História Story of two cheaters - Capítulo 22


Escrita por: ~ e ~JustOne_Reject

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, The Vamps
Personagens Ashton Irwin, Bradley Simpson, Calum Hood, Connor Ball, James McVey, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais, Tristan Evans
Exibições 27
Palavras 5.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey meu povo, pois é mais um cap pra vcs, espero que gostem... bjs

Capítulo 22 - Truth Or Dare?


Fanfic / Fanfiction Story of two cheaters - Capítulo 22 - Truth Or Dare?

POV'S ALASCA

Esses últimos dois dias choveu muito, a única coisa que fiz foi aumentar o meu sendetarismo (como a minha mãe me fala, ninguém mandou ela não deixar eu andar sozinha) com esse rabão na cama e vendo as gotas de chuva escorrendo pela janela. Estava na minha cama quando o Michael chega falando que vamos ver Stranger Things, a sim eles estão aqui, todos os meninos, eles passaram esses dois dias nessa cabana.

Desci e parei olhando para a TV, adoro essa série, fiz pipoca pra mim com manteiga e pimenta, sim eu gosto de pipoca com pimenta, sentei do lado do Luke.

- HU, pipocaa - ele pegou algumas e colocou na boca. - aah, você coloca pimenta? - acenti rindo da cara dele - ta queimando porra.

- Ninguém mandou você vir pegar a MINHA pipoca Lucas Roberto. - digo e ele fecha a cara.

Connor saiu não sei da onde e se sentou perto de mim, eles colocaram o primeiro capítulo.

(...)

Segundo capítulo e minha pipoca já tinha acabado, levantei e fui até a cozinha levar o balde da pipoca, peguei um copo e coloquei coca-cola e bebi em um gole só.

- Sabe Alasca, o lado bom de termos contado pra eles é que agora eu posso fazer isso.

Nem deu tempo de eu pensar e Connor começa a me beijar, ele me prensou na parede, paramos pela falta de ar.

- Não que subir? - pergunto e ele acente.

O pessoal estava tão vidrado na televisão que nem viram a gente subir para o meu quarto temporario.

- Temos deixa eu ver, são oito capítulos sendo que cada um tem em média uns cinquenta minutos. - Connor falava pensativo.

- Temos uns trezentos minutos, não sei fazer contas de cabeça mas deve ser por aí. 

- Tá mas, em horas?

- Aí já não sei né Connor - digo rindo e ele me acompanha.

Ele me beijou.

- Sabe Alasca - ele diz beijando meu pescoço - ainda não te dei o troco depois do que você fez comigo no lago.

Ele deu um chupão no meu pescoço, subiu os beijos para minha boca, colocou a mão na minha bunda e eu bagunçava o cabelo dele. Ele me levou até a cama e ficou por cima de mim.

- Agora vou te dar o troco Alasca - ele fala no meu ouvido, então troco as posições.

- Ou não.

Dito e feito, beijava ele ferozmente, ficamos desse jeito durante horas, o clima esquentava mais e mais, e sem perceber já estava sem minha roupa somente com as minhas peças íntimas, Connor estava sem camisa. Quando ele ia tirar meu sutiã escutamos gritos e nos separamos na hora.

Coloquei minha blusa moletom comprida que vai quase até meu joelho e desci na hora pra sala, vendo tudo escuro.

- Mas que merda aconteceu aqui?

- E-es-estavamos vendo Stranger Things, aa-aí quandos as luzes da casa do Will começaram a piscar aqui também e tudo apagou - falava Margo aparentemente assustada.

- Tá tudo bem Margo - disse Calum a abraçando e logo a cena deles se beijando passou na minha cabeça.

Connor desceu logo depois e continuou sem camisa, MEU DEUSS!!! Respira Alasca, 1, 2, 3... se acalma. Que homem!

Eu me sentei no chão junto aos outros.

- Vamos jogar pra distrair - falou Shawn.

- Jogar o que seu burro? - perguntou Ross o que me fez rir.

- Tive uma ideia, verdade ou desafio. - disse Amanda

- Não Mandy, é sempre os mesmos jogos, vamos mudar. - falou Sunshine

- Concordo - falou Lua

- Que tal complete a música? - perguntou Tristan

- Não, sou ruim nisso - falou Bradley

- Que tal... puts não lembro o nome do jogo, mas é assim, a gente fala uma coisa e o que vier na sua cabeça você diz não pode pensar, quem pensar sai do jogo - falou a Margo.

