História Stranger Dreams (Camren) - Capítulo 58


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Justin Bieber, Lauren Jauregui
Exibições 608
Palavras 2.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 58 - I Love You



P.O.V Camila
 Aquelas palavras me deixaram completamente surpresa, vi pela pouca luz do abajur que a Lauren olhava fixamente em meus olhos, e eu fiz o mesmo.
- E-Eu.. -Lauren começou a se enrolar.
- Eu amo você, Lauren. -Dei um beijo em sua bochecha. - Obrigado por estar cuidando de mim, eu não sei o que faria sem você.
- Por um momento eu pensei que você não iria falar. -Ela deu um sorriso tímido.
- Foi a melhor coisa que eu poderia ouvir. -Encostei meu rosto em seu peito e fechei os olhos.
 Fechei os olhos enquanto sentia o perfume da Lauren, pensei em nós, pensei no "eu te amo" que acabara de ser dito, me esforço a cada segundo para não me lembrar desses últimos dias, talvez me lembrar do sorriso da Emma seja a melhor coisa, imaginar que se ela estivesse aqui ela diria coisas como "vocês precisam ficar juntas para todo o sempre", ela vai fazer falta, mas seja onde for que ela esteja, vai estar preferindo me ver bem. Já perdi alguém tão especial anos atras, minha mãe, e quem esteve do meu lado a todo o momento era a Emma, ela dizia sempre "sorria, Camila! Seu sorriso brilhará e chegará às estrelas, e ela vai fica feliz ao ver o brilho", talvez se eu sorrir e ficar bem ela vai ver das estrelas, e vai ficar bem. Comecei a adormecer aos poucos por conta da mão da Lauren que percorria toda as minhas costas, e consegui dormir.
...
 Senti uma forte rajada de vento em meu rosto antes de abrir meus olhos, eu estava com minha roupa de dormir no meio do campus, meus pés na neve, olhei em volta e vi Logan parado junto com Niall embaixo de uma árvore, comecei a me aproximar deles aos poucos, mas com todo o cuidado para não fazer nada de errado, depois de Emma eu não quero mais fazer coisas erradas. Na medida de que eu fui me aproximando, Logan parecia mais longe, e mais longe.. estendi minha mão para tentar chegar mais perto, quando tudo congelou, eu encostei no braço do Logan e tudo ficou escuro.
...
- LOGAN! -Gritei abrindo os olhos, Lauren deu um pulo da cama.
- Camila? Você tá bem? -Lauren começou a passar a mão por mim.
- S-Sim. -Engoli seco. - Eu.. o Logan. -Coloquei a mão na cabeça.
- Você gritou o nome dele, sonhou algo? -Ela me abraçou.
- Sonhei? Como assim? -Me assustei, será que ela sabe de algo?
- Sim, as pessoas gritam quando tem pesadelos. -Ela deu um beijo em minha cabeça.
- Eu tô tão preocupada com ele. -Abracei Lauren, algumas lágrimas caíram até eu me lembrar da escola. - Que horas são? Lauren, nós perdemos a hora. -Limpei o rosto.
- Relaxa. -Lauren acariciou minha cabeça. - Desliguei o despertador, quero te levar pra um lugar melhor hoje, assim pode distrair um pouco.
 Sorri de canto ao ouvir isso, Lauren me deixa tão bem quando cuida de mim. Nos levantamos e fomos tomar um banho, tomamos em chuveiros separados por causa das meninas que já estavam ali dentro, não por querer nos esconder, mas seria estranho. Sai do banheiro com meu roupão e a Lauren ainda não havia acabado. Fui até o meu quarto e vesti uma roupa preta e um sobretudo da mesma cor, as pessoas vão pensar que estou demonstrando luto, mas eu simplesmente quero usar essa cor, Emma sempre dizia que o preto combinava comigo. Respirei fundo ao me olhar no espelho, quando ouvi as batidas sequenciais da Lauren na porta, rapidamente abri e dei um sorriso.
- Você é tão linda. -Lauren me olhou com um sorriso no rosto.
- Você é. -Me aproximei dela e dei um selinho.
- Como se sente? -Lauren me perguntou enquanto fechava a porta do meu quarto pra mim.
- Melhor. -Sorri de canto. - Emma iria querer me ver sorrindo.
- Harry foi com Luke pra um tipo de acampamento, disse que ele precisava de um tempo. -Lauren me olhou.
- Espero que ele fique bem, sabe. -Dei um sorriso. - Emma era apaixonada pelo Luke desde sempre, é bom saber que por uns dias ela o teve por perto.
- Luke gostou muito da Emma, acho que ela o mudou pra melhor, assim como você fez comigo. -Sua mão passou por minha cintura.
 Caminhamos pelo campus quando vi de longe Niall e Logan parados naquele mesmo lugar do sonho, debaixo da mesma árvore. Respirei fundo e tentei não fazer como no sonho, continuei caminhando, mas e se eu pudesse consertar tudo agora? E se o toque no braço significasse isso?
