História Strange Ways of Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Exibições 117
Palavras 1.018
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Essa é a primeira fanfic que eu escrevo, então estou um pouco nervosa a respeito. Olá, pode me chamar de ~TiaDreamer se quiserem (#^.^#)
Explicações:
Frases em negrito: comentários em redes sociais/mensagens
Frases em itálico: pensamentos dos personagens.
Desculpem pelo tamanho do capitulo, se houver algum erro me informem, por favor!

Capítulo 1 - Daiisshou


Fanfic / Fanfiction Strange Ways of Love - Capítulo 1 - Daiisshou

♊ Kise Ryouta - Kanagawa

Subindo-se cinco quadras do estúdio no qual eu modelava, havia o lugar mais aconchegante que eu conhecia. Um pequeno e charmoso café à francesa, com cabines de veludo vermelho e o melhor chocolate-quente de todo o Japão. Eu costumava frequentá-lo bastante, fosse para descansar um pouco depois dos ensaios ou apenas dar um tempo tomando algo, era bom para espairecer, uma vez que era silencioso e tranquilo.

Aparentemente, servia para estudar também e era para essa finalidade que eu usava uma das cabines do café, às duas da tarde de um sábado. O time de basquete da Kaijō Kōkō, do qual eu fazia parte, teria um amistoso com a Seirin High e o nosso capitão, Kasamatsu-senpai, havia deixado bem claro para mim que se eu não tirasse boas notas nas provas, não poderia ir jogar.

Na verdade, ele só havia me avisado, a época de provas era impraticável pra quem fazia parte de um clube, uma vez que os alunos gastariam toda a energia estudando e os desafortunados teriam que fazer aulas suplementares no fim de semana. Eu não era lá de tirar notas boas e definitivamente não queria fazer parte dos desafortunados. Até mesmo liguei pro Midorimacchi pra pedir um daqueles seus lápis "especiais" mas ele apenas me ignorara, o que na verdade não me surpreendeu.

#disappointedbutnosurprised

Em função disso, eu estava a mais de uma hora trancafiado numa das cabines com o livro de química nas mãos e uma caneca de chocolate-quente - agora frio - em cima da mesa, cantarolando uma musiquinha grudenta que Takaocchi tinha enviado-me na noite passada pelo Whatsapp, algo em coreano do qual eu só sabia cantar direito "manhi manhi manhi manhi*".

- Ah, já chega... - choraminguei largando o livro sobre a mesa e me espreguiçando - Quem se importa com notas quando eu estou bom no basquete? - resmunguei lançando um olhar carrancudo ao livro. - Kasamatsu-senpai, podia ser mais legal e me ajudar a estudar! Mas, aquele egoísta disse que tinha coisa melhor pra fazer que ajudar um kouhai irritante nos estudos - bufei - Ah, quer saber? Esquece isso! - empurrei o livro para longe e peguei o celular no bolso do casaco - Meus fãs devem estar sentido a minha falta.

Entrei no Facebook, se Kurokocchi estivesse online pediria a ele seu lápis "especial" emprestado. Se bem que, o mais provável seria que já tivesse emprestado-o para o Kagamicchi, sua nova luz.

- Parece ser mais burro que uma porta, aquele lá - disse para mim mesmo enquanto descia o feed. Takaocchi havia postado uma foto em que ele aparecia colocando orelhas de coelho no Midorimacchi, com a legenda "Postei e saí correndo!" e marcado o esverdeado.

" o.O oq vc fez pro Midorimacchi? KAWAII DESU <3  Espero q fique vivo até hj a noite LOL" comentei e continuei descendo o feed. Murasakibara havia alterado a foto de perfil e um tal de Himuro Tatsuya deu "amei" na foto e comentado "Lindo".

- Vish, esse quer morrer jovem - ri imaginando se o Akashicchi já havia ameaçado o indivíduo. Dei só um like básico temeroso por minha vida e continuei descendo. Kurokocchi e Kagamicchi haviam sido marcados numa foto em que todo o time de basquete da Seirin aparecia fazendo careta e sinal de paz e amor.