- Okay - todos disseram.

- Quem começa? - perguntou Michael.

- EU! - gritou Luke - Vai pra você Margo, Calum.

- Amigo - a olhei confusa, amigo? Depois do que eu vi? Sério? - agora pra você James, humm... uma menina

- Sushine - foi um coro de "owns" - ta deu, pra você Condora agora, Alasca.

- Gostosa - taquei uma almofada nele - ué estou mentindo?

- Não - responderam Michael, Luke, Ashton, Calum e a Lua. Sério? Até a Lua?

- Tá, pra você Bradley, comida.

- Lua. - todos o olharam - Que foi? Ela faz comida pra mim tá? - soltei o ar que nem sabia que tinha prendido. - Você Alasca, música.

- Bandas, pra você Lua, Michael.

- Lumi shipper.

- O que é Lumi? - perguntou Tristan

- Nada importante - digo.

Assim continuou o jogo, até ir o Shawn perguntar pro Michael

- Garota mais bonita da escola.

- Lua - todos os olharam incrédulos menos eu, ele logo se tocou o que disse e saiu da sala indo pro segundo andar.

Todos ficaram olhando a Lua, vish, e agora?

- Como assim Lua?

- O que está acontecendo?

- É eu te avisei.

- Não acredito que era ele

- Eu já sabia chupa seus otários

Foi um comentário atrás do outro e só vejo Lua desesperada, sem pensar levantei e a puxei pelo braço até a cozinha.

Eu vi que ela estava bem apavorada mas de uma forma boa.

- Obrigada - ela disse

- De nada.

A deixei lá sozinha, e como eu sei que ela não quer que todos saibam agora o que anda rolando vou dar uma volta por cima dessa história.

- Vocês acreditam em tudo mesmo em - digo rindo e eles me olham confusos.

- Como assim? Que dizer que o que o Michael falou não era pra valer? - perguntou Amanda. Será que ela acha isso mesmo?

- Sim, o Mike gosta de uma menina, mas tanto que chega a doer só de ver que eles não podem se assumir agora. - digo e eles fazem um "ah".

A luz voltou e cada um foi pra sua cabana, Connor me deu um selinho e foi embora. Lembrei de Michael então fui a procura dele, o encontrei no meu quarto sentado no chão.

- Hey, eles já foram. - ele me olhou e depois desviou o olhar pro chão de novo - O que foi Mike?

- É que sabe, é difícil ter que esconder isso dos meninos.

- Então conta.

- Mas e se eles... sei lá... não gostarem disso, de mim e ela.

- Mike você realmente gosta dela? - ele acentiu. - então fala, vocês se gostam, não liga se alguém disser que é errado, o que importa é o que vocêa sentem.

- Obrigado.

- De nada, agora levanta e vai lá, eu já dei um jeito no que você disse, boa sorte.

- Você é a melhor amiga que eu já tive.

- Eu sei. - me gabei e ele levantou do chão me abraçando. - agora vai logo.

Ele riu e foi embora, fui dormir, muita coisa pra um dia só.

(...)

Acordei e olhei a hora no meu celular, 13:15, nossa eu durmi muito. Levantei da cama e fui até o banheiro, tomei um banho bem quentinho, saí e coloquei meu blusão moletom, coloquei minha meia e saí do quarto. Assim que cheguei na sala vi as meninas terminando de ver Stranger Things.

- A bela adormecida acordou - disse Sunshine

- O que eu perdi?

- Ah nada demais, só o Connor querendo pegar uma menina que chegou hoje aqui. - disse a Margo

- O QUE???

- To zuando Dogão, tinha que ver a sua cara - a Margo ria e as meninas riram junto

- Não tem graça. - digo brava e me sento no meio delas.

- Ah teve sim Alasca - disse a Amanda.

Terminamos de ver a série e já era 16:15, então resolvemos jogar eu nunca. Estamos cheias de joguinhos.

- Eu nunca menti para minhas amigas - eu digo e vejo a Lua beber.

