História Stranger Love - Capítulo 14


Escrita por: ~ e ~Lady_Dracarys

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Zayn Malik
Tags One Direcrion, Zayn Malik
Visualizações 128
Palavras 2.957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi oi, rápido né?.

°DESCULPA QUALQUER ERRO

Capítulo 14 - Capítulo XIV


Fanfic / Fanfiction Stranger Love - Capítulo 14 - Capítulo XIV


POV Maya Ehlers

Minhas pernas estavam bambas, eu enchergava tudo embaçado pelas lágrimas estarem se acumulando em meus olhos.

-Yaser, não...- Liam tentou falar mas o cara lançou um olhar pra ele que meu corpo estremeceu.

Em minha frente estava Yaser com uma arma apontada pra minha cabeça e eu não conseguia formular uma palavra de tanto nervoso. Ele me olhou com ódio nos olhos e deu um pequeno sorriso, por ver o estado que eu fiquei.

-Esta com medo putinha?- Ele perguntou de forma ameaçadora e mais uma vez eu estremeci.- Acho que você nunca mais vai falar assim comigo, não é mesmo?- Ele encostou a arma na minha testa e eu fechei os olhos, e pude sentir duas lágrimas escorrerem por minha bochecha.

-Yaser não- Zayn falou e eu ouvi seu pai engatilhar a arma.

Um filme sobre minha vida começou a passar por minha cabeça e eu estava até aliviada por ter chegado meu fim. Feliz por não ter que mas encontrar sua família, nem as pessoas dá escola e muito menos sofreria novamente se olhando no espelho e se xingando. Até que um rosto apareceu na minha mente e fiquei triste por deixar Zayn sozinho, só eu que o trato com respeito sem ter medo dele, só eu o provoco sem levar um fora, só as vezes que ele devolve, eu admito. Fiquei triste por saber que não veria mas o cara que sempre me dava forças pra continuar vivendo. Senti um sorriso ser formando por lembrar cada momento louco que já passei com Zayn. E foi com ele no pensamente que eu apaguei e nao senti mais nada.

POV Zayn Malik.

-Cara, o que você vai fazer?- Harry me perguntou e eu revirei os olhos, já era a terceira vez que ele me perguntava isso.

-Ja disse Harry, eu tenho que ir na casa da Maya!- Falei impaciente.

Desde o que aconteceu com ela a dois dias atrás, tudo me estressava. Eu tive uma briga com meu pai, o que resultou de eu ter apanhado mais naquele dia, mas não significa que eu não bati no meu pai.

-E... Você vai falar o que pra eles?- Harry perguntou meio triste.

-Eu não sei.- Entrei no meu carro e o liguei.- Reúna o pessoal, estou de volta daqui a uma hora.

Harry assentiu com a cabeça e se afastou do meu carro pra eu poder sair. Dirigi por longos minutos e a cada segundo eu tentava ensaiar alguma coisa pra falar pra Sra. Ehlers. Quando eu parei em frente a casa dela, eu fiquei olhando pro volante e relembrando a cena que aconteceu a alguns dias atrás. Eu estava com raiva de mim, por não conseguir manter ela longe dos Bloonds, estava com raiva das garotas por ter levado ela no QG, estava com raiva do meu pai, por ser um covarde. Bati com força no volante e sai do carro. Respirei fundo antes de andar, lentamente, até a porta de Maya. Subi alguns degrauzinhos e parei em frente a grande porta de madeira.

-Droga Maya!- Praguejei baixinho e toquei a campainha.

Esperei longos e torturantes segundo até alguém abrir a porta e eu dar de cara com uma senhora que estava com um roxo no olho. Ela sorriu ao me ver.

-Sra Ehlers?- Perguntei tentando fazer de bom moço.

-Sim. E você é?

-Zayn. Sou um grande amigo de Maya.- Falei simplesmente, não queria dar muita explicação pra ela.

-Oh... Claro, o famoso Zayn.- Ela sorriu e me abraçou- Obrigada por defender a Maya.- Ela se afastou e deu espaço pra eu entrar.- E por falar nela, onda aquela mocinha se meteu?

