História Strange Girl - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson, Normani Hamilton
Tags Camren, Larry, Norminah
Exibições 113
Palavras 1.420
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oi oi, tudo bom? Então, acabei demorando de novo mas a culpa é das séries q não estavam em dia. A Lauren se assumiu eu fiquei feliz e voltei a escrever. Enfim, espero que gostem, boa leitura sz

Capítulo 12 - Praia


Lauren Pov

Já era sexta-feira. Eu estava tão animada. Isso tudo porque vou me livrar da escola, pelo menos durante dois dias.

— bom dia florzinha – Dinah disse se aproximando

— não acaba com o meu bom humor

— e você tem isso desde quando? – fez careta e riu

— me poupe – revirei os olhos – bom dia Camila

— bom dia Laur – beijou meu rosto e se sentou do meu lado

— se não se pegam, deveriam – Dinah disse revezando o olhar entre Camila e eu

— já fizemos isso – falei

— QUE?! – gritou

— ué, isso é novidade pra você desde quando? – perguntei confusa

— achei que você não sabia que eu sabia, tive que fingir que era novidade – fez uma cara confusa — enfim, cadê a Normani?

— a namorada é sua e eu que tenho que saber?

— ela é a sua melhor amiga, você tem que saber – bufou — e nós não namoramos

— é, eu sei – ri — ela passou mal porque comeu uma comida estranha e ficou em casa

— o que você acha de eu faltar aula e ir lá na casa dela?

— você que sabe – dei de ombros

— Camila...? O que você acha? – ela pareceu se assustar, não estava prestando atenção na conversa

— sobre o quê?

— Mani passou mal e eu queria faltar aula para visita-la

— vai lá, é uma boa ideia

Dinah saiu e eu voltei meu olhar para Camila. A latina parecia concentrada demais em algo no seu celular.

— não vai me dar atenção? – fiz biquinho

— que garota carente – olhou pra mim e sorriu

— ah... A culpa é do signo – dei de ombros — vem cá

Abri os braços e ela se aconchegou em meu corpo. Seu cheiro era tão bom.

— você está estranha, o que houve?

— não é nada Laur

— sabe que pode me contar qualquer coisa né?

— sim... – olhou pra cima e sorriu

Ficamos abraçadas até o sinal bater. Eu não queria entrar. Eu queria ficar rindo e conversando com Camila.

— hey, vamos fugir?

— que?! – falou rindo

— eu não queria entrar

— quais são seus planos? – arqueou a sobrancelha

— não tenho planos, só quero sair daqui com você

— você vai abusar de mim?

— talvez – sorri — vamos?

— okay, vamos

Peguei sua mão e nós começamos a andar para longe dali. Em pouco tempo, chegamos na praia.

— tenho boas lembranças daqui

— quais?

— você de langerie saindo do mar

— você é ridicula – riu e me deu um tapa no braço

— vem cá – a puxei pela cintura e seu corpo foi contra o meu

— eu sabia que ia abusar de mim – fez biquinho

— não deveria ter vindo então – brinquei

— foi exatamente por isso que eu vim

Camila me puxou pelo pescoço e me beijou.

— posso tirar seus óculos? – perguntei assim que o beijo acabou

— claro – sorriu

Tirei seus óculos e guardei em minha bolsa. Peguei sua mão novamente e a levei para perto de uma pedra. Sentei na pedra e a puxei, para que ela ficasse entre minhas pernas.

— eu preciso te falar uma coisa – suspirei — eu já pedi desculpa por tudo que fiz com você, mas agora é diferente... Eu me arrependi de ter feito tudo aquilo e queria que você me desculpasse

— eu já te desculpei há muito tempo – me deu um selinho

— eu não entendo como você consegue ficar comigo depois de tudo que eu já fiz

— as pessoas mudam Laur, você vale a pena

— você acha?

Camila assentiu sorrindo e eu me perdi. Aquele sorriso, céus.

[...]

Eu e Camila passamos o dia na praia. Nada podia tirar o sorriso do meu rosto.

— eu amei passar o dia com você, obrigada – disse enquanto caminhavámos de volta para casa

— foi maravilhoso – sorri

— podemos fazer isso mais vezes?