- O que mentiu? - perguntou Sunshine

- Sobre o Mike, eu sempre gostei dele, só não quis afirmar. - ela disse de ombros.

Me virei pra Margo.

- Que foi?

- Não vai beber Margo?

- Não.

- Tem certeza?

- Ten...tenho.

- Gaguejou, pode beber

- Por que eu deveria beber? - ela pergunta fria.

- Eu vi você e o Calum se beijando no lago Margo, porque não me contou? - perguntei brava.

- Eu...eu não sei Alasca, porque você ta zangada? Você tá com o Connor!

- Não tem haver com o Calum e sim com nós, achei que fossemos amigas, amigas contam tudo.

- Do mesmo jeito que você me disse do Connor? - puts, me ferrei.

- Não...não estamos falando de mim e sim de você não ter me contado sobre o Calum!

- Vamos continuar? - pergunta Lua

- Vamos. Eu nunca andei pelada em casa - falou Sushine e todas tomaram mais um gole da vodka. - sério? Só eu sou normal aqui?

- Não, você é a única santa. - disse a Lua rindo um pouco alterada.(mel ta certo o alterado??)

Jogamos mais um pouco até a garrafa da vodka acabar. Fui para meu quarto e bati a porta com força e comecei a chorar, porque diabos estou chorando? Talvez por eu ter brigado com a Margo, nem sei porque fiquei brava com ela, bem, ela devia ter me contado, mas eu estou brava com ela ou com o Calum? Porque eu ficaria brava com ele? Quer saber? Foda-se.

Deitei na cama e fiquei pensando na bagunça que é a minha vida, logo escuro batidas na porta e grito um "entra"

- a Margo ficou chateada - disse Lua

- E daí? Ela não me contou do Calum

- E porque você está assim? - ela me perguntou.

- Talvez porque... eu não sei Lua, eu não sei - disse com a voz embargada. Ela levantou e me abraçou.

- Relaxa, vai ficar tudo bem.

Não sei o que está acontecendo comigo, caramba eu sou amiga do Calum, eu devia ficar feliz.

POV'S LUA 

Acordo com o barulho de um anão se jogando na minha cama. 

Abro os olhos, levo um tempo pra me acostumar com a luz. 

-Bom dia.- digo pra Brad

-Boa tarde. Já são três e meia! Você dormiu quase o dia todo. 

-E eu ia continuar dormindo se você não viesse me acordar.- digo sonolenta 

-É, eu sei. Mas eu precisava te acordar. 

-Por que? 

-Porque não sei onde estão Shawn e Ross, Amanda está com dor de cabeça e o Tris está cuidando dela, o Connor está...- ele fez uma pausa como se ainda estivesse tentando digerir o fato- com a Alasca... 

-E o James e a Sunshine?  

-Sei lá, desde que eu cheguei estão no quarto dela devem estar transando, foda-se! Todos os meus amigos estão namorando ou apaixonados. Eu vou ficar sozinho.- Brad choraminga com a cabeça enfiada no travesseiro

-Não vai não!

-Vou sim! Eu mal vejo o Connor e o James agora e quando você começar a namorar esse cara que você gosta também vai sumir.- ele diz com uma ponta de tristeza na voz. Não consigo deixar de imaginar, eu e Michael... Namorando... 

-Não vou! Eu prometo! 

-Eu sei que vai. E por falar nisso, queria conversar com você.- ele diz tirando a cara do travesseiro e me olhando nos olhos. De repente ele ficou sério. 

-Sobre o que?

-Sobre o Michael. 

Ai

Ai

Ai

Ai

Ai

Ai

-Oque tem o Michael?- eu pergunto mesmo com medo da resposta  

-Ele...- Brad foi interrompido pelo barulho de vozes e pela porta do quarto sendo aberta. 

São Connor e Alasca. E mais alguém atrás dos dois com uma cara meio fechada. Michael. Primeiramente fico sem entender o por que disso mas depois eu percebo. Eu e Brad, deitados na cama bem de pertinho conversando olhando um nos olhos do outro... Talvez esse não fosse o melhor momento pra ele aparecer. 

