História Stranger love - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 14
Palavras 1.209
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEEII PESSOAS 💙😍
BOA LEITURA 😘🐰

Capítulo 8 - Não sonhe com os anjos


Eu entro em casa tentando não fazer muito barulho, ando com um pouco de dificuldade por causa do joelho machucado, sento no sofá e tiro meu sapato e meia, tiro o tecido branco já sujo de sangue e levo até o lixo, ando lentamente até meu quarto e tiro meu uniforme sujo de doces e sucos, amarro meu cabelo e pego uma toalha, vou para o banheiro e ligo o chuveiro em uma temperatura não tão quente mas também não tão fria. 

Eu passo a mão por todo meu corpo, tremo um pouco a mão por passar sobre meu joelho. A água no chão caía junto com o sangue que deixava parecido com um cenário de filme de terror. 

Eu desligo o chuveiro e me enrolo na toalha, ando até o quarto e me sento na cama pegando um frasco pequeno na gaveta, coloco o líquido sobre meu joelho sem expressão fácil. 

Visto um short jeans branco e um moletom azul turquesa. Ando até a cozinha e coloco uma comida qualquer no prato e vou para a mesa, me sento na mesma e cruzo as pernas. Levo o prato ainda cheio de comida para a pia e olho o lado de fora da janela por alguns segundos até perceber que tem uma coisa me observando. "O -oque ?" Penso quando vejo um gatinho lambendo a pata, ele para ao perceber meu olhar de longe e me olha mostrando os dentes e os olhos, vermelhos. 

Eu ignoro e volto a terminar de jogar a comida fora e lavar o prato, volto para meu quarto e me jogo na cama, ligo a luminária na mesinha e pego meu celular. 

Ligação on ~ 

-entao...você fez o resumo que a diretora mandou ? 

-chloe...

-eu só tô perguntando, vai que você deixou de fazer pra conversar com jungkook.

-eu não faria isso, sou responsável.

-muito responsável.

-eu sei, eu sei.

-bem, amanhã quero que você veja uma foto. Eu fui muito idiota de não acreditar desde o começo nessa história.

-de que história está falando ?

-da diretora sair da escola, oque você acha ? 

-eu sei do que você está falando, só queria que repetisse pra ver o quão idiota você realmente foi.

-okay, vou rir da sua cara amanhã quando for entregar o caderno para diretora. Sobre a foto...eu tirei hoje à tarde, é bem estranha. 

-tem a ver com animais ?

-quase...não exatamente. 

-depois falamos sobre essa foto é amanhã você me mostra, estou morrendo de sono. 

-boa noite Emily, não sonhe com os anjos.

-boa noite, até amanhã.

Ligação off ~ 

"Não sonhe com os anjos"

Eu deito de bruços e fecho os olhos desejando dormir logo, oque facilmente acontece.  

-vamos garota acorde... está tarde e você vai se atrasar- ouço minha mãe me chamar e eu levanto.

-calma, eu ja vou, você é muito apressada pela manhã.

-não ligo, vá se arrumar logo. 

Eu solto meu cabelo e passo o pente levemente enquanto olho para o espelho refletindo o meu joelho, eu não podia ir pra faculdade com o joelho daquele jeito. Peguei uma calça qualquer no quarda roupa e vesti, vesti a camiseta do uniforme e o casaco azul. 

Coloquei os sapatos e peguei minha mochila, bebi um pouco de água e fui andando até a faculdade.

Era um pouco longe demais pra alguém com uma ferida aberta no joelho. 

Graças a um atalho que somente eu e mais outras mil pessoas conhecem, cheguei a tempo de ver a enorme porta sendo aberta.  

Entrei tentando me esconder de qualquer funcionário e professor, oque não dá certo. 

-posso saber por que a mocinha não está usando o uniforme completo ?- ótimo, a diretora.

-eu...me machuquei ontem e...