"O capitão de vcs parece furioso! xD xD xD Nice Face, Kagamicchi" comentei e dei um like também. De resto, eram apenas notificações de pessoas que haviam curtido e/ou comentado minhas fotos, teria de responder alguns comentários mais tarde.

- Ou, só postar uma foto agradecendo todos os comentários e likes das outras fotos - dei de ombros continuando a descer o feed. - Que estranho, Momoicchi não postou nada, hoje ainda? Seria o presságio do apocalipse? - perguntei-me, mas havia falado cedo demais.

Lá estava a publicação. Havia um textão que eu deliberadamente ignorei, só o que havia abaixo era que me interessava.

"Momoi Satsuki em um relacionamento sério -- com Aomine Daiki" Fiquei estático por alguns momentos sem saber o que fazer ou o que pensar. 

Aominecchi está namorando a Momoicchi. Ótimo. Não é surpresa alguma Ryouta. Você está feliz por eles.

Mas, não estava. Não estava nem um pouco feliz por eles, na verdade me encontrava extremamente magoado, não com Momoicchi, obviamente, mas com o Aominecchi. Ela não sabia sobre meus sentimentos pelo Aominecchi, provavelmente viria me contar pessoalmente sobre o relacionamento de ambos com um sorrisão na cara.

Porém, Aominecchi além de saber, havia se aproveitado deles.

Ele os havia percebido quando estudávamos na Teiko e diferentemente do eu pensei, não havia se afastado com nojo de mim. Ele havia me incentivado a cultivá-los, beijando-me escondido no vestiário ou entrelaçando seu mindinho ao meu quando nos sentávamos juntos. As coisas haviam esquentado um pouco antes da formatura e alguns meses após eu entrar como primeiranista na Kaijo, havíamos tido nossa primeira vez.

Sabia que ele se aventurava por aí com outras garotas, tendo experiências novas com pessoas que eu nunca chegaria a conhecer verdadeiramente.  Não éramos namorados ou algo do tipo para que eu pedisse exclusividade embora desse exclusividade a ele. Aominecchi sempre estava com alguém diferente e apesar de chateado, eu sempre ficava feliz quando ele batia à minha porta dizendo que estava arrependido e que realmente gostava de mim.

Eu sabia que era mentira, mas eu as adorava e era sempre tolo o suficiente para o perdoar. No fundo eu sabia que não significava nada para Aomine Daiki, estava ciente de que um dia ele iria me deixar para sempre, contudo esperava que quando esse dia chegasse ele tivesse estima o bastante por mim, para dizer-me na cara.

Mas, não havia sido assim. Ele não se importava. E eu sabia.

Ótimo! Eu posso lidar com isso. Posso sim. Estamos geograficamente distantes agora. Eu tinha o Kasamatsu-senpai. Posso desenvolver isso e fazer dar certo no futuro. Não pode ser tão difícil, largar mão de alguém que nunca está presente. Eu posso fazer isso. Posso lidar com isso. POSSO!

Porém, apesar de fazer tantas afirmações mentalmente, eu ridiculamente estava chorando.


Notas Finais


Agradeço imensamente a você que leu esse capítulo, espero não ter decepcionado. Ficaria contente se você comentasse e favoritasse a fanfic, onegai!
A música que não sai da cabeça do Kise é Blood Sweat & Tears do BTS: https://www.youtube.com/watch?v=hmE9f-TEutc
(morram com a cara do JK no 2:17 do Jimin no 2:24 e principalmente com a do JK no 2:29)
As postagens que o Kise viu no face:
Foto postada pelo Takao: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/f6/2e/53/f62e53758899d5c7e0addec8b3ff6468.jpg
Foto de perfil do Mura: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/2b/d8/c8/2bd8c8880350e09a766bcfcd924d98c7.jpg
Foto em que o Tetsu foi marcado: http://orig09.deviantart.net/6df6/f/2015/046/0/d/__kuroko_no_basuke___seirin_x_reader__fun_fact_by_deja_sama-d8ejznh.png


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...