-Viu só? Eu disse que ele devia estar com a Lua.- Connor diz. Alasca percebe o que está acontecendo e tenta contornar a situação 

-Hum... Estamos esperando vocês dois lá em baixo...vamos Mike?- ela pergunta olhando pra Michael e ele acente. Os dois saem da porta e Connor me olha sem entender. Aponto com a cabeça na direção de Brad e ele faz aquela cara de "aaaaaaah tá" 

-Era sobre isso que eu queria falar.- Brad diz apontando pro espaço vazio na porta ao lado de Connor que segundos atrás era preenchido por Michael. 

-Isso o que?- pergunto fingindo não saber do que ele está falando 

-Ele tem ciúme de você! 

-Pfffff, oque? 

-Você acha que eu não sei que é ele? Eu sei que você gosta dele!- Brad diz e eu olho pra Connor em busca de ajuda. Ele joga as mãos pra cima e diz

-Me deixa fora disso!- ele sai pela porta e me deixa sozinha com Brad

-Sabe, eu não sou cego. Eu vejo ele te olhando todo dia lá na escola. Vejo você olhando pra ele também. Não tem como negar. Ou você vai negar pra mim que naquele dia que eu fui pegar os livros com você ele não tava morrendo de ciúme? 

-Tá. É ele sim.-admito- Eu queria ter falado antes mas eu tava com medo da sua reação.-digo e vejo Brad passar as mãos no cabelo como se estivesse passando por algo muito estressante- Tá chateado comigo? 

Ele respira fundo e pensa um pouco antes de responder

-Não. Só digo uma coisa- ele diz se levantando e indo até a porta- se ele te magoar eu acabo com a raça dele. 

Paro por um tempo pra me recompor e processar tudo o que aconteceu nos últimos cinco minutos. 

Expira, inspira, expira, inspira. 

Eu não sei mais o que esperar depois disso. 

Qual vai ser a reação dos outros? Tris? James? Shawn? Ross? 

E a reação dos amigos dele? Luke? Calum? Ashton? 

Paro de pensar nisso porque só me deixa mais nervosa do que já estou. Por outro lado me sinto aliviada. É difícil explicar. 

Saio pela porta em direção a sala. No caminho, passo pela porta do quarto da Alasca. Não consigo evitar ouvir as vozes. 

-Parabéns, Michael.- Connor diz sarcástico 

-Oque?- Michael pergunta 

-Brad descobriu tudo. 

-Como?- Michael pergunta meio surpreso

-Não sei. Talvez seja porque você deixou escapar que acha que a Lua é a mais bonita da escola. Ou talvez seja por causa dessa cara de bunda que você faz toda vez que eles dois estão juntos.- Connor diz e ouço a risada de Alasca 

-É mesmo, Mikey. Digamos que você não é muito discreto.

-Não mesmo!- digo mentalmente 

Cabelo colorido, piercing na sobrancelha, roupas pretas, alto que nem um poste de luz. Definitivamente em todos os aspectos, discreto não é uma palavra que pode ser usada para definir Michael Clifford. Nem sei se ele sabe o que significa. Paro de escutar atrás da porta e vou até a sala onde estão quase todos. Todo mundo está conversando e falando ao mesmo tempo de um jeito que é impossível prestar atenção em uma conversa só então acabo ouvindo pedaços de várias conversas diferentes. Vamos por partes. Pelo visto, tem uma outra escola acampando por aqui e segundo o que dizem Shawn e Ross as meninas dessa escola são gostosas pra caralho. Ashton disse que pegou três. Luke pegou duas. Margo estava falando com Calum sobre a briga dela com Alasca noite passada. Amanda disse que acha que bebeu um pouco além da conta ontem e acordou com dor de cabeça. Tristan disse que ela só tinha que tomar água e ia melhorar rapidinho. E a melhor conversa de todas, James disse (ao contrário do que Brad e Con acreditam) que não, ele e Sunshine não estavam transando. 

-Estavam sim!- Brad diz

-Não estávamos não!- James responde

-ESTAVAM SIM!- Bradley e Connor gritam ao mesmo tempo 

-Eu desisto!- James se rende

-Então você admite que vocês estavam transando?- Connor pergunta 

-A gente não tava... 

-Então o que vocês estavam fazendo tanto tempo sozinhos no quarto dela com a porta trancada?- Brad pergunta 

-Estávamos conversando. 

