História Strangers {Scorbus} - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Arthur Weasley, Barão Sangrento, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Daphne Greengrass, Dino Thomas, Dominique Weasley, Draco Malfoy, Fleur Delacour, Fred Weasley Ii, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Hugo Weasley, Jorge Weasley, Lílian L. Potter, Lorcan Scamander, Louis Weasley, Lucius Malfoy, Lucy Weasley, Luna Lovegood, Lysander Scamander, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Molly Weasley II, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Percy Weasley, Personagens Originais, Pomona Sprout, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Ronald Weasley, Rose Weasley, Rosier, Rúbeo Hagrid, Scorpius Malfoy, Sibila Trelawney, Ted Lupin, Theodore Nott, Tiago S. Potter, Victoire Weasley, Yaxley
Tags Drarry, Jeddy, Scorbus
Visualizações 148
Palavras 1.693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu queria dizer que, para todas as três fanfic que atualizo eu vou demorar mais porque eu estou passando por umas coisas aqui dentro casa e isso me tira a motivação, um desses motivos é que eu irei ter que parar de fazer meu curso de idiomas por causa do dinheiro e pensar que faltava tão pouco para terminar e ficar fluente, isso me deixa triste, pois eu tinha sonhos com esse diploma na mão, além do aprendizado, dentre esse e outros motivos que eu acho que não convém a serem ditos, eu irei demorar, eu tenho ideias sim, todavia eu não consigo coloca-las em pratica, esse capitulo o final não foi bem o que eu queria, então eu peço que não desistam, eu vou tentar escrever o melhor que eu poder, eu estou meio mal mesmo entendem ? Eu vou tentar ver alguns dos meus amigos sábado para tentar esquecer um pouco disso e sair de casa
Além de que eu tenho a escola e mesmo que minhas notas estejam boas, eu pretendo aumenta-las, pois eu quero muito entrar na escola de ensino técnico ano que vem, então é isso, espero que gostem!

Capítulo 6 - I miss the memories replaying in my head


Fanfic / Fanfiction Strangers {Scorbus} - Capítulo 6 - I miss the memories replaying in my head

Capitulo V- Eu sinto falta das memórias se repetindo na minha cabeça

 

Ginevra Potter lia com um sorriso estampado no rosto a carta do seu filho do meio, Albus contava apaixonado sobre Scorpius Malfoy, não havia como não achar aquilo lindo e puro, não importava se o menino Scorpius é filho de Malfoy o garoto que sempre esnobou a sua família, amigos e mesmo que fosse um garoto irritante, agora com seus quarenta e um anos, crescido e adulto Draco Malfoy não fazia jus ao seu passado, claro ele ainda era um tanto arrogante e possuía a mesma pose superior, mas agora como professor de Poções do seu filho o homem se mostrou maduro e a trata da melhor forma possível.

 "Querida mamãe,
  Eu não sei mesmo como contar isso a senhora, a senhora já deve desconfiar depois do meu surto na enfermaria, mesmo que tenha passado semanas, enfim eu estou extremamente apaixonado por Scorpius Malfoy ou o meu melhor amigo, estou perdido mamãe, não sei como mostrar a Scorp que estou enamorado por ele, eu dei a ele livros que achei que fosse de seu interesse, ele os amou, está até lendo um agora, ele fica tão lindo concentrado, seus olhos cinzentos concentrado na leitura, a franja caindo sobre os olhos, droga mamãe pareço um bobo apaixonado a senhora deve estar rindo de mim agora! Eu só queria uma ajudinha, algum para conseguir conquistar esse menino que me tomou os pensamentos e coração, e eu não penso em outra pessoa melhor para me ajudar com isso do que a senhora.
  E que história é essa do papai ser o novo professor de DCAT ? James não gostou não​
  com amor do seu filho favorito, Albus S. Potter"
   

