História Strange Love - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, K.A.R.D, TWICE
Visualizações 12
Palavras 1.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong floquitos!!!
Espero que gostem desse capítulo, foi o que mais deu trabalho dentre esses três primeiros.
Boa leitura.

Capítulo 14 - Taehyung


•Rosé on•

Já fazem alguns dias depois da minha noite com Taehyung, desde então não o vi, estou realmente apreensiva com o fato de que em algum momento vou ter que encontrá-lo para que possamos conversar. Bambam prometeu me ajudar com isso, afinal ele e Taehyung são melhores amigos.

Estava em casa sozinha quando meu telefone tocou.

-Alô?

-Rosé é o Bambam.

-Ah sim... Novidades?-suspirei.

-Tae está disposto a se encontrar e ele disse que tem algo para lhe perguntar.

-Que dia?-Perguntei dançando pela sala.

-Ele disse que vai viajar essa semana então é melhor ser na próxima.

-Okay, semana que vem... Tá bom, eu espero.

-Aposto que agora está dançando né?-Perguntou rindo.

-N-não imagina...-corei.

-Você é uma peça Rosé.

-Mas enfim, diga a ele para me ligar para combinarmos.

-Okay... Mas agora saindo desse assunto, como estão as meninas?

-Jisoo está namorando com Jin e agora não para mais em casa. Jen saiu para andar de skate e Lisa saiu sem dar satisfações.

-E você está sozinha?

-Sim.

-Que tal nos encontrarmos então?-Perguntou.

-Não é uma má ideia, mas e sua namorada?

-Está viajando com a família.

-Okay, então no shopping às 15:00?

-Pode ser.

-Então até logo Bambi.

-Oushi, bicha ousada. Até Rosé.

Desliguei o telefone e saí andando pela casa comemorando, estava desveramente anciosa para o encontro com Tae e estava extremamente ansiosa para saber qual a pergunta ele iria me fazer.

-Estou parecendo uma idiota.-falei ao me olhar no espelho e perceber meu sorriso nada discreto.

Me arrumei e segui para o shopping, encontrei com Bambam no cinema e assistimos um filme de super herói, ao final fomos para um fliperama e jogamos até gastarmos todo o dinheiro que tínhamos.

-Obrigado por passar esse dia comigo Rosé.-Bambam disse me abraçando de lado.

-Eu gostei de passar esse dia com você, aliás muito obrigada por estar me ajudando com o Tae.

-Me agradeça depois, você ainda não sabe o que te aguarda.

-Você me deixou curiosa agora oppa.

•1 semana depois•

Estava me preparando para sair com o Taehyung, havíamos combinado de ir a um restaurante de comida mexicana e depois iríamos para um "lugar surpresa" segundo ele.

Estava no banho quando ouvi a campanha tocar, me enrolei na toalha e desci para atender, já que estava sozinha.

-J-Jimin?-Estava surpresa por ele estar ali.

-Oi Rosé.-me cumprimentou enquanto analisava meu corpo por inteiro.

-O que quer aqui?

-Você não me deixou explicar oque aconteceu aquele dia.

-Primeiro, você não me deve satisfações e segundo eu vou sair daqui a pouco e não tenho tempo para isso.

-Onde vai?

-Tenho um encontro.

-Posso saber com quem?

-Poderia se eu tivesse de lhe dar satisfações sobre a minha vida. Agora se me der lincença, tenho coisas mais importantes para fazer. 

Voltei a me arrumar rapidamente pois já estava atrasada, vesti um vestido curto azul bebê, uma meia calça de gatinho e coloquei um tênis - me julgue sociedade -, prendi meu cabelo em um coque bagunçado e fiz uma maquiagem simples.

Ouvi uma buzina de carro e ao olhar pela janela vi que se tratava de Taehyung, desci e fui ao seu encontro.

-Oi Tae.-o cumprimentei com um abraço.

-Olá Rosé.-retribuiu sorrindo.

-Hm, seu cheiro é bom.-falei inocentemente, depois me repreendi por não ter ficado de boca fechada.

-Obrigado, você está linda.-dsse corado.

-Obrigada.

