para o que eles pensavam, só queria ela bem.

Chegando à enfermaria coloco ela na maca e a deito.

-Meu Deus, o que aconteceu?-Pergunta a enfermeira.

-Cheguei no quarto dela e ela estava dentro do banheiro com uma gilete mas estava desmaiada e não consegui chamá-la.

-Ok vou pedir ajuda pra mais uma enfermeira.

A mesma foi chamar uma outra enfermeira, e eu fiquei olhando Hee.
Depois que chegaram uma das enfermeiras pediu que eu se retirasse e que logo poderia voltar a falar com ela, quando ela estivesse melhor.

~

1 hora depois...

-Pode entrar...

-Obrigado

-Bom...vou me retirar fique a sós com sua namorada...-Coro após seu comentário.

-Ela não é minha namorada...-A mesma me olhou confusa.

-Como não?Você à trouxe aqui, ficou acariciando ela com todo o carinho, vi nos seus olhos que à ama.

-Eu a amo, mas ela não senti o mesmo que eu...

-Me desculpe...

-Tudo bem...

-Mas posso ajudar você a conquista-la-Faz uma cara maliciosa.

-(risos) ela já namora, mas brigou com seu namorado por causa de mim...

-Porque?

-Dei um beijo nela, na verdade ela
retribuiu, seu namorado viu, e falou que ela traiu ele...

-Viu?Ela não ama ele, e sim você!Se ela retribuiu é porque não quer ficar com ele, é com você!

-Você tem razão...

-Espero ter ajudado, e me desculpa se intrometer na sua vida pessoal...

-Tudo bem, isso me ajudou muito-A enfermeira sai do quarto, deixando eu e Hee sozinhos novamente.


-Eu queria tanto que você me amasse...você mudou minha vida, eu te amo tanto, meu coração dispara quando estou com você, não sei nem o que dizer, é uma pena que namore o Minghao, pois eu gostaria muito te namorar, casar com você, ter filhos...uma família, seria a coisa mais desejada da minha vida, mas, seus sentimentos não são os mesmos que os meus...-Ao falar isso Jung abre seus olhos e sorri.

-Me ama mesmo?

-Mais do que tudo...

-Eu também te amo...mas não sei ao certo o meu sentimento por você...

-Vou entender, se você não quiser mais do que uma amizade...

-Não fique triste Vernon, eu te amo, há muitas pessoas além de mim, sou uma idiota que nem liga pra você, e existem melhores do que eu...

-Eu não acho-Sorri fraco.

-Aish...assim você me deixa envergonhada-Diz fazendo bico.

-Gosto de te ver feliz assim...mas, porque fez aquilo?

-Quando fui até o quarto de Jun para falar com Minghao, quem abriu foi o Junhui, e ele falou super ignorante comigo e me estressei e gritei com ele, e como fiquei com raiva decidi tentar me matar, porque me senti que estava realmente culpada...

-Meu deus, nunca mais tente se matar, se você morrer eu morro junto, sem você eu não vivo, seria o fim do meu mundo...você não faz ideia do quanto eu te amo Hee...

-Eu sei Verninho...mas não mereço você, sou uma péssima companhia...

-Eu não acho...-Tomo coragem e selo nossos lábios, começando um beijo calmo e apaixonante.

Paramos de nos beijar e ficamos calados por um tempo.

-Bom...acho melhor eu ir embora...-Diz ela se levantando.

-Nós vamos e eu vou dormir com você...

-Como é que é?

-Calma, não vou te comer não menina, só quero te proteger...mas bem que eu poderia!-Mordi meus lábios.

-SAFADO!

-(risos) estou brincando...

-Sei...-Faz bico.

Levei ela pro seu quarto e como estava de noite já peguei minhas coisas no meu dormitório tomei um banho e voltei para o dormitório de Jung.

Cheguei, e ficamos conversando sobre coisas aleatórias, então decidimos juntar os colchões, pois era beliche.

Após colocarmos no chão, dormimos abraçados e de conchinha.

 

 

 

 


Notas Finais


Eu falei que era curto...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...