 Ginny gargalhou gostosamente com a o final da carta, ela sabia que James deveria está inconformado agora com seu pai lecionando em Hogwarts, estaria fazendo seu drama, James sempre faz um drama básico, Albus e Lily não ligariam muito, mas a mais nova dos Potter iria ser muito afetiva com o professor, isso preocupava Ginny, sua filha é demonstrativa demais com seus sentimentos. A ruiva repousou sua xícara de chá na mesa da cozinha e pegou a varinha que estava sobre a mesa
 - Accio pergaminho
 Com o pergaminho em mãos, e logo depois repetir o feitiço para a pena e o tinteiro Ginny começou a escrever a carta de resposta, estava sozinha em casa, e isso a deixava um tanto triste, seus três filhos e marido em uma escola isolada, suspirou e pensou em ir visitar um dos irmãos ou cunhadas, e pensou na situação da sua família e casamento, olhou para o nada pensativa e voltou a escrever, ajudaria com toda paciência o seu querido filho enamorado.
 Scorpius Malfoy estava indo em direção a sala do seu pai em passos apressados, já era fim de tarde, havia largado Albus com Linus e Dione que discutiam táticas sobre Quadribol, ignorou todos os seus amigos, precisa falar com o pai urgente, precisava desabafar com alguém e ninguém melhor que o seu experiente pai, chegando na sala de Poções viu o mesmo ler alguns pergaminhos disperso ao resto do mundo, os longos cabelos presos em um coque frouxo e algumas mexas caiam sobre o rosto do mais velho, Scorpius se pôs na frente do pai e colocou as mãos na mesa em forma de apoio, o mais velho não o olhou
 - Puxe uma das cadeiras e se sente Scorpius
 O mais novo assentiu e puxou uma sentado na frente da mesa do pai, Draco deixou de ler o pergaminho de um dos seus alunos do sexto ano e olhou o filho, conhecia o menino para ter certeza que ele estava ansioso e agoniado, perdendo sua compostura se permitiu sentar relaxada na cadeira e olhou o filho, sorriu ladinho e disse
 - E então ? Não vai dizer nada ? Para que me admirar se tens um espelho no dormitório, é quase a mesma coisa não ?
 -  Pai, eu estou... confuso
 -  Diga, tentarei o ajudar no que for possível hijo
 -  Eu acho que estou apaixonado
 -  Você acha ou tem certeza ? Sem convicção não posso o ajudar
 -  Papa... é por um menino
 -  Potter ?
 -  ... Sim
 -  E por que estar com medo ?
 -  Porque o senhor pode me deserdar ?
 A resposta com pouca convicção saiu mais parecida com uma pergunta medrosa, Draco inclinou o corpo, apoiou os braços na mesa e olhou diretamente nos olhos cinzas do seu filho, Scorpius sentiu-se intimidado pelo olhar indiferente do pai, com calma Draco pegou a mão do filho e dali acariciou
 - Eu não sou o seu avô Scorpius, entenda eu quero a sua felicidade, mas sinceramente o Potter mirim ? Até o um lufano seria melhor
 - Pai! Ele é legal, é sério
 - Fala como um bobo apaixonado querendo defender o namoradinho do papai
 - Ele não é meu namorado
 - Ainda não, que bonitinho está coroado
 - Mas que droga pai! o senhor está é me envergonhando em vez de me ajudar
 - Oh, o meu filho quer que eu o abrace e diga que vai ajudar o Potter mirim ? Não sou o homem mais romântico e nem o melhor nos conselhos românticos querido, mas posso dá o abraço
 - Eu aceito
 Scorpius contornou a mesa e abraçou o pai, era reconfortante ao menino poder abraçar o pai sem ser desajeitado, sentir o cheiro do perfume francês que emana da pele clara o deixava feliz, saber que o pai não o julgou como ele pensou o deixou mais feliz ainda, Draco sentou Scorpius no seu colo e falou baixo perto do ouvido do menor
 - Você já pensou nos meninos Scamander ? Sabe eles também são bonitinhos
 - Papai!
 Draco riu de verdade, nunca mais ele perderia uma chance de constranger seu menino, é seu filho afinal e não fazia mal se divertir um pouco com Scorpius e seu excesso de constrangimento.
 Harry estava realmente nervoso, quando ele pensa que pode passar um tempo em casa e descansar, lhe vem Minerva pedindo para que lecione DCAT, pois o outro professor estava com varíola de dragão e claramente não sobreviveu, sem muito tempo de procurar um novo professor a diretora recorreu a Harry sabendo que o mesmo é um ex auror e como ele atuou na armada, assim como havia recorrido a Draco, antes um mestre de poções com seus próprios negócios, Minerva estava feliz por ter tantos alunos antigos seus ao seu lado lecionando em Hogwarts. Harry suspirou e andando por aquele castelo viu que estava nas masmorras, riu consigo mesmo quando viu a sala de aula de Poções, lembrou de Snape e tudo o que passou ali, parou no batendo da porta, em vez de encontrar o velho seboso, encontrou o belo homem Malfoy lendo pergaminhos
