História Stranger Dreams (Camren) - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Justin Bieber, Lauren Jauregui
Exibições 653
Palavras 2.450
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 55 - It Was You


 P.O.V Camila

 

- LAUREN! -Gritei dando um pulo da cama, só então percebi que acordei daquele sonho.

- Camila, ei. -Lauren se levantou assustada. - O que foi?

- F-Foi só um pesadelo. -Falei tentando me acalmar.

- Que pesadelo? Você gritou meu nome. -Ela passou a mão em meu cabelo o tirando do rosto. - Tá tudo bem agora.

- Eu sei. -Deitei minha cabeça em seu ombro. - Eu só quero esquecer isso.

- Tudo bem, mas fica calma. -Lauren me abraçou forte, me protegendo em seus braços.

 

 Nós nos levantamos por ser quase meio-dia, Lauren foi comigo até o banheiro.

 

- Não é incrível como sempre que estamos juntos o banheiro se encontra vazio? Acho que é destino. -Lauren disse com um olhar e sorriso malicioso e olhou para os chuveiros.

- Nada disso. Não, não e não. -Disse rindo. Lauren está bem mais safada que o normal ultimamente.

- Como se eu nunca tivesse visto você pelada, né? -Lauren levantou as sobrancelhas e antes que eu respondesse tirou meu roupão e me puxou para debaixo do chuveiro depois de tirar o dela também.

- E se alguém entr… -Lauren me interrompeu com um beijo calmo.

 

 A água quente caia por nossos corpos e Lauren deslizava suas mãos pelo meu corpo molhado.

 Suas mãos subiram aos meus seios e dei um suspiro entre o beijo quando ela os apertou. Seus beijos desceram pelo meu pescoço e levei leves mordidas nos ombros. Agarrei a nuca de Lauren e chupei sua língua, desci as mãos por suas costas e apertei sua bunda. Fui encostada na parede e dei um gemido ao sentir as mãos de Lauren em meu sexo.

 

- Lauren! Aqui não. -Segurei seu braço. Mordi os lábios evitando lembrar de como é a sensação. Não podemos fazer isso aqui.

- Mas… Tudo bem, ainda tem o meu quarto na casa de campo. -Ela riu e dei um tapa em seu braço.

 

 Depois do banho nos arrumamos no meu quarto já que havia roupas de Lauren lá. Ela deu a ideia de irmos comer no Starbucks junto com o grupo, então mandei mensagem para todos e fui na frente com Lauren.

 

- Tem lembranças desse lugar? -Lauren perguntou sorrindo.

- É claro! Pensa que eu esqueço desses momentos? -Respondi e ganhei um beijo na testa. 

 

 Entramos no Starbucks e fomos para as mesas maiores para que não faltasse lugar para os meninos. Pedi um frapuccino e Lauren apenas um Donut. Conversavamos sobre a festa quando ouvimos um barulho descontrolado de algum motor. Olhei através da janela e lá estava Harry e Justin em uma moto descontrolada por conta do chão escorregadio.

 

- ESQUERDA. EU DISSE PRA DESVIAR PARA A ESQUERDA. -Harry gritava no ouvido de Justin se segurando em seus cabelos.

- EU ESQUECI QUE LADO É A ESQUERDA! ME SOLTA, HARRY, TÁ BALANÇANDO A MOTO! -Justin gritou.  

 

 A moto freou no maximo que podia fazendo um círculo marcado pelos freios na estrada. Os dois entraram dando socos um no outro e viram até a nossa mesa.

 

- Que porra foi essa? -Lauren disse segurando o riso.

- Eu nunca mais ando com esse filho da mãe. Eu diria filho da puta, mas a Pattie é tão gostosa. -Harry disse e levou um soco de Justin nas costas.

- Harry parece uma garotinha assustada na moto, isso que aconteceu. -Justin respondeu e gritou para a garçonete que queria um Frapuccino.

- Que tipo de pessoa não sabe para que lado é esquerda e direita? -Harry disse revirando os olhos.