-Então Senhora Ehlers...

-Por favor, só Andréa- Ela apontou para o sofá e eu sentei e ela logo fez o mesmo no meu lado.

-Então Andréa- Respirei fundo e olhei bem o rosto dá mulher a minha frente. Ela estava com uma aparência péssima. Eu não podia dá mais uma notícia péssima pra ela.- Ela está lá em casa.- Sorri amarelo.- Eu só vim buscar algumas roupas dela.

-Ah sim... Imaginei que ela estaria lá.- Ela se levantou- Eu vou pegar algumas roupas.

(...)

-Obrigado Andréa- Andei em direção ao meu carro, carregando uma mochila pequena em minhas mãos.

-Zayn, avisa pra Maya, que a escola ligou e que se ela perder mais algumas aulas ela vai se meter em uma encrenca com o pai dela.- Ela sorriu triste e eu Assenti.

Entrei em meu carro e o liguei, saindo logo dali. Bati novamente minhas mãos no volante, assim que parei no sinal vermelho.

(...)

POV Liam Payne

Seus cabelos estavam bagunçados, sua face era serena. Um aperto no meu coração se fez presente. Levei minha mão até o rosto de Maya, que estava pálida e fiz um carinho em sua bochecha.

-Como ela tá?- Harry entrou no quarto e eu tirei minhas mãos dela, rapidamente.

-Esta bem, mas ela tem que acordar logo.-Respirei fundo.- Ela precisa se alimentar.

-É...- Ficamos em silêncio olhando pra ela.- Mas cara, eu não entendo o que aconteceu naquele dia até hoje. Vocês não sabem contar direito, parecem retardados.- Ele disse e eu sorri.

-Como você sabe, Zayn foi espancado e ele veio aqui. O Yaser mandou chamar todo mundo pra ver o que a gente ia fazer com a outra gangue. Eu liguei pra Katy, pois sabia que todas as garotas estavam na casa de Katrina, eu só não imaginava que Maya estaria junto com elas e muito menos que ela vinha direto pra ca- Respirei fundo e a olhei.- Ela entrou com tudo no quarto que estava eu, Yaser e o Malik. Ela acabou discutindo com o Yaser e chamou ele de merda, aí você já viu a merda que deu né? Ele estava prestes a atirar, mas não sei o que deu nele que só deu uma coronhada na cabeça dela.

-Uma bela de uma coronhada, por sinal- ri do comentário dele e ele me acompanhou.

-Nunca pensei que ia odiar as risadas de vocês dois.

Dei um pulo de susto e olhei Maya, com os olhos abertos e com um mini sorriso no rosto.

-Finalmente bela adormecida- Harry falou divertido e o sorriso de Maya aumentou, mas logo seus rosto risonho foi substituído por uma careta de dor.

- Está com dor de cabeça, certo?- Eu perguntei e me aprontei a pegar um remédio e água pra ela tomar. A entreguei e ajudei a levantar.

-Obrigada- Ela sorriu e tomou o remédio- Então, por quanto tempo eu dormi?

- Dois dias.- Niall falou ao entrar no quarto.- Iae May.- Ele sorriu e se aproximou dela, dando um beijo em sua testa.

-Bom te ver Niall.

-Gente, ela tem que descansar.- Falei já virando eles pra irem embora.

-Ei, calma aí grandão. Eu acho que já dormir demais.- Ela falou divertida.

-Deixa eu só ver se realmente você está bem- Falei pegando algumas coisinhas.

-Tudo bem.- Ela se sentou na cama e pude perceber que ela estava meio tonta.

POV Maya Ehlers

-Eu juro que pensei que ia morrer na hora.- Eu falei rindo.

-Todos pensamos.- Katrina falou e rimos.

Todos as meninas e meninos estavam em uma sala grande com uma mesa grande e várias cadeiras, eu, como sou abusada, sentei na cadeira principal, que descobri ser do Malik.

