História Strangely Love ... - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Neymar
Personagens Personagens Originais
Exibições 108
Palavras 1.314
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voooooltei, desculpem a demora. Tive um mês de provas estressante. Mais agora voltei !

Capítulo 18 - Tardezinha


Fanfic / Fanfiction Strangely Love ... - Capítulo 18 - Tardezinha

Rio de Janeiro, Brasil

São exatamente 6 horas da manhã e eu não consegui dormir direito. Mas tenho que levantar, para ir ao jogo de vôlei, e fazer uma cobertura completa para o jornal, levantei e fui direto pro banheiro tomar um banho. Sai do banho e me troquei (1). Estou a caminho do estádio do Maracanãzinho, tentando me concentrar apenas na final de hoje e mais nada. O que é um pouco difícil, pois aquelas imagens e fotos não saem da minha cabeça.

O jogo estava no começo, Brasil arrebentando e eu aposto que vamos levar o Ouro também no Vôlei. Meu querido amigo e Fotografo Erick estava ali comigo para registrar tudo. Eu estava atenta a tudo, não podia perder um lance se quer.

- Olha aqui Lari, vê se não é o Neymar com amigos. – Disse Erick me amostrando uma foto que acabou de tirar

- É ele sim – digo com desdém

- Parece que a Bruna Marquezine também esta com ele, vou tirar mais fotos, quem sabe eu posso vender por uma boa grana – disse Erick

- Hum, você deveria estar fotografando o jogo e não eles – digo

- Ih que bicho te mordeu ? – ele me pergunta

- Nada, desculpa. – digo. A imagem deles toda hora estava aparecendo no telão, chegava a ser chato cara. Últimos minutos de jogo, e finalmente o Brasil venceu e levou o ouro, primeira vez naquele dia em que eu sorri de alegria. Foi aquela alegria, mais eu não conseguia tirar os olhos deles, era sorrisos, e olhares e aquilo tava me matando. Logo meu celular tocou e era o Gil.

IDL

- E ai morena !

- Oi, Japa

- Sei que você ta trabalhando agora. Mais que tal depois você partir pra um pagodinho comigo ? Show do meu mano Thiaguinho – ele diz empolgado

- Aonde querido ? – pergunto

- Tardizinha, conhece ?

- Claro, vou sim, só vou passar em casa e me arrumar.

- Certo, eu passo lá pra te buscar – ele diz empolgado

- Tudo bem, até daqui a pouco – digo

FDL

- Novo amor ? –pergunta Erick

- Tá doido ? Só meu amigo – digo rindo

- Sei – ele fala – Bom, vamos ? Já temos tudo – ele diz guardando a câmera

- Vamos, Quer que eu te leve em casa ? To de carro – pergunto

- Não, obrigado. Até amanhã no trabalho – ele diz e beija minha bochecha

- Até – me despedi do mesmo e fui embora. Depois de alguns minutos cheguei em casa, deixei minha bolsa no sofá e fui tomar um banho, e é nessa hora que as lembranças vem a tona, eu sabia que a minha relutância no começo não era a toa e que eu ia me machucar, mais ele conseguiu me convencer que eu estava errada e que ele ia me fazer feliz, e foi nesse exato momento que eu quebrei a minha cara mais uma vez. Já não bastava eu ser traída pelo Miguel e agora isso, deve ser o meu carma mesmo. Sai do banho e fui me arrumar. Estou quase pronta (2) assim que terminei de passar meu batom recebi uma mensagem do Gil falando que estava lá em baixo me esperando, terminei, peguei minhas coisas como cartão e celular, fechei tudo e sai. Encontrei o Gil dentro do carro porto da porta de entrada do meu prédio.

- E ai Japa – digo entrando no carro

- E ai Morena – ele diz beijando meu rosto – Você ta linda

- Obrigada, então quem vai estar nesse show ? – pergunto

- Os de sempre, Rafa, Carol, Thai, e uns parças meus que você vai conhecer

- Entendi – E assim fomos conversando até chegar à casa de show onde seria o show. Chegando lá, fomos pra pista vip que é bem perto do palco.