 

 Começamos a rir da situação sem parar. Harry e Justin juntos são a pior dupla que existe.

 

- Vocês dois são tão previsíveis. -Eu disse enquanto brincava com o canudo. - Niall e Logan estão atrasados, atropelaram os dois? -Antes que pudessem responder, os dois entraram e correram até nós encolhidos por conta do frio.

- Estamos aqui. Desculpem o atraso, estávamos despistando Emma. De novo. -Niall disse tirando a neve dos ombros.

 

 Conversamos sobre a festa e sobre o que faltava nela. Convidamos mais pessoas através do celular e pedimos para que guardassem segredo.

 

- É melhor irmos logo pra lá, precisamos receber os convidados e cuidar dos últimos detalhes que faltam. -Lauren disse mostrando as horas no celular.

- Eu e Logan podemos ir com vocês? Tenho medo de dirigir nesse tempo tão… Congelado. -Niall afirmou.

- É claro. Eu e Camila vamos nos arrumar e encontramos vocês no estacionamento. Quer carona, Harry? -Lauren perguntou.

- Vou com Justin, não quero amassar minha roupa no porta malas. -Harry respondeu e todos riram. 

 

 Pagamos a conta e saímos do Starbucks. Antes de voltarmos para o campus Logan nos parou e apontou para Harry e Justin.

 

- Aposto que vão cair. -Logan afirmou e nós concordamos.

Justin subiu na moto e Harry subiu atrás agarrando seu abdômen.

- Devagar. -Harry ordenou e para provocar, Justin forçou o motor da moto e deu a partida inclinando a mesma para cima.

- JUSTIN ISSO DÓI MEU ABDÔMEN, EU TÔ SENTINDO. -Harry gritava enquanto Justin dava voltas circulares pela estrada. Harry agarrou seu cabelo puxando sua cabeça para trás enquanto também gritava com a cabeça jogada pra trás.

- MEU CABELO, TRAVESTI ESCANDALOSA! -Justin gritava enquanto seguia para o campus cambaleando sua moto. Podíamos ouvir o grito dois dois mesmo quando já estavam longe.

- Eu desisto desses dois. -Disse com as mãos pra cima. Lauren agarrou minha cintura e fomos andando até o campus com os meninos.

 

 

 Recebi uma mensagem de Justin dizendo que já havia chegado no local da festa com Harry e recebido alguns convidados. Voltei ao espelho para dar um último realce nos olhos com um delineador e passar batom quando a porta se abriu. Lauren deu um passo para dentro do quarto e parou por ali.

 

- Caralho. -Ela disse me olhando. Devo estar horrível e parecendo uma palhaça.

- Eu queria me produzir mais para a festa… -Disse segurando as pregas do vestido. Era branco e ia até um pouco acima dos joelhos.

- Você está… nossa, Camila. Parabéns. -Lauren começou a bater palmas e senti minhas bochechas aquecerem. 

- Para com isso, você está maravilhosa. -Disse à ela. Peguei minha bolsa com os presentes de Emma e meu celular e segurei a mão de Lauren.

 

 Saímos do quarto e enquanto andávamos pelo corredor ela me elogiava a cada segundo.

Chegamos no estacionamento e esperamos Niall e Logan. Os dois chegaram minutos depois  de mãos dadas. Niall usava uma camisa polo preta e uma calça branca colada com uma blusa de frio amarrada na cintura. Estava tão fofo que até Lauren concordou. 

 

- Antes de entrar no carro peço um minuto de silêncio para isso. -Niall levantou os braços de Logan e o fez dar uma volta. - Definitivamente o garoto mais bonito que meus olhos já viram. -Ele disse sorrindo ao olhar Logan da cabeça aos pés. Logan estava virando um tomate de tão vermelho. 

- Vocês tem ideia do que é andar pelo campus inteiro com alguém te elogiando a cada segundo? -Logan disse.

- Sei, e muito. -Respondi olhando para Lauren e ganhei um selinho.