Conversa vai e conversa vem e todos estávamos rindo pela piado do Jake. Ouvimos a porta sendo aberta com força e sendo fechada com a mesma intensidade. Olhamos pra pessoa estressada e engoli em seco. Zayn estava me encarando com uma cara sério, mas nem liguei, só estava pensando o quanto ele continuava lindo até carregando minha mochila do Batman e o quanto eu tava ferrada.

Ele caminhou em minha direção com passos fortes e cada vez que ele se aproximava, minhas pernas tremiam.

-Acho que alguém está muito ferrada.- Louis sussurou ao meu lado.

Dei uma cutuvelada em seu braço e engoli em seco quando Zayn parou ao meu lado. Eu jogou a mochila em cima de mim e eu levantei de sua cadeira. Não o encarei nos olhos, me afastei e sentei no colo de Selena.

-Por que chamou a gente aqui, Zayn?- Josh Perguntou e finalmente ele tirou os olhos de mim e encarou o amigo.

-Antes de tudo, o que ela ainda tá fazendo aqui?- Zayn perguntou olhando pra todos e parou em mim.- ME RESPONDAM!- Ele gritou e todos deram um pulo na cadeira por conta do susto.

-Olha Zayn, ela acabou de acordar e achei melhor ela ficar sobe meu olhar- Liam foi o primeiro a falar e Zayn o olhou com raiva.

-Certo, você quem é o médico aqui- Ele falou furioso e se sentou na cadeira, o mesmo fez uma careta de dor e até senti pena dele.- Maya, você pode, por favor, sair dessa sala?

-Não- Cruzei o braço e fiz bico e percebi que todos encarava Zayn pra ver o momento que ele ia explodir.

-Ok.- Zayn respirou fundo e eu me preparei mentalmente pro ataque dele. Ele olhou pro pessoal e bufou- Certo, eu estava pensando e quero distrair um pouco a minha cabeça, depois do susto que levamos a dois dias atras, quem não quer não é mesmo?- O olhei confusa.

-Pera, pera...Sem ataque de piti?- Perguntei e só recebi um olhar.

-Eu estava pensando em roubar um banco, o que acham?- Ele perguntou animado e todos gritaram com a animação.

-É perigoso.- Eu falei, mas me ignoraram.

-Qual banco, chefinho?- Harry perguntou.

-Alguma sugestão?- Zayn se encostou na cadeira e cruzou os braços com uma sombrancelha levantada.

-Banco ABD?- Niall falou.

-Já roubamos esse.- Katrina disse orgulhosa.

-Banco internacional dá Inglaterra?- Josh sugeriu e Katrina já falou que aquele era fácil demais.

- BCI- Sugeri um pouco baixo e pensei que iam me ignorar como sempre.

-Pode repetir o que você disse Maya? Mas alto, dessa vez.- Zayn falou sério e eu até fiquei com medo é entendi por que respeitam ele.

-BCI- Falei alto o suficiente para todos os que estavam presente ouvisse.

-Você tá maluca? Esse é o banco Central dá o Inglaterra!- Katy falou e eu encolhi meu ombro.

-É o mais difícil de se roubar.- Zayn falou com um mini sorriso no rosto.

-Você não tá pensando nisso né?- Louis perguntou preocupado.

-É o mais difícil, mas não impossível crianças- Ouvir aquela voz me deu um arrepio, dos pés a cabeça. Me encolhi mais ainda no colo de Selena e olhei pra porta. Onde o cara, que agora tinha virado meu pesadelo, estava parado me encarando com um sorriso- Bela sugestão, putinha.- Eu engoli em seco e desviei meu olhar para a mesa a minha frente. Vi pelo canto dos olhos Yaser andar até o lado do Zayn.- Vocês tem experiência de sobra pra roubar esse banco. Louis, Zayn e eu faremos um plano. Niall hackeará os sistemas deles e descobrir tudo o que for necessário....

-Yaser, essa é a minha equipe- Zayn falou entre os dentes.

-A equipe que faz parte dá Minha gangue- Ele deu dois tapinhas no ombro de Zayn.- O que sugere, Maya?