- Eu vou tentar falar com ele. -Olhei pra Lauren.
- Eu vou te esperar aqui, qualquer coisa vou estar perto de você antes que você possa piscar. -Ela me deu um beijo na testa.
- Eu te amo. -Sussurrei ao sentir o beijo.
 Comecei a caminhar até lá em passos rápidos, não demorou muito para o Logan me ver, e como no sonho, ele começou a se afastar. Fui mais rápida, comecei a me aproximar dele ficando apenas alguns metros de distância.
- O que você quer aqui? Fica longe de mim. -Logan gritou.
- Logan, para. -Niall pediu. - Camila, eu..
 Niall começou a falar enquanto Logan dava passos para trás, antes que nós pudéssemos fazer algo ele caiu nos degraus da escada que iam pra baixo.
- LOGAN. -Niall gritou indo até ele, corri até a ponta dos degraus e vi o braço dele torcido, quebrado, as pessoas começaram a se aproximar.
- PRECISAMOS DE AJUDA. -Falei ao ver o estado dele. - N-Não mexe o braço.
- O que aconteceu? Porra. -Lauren colocou sua mão em meu ombro e observou Logan.
- SAI DE PERTO DE MIM, CAMILA. -Logan gritou com toda a sua força enquanto segurava seu braço. - É isso que acontece com pessoas perto de vocês.
- Me desculpa, Logan.. -Tentei falar qualquer coisa aquele momento, mas as palavras não saiam.
 Lauren me puxou pelo braço e me tirou dali enquanto algum aluno ligava para a ambulância, nós fomos para o estacionamento e ela me levou para o seu carro, estávamos em silêncio, sinto que ela quer saber o motivo da briga, sinto que devo falar a verdade.
- Camila. -Lauren me chamou. - Eu não queria tocar nesse assunto, mas... aconteceu aquilo no funeral e agora aqui de novo, o que aconteceu entre vocês dois? -Ela perguntou se referindo ao Logan.
- E-Eu não sei, ele tá triste por causa da Emma. -Respirei fundo.
- Camila, eu não sou idiota. -Ela suspirou. - Não quero que se sinta triste nem nada, mas se você quiser me contar, Logan disse coisas terríveis e ainda disse pra você me contar, e eu fico perdida sem saber o que é. -Nesse momento meu coração começou a acelerar.
- Tudo bem. -Mordi o lábio tentando manter a calma, não sei o que estou fazendo agora. - Eu quero falar, Lauren, mas não agora. -Segurei sua mão. - Podemos ter um dia bom primeiro?
- Claro. -Ela sorriu e apertou minha mão.
- Eu só preciso que me prometa que apesar de tudo, vai acreditar em mim. -Fechei os olhos.
- Eu vou, eu prometo que vou. -Ela me olhou de relance.
 Fiquei meio tranquila ao ouvir aquilo, mas que merda eu fiz agora, Lauren vai achar que eu sou louca, e eu não posso contar que ela desencadeou isso ou.. eu não posso falar, mas preciso. Vou falar das visões, ela precisa saber que eu sou diferente, ela disse que me ama, e amo tem a ver com confiança e verdade.
 O silêncio continuou pela viagem, mas não era algo ruim, até mesmo a presença da Lauren sem falar nada me deixa bem, e eu estou numa paz tão boa de estar com ela, ela faz eu suportar o maior dos problemas por estar comigo.
P.O.V Lauren
 Camila parecia melhor que os últimos dias agora, ainda não entendi ao certo o que aconteceu entre ela e o Logan, mas vou esperar o seu tempo pra me contar. Nós chegamos ao shopping depois de alguns minutos de silêncio, Camila ficou me perguntando o que nós viemos fazer aqui. Apenas segurei a sua mão e a levei para dentro do shopping, as lojas já estavam cheias de enfeites de natal mesmo faltando uns dois meses. Passamos direto por essas lojas e chegamos na praça e alimentação.
- Onde quer comer? -Perguntei me virando pra ela.
- Você escolhe. -Camila sorriu e me deu um selinho rápido.
- Podemos.. -Olhei em volta. - Podemos ir no mc.
- Claro. -Camila deu um sorriso lindo.
 Segurei sua mão e fomos pra fila, a abracei por trás enquanto ela pedia os lanches, minhas mãos ficaram dentro de seu bolso. Pegamos o lanche e eu tive que levar a bandeja porque segundo ela, ela iria deixar o refrigerante cair, escolhemos uma mesa e nos sentamos.
- O que quer fazer? -Perguntei enquanto comia algumas batatas.
- E se nós formos naquela pista de gelo pra patinar? -Ela me olhou se animando.
- Patinar? -Comecei a rir.
- Não consegue? -Camila me olhou com um olhar quase desafiador.
- É claro que consigo. -Revirei os olhos, deve ser bem fácil patinar na neve.
...
 Depois de comermos nós fomos animadas até a pista, havia algumas crianças patinando nas bordas enquanto seus pais os observavam tirando fotos. Eu e ela calçamos as botas e a Camila se levantou, mas por algum motivo eu não consegui firmar os pés.