 

 Entramos no carro e Niall e Logan foram para o banco de trás. Lauren deu a partida e ouvimos Green Day até Logan ir para frente e mudar a playlist. 

 

- Vocês não se cansam de ouvir sempre a mesma coisa? -Ele disse revirando os olhos. Colocou HAIM para tocar e seguimos a viagem enquanto tocava If I Could Change Your Mind. Niall cantava e batia palmas o tempo todo.

 

 Enquanto dirigia, Lauren colocou a mão sobre a minha e sorriu. 

 

- O que foi? -Perguntei olhando seu sorriso, sempre tão maravilhoso.

- Está maravilhosa. -Ela disse e voltou a olhar a estrada. 

- AAAAAAAAWN! -Os meninos gritaram.

 

 Chegamos na casa e Lauren teve que estacionar um pouco mais longe, já haviam vários estacionados em frente a casa. Descemos do carro e peguei os presentes de Emma na bolsa, entrei na casa com Lauren e os meninos e a casa estava lotada de pessoas do campus e outras que nunca vi. Mas estava tudo organizado e como queríamos.

 

- Vou mandar uma mensagem pedindo para Luke vir logo. -Lauren disse e beijou minha testa. O sinal estava ruim aqui, então teve que ir para fora.

 

 Logan e Niall me puxaram para pegar bebidas, pegamos nossos copos e fomos para a pista de dança. A música estava alta e todos estavam animados. Me perguntei onde estava Harry e Justin. Num piscar de olhos Harry pulou do sofá para o chão com uma camisa rosa com bolinhas brancas. Todos começaram a gritar "Work! Work! Work!" e fiquei sem entender o que queriam, até que Harry inclinou a cintura para baixo ficando totalmente empinado, então começou a rebolar com a língua para fora enquanto Justin batia em sua bunda com uma mão de espuma de algum time de baseball. Ambos bêbados.

Niall começou a rir da situação e Logan o abraçou por trás enquanto batia em sua bunda e cantava junto com a música.

 

- Eu sou a Rihanna! -Niall gritou e começou a dançar com Logan.

- Ficou maravilhosa. -Uma voz feminina sussurrou em meu ouvido. Olhei para trás e não havia ninguém.

 

 Meus olhos se dirigiram a escada e para minha surpresa Halsey estava lá. Me olhando e sorrindo sem parar.

 

- Luke me convidou, mas já estou indo embora. Não sabia que Lauren também viria e quero me manter longe dela. Te vejo no campus? -Halsey estendeu sua mão.

- Cai fora daqui. -Respondi e apontei para a saída.

 

 Depois que ela saiu pedi aos seguranças da festa que não deixassem Halsey voltar, não quero ela perto de mim. Lauren veio correndo e me puxou para perto pela cintura.

 

- Você está bem? Aquela filha da p… -Lauren começou a falar e eu a interrompi.

- Luke a convidou, ele não sabe sobre ela. Avisei os seguranças para que não deixem ela entrar, tudo bem? -Disse enquanto a beijava calmamente.

- Tudo bem. -Lauren mordeu meu lábio e pegou a bebida da minha mão para beber.

 

 Justin pegou um microfone e subiu em cima da mesa.

 

- A EMMA TÁ CHEGANDO, DESLIGUEM TUDO E APAGUEM AS LUZES. -Gritou.

- GOSTOSO! -Harry gritou em seguida.

 

 Todos correram para apagar a luz e desligar o som. Eu, Lauren e os garotos fomos para a porta e então Emma saiu do carro com Luke. Ela estava de olhos fechados e Luke a guiava segurando em sua mão. Quando ordenou que parasse Emma tirou a venda e abriu a porta.

 

- SURPRESA!!! -As luzes se acenderam e todo mundo gritou. Emma gritou junto com todos por conta da surpresa, se jogou em mim e Lauren e a abraçamos junto com os meninos e quase todos da festa, talvez tenha sido o maior abraço em grupo de toda a história.