Todos o encaramos sem entender nada. E eu estava surpresa e não estava entendendo aonde ele queria chegar com aquela pergunta. O olhar do Senhor Malik me deixava com as pernas bambas e com náuseas, eu mal conseguia olhar em seus olhos. Respirei fundo e olhei pra Zayn, pedindo socorro.

-Yaser, Maya não é dá gangue.- Zayn falou impaciente e vi o Malik mais velho apertar seu ombro com força.

-Então o que ela está fazendo aqui?

-Assim que ela acordou, ela se sentiu meio tonta e e eu e liam decidimos que ela ficasse aqui, onde a gente possa ficar de olho.- Harry falou meio baixo.

-Essa garota vai acabar matando vocês.- Yaser falou e fez um sinal para que eu se aproximasse dele, eu certamente não me movi.- Venha aqui, Maya.- Eu apertei a mão de Selena, pedindo ajuda, mas ela não pode fazer nada.- Agora, antes que a pouca paciência que eu tenho, acabe.

Eu engoli em seco e me levantei lentamente, parei pra pensar se deveria ir de encontro a ele ou sair correndo, opitei por ir até ele, pois ele podia muito bem sacar a arma e atirar em mim antes mesmo que eu desse o terceiro passo. Respirei fundo e andei em passos lentos em sua direção, até ficar perto dele, mas distante o suficiente pra que ele não possa me dar outra coronhada.

-Cheguei mais perto.- Respirei fundo e dei dois passos pra frente- mais um pouquinho.

-Yaser...- Zayn falou de levantando e ficando atrás de mim.

-Cala a boca, Zayn.- Ele respondeu ainda olhando pra mim- Só mais perto querida.- dei mais um passo é estava perto de mais.

Ele levantou a mão e eu me encolhi com medo de levar um tapa ou um soco, mas o que ele fez me surpreendeu e aposto que a todos presente na sala. Yaser estava com uma mão no meu queixo e outra afastando meu cabelo pra ver o machucado que ele tinha feito a dois dias atrás. Ele tocou em um local que doia e eu fechei os olhos.

-Aqui doi?- Ele perguntou e eu Assenti.- Depois dá reunião você e eu vamos a minha sala.

-Pra fazer o que?- Zayn segurou meu braço e me puxou pra perto dele. O que me deu um pouco de alívio.

-Não é dá sua conta. Agora vamos planejar o assalto.- Yaser sorriu e eu ia voltar a sentar no colo de Selena, mas Yaser segurou meu braço.- Você senta aqui.- Ele apontou pra cadeira que Zayn estava prestes a se sentar.

-O que?- Perguntei, demonstrando toda a minha confusão desde quando ele entrou aqui.

-Como assim?- Zayn perguntou com raiva.

-Sente-se Maya.- O Malik mais velho falou mais sério e eu olhei pra Zayn, que encarava o pai com irritação e confusão nos olhos. Ele bufou e se afastou dá cadeira e assentiu pra mim.

Eu caminhei lentamente até a cadeira e me sentei, Yaser se aproximou e ficou ao meu lado, sua mão foi de encontro com meu ombro. Zayn estava do meu outro lado, com os braços cruzados. Ele coçou a garganta e continuou falando o que cada um deveria fazer.

-Acho que deveria ir mais gente.- Yaser interrompeu assim que Zayn falou quem entraria no banco pra fazer o assalto. Que seria Zayn, Harry, Jake e Louis.- O que acha Maya?

-Ér...Eu...Eu não sei. Não tenho experiência com isso- Falei baixo e me encolhi.

-Eu concordo senhor.-Katrina falou

-Mas eu não perguntei pra você.- Essa doeu até em mim. Segurei o riso e respirei fundo.- Pense um pouco.

Após pensar alguns segundos eu ainda não sabia o que falar.

-Eu...Eu acho que deveríamos, quero dizer, vocês deveriam conhecer o local pra depois pensar em quantas pessoas botarem lá dentro.- Até que a ideia que surgiu na minha cabeça não era tão ruim, por isso continuei.- Acho que vocês deveriam ir até o banco e conhecer o local com seus próprios olhos. Até mesmo sequestrar alguém que trabalha a bastante tempo lá, pra falar sobre o local. Mas uma dica é irem disfarçados.

