História Strange feelings - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Boys Love, Bts, Gay, Jikook, Kpop, Lemon, Namjin, Namjoon, Seokjin, Vhope, Yaoi
Exibições 226
Palavras 1.907
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prologue


Seokjin pressionou os olhos, antes de abri-los de vez. As batidas animadas de 'We Are Bulletproof' ecoavam por todo o quarto, e logo acordaria Jimin e Jungkook, que dormiam na cama ao lado da sua. Sabia que, em poucos minutos, Namjoon estaria lá para acordá-los também.

Então, pegou seu celular no criado mudo e desligou o alarme. Depois, resolveu checar seu twitter. Dentre todas as notificações, haviam algumas em especial, que de tanto se repetirem, chamaram a atenção do loiro. A palavra "Namjin" em tweets, alguns juntos à links. Resolveu clicar em um. Era uma fanfiction; já havia ouvido falar sobre, uma história feita por fãs. Nada demais. Porém, ele fazia parte dessa história, junto a Rapmon. Uma foto dos dois abraçados, feita em um dos tantos photoshoots, era a capa. Não pôde evitar uma gargalhada alta, que fora abafada por sua mão, ao ler coisas "não apropriadas", logo na sinopse. Filtrou pelo nome "Namjin" na ferramenta de pesquisa do site, tendo como resultado uma etiqueta, com 2000 histórias nela. Ficou boquiaberto com o resultado.

- Jin? - A voz de Namjoon alertou-o, fazendo com que o loiro olhasse na direção da porta, onde o platinado estava.

- Ei, Nam, vem aqui. - Acomodou-se na cama, dando espaço para que o amigo se sentasse ao seu lado, e assim ele fez. - Olha isso. - Entregou o celular para Namjoon, que franziu o cenho, confuso.

- Namjin? O que é isso?

- Qual o seu nome, idiota? - Fez uma curta pausa, antes de prosseguir. - E o meu?

- Que loucura. Não anda lendo essas coisas, né? - Disse, em tom bem humorado.

- Claro! O que mais poderia ler? - Respondeu, no mesmo tom, provocando uma risada nos dois.

- Vou acordar os meninos. Se não for por mim, eles dormem até uma da tarde.

- Fala como se não fosse o dorminhoco que é. Se não fosse por mim, o manager já tinha arrancado nosso coro. - Ele se levantou, enquanto Namjoon se aproximava da cama em que Jimin e Kookie estavam juntos, por terem ido dormir tarde, assistindo à um filme no notebook do ruivo.

- Então, obrigado, princesa. - Disse, seguido de uma risada, e acabou tendo um travesseiro arremessado em suas costas.

Namjoon jogou o mesmo de volta e Jin se abaixou, desviando. Então, o Kim mais novo ficou durante alguns minutos tentando acordá-los, sacudindo seus ombros e falando alto, mas nada adiantava, eles tinham sono pesado. Seu hyung, que antes lavava o rosto no banheiro, voltou ao quarto, soltando uma gargalhada ao vê-lo tentar, tão falhamente, despertar os dois, que dormiam como filhotinhos, agarrados um ao outro.

- Kim Namjoon, depois de três anos, ainda não sabe como acordar esses garotos? - Um sorriso travesso brincava em seus lábios.

- Mostre-me, então, omma.

Seokjin fez uma expressão séria, fingindo raiva, o que não durou muito, sendo quebrada por uma gargalhada.

- Se vira sozinho, otário. - Mandou um beijo nor ar, enquanto se dirigia à porta. Nam aproximou-se dele ligeiramente, puxando o loiro pela cintura.

- Volta aqui, vai. - Pediu, entre gargalhadas, enquanto, agarrado ao torço de Jin, o puxava para longe da porta.

- Para de me agarrar, seu pervertido. - Se desvencilhou dos braços de Namjoon e fez uma breve corridinha até a cama onde Jungkook e Jimin estavam, se jogando ali. Rapmon apenas o seguiu, repetindo o ato.

- Meu notebook, desgraçados! - Jimin reclamou, o puxando de baixo do corpo de Namjoon.

- Que cama macia! - O platinado falou, ignorando o que o outro dizia.

- Concordo! - Foi a vez de Jin falar, enquanto se aconchegava sobre os cobertores, irritando Jungkook.