— com certeza – apertei sua mão mais forte

Estávamos perto da nossa escola, quando encontramos com Ariana. Ela era mais uma garota mimada da escola. Assim que a ruiva voltou seu olhar para nós, eu soltei a mão de Camila. Senti seu olhar em mim, mas continuei andando.

— hey Lauren

— oi Ariana

A garota olhou para a morena ao meu lado e fez uma careta.

— você é amiga dela desde quando? – olhou pra mim

— é... Não somos amigas, Normani está namorando com a amiga dela e isso nos aproximou um pouco – falei simplesmente

— oh, isso explica – riu — preciso ir Laur, depois mando mensagem

Nos despedimos e ela foi embora. Pela primeira vez durante esse tempo, olhei para Camila. A latina tinha os olhos marejados. Droga.

— Camila... – peguei sua mão, mas ela se afastou

— por um momento você me fez acreditar que havia mudado, é uma ótima atriz

Antes que eu pudesse responder, ela saiu correndo. Me praguejei mil vezes por ter sido tão idiota. Eu ainda não havia saído do lugar, meu corpo parecia ter travado. Voltei pra casa e me tranquei no quarto.

Por que eu tenho que estragar tudo sempre?

Camila Pov

Eu estava destruida. De todas as coisas que Lauren já fez, essa foi a pior. Como eu pude acreditar na mudança de alguém que me maltratava todo dia? Eu estava deitada na cama, chorando compulsivamente. No fundo, eu sempre soube que Lauren tinha vergonha de mim. Fui idiota em achar que alguém, principalmente ela, iria me amar do jeito que eu sou.

Me levantei da cama e fui para a cozinha, já que minha mãe me chamava.

— aconteceu alguma coisa? – perguntou parecendo preocupada

— não aconteceu nada, não se preocupe

— tudo bem – sorriu — chama sua irmã e vem comer

Assenti e voltei para o segundo andar

— hey pequena, vamos comer?

— SIMM

Sorri para Sofi, que deu pulinhos até chegar em mim. Ela me olhou e sua expressão mudou. Estava longe de ser feliz.

— não fica triste Kaki, o que aconteceu?

— não estou triste anjinho

— então por que seus olhos estão assim?

— ás vezes as coisas que acontecem aqui – toquei em seu peito, onde estaria o coração — precisam sair de alguma forma

— é por isso que as pessoas choram?

— provavelmente – sorri

Logo Sinu nos chamou novamente para jantar. Por incrivel que pareça, Sofi não mencionou sequer uma palavra durante a refeição.

— aconteceu alguma coisa? – perguntei para a pequena

— não, só estou pensando

Nós sorrimos uma para a outra e voltamos a comer. Assim que terminei, arrumei a cozinha e voltei para o quarto. Peguei meu celular e desbloqueei. Haviam notificações do twitter e uma mensagem.

Dinah: hey Chee, tenho uma novidade

Camila: conta

Abri a notificação do twitter e me surpreendi ao ver que era mensagem da Lauren.

Lauren: hey Karla, eu não sei porque você sumiu, mas como eu preciso desabafar, vou falar aqui mesmo que você não vá ler

Lauren: sabe, eu sou tão complicada. Eu machuco as pessoas e argh me sinto tão horrivel. Camila é uma garota tão legal, não queria ver ela mal por minha causa. Ela deve estar pensando que eu sinto vergonha dela, mas não é isso. Eu acho que não. Eu não estou pronta pra ter alguma coisa séria com alguém e nem gosto dela a ponto de dizer para as pessoas que nós ficamos. Ou talvez eu goste dela. Queria que você estivesse aqui pra me ajudar. Sinto sua falta.

Karla: precisamos conversar Lauren

Austin Pov

Eu estava deitado em minha cama, pensando em qual seria o momento certo para contar a Lauren toda a verdade. Eu havia pensado muito, lembrado das diversas vezes que a garota de olhos verdes me humilhou na frente de todos. Decidi que a melhor forma de contar tudo, era publicamente. Como se não bastasse ter sido feita de idiota, ela ainda foi feita de idiota por Camila. Eu sorri radiante, ia me vingar de duas ao mesmo tempo. Meu celular tocou e eu atendi. Era Tyler.

— cara, tenho uma ideia muito boa pra fazer aquele negócio da Lauren – falou rapidamente

— espero que não seja algo idiota – revirei os olhos

— é uma ideia perfeita

— então pode falar



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...