- Fica aqui que eu vou pegar algo pra gente beber – Diz o Gil

- Tudo bem – digo

- E ai menina, não te esperava aqui – diz Rafaela me abraçando por trás

- Oi louca, eu não ia vim, alias nem sabia desse show, o Gil que me chamou pra vim com ele – digo cumprimentado ela e as meninas

- Hmmmmm, ta rolando ? – ela pergunta maliciosa

- Eu e o Gil ? – pergunto e ela assentiu com a cabeça – Não, somos só amigos, to aqui curando as magoas. Levei um pé na bunda e nem fui comunicada – digo em tom de brincadeira

- Meeeeeentira ? – pergunta Carol

- Verdade amiga – digo rindo

- Ele deve ser um cara muito burro – fala Thai

- Eu digo isso pra mim toda vez que o vejo – digo

- Mais que bom que você veio, vem vamos dançar – me puxa Rafa e fomos dançar. Depois de dançar muito o Thiaguinho entrou no palco, e assim que ele entrou o Gil veio pra perto de mim.

- Sei que você ta triste – ele diz no meu ouvido devido à música alta

- Eu ? Tô nada – digo

- Sei que ta triste por causa do Juninho, ele me contou que te pediu em namoro e devido aos acontecimentos imagino que esteja triste. – ele diz

- Estava Gil, mais depois eu parei para analisar a situação e tava na cara que isso acontecer, eu conheço muito bem ao Neymar e não é de agora que eu o conheço, eu só fui tola, abaixei a guarda demais, pra falar a verdade eu me apaixonei por ele. Mas isso passa. – digo

- Entendi, mais deixa isso pra lá. Vem vamos dançar. – me puxou pra perto dele e começamos a dançar. Estava super divertido até ouvir o Thiaguinho o chamar pro palco. Como assim ele ta aqui ? Como se eu não vi ele. Olhei pro Gil no desespero e ele apenas riu. Ele subiu no palco e ele estava lindo, lindo demais, eu estava admirada olhando ele e ele olhou pra mim e sorriu, e eu boba sorri de volta. Então ele começou a cantar a música que eu mais gosto “Domingo”.

- “ Domingo quero te encontrar e desabafar todo meu sofrer, estar ao seu lado e esquecer de tudo. Tudo que o amor até hoje nos fez sofrer ...Amar você é bom demais é tudo que eu posso querer se tudo você tem melhor pior é te perder ..” – ele cantava, e cantava ali perto de mim, mais infelizmente eu logo suspeitei que não era pra mim. Ela tava atrás de mim, sim, a Bruna tava atrás de mim e era pra ela que ele cantava, e eu mais uma vez estava de trouxa na historia.

- Gil vou embora - digo quase querendo chorar

- Eu te levo – ele diz

- Não precisa sério – digo já me virando e indo embora. Fui pra fora da boate, eu tava tão desnorteada e só acordei quando senti alguém puxar meu braço.

- Ei me solta – digo olhando e vejo-o com aqueles olhinhos verdes me olhando

- Calma Lari, a gente tem que conversar. Mais não aqui – ele diz me puxando pro seu carro

- Ei me solta, eu posso ir sozinha – digo revoltada, e entro no carro dele

- Você precisa me escutar – ele diz

- Escutar o que Neymar ? Que você teve uma recaída ? Que esqueceu que tava namorando ? – Se for isso nem precisa falar nada – digo

- Me escuta – ele diz depois de para numa rua deserta – Não é nada disso, cara eu não te troquei e nem te trai

- Ah não ? Olha Neymar eu não ligo de você ter uma amizade com a Bruna, porque alias vocês tiveram uma historia, mais o que eu não entendo é que você cagou pra mim, achei que íamos comemorar a vitoria juntos e você foi comemorar com ela ! Desculpa-me mais isso não entra na minha mente. Melhor a gente parar por aqui e cada um ir pro seu lado.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...