-você e mais quem acabou com a comida no refeitório, quebrou uma cadeira e sujou a parede de molho ? Isso está passando dos limites, vou ser obrigada à expulsar você, se é que você fez isso sozinha. Quem mais estava com você ?

-ninguem, eu estava sozinha- digo abaixando a cabeça.

-se você estiver mesmo dizendo a verdade ou encobrindo sua amiga vou ter que olhar nos vídeos das câmera de segurança.

-eu posso limpar tudo, posso conseguir uma cadeira nova e pagar por tudo que foi quebrado- eu imploro me entregando de uma vez ao poder dela sobre o lugar.

- ótimo, você limpa as paredes, mesas, balcão e consegue uma cadeira nova.

Ela sai andando mas dá meia volta e me olha de cima a baixo.

-quero que troque essa calça pelo verdadeiro uniforme.

Ela levanta as duas sombrancelhas e sai andando.

Eu reviro os olhos me livrando da atuação de "boa aluna", ando até meu armário e tiro de lá minha saia reserva. Vou até o banheiro e tiro a calça devagar fazendo o tecido arrastar contra meu joelho. Visto a saia e molho um pouco o lugar do meu joelho em que mais tinha sangue fazendo cair um pouco no chão, eu não percebo e ando meio que mancando até a sala, Chloe estava no fundo sentada e conversando com uma outra garota. 

-emily ! Você chegou...- ela diz animada me puxando para sentar na cadeira ao lado dela. 

-você não sabe ainda ?- ela pergunta fazendo a garota se retirar de lá com um sorriso no rosto acenando.

-oque aconteceu agora ?

-os professores, eles não vieram, nehum deles.

-professores ? Por que eles faltariam ?

-como eu vou saber ? Não sou eu que transformou animais em monstros pra sequestrar humanos e prender em árvores até que eles morram de forma lenta e dolorosa.

-espera...oque disse ?

-eu disse que...- ela não continua e pisca os olhos com frequência abaixando a cabeça.

-chloe, você disse que... alguém transforma os animais no que eles são e fazem eles sequestraram os humanos e prenderem em árvores até que eles morram ? 

-foi isso que eu disse...-ela confirma olhando fixamente para o nada.

-chloe, se isso for mesmo verdade você pode me levar até essas árvores, certo ? 

-sim, eu posso- ela continua em um estado meio catatônico. 

Como assim ? Chloe passou de garota inocente que não acreditava em nada que dissessem à ela para garota que tem visões sem sentido ? 

Como assim "visões" ? Era a única coisa que eu conseguia pensar, vindo da Chloe é realmente sem sentido. 

Eu continuei pensando nessa história e virei para frente quando vi a diretora entrar na sala. 

-quero o seu material emily...E....jungkook, os dois - ela diz fazendo todos abaixarem a cabeça e rirem, eu tiro meu caderno da mochila e ando até a mesa pra entrega-la. Ela repara no meu joelho e me encara com um olhar desafiador.

-otimo, vocês não terão aula hoje, infelizmente alguns professores importantes não vieram à aula, mas...não poderam ir pra casa, a porta da frente enterrou e o guarda não consegue abrir, ficarão aqui até a noite se não for resolvido logo. 

Ela sai da sala provocando com o barulho dos saltos batendo no chão. 

Eu pego minha mochila e ando rápido até a porta, mas sinto alguém segurar meu braço. 

-como ainda consegue andar ? 

-jungkook...foi só um arranhão, não é tão grave. 

-você diz isso agora. 

-poderiamos sair pelas janelas- Chloe diz puxando meu braço, eu aceno pra jungkook com um sorriso e ele sai. 

-não vamos sair pelas janela, estamos no terceiro andar.

-o térreo é logo ali, os elevadores estão funcionando. 

-vamos. 

Eu ando até o elevador principal, estava apagado.


Notas Finais


DESCULPAAAAA ESSE CAP MINÚSCULO 💔
O PRÓXIMO VAI SER BEM GRANDÃO 🐰💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...