- Saiam de cima! Estamos acordados! - Kookie disse, tentou se levantar a acabou fazendo com que Namjoon caísse da cama.

Um gemido de dor escapou por entre seu lábios e todos riram, quando o mesmo se levantou com o cabelo desarrumado. Se levantaram, indo em direção a porta. Caminharam pelo corredor vazio até a cozinha, onde Hoseok, Taehyung e Yoongi tomavam o café da manhã.

- Estavam na suruba até essa hora? - Brincou Hoseok, fazendo os dois ao seu lado rirem.

- Essa noite foi louca. - Jimin disse, roubando o suco de Hoseok e se sentando ao lado de Yoongi.

- Sempre shippei. - Tae formou um coração com suas mãos, e foi empurrado por Namjoon, que se sentou na cadeira ao seu lado. Todos olhavam para Jin com expectativa.

- O que há com vocês? - Perguntou, observando-os.

- Estamos com fome. - Reclamou Jungkook, descansando a cabeça no ombro de Hoseok, que estava sentado ao seu lado.

- Credo, o que seriam de vocês sem mim? - O loiro abriu a geladeira, tentando encontrar algo fácil e rápido de se preparar ali. - Temos exatamente trinta minutos pra comer. Se vocês não dormissem tanto e não demorassem tanto pra se arrumar, teríamos mais tempo. O programa começa daqui duas horas e tenho quase certeza de que presenciaremos o manager irritado novamente. Por deus, vocês deveriam... - Continuou seu sermão, enquanto colocava alguns ingredientes para um Bok Um Pap* sobre o balcão da pia. V revirou os olhos, abrindo e fechando sua mão freneticamente, indicando que Jin estava falando demais, e depois, levando um tapa fraco de Namjoon em sua mão.

- Vocês deviam ajudá-lo, sabia? - Ele sussurrou, aos meninos na mesa. - Deixam todas as responsabilidades sobre mim ou ele, isso não é certo.

No lugar onde antes havia sorrisos sujestivos e feições divertidas, agora havia apenas feições sérias, cabisbaixas. Por mais que estivessem quase sempre brincando, se sentiam mal em saber que estavam fazendo algo errado. Não era a intenção deles. Jin percebeu o silêncio incômodo que havia se instalado, e virou-se para eles.

- Ei, tudo bem. Eu não estava reclamando com vocês. Sabem que eu gosto de manter o controle aqui. - Soltou uma risadela nervosa. Não queria vê-los assim. - Como vamos fazer uma entrevista com essas caras de bunda, huh?

Eles sorriram de modo mínimo e singelo.

- Pergunte ao Yoongi-hyung, ele faz isso há tanto tempo. - Jimin brincou, fazendo Suga sussurrar-lhe um xingamento.

(...)

Faltavam poucos minutos para que entrassem no ar. Todos os meninos usavam seus celulares, enquanto o apresentador não os chamava. Jimim cutucou Jungkook, que estava ao seu lado.

- Ei, dongsaeng, olha isso. - Ele mostrou seu celular ao moreno, que olhou rapidamente a tela do mesmo. Entre os assuntos mais falados da Coréia, lá estava, em seu terceiro lugar: "Namjin".

- Eles estão pegando pesado. - Kookie referiu-se às ARMYs. - Parece que o país inteiro os quer juntos.

- País? O mundo inteiro resolveu shippá-los agora. - Jimin sussurrava, para que os protagonistas do assunto, sentados lado a lado a frente deles, não ouvissem. Kookie abriu a boca para falar, mas desistiu, ao ver, pela pequena TV do camarim, um de seus MVs passarem, começando a apresentação deles.

Assim que puseram os pés no auditório, a platéia inteira vibrou, gritando alto seus nomes. Todos agradeceram, com acenos e reverências.

- Bangtan Sonyeondan! - O apresentador exclamou, animado. - Os MV's de vocês estam fazendo bastante sucesso! Admito que ouço bastante de suas músicas, inclusive, as canto no banho. - Brincou, fazendo toda a platéia rir. - Mas, hoje, não falaremos de MVs. Nada envolvido à trabalho!