-Aham, sei.- Connor diz cruzando os braços e olhando pra James com os olhos semicerrados. Alasca ao seu lado só sabe rir. Assim como eu. Estou quase rolando no chão de tanto rir.  

-Me engana que eu gosto!- Brad diz

-Que isso gente, a Sunshine é inocente.- Alasca diz

-INOCENTE?- eu, Brad e Con gritamos ao mesmo tempo. Os meninos caem na risada

-INOCENTE OQUE ALASCA? ISSO AÍ SE FAZ!- eu grito apontando pra Sunshine e os meninos riem ainda mais

-É impossível ela ser inocente sendo nossa amiga. A gente não presta!- Mandy diz e os outros concordam. Pelo visto Alasca está conseguindo se enturmar. Percebi os olhares de Luke, Calum, Ashton e Michael fuzilando a gente. Acho que eles não gostaram de a Alasca estar se enturmando. Eles trocavam olhares com os meninos que estavam agindo tipo, "sim roubamos ela de vocês". O clima estava ficando muito tenso. Graças a Deus Amanda resolveu tentar melhorar a situação. 

-Então...- ela diz intercalando os olhares entre Luke e Brad como se dissesse "parem com isso seus idiotas"- Que tal se a gente jogar verdade ou desafio? 

-Não sei não hein- Alasca diz. 

-Sempre que eu jogo esse jogo dá merda.- digo 

-Ah, para. Somos um bando de adolescentes sozinhos em casa. Nós somos moralmente obrigados a jogar verdade ou desafio. - Amanda diz sentando no chão. (Ou no Shawn se preferirem.)- Além disso, vocês não tem nada a perder. 

-Só a minha dignidade.- digo me sentando no chão também, logo sendo seguida pelos outros. Sentamos todos juntos formando uma roda.  

Amanda pega a garrafa de vodka vazia que bebemos ontem e coloca no meio da roda. 

-Tudo bem. Você não estava usando mesmo.- ela diz e gira a garrafa. 

[...] 

As primeiras rodadas se passaram sem que nada de interessante acontecesse. Todo mundo tinha escolhido verdade até ali e as perguntas eram bem mais ou menos. Até que chegou a vez de James escolher. 

-Verdade ou desafio?- Brad pergunta 

-Desafio.- James responde

-Isso!- Brad comemora- Te desafio a passar meia hora trancado no quarto com a Sunshine.

Não consigo deixar de rir. 

-Ai, ai. Quero só ver onde isso vai dar.- Sunshine diz se levantando

-Depois de nove meses você vê o resultado...- digo e Sunshine ri alto

-Tentem não fazer muito barulho.- Amanda diz

-Usem camisinha.- Connor diz

-Divirtam-se crianças!- Brad diz enquanto James e Sunshine entram no quarto.  

-Vai se foder, Simpson!- James grita

-Mamãe ama!- Brad responde. Se eu ganhasse uma moeda por cada vez que esses retardados que eu chamo de amigos me fazem rir...

Brad gira a garrafa. Dessa vez cai entre Luke e Ashton.

-Verdade ou desafio?- Ashton pergunta

-Desafio.- Luke responde

-Te desafio a beijar o Michael.

Alasca ri alto, Margo segura o riso e Calum ri silenciosamente. Bradley cuspiu o que estava bebendo. Luke e Michael se entre olham visivelmente constrangidos

-NÃO!- os dois gritam ao mesmo tempo. Isso é demais pra mim. Minha barriga já tá doendo. Estou ficando sem ar.

-Brincadeira! - Ashton diz- Mas eu bem que queria ver um beijo Muke. Tudo bem, agora é sério. Luke, te desafio a dar um abraço, longo, forte, apertado, cheio de amor e carinho...- Ashton diz abraçando a si mesmo e se balançando de um lado pro outro- No Bradley

-OQUE?- Brad grita

-Vem cá, Mike.- Luke diz fazendo biquinho e se aproximando de Michael.

-Sai pra lá!- Michael diz rindo e empurrando Luke  

-Sério?- Luke pergunta olhando pra Ashton 

-Sério.- Ash responde

Luke e Brad levantam de muita má vontade e se aproximam um do outro. 

-Andem!- Amanda diz

Eles se "abraçam". Na verdade eles mal se tocam como se um tivesse medo do outro ter uma doença muito contagiosa. 

