História Strange Girl - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson, Normani Hamilton
Tags Camren, Larry, Norminah
Exibições 167
Palavras 1.691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oi oi, tudo bem? Me desculpem pela demora (talvez eu tenha esquecido da existência dessa fanfic, enfim), eu vou tentar escrever mais essa semana.

Acho q é um pouco tarde pra perguntar isso, mas oq vcs acharam de Bad Things? Eu amei.

Bom, espero que gostem, boa leitura sz

Capítulo 8 - Grupo?


Fanfic / Fanfiction Strange Girl - Capítulo 8 - Grupo?

Lauren Pov

Minhas mãos estavam tremendo levemente. Eu estava nervosa. Nem eu entendia exatamente o motivo de querer fazer isso, só sabia que era a coisa certa a se fazer. E isso faria Karla se sentir orgulhosa de mim.

— é... Camila?

Aos poucos, Camila foi se virando em minha direção, me encarando surpresa. Eu sentia que se falasse, ia acabar gaguejando.

— sim? – respondeu rapidamente

— eu... É... Podemos conversar?

— claro

— eu nem sei como começar isso, sinceramente – mordi o lábio — eu estive pensando sobre muitas coisas erradas que eu fiz, muitas delas envolviam você, então decidi que ia tentar mudar...

— espero que saiba que isso não apaga e nem diminui nada do que você fez

— eu sei Camila, mas... Eu vou tentar mudar, isso não é bom?

— sim Lauren, isso é bom

— eu queria pedir desculpa por tudo que eu fiz com você, eu...

— ok, está desculpada – disse e fez a menção de sair

— espera, eu não...

— quem você quer enganar Lauren? Você passou tanto tempo me tratando mal e me machucando... Acha que um pedido de desculpa vai mudar isso? Eu, sinceramente, espero que você consiga mudar, porque não adianta vir pedir desculpa se não se arrepende de nada do que saiu da sua boca

Engoli seco. Eu não estava nem um pouco preparada para isso. Não mesmo.

— Camila, me escuta – segurei seu braço — eu quero e vou mudar... Eu não me arrependo de nada do que fiz, mas não vou nem pensar em fazer algo do tipo novamente, seja com você ou com outras pessoas

— ótimo, assim você evita mais pessoas traumatizadas no mundo

— Camila...

— Dinah Jane chegou – escutei uma pessoa gritando atrás de nós

Ela me empurrou, correndo na direção da garota morena que estava ali.

— Dinah – Camila gritou, abraçando a garota

Fiquei parada, no mesmo lugar, observando a interação das duas. Comecei a pensar no que a garota havia falado.

Olhei na direção das duas e vi a tal Dinah apertar a bunda da Camila. Que inveja.

— chega Jauregui – falei pra mim mesma

Entrei no colégio e fui para a minha sala. Queria apenas colocar minha cabeça em ordem. Logo Normani chegou e se sentou ao meu lado.

— e aí? Fez o que queria?

— na verdade, não exatamente – revirei os olhos — eu pedi desculpa, mas ela veio e acabou comigo em trinta segundos

— eu disse que não seria fácil

— eu odeio essa garota

— vejo como está tentando mudar – disse ironicamente

— é dificil – revirei os olhos

— vamos mudar de assunto... Ou nem tanto – pareceu pensar — enfim, viu aquela garota que estava com a Camila? Eu quero

— eu não criei você pra isso Normani – fiz careta

— o quê? Não tenho culpa se temos gostos diferentes

— não é isso, só... Tem muitas outras pessoas para você pegar

— e eu quero ela – revirou os olhos — deixa de ser chata Laur

Não achei que fosse necessário responder. Logo o professor entrou na sala, conversando com Camila e Dinah. Por que eu não estou surpresa?

— então alunos, sentem por favor – o professor disse animado — essa aqui é Dinah Jane, nova aluna da turma de vocês, seja bem vinda

Revirei os olhos pela décima vez no dia. Normani chamou Camila, provavelmente com a intenção de ter a atenção de Dinah. Senhor, eu não mereço isso.

— ela vai sentar longe – fez biquinho

— melhor assim

— ridicula

Passei a maior parte da aula dormindo. Acordava apenas quando Mani me enchia o saco. Meu humor não estava dos melhores e isso era óbvio.

— Laurenzinha...

— o que você quer?

— para com isso – me abraçou

Acabei sorrindo. Normani era a pessoa mais adoravel que eu conhecia.

— vem, vamos comer – a puxei pela mão, para ir ao refeitório

Estavámos na nossa mesa de sempre, quando a demonia vulgo Dinah se aproximou. Consegui ver Camila atrás dela, que parecia não gostar de estar ali.

— olá – sorriu olhando para minha melhor amiga

— olha, eu não gosto de você... – sorri — então, você pode sair daqui?

— não posso – devolveu o sorriso — vim te convidar pra minha festa

— comemorar sua chegada?