 

 A música voltou a tocar bem mais alto e todos cantavam "parabéns para Emma".

 

- Vocês são os melhores amigos que uma pessoa poderia ter. Eu vou passar uma eternidade ao lado de vocês. -Ela disse chorando e sorrindo enquanto abraçava eu e Logan.

 

 Uma caixa chegou com vários presentes dos convidados, eram tantos que pareciam um estoque de loja. Ela abriu o presente que eu e Lauren demos e depois o de Logan e Niall, então voltou a nos abraçar mais forte ainda e a chorar, como sempre.

 

- Distrai a Emma, tenho mais um presente pra ela. -Lauren disse me dando um selinho e se afastando.

- Que presente? -Perguntei curiosa.

- Harry comprou dois cristais e me deu um, então resolvi dar para Emma de presente. -Ela disse sorrindo. Naquele momento lembrei do sonho e Niall e Logan também. Quando deduzimos que Lauren seria a vítima ela já estava indo para fora da casa. Deixamos Emma andar pela casa e corremos esbarrando em todos até chegar em Lauren. Minha maquiagem já havia borrado pelas lágrimas. Não posso perder Lauren de forma alguma.

 

 Quando cheguei até ela nada havia acontecido, Lauren apenas checava se estava tudo em ordem com o cristal. Meu coração estava quase parando naquele momento. Corri até Lauren e a abracei enquanto a beijava com toda intensidade.

 

- Você está bem, tá tudo bem com você. Meu deus. -A abracei mais forte ainda e Lauren ficou sem entender.

- Ela tá bem! -Niall e Logan disseram ao mesmo tempo enquanto se aproximavam.

- O que tá acontecendo aqui? -Lauren perguntou confusa.

- CARA, A EMMA AMOU O PRESENTE QUE EU DEI! -Luke gritou e veio correndo. - Olha só. -Ele tirou o celular do bolso e nos mostrou a foto do presente. A mesma pulseira do sonho que tive.

- NIALL, A EMMA! -Gritei e empurrei Lauren para que me soltasse. 

 

 Comecei a correr desesperadamente pela casa junto com Niall e Logan. Lauren e Luke correram logo atrás sem entender o que estava acontecendo. Tirei os saltos para correr mais rápido e entrei na casa. Perguntava por Emma para todos, mas ninguém a viu. Subi as escadas correndo e olhei nos quartos, mas ela não estava lá. Niall correu até mim junto com os outros.

 

- Porra, eu não encontro ela. -Niall disse com os olhos cheios de lágrima.

- Porra, a Emma tá bem. Ela está sóbria e feliz, caralho. Não tem nada de errad… -Luke começou a falar quando um grande barulho fez toda a festa parar. Várias pessoas começaram a gritar e descemos correndo para ver o que havia acontecido. Atravessei a multidão empurrando todos e me deparei com tudo o que eu havia temido a semana toda. 

 

 O lustre de cristal estava estilhaçado em cima de Emma. Ou no que sobrou dela. O chão havia se tornado uma poça de sangue eu podia ver pedaços de sua pele espalhados por debaixo do lustre. 

Caminhei até ela pisando em vários estilhaços, mas não me importei. Cai de joelhos e segurei sua mão, a mão que estava com a pulseira amarrada no pulso, a mão que estava fria e pálida. A mão da minha melhor amiga desde a infância que agora estava aos pedaços debaixo de um enorme lustre.

 Olhei para todos ao redor, Lauren estava paralisada, Niall chorava com Logan. Olhei novamente para Emma e ouvi um último suspiro, uma última luta para respirar. E então sua pupila dilatou. Minha mão começou a tremer enquanto segurava a mão pálida de unhas vermelhas como sangue que nos cercava e então gritei com toda a minha força, minha voz estrondou pelos arredores da casa até minhas cordas vocais estourarem.

 Então tudo ficou silencioso. Um minuto de silêncio pela perda de uma vida. Pela perda de Emma.


Notas Finais


E então, apenas me digam como estão. (Não nos matem) q

-L


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...