-Se abracem direito porra!- grito e todos riem menos os dois. Eles se aproximam e se abraçam direito. São até fofinhos juntos. 

-Amanda!- Tristan grita

-Oque?- ela pergunta 

-Escolhe um nome pro ship.- ele diz e arranca risadas de todos. Até mesmo Luke e Bradley. 

-Bruke. 

-Gostei! 

-Team bruke vs team muke- digo e todos riem 

-Melhor que team lumi vs team ludley.- Amanda diz e só eu e Alasca rimos. 

-Que caralhos é lumi?- pergunta Calum 

-Que porras é ludley?- Brad pergunta voltando para seu lugar 

-É bom mesmo que você não saiba.- Alasca diz e Michael ri. Brad olha pra mim como se estivesse pedindo ajuda 

-Depois eu te falo.- digo. 

Luke gira a garrafa. Brad e Shawn. 

-Verdade ou desafio?- pergunta Shawn 

-Desafio.

-Te desafio a...- Shawn faz uma pausa pra pensar no desafio - te desafio a beijar a Lua. 

-OQUE?- gritamos eu, Alasca, Amanda, Connor, Brad e Michael ao mesmo tempo. 

-Por que a Lua?- Michael pergunta 

-Não podia ser a Amanda?- Connor pergunta 

-Amanda não!- dizem Tris e Ross ao mesmo tempo 

-É, eu não!- ela diz 

-Por que não?- Michael pergunta 

-Então vocês preferem que seja a Alasca?- pergunta Shawn 

-NÃO!- Connor e Calum gritam ao mesmo tempo que Michael diz

-Pode ser. 

-Então é a Lua e pronto acabou.- Shawn diz

-Não tinha um desafio melhor não?- Alasca pergunta 

-É! Podia fazer ele beber a água da privada!- Michael sugere

-Água da privada? Tá achando que eu sou oque um cachorro?

-É. Um daqueles pinsches que fazem muito barulho por nada. 

-Olha só quem fala...- Brad diz

-Chega! Vai beijar ela ou não?- diz Shawn. 

Michael olha pra Brad como se dissesse "você não vai fazer isso, vai?" 

E em poucos segundos a dúvida acaba. Porque Brad me beija. 

Eu não acredito. Isso não pode estar acontecendo. 

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaarghh 

Merda.  

Quando o beijo acaba, continuamos o jogo. Mas o clima está tão pesado que eu acho que vou morrer sufocada. A garrafa gira. Ross e Calum. 

-Verdade ou desafio, japonês do Paraguai?- Ross pergunta 

-Desafio, Ken com defeito de fábrica.- Calum responde

-Te desafio a beijar a garota mais bonita dessa sala. Notem que eu disse garota e não pessoa, porque sejamos honestos...eu ganharia de todas vocês. - Ross diz e Amanda levanta o dedo do meio pra ele. Espero que Calum beije Margo que está ao seu lado o que geraria um coro de "owns" mas ele não faz isso. Ao invés disso ele atravessa a roda e vem até Alasca. Ele segura o rosto dela com as duas mãos e beija ela. E por algum motivo muito doido ela corresponde. 

OQUE TÁ ACONTECENDO COM O MUNDO HOJE MEU DEUS??????????? 

Sunshine e James saem do quarto. 

É possível ver o espanto no rosto dos dois por ver Alasca e Calum se agarrando. Eu mesma não estou acreditando nisso. Bem ali, na frente do Connor. E da Margo também. 

Margo! 

Ela está observando a cena com os olhos cheios de lágrimas. Não lágrimas de tristeza. Lágrimas de raiva. Então, Alasca e Calum se separam, ofegantes e ela faz uma coisa que nem em um bilhão de anos eu esperaria que fizesse. Ela sai de onde ela está e vai beijar o Tristan. Tristan? Por que? 

Se ela beijasse o Connor até que faria sentido mas...

Tristan? 

Acho que ela só resolveu beijar o primeiro garoto que viu pela frente.

Já chega!

É demais pra mim

É muita coisa pra um dia só

Deu!

Me levanto enquanto digo

-Eu avisei que ia dar merda. Mas, ninguém me ouve. Agora se resolvam entre vocês aí.