- Anda, vamos patinar. -Ela deu uma voltinha.
- Você sabe andar bem nisso? -Eu sorri.
- Patino desde criança. -Camila sorriu. - Quer ajuda?
- Qual é, eu sei patinar. -Comecei a rir e me levantei.
- Isso, agora vem cá. -Ela andou pro meio da pista.
 Fiquei alguns segundos pensando em como vou andar nisso, deve ser fácil, só preciso movimentar os pés como se eu estivesse correndo, correndo em rodinhas. Dei meu primeiro impulso e fui com tudo pra frente, mas meus pés foram pra trás, eu quase bati o queixo no chão e a Camila estava correndo até mim.
- LAUREN! -Camila se baixou. - Você tá bem?
- Claro, foi só aquecimento. -Me sentei no chão. - Mentira, eu não tenho a mínima ideia de como se anda nisso.
- Eu sei. -Ela gargalhou. - Mas queria ver se você se saia bem.
- Eu me sai muito bem. -Falei enquanto ela me ajudava a levantar.
- Vamos, você vai patinar. -Camila segurou minhas mãos e foi me levando devagar para o meio da pista.
 Me deixei levar por ela, só precisei manter o equilíbrio. Patinamos por algum tempo enquanto eu dava uns quase tombos, mas ela me segurou. Eu pensei que faria a Camila ter um dia perfeito, mas ela fez o meu ser incrível, eu realmente amo essa garota.
 Depois do dia nós voltamos para o campus e passamos o resto do dia juntas, já era quase meia-noite quando eu avisei que iria para o meu quarto.
- Lauren. -Camila segurou minha mão.
- Sim? -Me virei pra ela, já havíamos dado boa noite.
- Eu disse que contaria o que aconteceu pra você de noite. -Ela mordeu seu lábio, estava nervosa.
- Tudo bem se não quiser, eu não quero te forçar. -Entrei de volta em seu quarto.
- Mas eu quero, é o certo. -Ela se sentou e apontou para eu me sentar ao seu lado.
- Tudo bem. -Me sentei ao seu lado.
- Lauren, você precisa acreditar em mim, de verdade. -Ela segurou forte as minhas mãos.
- Ei, eu acredito. -Comecei a me assustar com isso, mas vou acreditar.
- Um dia eu tive um sonho, um sonho muito real.. -Ela pareceu pensar no que falar. - E um dia depois esse sonho se tornou real, eu pensei que fosse apenas uma coincidência ou sei lá, mas não era.. tempos depois eu comecei a ter vários e vários sonhos, eu conseguia fazer escolhas nesses sonhos, e essas coisas aconteciam. 
- Espera. -Fechei os olhos tentando organizar tudo aquilo. - Tá me dizendo que você vê o futuro?
- Vejo e mudo ele, Niall me falou sobre a teoria do caos, sobre um simples bater de asas de uma borboleta fazer uma catástrofe acontecer, e Lauren, eu posso escolher as batidas da borboleta. -Algumas lágrimas caíram de seu rosto. - Depois que eu sai do Michigan eu comecei a ter dores horríveis de cabeça e meus sonhos ficaram confusos, acredito que até aquele tumor foi causado por isso. -Camila parou um pouco. - Eu sonhei com cristais, com um corpo debaixo deles, eu não pude ver a Emma, eu.. eu deveria ter visto, mas eu fiz algo que mudou os sonhos, que os prejudicou.
- Camila, Camila, Camila. -Coloquei minhas mãos em seu rosto. - Fica calma, eu preciso entender. - Isso é impossível, Camila, você não pode ver o futuro, Emma morreu por um acidente.
- PERGUNTA PRO NIALL, PRO LOGAN. -Ela me olhou. - Eu não falaria isso se não fosse real, Lauren. Eu estou com medo, eu não quero mais ter isso, eu não quero. -Ela começou a se desesperar.
- Calma, eu acredito em você. -A abracei forte, tudo isso é uma tremenda novidade pra mim, mas preciso ser forte por ela.
 Camila me contou sobre alguns de seus sonhos que se tornaram reais, que ela colocou meu nome na lista da viagem pra montanha e por isso o da Emma saiu, que ela derrubou a garrafa de água do Ed em mim, todas essas histórias loucas, mas que fazem todo sentido. Ainda não consegui digerir tudo isso, na verdade eu nem sei como, porra, a Camila vê e move o futuro, isso não é normal, nada normal. Ela não me falou sobre o primeiro sonho, disse que não conseguia, e bom, eu entendo ela.
 Tive que acalma-la para que ela conseguisse dormir, mas eu não consegui, fiquei quase a noite toda acordada pensando no que ela me falou, e só consigo chegar a uma conclusão: isso é louco, mas eu a amo e vou ficar ao seu lado pra que esses sonhos parem de acontecer.
 


Notas Finais


Desculpem pela demora, pessoal. Não tivemos como postar hoje, o dia foi beeeem cheio.
Acham que os sonhos da Camila podem acabar afetando sua relação com a Lauren? -S


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...