Entramos no carro e seguimos para o restaurante. Este era mais uma espécie de bistrô, então era menor mas muito confortável. As paredes eram de cores vivas e o chão de madeira, haviam várias mesas e sofás distribuídas pelo local, além de quadros pelas paredes e um pequeno palco com alguns músicos vestidos a caráter e cantando músicas mexicanas.

-Mesa para dois.-Taehyung disse à atendente.

Fomos guiados até o fundo do salão onde havia uma espécie de jardim de inverno e nos sentamos.

-Aqui é lindo.-falei abobada.

-É, eu sempre passei aqui em frente mas nunca entrei de fato, espero que a comida seja tão boa quanto o resto.

-Boa noite.-O garçom se aproximou.-O que vão querer?

-Tacos!-Tae disse animado.

-Hm...Eu quero um burrito.

-Okay, e para beber?

-Suco de abacaxi.

-Eu quero de laranja.-falei.

Após fazermos os pedidos começamos a conversar, me sentia estranha, perto de Taehyung eu sentia um frio na barriga inexplicável, além de querer beijá-lo até nos faltar o ar.

-Sua boca tá suja.-Tae disse rindo enquanto mordiscava seu taco.-Deixa eu limpar.-Ao falar isto deu um pequeno selar no canto da minha boca limpando o molho.

-Está muito abusado senhor Kim Taehyung.

-Pode ter certeza de que eu estou me controlando para não fazer algo mais ousado.-sorriu malicioso.

Terminamos de comer e depois pedimos uma sobremesa, pagamos e saímos do restaurante.

-Onde vamos agora?-Perguntei.

-Não vou te contar.

-Aigoo.-Fiz um bico.

-Está dificultando pro meu lado Rosé.

-Como assim?

-Está me deixando com uma enorme vontade de lhe beijar.

-Oppa, o que te impede?

-Minha sanidade.

-Hm...Mas a minha não está me impedindo.-falei e me aproximei lhe beijando, o ósculo teve fim devido a maldita falta de ar.

-Vamos.

Entramos no carro e Tae deu partida, passamos pelo menos uns 40 minutos na estrada até chegarmos em uma pequena casinha na parte "rural".

-Onde estamos?

-Vem comigo.-disse me puxando.

Me guiou até um certo ponto e depois me vendou. Caminhamos mais um pouco até ele parar e retirar minha venda.

Ao nosso redor haviam várias rosas e algumas velas, além de alguns balões em formato de coração.

-Tae...

-Rosé.-Disse se ajoelhando.-Saiba que eu não sou muito bom com isso, mas desde que te vi senti algo diferente por você, depois da nossa noite eu não parei de pensar em vocês e em como queria você ao meu lado. Então tomei coragem e resolvi fazer isto. Rosé aceita namorar comigo?-Perguntou retirando uma caixinha do bolso e ao abrir revelou um pequeno anel.

-Tae...-neste momento eu já soluçava e as lágrimas cobriam minhas bochechas.-Aceito.

Ele se levantou e colocou o anel em meu dedo. Pulei em seu colo nos derrubando e em meio aos risos nos beijamos. Um beijo carregado de carinho.

-Sei que é cedo demais, mas eu preciso dizer isso.-Tae disse.-Eu te amo.

-Eu também te amo.-falei selando novamente nossos lábios.

-A quanto tempo está planejando isto?-Perguntei encantada com o local.

-Desde de que te conheci.

-Não, falando sério.

-Eu nunca falei tão sério em minha vida. Desde que te conheci me apaixonei. Acredita em amor a primeira vista?

Apenas assenti.

-Então, achava que isto era bobagem, até te ver.

-Ninguém nunca fez nada parecido pra mim.

-Ficou feliz por ser o primeiro.

-Eu realmente te amo Tae.

-Eu também me amo.

-Você é muito idiota .-Falei estapeando seu braço.

-O idiota que você acabou de dizer que ama.

-Aigoo.

-Eu também te amo.-Tae disse.

Certamente esta fora uma das melhores noites de minha vida, estar perto dele era muito bom, passava uma sensação boa, uma sensação que eu não queria deixar passar,que eu não iria deixar passar.


Notas Finais


Bom, o que acharam???
Espero que tenham gostado.
Kisses 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...