História Strings - Capítulo 49


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Exibições 40
Palavras 603
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sei que estou fazendo capítulos pequenos e as tem dias que eu não posto. Mas estou com problemas pessoais e, com um bloqueio de criatividade enorme. Então resolvi vir até aqui, para falar mais sobre isso.
- Eu não vou postar mais todos os dias. Talvez um dia sim, um dia não. E se caso eu n poste, podem mandar mensagens me cobrando o capítulo.

Capítulo 49 - Capítulo 49 + avisinho.


   Pov? ?????

   - Então temos um trato? - perguntou ele. 

       -  Não pense que, só porque fizemos um trato que eu vou te agradecer ou coisa do tipo. Lembre-se: Você faz a sua parte, e eu a minha. -  falei cruzando os braços. 

              -  Okay, não se estresse. 

              - Começaremos amanhã certo? - falei. 

               - Como quiser. 

Saio daquele beco mal cheiroso, e vou até um restaurante para lavar minhas mãos, ninguém podia me ver lá, se não ja era adeus a minha maravilhosa imagem de heroína nas TVs e nos filmes. 

Mas não me leve a mal, eu não sou uma bandida e psicopata, igual ele. Só quero oque devia ser meu a anos. 

      Eu preciso daquele dinheiro. Mas para isso eu vou ter que passar por Thalia, aquela namoradinha idiota de Yoongi. Mas que ao mesmo tempo e bem esperta, ficar com um homem que tem muito dinheiro. E e lindo, isso eu admito.

           É claro que, eu não queria fazer contrato com Marco, mas era a única possibilidade de ter Yoongi, sem aquela garota para me atrapalhar. 

               Minha irmã diria: "Nossos pais teriam vergonha de você,." Mas onde estão eles? Estão mortos! Junto com você é claro ne, irmãzinha? Hahaha! 

  Meu celular toca. Oque será a uma hora dessas? 

    - Oque foi ? - perguntei impaciente. 

            -    Senhora, ela desapareceu. 

Mordi meus lábios, para abafar um grito, desligo o celular, contendo a vontade de joga-lo no chão e quebra-lo, e andando até onde meu assistente inútil estava. 

    - Não me diga que isso e verdade! 

         -  Sim. É, quando cheguei aqui, ela já tinha desaparecido. 

Cerrei os punhos para não bater nele, ali. Eu disse com a voz calma e controlada que minha mãe me dizia quando eu fazia alguma coisa errada:

         - Okay, agora só nos resta procurar....E vê se, dessa vez, faça alguma coisa certa. Você vai para outra avenida e eu vou para outra ok? - eu digo e saio de vista, andando furiosa entre as ruas de Seoul. Eu tinha tudo pronto, e vem essa minha irmã idiota a fugir  sem nem deixar rastros.

Onde ela teria ido? 

Minha vontade era de sair por ali, gritando com todo mundo, típica coisa que eu faria no Brasil,mas aqui não. 

Apesar de eu ser uma modelo, preciso me conter em fazer algumas coisas, como sair por aqui gritando e brigando com todos, claro que, tudo oque eu conseguia eu queria e dessa vez não seria diferente, eu conseguiria achar minha irmã, e ter a herança de Yoongi para mim. O resto não importa. Nada importa. E eu não vou aceitar, um simples erro, nem que algo aconteça, eu vou ter o que eu quero, custe oque custar, haja oque acontecer. Eu não vou desistir. 

    {......} 

Tomada pelo cansaço, chego em meu apartamento totalmente esgotada, e com vontade de quebrar tudo oque estiver em minha frente. 

Infelizmente não posso fazer isso. 

"Relaxa, você está perto de conseguir tudo oque você quiser. E isso está mais perto do que nunca. " 

Deito em minha cama e adormeço. 

{......} Quebra de tempo. 

Finalmente ouço as palavras mais desejadas por mim. 

  - Está contratada. Espero que não me desaponte. 

  Não pude conter um sorriso:

    - Não vou desaponta-lo senhor, eu prometo. 

"Ótimo! Primeira parte do plano concluída. " penso. 

Saio da empresa com um sorriso no rosto, mesmo ainda não encontrado minha irmã. 

  - Conseguiu o emprego na BigHit? - meu assistente pergunta. 

  - Consegui. Agora vamos sair daqui, antes que um fã me veja. - digo ainda sorrindo. 

   - Como quiser senhora. - ele diz antes de sair das ruas de Seoul. 

  


Notas Finais


Até o próximo capítulo.
Bye.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...