— sim, você vai?

— ela não vai – me meti

— a mudança é linda – Camila disse mais baixo

Revirei os olhos, de novo, e saí dali. Por sorte, ou não, encontrei Ashley no caminho.

— hey linda, você vai na festa da Dinah?

— até você vai nisso?

— ah, não posso perder nenhuma festa... – riu — vai comigo

— vou pensar

O sinal tocou e eu voltei pra sala. Fui direto para o meu lugar.

— Laur... Você está brava?

— por que eu estaria? – sorri cinicamente

— meu amor, você precisa parar de ser assim – acariciou meu rosto — não sei o motivo de você não gostar da Dinah, mas eu posso apostar que ela não te fez nada

— foi raiva a primeira vista – ri

— não duvido Jauregui – balançou a cabeça negativamente — se a amizade dela e da Camila for o motivo disso, saiba que ela não vai se aproximar de nós quando estivermos com Dinah

— que?! A Camila não é o problema

— depois conversamos – disse assim que o professor entrou na sala

Ao invés de dormir, fiquei o resto das aulas pensando. Qual era a porra do meu problema com Dinah? Seria tão mais fácil se eu amasse todo mundo, não é mesmo?

No caminho para minha casa, Normani voltou com o assunto de Camila e Dinah.

— depois que você saiu, Camila disse que não queria nos atrapalhar e nem causar problema – deu um meio sorriso — então ela disse que quando estivermos com Dinah, ela não vai estar junto

— não concordo com isso

— eu também não, mas ela insistiu tanto...

— ela sempre fica sozinha, não é justo tirar a única companhia dela

— então você sugere...?

— ficamos nós quatro junto – bufei

Mani sorriu, parecia... Orgulhosa?

— tchau Mani – disse quando chegamos em minha casa

— tchau Laur, amo você

— amo você também

Desci do carro e entrei em casa. Era tão bom chegar e não ouvir gritos. Me deitei pra dormir, mas ao invés disso, fiquei pensando em Camila. Não acredito que terei que conviver com ela. O que eu não faço pela Normani?

Camila Pov

Eu estava almoçando, quando recebi uma mensagem de Normani.

Mani: hello, agora você faz parte do nosso grupinho

Mani: na verdade era dupla

Mani: mas agora é grupo YEAAH

Camila: você não é normal hahaha

Camila: como foi a conversa com ela?

Aconteceram tantas coisas em um só dia. Enfim, Dinah voltou a morar em minha cidade e, assim que se conheceram, ela e Normani grudaram uma na outra. Com isso, Lauren teve um surtinho. Nada fora do normal. Normani queria Dinah junto com ela e Lauren, então eu estava no meio do caminho atrapalhando. Mani me convenceu que o melhor seria todas no mesmo "grupo", então decidiu falar com Lauren sobre isso.

Mani: ela aceitou todas juntas

Mani: pra falar a verdade, a Lauren deu essa ideia antes de eu falar

Camila: como assim?

Mani: eu estava falando sobre você não ficar perto quando Dinah estiver comigo e com ela

Mani: mas ela disse que isso não era justo

Mani: e que o melhor seria juntar todo mundo mesmo

Camila: não esperava por isso

Mani: nem eu

Ficamos mais um tempo conversando, depois eu fui fazer algo muito util. Dormi o resto do dia, claro.

[...]

Dinah passou em minha casa para que fossemos juntas para a escola. Eu, sinceramente, não tinha mais saúde mental para continuar estudando.

— eu estava pensando em sequestrar a Normani no meio da festa

— e quem vai cuidar da sua ca... Isso é um pedido pra eu cuidar da sua casa enquanto você fode com a sua crush? – perguntei revirando os olhos

— ah Mila, por favor – fez biquinho

— não ficou fofo

— chata

— eu cuido da sua festinha de adolecentes cheios de hormônios

— você também é uma

— mas graças a deus eu tenho hormônio e cérebro – ri da careta que Dinah fez

— eu já disse que você é a melhor pessoa?

— hm... Não exatamente

— você é a melhor pessoa – sorriu — depois de mim, claro

— ridicula

Chegamos na escola um pouco mais tarde do que eu costumo chegar. Normani e Lauren já estavam lá, sentadas no meu lugar inclusive.

— bom dia minhas lindas – Mani disse enquanto abraçava cada uma

— bom dia Mani – falamos juntas

— olá anti social – disse para Lauren, que estava mexendo em seu celular

— olá garota estranha – olhou para mim e sorriu

Acho que posso me acostumar com esse apelido. Tudo vindo dela é maravilhoso mesmo. Fiquei conversando com o casal, que ainda não é casal, até a hora de entrar. Como parte da ideia de sermos um grupo, sentamos todas perto na sala. Laur sentou ao meu lado, me fazendo sorrir.

— acho que consigo me acostumar com a sua presença



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...