História Story Psychopaty - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale, Yandere Simulator
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Burgerpants, Flowey, Gerson, Grillby, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Assassinatos, Mortes, Rivais, Senpai Sans, Yanderelucy
Visualizações 10
Palavras 658
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Seguinte, eu tenho alguns avisos para dar:
1- Não é só Lucy que é uma Yandere, Marley também é, apenas que o nivel dela é de matar para proteger as pessoas com quem ela se importa.
2- Após a primeira vitima que Lucy matar, ela irá mudar sua personalidade para uma espontânea e meiga, tipo o Yandere blueberry.
3- A unica coisa que ela queria com Sans, é que fosse só seu e de mais nenhuma garota, nada além disso, por isso quem começa o yaoi é Sans.
4- Alice está nessa fanfic, como sempre, mais ela não age como a Info-Chan, apenas que ela garante que tudo saia como deve, ou seja, ela apenas monitora e não interrompe nada.
Bem, acho que é só, dito isso, boa leitura.

Capítulo 1 - Prólogo- Senpai is MINE


Fanfic / Fanfiction Story Psychopaty - Capítulo 1 - Prólogo- Senpai is MINE

Desde que saíram da superfície, as coisas melhoraram para os outros, mas não muito para você, claro que você não desgruda de Sans, mais ele não parece muito interessado em você, ele só tem olhos para sua mãe Toriel, mas ela não é motivo para se preocupar, afinal, ela e Asgore já estão voltando e isso lhe dará a chance de conquistar Sans...Por que? Por que você se preocupa tanto com ele? Por que acha que outras garotas podem se apaixonar por ele e o mesmo te esquecer? Por que você quer ele a qualquer custo? Por quê?, você deixa esses pensamentos de lado e tenta focar no presente, mesmo que esses pensamentos insistam em retornar. Vocês foram ao Shopping comprar algumas coisas, Marley queria comprar tudo que visse, Papyrus estava junto, estava super animada em comprar coisas novas, Sans por outro lado apenas cochilava em pé, e hora ou outra você o cutucava para o mesmo acordar.

Marley- Omg! Tantas coisa que eu adoraria comprar, acho que precisaria de um caminhão.- disse enquanto tinha o rosto colado no vidro de uma das lojas.

Papyrus- SIM HUMANA! REALMENTE MUITAS COISAS, MAS APENAS O QUE PRECISAMOS, SÓ FALTA UM ITEM DA LISTA E VAMOS EMBORA.- Papyrus estava um pouco cansado de ter ficado horas dentro daquele lugar de estrutura enorme.

Lucy- Legal, assim que chegarmos eu vou cozinhar algo delicioso, quem sabe uma torta ou um bolo? O que acha Sans?.- o esqueleto abriu uma das órbitas e a mirou em você, parecia que já sabia a resposta.

Sans- Heh, acho que aquela torta de amora, ela seria um ótimo rango.-  ao terminar a frase uma amiga da sua escola chega e te comprimenta.

Clara- Oi Lucy! Que surpresa em te encontrar aqui, e quem são esses dois que te acompanham?- pergunta a líder do clube de ginásio, ela já conhecia sua irmã, seus olhos amarelos miram em Sans, você sente-se em chamas, mas se pergunta por que.

Lucy- Bom, o esqueleto maior é Papyrus,- ele diz olá com grande alegria.- e esse é Sans, irmão mais velho dele.- Sans cumprimenta Clara com um aceno, a mesma cora, isso lhe irrita ainda mais, porém você consegui disfarçar.

Clara- É um prazer em conhece-los, passem algum dia lá na quadra, estou sempre treinando por lá, quem sabe eu acabo treinando vocês.- ela pisca para Sans, você quer tirá-lo dalí o quanto antes, ela se despedi e você respira fundo.

Lucy- Bem, vamos logo, quero fazer aquela torta e descansar.- diz fazendo um movimento circulatório com sua mão direita.

Mais tarde...

Você coloca a torta no forno, assim que o fecha, pensa no que aconteceu no shopping, claro que gostando de Sans, sentes ciúmes quando está com alguma garota, mais é estranho ela ter se apaixonado de primeira por ele, ela tinha acabado de conhece-lo, normalmente você conhece a pessoa antes de mandar indiretas, ou isso é a modernidade, não, deve ser coisa da sua cabeça, o cronometro apita e você tira a torta de lá, deixa ela coberta para esfriar um pouco, seu olhar cai sobre Sans, será que ficou tempo demais com ele e agora acha que ele lhe pertence, passa uns cinco minutos e a torta não estava mais tão quente, você a leva e serve para sua irmã e para os esqueletos.

Marley- Hmn, está muito boa, você caprichou nessa mana.

Papyrus- ESTÁ MAGNÍICA LUCY! VOCÊ É UMA COZINHEIRA DE PRIMEIRA, IGUAL AO GRANDE PAPYRUS!

Sans- Heh, nada mal kiddo, você se superou nessa.- sorri corada para Sans, isso te deixa nervosa e feliz, seu coração bate sem intervalo.

Ao terminarem, você e Marley retornam para sua casa, Toriel as recebem e diz que está quase na hora de dormi, se arrumam e vão pra cama, enquanto deita, pensa em tudo que aconteceu, pensa em quanto Sans não sai de sua cabeça, você tem vontade de deixar Clara e qualquer uma longe dele, tem vontade de deixar claro que gosta dele, tem vontade de matar por ele, "Custe o que Custar...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAh.....

Continua...=)



Notas Finais


Eita preula, Rivais, tomem cuidado, a um Lobo em pele de Cordeiro entre vocês, ou uma, melhor, duas yanderes, uma quer proteger sua família e a outra quer se livrar das inimigas.
Até pessoas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...