Fui pro meu quarto e durante o resto do dia tentei ignorar os gritos, os choros e as batidas na porta. Até que não deu mais e eu resolvi abrir. 

POV'S ALASCA

Não acredito no que estou vendo, a Lua não queria então porque diabos o Bradley beijou ela? Não foi um selinho, foi um BEIJO PRA VALER, mas o que está acontecendo aqui?

Fui tirada do meu transe quando vejo Calum me beijar. Espera, Calum? Sem pensar duas vezes correspondo. Porque diabos correspondi? Talvez porque eu quisesse beija-lo há  muito tempo. Quando nos separamos lembrei de Connor, merda.

Tudo estava no mudo, minha cabeça rodava, só vejo a Lua levantar e ir embora, olho pro lado e vejo a Margo beijando o Tristan, o Connor ta me olhando como se fosse me matar, e Calum só percebeu a burrada que fez quando viu a Margo quase chorando.

- Wow, foi melhor do que eu esperava - disse Ross recebendo um tapa na cabeça do Shawn.

Sunshine e James voltaram e estão de boca aberta, só olho pra todos e vejo o Mike partir pra cima do Bradley.

- Você sabia então porque fez isso? - Michael perguntava do Bradley enquanto dava socos na cara dele.

Todos estavamos espantados com a cena.

Bradley revida ficando por cima de Michael batendo nele também.

- Ela é boa demais pra você Clifford! - ele gritava e nessa hora percebi que Michael tinha parado de tentar se defender. Merda.

Como um escape minha mente acordou e fui pra cima do Bradley.

- LARGA ELE SIMPSON - gritava e empurrava o Bradley pro chão.

Assim que Bradley deixou o Michael vi o estrago em seu rosto, o super cílio sangrando, a boca machucada, e o olho ficando roxo. Merda.

- Vem Mike. - o ajudei a levantar, olhei pro Connor - já venho. - ele acentiu então fui até o quarto da Lua e bati na porta, ela levou um tempo pra atender- Lua, ajuda ele por enquanto por favor, preciso me resolver com o Connor. - ela ficou apavorada ao ver Mike e o levou até sua cama.

Desci as escadas correndo, assim que vi Connor ele fez sinal com a cabeça pra fora da cabana e eu o segui.

- Desculpa, eu deveria ter feito algo pra impedir...

- Hey, olha pra mim - ele disse segurando meu queixo. - eu sei que você nunca beijaria ele.

- É. - sim eu beijaria. Que merda que eu to pensando? Não, não beijaria. - Você não está bravo?

- Não, porque eu sei que você é minha. - ele disse e me beijou. - Tenho certeza que eu beijo melhor que ele. - demos risada e ele me abraçou.

Depois de uns dez minutos lá fora com o Con entrei na cabana e encontrei a Margo sentada em um canto com os olhos vermelhos. Respira e vai.

- Margo. - digo e vou em direção a ela.(one direction, sorry precisava fazer isso kk)

- Vai embora. - ela disse com a voz embargada.

- Não, não vou até resolvermos isso. - digo e me sento ao seu lado.

- O que você quer? Falar que o Calum não tá nem aí pra mim? Que ele te ama? Que vocês vão ficar juntos?

- O que? Não! Eu tenho o Connor! Estou feliz com ele - digo e ela me olha nos olhos. - olha, me desculpa por ontem, eu só fiquei chateada por você não ter me contado, sabe, você é minha amiga, podia pelo menos ter me contado, e...e sobre o jogo, olha eu não queria causar problemas...

- Alasca, tá tudo bem,eu sei que você não queria beijá-lo , só não sei porque você correspondeu.

- Nem eu. - digo olhando pro chão - amigas?

- Amigas. - ela disse me abraçando. - me desculpa...

Escutamos gritos, e pelo que deu pra ouvir era da Lua, meu deus o que aquela louca ta fazendo?

POV'S LUA 

Estava olhando pro Michael, o olho roxo e os machucados que não estavam mais sujos de sangue porque eu limpei. Ele só fica encarando o chão evitando me olhar nos olhos. Ouço uma batida na porta. Abro e vejo Brad também todo machucado. Ah, agora sim. Agora eu vou rodar minha baiana. 