Os meninos tentaram fingir surpresa, já sabiam que a entrevista se tratava de suas vidas fora da mídia social. A entrevista começou tranquila, o entrevistador perguntando coisas simples, como o comportamento deles no dormitório e afins. O auge da entrevista veio, então, ao entrevistador perguntar sobre relacionamentos. Todos responderam negativamente, exceto Jin, que resolveu ser um pouco mais profundo.

- Eu tenho um relacionamento com o Bangtan. Não consigo me imaginar passando madrugadas sem ser com esses idiotas. Falando besteiras, assistindo filmes, cozinhando pra eles. Às vezes sinto que não preciso mais ninguém para amar, já amo esses meninos como nunca amei ou amaria uma garota. - Sua resposta emocionou os membros, e o auditório inteiro emitiu um "Awn".

Nam, ao seu lado, descansou a mão sobre a perna do loiro e a cabeça sobre seu ombro por alguns curtos segundos, sorrindo.

E então, começou a rodada de perguntas das fãs. Todas perguntaram coisas tipicas, geralmente girando em torno de relacionamento. Por deus, eram todas viciadas num romance. Talvez fosse por isso que aprovavam tanto casais entre os membros.

- Jin. - Uma fã chamou-o, e ele a olhou, sorrindo amigavelmente. - Você disse que não precisava amar ninguém mais além dos meninos. Então, você amaria algum deles de modo diferente?

Agora sim era uma pergunta realmente difícil. Todos os membros o encararam, gostariam de saber como ele iria se livrar dessa. Antes que ele pudesse responder, a platéia começou um unissom de "Namjin", fazendo-os rir sem graça.

- Não. É um amor totalmente diferente. O amor que eu sinto por eles é inocente. - Ele riu, sendo acompanhado pelo resto do auditório.

- Não foi o que me disse ontem à noite. - Brincou Hoseok, simulando uma face tristonha, que logo deu lugar à uma gargalhada.

**

A entrevista foi pouco longa, durando um pouco mais de uma hora. Os meninos estavam cansados de tanto responder perguntas, e ainda tiveram que seguir à um ensaio de dança, em seu estúdio na BigHit.

- Meu deus, eu estou morto! - Hoseok jogou-se sobre o banco da van. - Isso é escravidão, sabiam? - Brincou, levando um peteleco de Suga.

Jin sentou-se na ultima fileira de bancos, próximo à janela, e Jimin ao seu lado. O de fios laranja gargalhava, durante a viagem.

- Do que tanto ri, dongsaeng? - Jin direcionou o olhar ao aparelho celular de Jimin.

- Olhe isso. - Ele entregou o celular à Seokjin, para que visse o resto do video que ou outro começara. Algumas cenas, gravadas por fãs, dos bombs ou episódios, programas de TV, em que havia Namjoon e ele. Então, uma cena pré pornográfica, o rosto dos homens não era visível, mas, pelo pouco que era visto, se pareciam com os dois. Um leve rubor tomou conta da face de Jin.

- Que merda é essa, Jimin? - Exclamou o loiro, devolvendo brutalmente o celular ao amigo.

- Ei, a culpa não é minha que vocês sejam extremamente gays juntos e o youtube esteja lotado de vídeos como esse. - Disse, atraindo a atenção dos meninos.

- Quem é extremamente gay junto com ele? - Jungkook perguntou, curioso.

- Namjoon. - Jimin respondeu, e o loiro arregalou os olhos.

- Vocês são muito piores que nós! - Rapmon defendeu-os.

- Nem tentem discutir quem é mais gay, vocês não vão sair daqui tão cedo se tentarem. - Murmurou Suga, antes de voltar a encostar sua cabeça na janela.

- Olha, eu tive uma ideia! - Taehyung se pronunciou. - Por que, pra acalmar os fãs, vocês não fazem algo?

- Como assim? - Indagou Jin, cenho franzido, expressão confusa.

- Se vocês fizessem algo que mostrasse o quanto vocês acham, sei lá, engraçada, a ideia de vocês dois juntos, eles se tocassem. - Explicou o alaranjado, fazendo Namjoon coçar o queixo, pensativo.

- Pode ser uma boa ideia. - Direcionou seu olhar à Seokjin. - O que acha?

- Eu acho que nós... - Fez uma pequena pausa, enquanto todos o encaravam, com expectativa. - Nós podemos ler fanfics?


Notas Finais


Me desculpem por qualquer erro ou coisas do tipo, comentem o que acharam. Beijos 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...