 - Seus filhos não aprontaram nada, ainda
 - Eu sei Malfoy, vim qui porque vou ser o novo professor de DCAT
 - Não tire uma comigo Potter, estou velho para suas brincadeiras
 - Eu não brinco a tanto tempo
 Draco levantou o olhar para o homem a sua frente, incrédulo Malfoy largou a pena e segurou o olhar de Potter, seria um longo ano. Se bem que Draco sentia falta de algumas briguinhas com Harry, ficava relembrando pelos corredores da escola quando os dois tinham suas épicas brigas infantis, ele ria sozinho, lembrava o quão mesquinho e mimado era, e como estressava Potter facilmente, "meu pai vai saber disso!" como esquecer ? Harry viu um sorriso sincero nos lábios finos de Malfoy
 - Milagre ou miragem ? Draco Malfoy está sorrindo de verdade
 - Ah Potter, eu realmente senti sua falta 
                                                                                - X-
  Quando foi na manhã de quinta-feira Albus recebeu a carta de resposta da mãe, sorriu com a resposta, Scorpius tentou espiar o que estava escrito na carta, mas Albus desviou o pergaminho
  - Você já foi mais educado Scorp
  -  Você estava sorrindo que nem um bobo, achei que estivesse com uma nova namorada
  -  Quando eu lhe contar por quem estou apaixonado, você não vai acreditar
  Scorpius sentiu uma pontada no peito, apaixonado ? Albus estava apaixonado ? Mas por quem seria ? Ele viu o menino concentrado sorrindo para o pergaminho recebido, ficou um tanto decepcionado, talvez devesse esconder a sua paixonite pelo amigo, era admiração não ? Albus mudou, ficou mais maduro, mesmo que pouco, ficou, tenta não copiar mais os seus deveres tentando ter méritos próprios, agora fazia parte do time, mas ainda era o seu Albus certo ? O seu melhor amigo, gostava mais de falar de si mesmo e seus problema do que ouvir os dos outros ou não ?
  - Que foi Scorp ? - Perguntou Dione preocupada com o primo que havia parado de comer do nada
  - Eu ah... nada não Dio, qual a primeira aula de hoje ?
  -  Defesa contra artes das trevas, é com o seu pai né Potter ? 
Pergunta Desmond fixando seus olhos azuis nos verdes de Albus, este mesmo apenas assentiu e olhou Scorpius, pegou a mão do garoto por baixo da mesa e entrelaçou os dedos em forma de conforto ao melhor amigo, fitou os olhos cinzentos de Scorpius e perguntou
- Você está bem Scorpius ?
- Estou sim Al
- Certeza ?
- Por que está tão preocupado ?
- Porque eu me importo com você
 Scorpius sorriu, Desmond deu uma cotovelada de leve em Zabini, o negro tirou a atenção do seu café da manhã e prestou atenção em Malfoy e Potter, sorriu travesso e de modo mudo contou até três olhando o menino Nott, e juntos os dois melhores amigos falaram
 - Scorbus é real!
 - Scorbus ? - Pergunta Rosier, Polly dá um tapa na nuca do amante e responde
 - Scorpius mais Albus idiota, nós falamos disso ontem!
 - Ai Polly doeu, desculpa se eu presto mais atenção em você do que nas formações de shipp
 - Vocês estão muito por dentro do mundo trouxa
 Afirma Albus, Scorpius apenas sorriu constrangido e chamou os amigos para irem para sua primeira aula do dia.


Notas Finais


Enfim foi isso, então pessoal eu espero que tenham gostado, eu tenho total convicção que essa fanfic não passa dos vinte capítulos, para eu não perder tempo e porque essa história está mais resumida, não vou desenvolver muitos casais como a primeira temporada, talvez tenha alguns capítulos bônus, mas o máximo que eu posso desenvolver além dos Scorbus seria o Drarry ou o Jeddy, mais o Drarry mesmo, enfim é isso, pra quem curte Drarry eu tenho uma fanfic deles é só vocês entrarem no perfil e vai está lá I'm Here, é AU e acho que vão gostar, um beijo até a próxima
Ah e pra quem quiser conversar comigo sobre a fanfic ou só quiser ser meu amiguinho o meu twitter é @Slytherinizer
Bjs sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...