Parei de falar e sorri amarela. Todos estavam em silêncio, provavelmente digerindo a babaquice que eu falei.

-Mas isso é só uma ideia inu...-Comecei a falar rápido.

-Ate que é uma boa ideia- Louis me encarou e eu sorri.

-É?- Perguntei toda boba.

-Sim, uma ótima ideia.-Yaser me elogiou e sorriu pra mim. O que deixou todo mundo confuso e quieto.

-Ok-Zayn pigarriou- Vamos nos aprontar, saímos em uma hora.

Todos se levantarem e saíram, ficou só eu, Zayn e seu pai maluco-bipolar-covarde.

-Você eu vou levar pra minha casa. Vamos- Zayn me chamou e eu ia levantar, mas seu pai forçou meu ombro pra baixo e eu tive que sentar.- Yaser, sem provocações. Eu não tô com paciência.

-Relaxa, ela só vai na minha sala cinco minutos.- Ele deu duas batidinhas no meu ombro e se dirigiu a porta e eu, como sempre,não sabia o que fazer e olhei pelo Zayn.-Vamos querida.

-O que você quer com ela Yaser? Bater? Não, você já fez isso. Matar? Provavelmente, se arrependeu de não ter feito isso logodo primeira?- Zayn perguntou e pude notar um desespero de curiosidade e nervosismo em sua voz.- Por que está a tratando assim quando você quase a matou a dois dias atrás?- Ele falou alto.

-Só quero conversar.- Yaser continuava sério e frio.

-VOCÊ SÓ NAO TEM NADA PARA CONVERSAR COM ELA!- Zayn explodiu e eu me levantei, ficando em sua frente e botando a mão em seu abdômen.

-Não se esquece que eu ainda sou seu pai e mereço respeito, ou terei que esquecer que você é meu filho e fazer coisas que não quero fazer no momento.- Yaser se aproximou dele. E eu fiquei no meio dos dois, sempre em encrencas.

-E eu já disse que você não é meu pai!- Zayn praticamente cuspiu as palavras na cara de seu pai- Vamos Maya.

-Olha gente...

-Ela vai a minha sala. Vamos Maya!- Yaser me segurou.

-Ela vai pra minha casa- Zayn me segurou.

-DA PRA PARAR VOCÊS DOIS? QUE PORRA! EU NAO VOU A LUGAR NENHUM.- Me soltei dos dois, ajeitei meu cabelo respirando fundo.- Na verdade, eu vou na sala do Yaser e depois que você chegar dá "missão" - Fiz aspas com o dedo- você vai me levar pra MINHA casa. Certo?- Perguntei pra Yaser e ele assentiu com a cabeça com um sorriso idiota no rosto.- Certo?- Perguntei pra Zayn.

-Errado. Eu só aceito isso se você ir pra minha casa- Bufei com a atitude dele.

-Minha mãe deve está preocupada comigo.

-Eu já falei com ela e até peguei umas roupas suas. Ela até falou pra você não faltar aula se não vai se encrencar.

-Putz, eu tinha esquecido dá escola!-Botei a mão na cabeça.- Devo ter perdido muita coisa.

-Foda-se sua escola. Já estou sem paciência. Vamos Maya!- Yaser segurou meu braço e praticamente me arrastou até sua sala.

Ele abriu a porta e assim que eu passei pela porta, ele fechou e a trancou. Ótimo, vai dar merda. Tô sentindo.

-Sente-se- Ele apontou pra cadeira um pouco pequena comparada a sua.- Wisky?- Perguntou e eu neguei com a cabeça. Ele deu a volta na mesa e se sentou na grande cadeira.

-Então...- Comecei a falar depois de poucos minutos em silêncio e ele me olhando.


Notas Finais


Segundo capítulo no dia seguinte por que sim! VOCÊS MERECEM! BEIJOS.

DESCULOA QUALQUER ERRO. AMANHA WUE EU CORRIGIREI OS ERROS!

PRA VOCÊ QUE LÊ,
Comente.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...