-Entra. - digo e ele entra. Assim que nota a de presença Michael seu semblante muda.- senta. Por favor.- digo tentando manter a calma, tentando não explodir, tentando não chorar, tentando manter a voz firme, tentando não...alguma coisa. Ele percebe que não estou muito bem e se senta ao lado de Michael. Bato a porta com toda a força possível. Eles se assustam com o barulho e olham pra mim.  

-EM QUE DIABOS VOCÊS DOIS ESTAVAM PENSANDO?- grito o mais alto que posso e em seguida sinto as lágrimas escorrendo pelo meu rosto. 

-Desculpa...- Michael sussurra

-Não chora, Solzinho.- Brad 

-PARA DE CHAMAR ELA ASSIM!- Michael grita irritado

-ELA É MINHA AMIGA EU CHAMO ELA COMO EU QUISER!- Brad grita também 

-Parem...- eu peço tentando me recompor

-Você viu, é ele que começa.- Brad diz

-Porque VOCÊ provoca! Você não tinha que beijar ela daquele jeito muito menos na minha frente! 

-Você provoca primeiro! 

-CHEGA! - grito o mais alto que posso e eles se assustam- EU NÃO QUERO SABER QUEM COMEÇOU!- faço uma pausa pra respirar- Vocês têm noção do que acabou de acontecer? Podiam ter se machucado feio! 

-Nós não iriamos tão longe...- Brad diz de cabeça baixa 

-Ah, que lindo. Não iriam tão longe? NÃO IRIAM TÃO LONGE, BRADLEY? MAS E SE FOSSEM? ONDE ISSO IRIA ACABAR SE A ALASCA NÃO TIVESSE SEPARADO VOCÊS? 

Eles ficam mudos olhando pro chão 

-Desculpa -Michael sussurra

-PARA DE SE DESCULPAR! QUE INFERNO CLIFFORD! DESCULPAS NÃO RESOLVEM NADA! EU NÃO QUERO AS DESCULPAS DE VOCÊS!- grito novamente. Dessa vez eles se calam. Fico andando de um lado pro outro do quarto, tentando me acalmar.

-E se tivessem se machucado de verdade? Como acham que eu ficaria, hein? Como que eu ficaria sabendo que eu fui o motivo da briga? COMO ACHAM QUE EU FICARIA?- nenhum dos dois diz uma palavra.- RESPONDAM!

-Eu entendo e eu sinto muito mas, é que esse idiota aqui...- Michael começa a falar mas Brad interrompe. 

-Foi você que começou, seu...

-Parece que nenhum dos dois entendeu o recado.- eu digo um pouco mais calma- Tudo bem, vou explicar de uma forma mais clara, paciente e carinhosa.- eu me ajoelho de frente pra cama de um jeito que eu fico entre os dois- É o seguinte...- digo acariciando ao mesmo tempo o cabelo de Brad e o rosto de Michael.-Eu amo muito vocês dois. Muito mesmo. De jeitos diferentes é claro, mas amo. Se vocês dois amores da minha vida brigarem de novo...-digo olhando nos olhos de Michael e depois nos de Bradley- eu nunca mais olho nessas carinhas lindas de nenhum de vocês. Eu não vou querer saber os motivos, quem começou, quem continuou. Simplesmente acabou. Entenderam?-pergunto e eles ficam paralisados- EU PERGUNTEI SE ENTENDERAM!- Brad acente com a cabeça e Michael murmura algo parecido com um sim.- Ótimo.  

Me levanto devagar e abro a porta. 

-Pode sair, Simpson. Pra você é só que eu tenho pra falar.

Brad levanta e vem andando devagar até mim. Antes de sair ele me abraça e dá um beijo na minha bochecha

-Te amo, Solzinho.- ele diz e eu me derreto. Abraço ele de volta e digo

-Você não presta, Simpson.

-E você adora isso.

-Eu não disse que não gostava só disse que você não presta.

Ele sai e eu fecho a porta. Michael se levanta e vem em direção a mesma. Me coloco entre ele e a porta.

-Ow, espera. Eu ainda tenho muita coisa pra falar pra você, algodão doce.- eu digo empurrando ele com uma mão em seu peito.- Senta aí.  

   


Notas Finais


E aí? Gostaram?
Deixem as opiniões de vocês e até o próximo capítulo
Bjssss 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...