História Strong - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Drama, Londres, Scott, Tomlinson
Visualizações 124
Palavras 1.239
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi ,Oi gente aqui estão umas informações básicas.
- Sim eu já postei essa fic ,só que tinha excluído .
- Todas as coisas que acontecera na fic e de autoria minha e não condiz com a realidade.
- Plagio e feio É crime.
- Aceito criticas CONSTRUTIVAS .
- Amo meus leitores desde que ñ sejam "fantasmas" , eu preciso saber se estão gostando .( or nah )
- Eu ñ tenho 'frequência' certa para postar ( tipo dia e hora que os capítulos saem ).


Bom acho que e isso espero que gostem . ^^
Boa leitura

Capítulo 1 - Prologue


 

Los Angeles 16:03 PM 13 de Maio 2009

Abri meus olhos com um pouco de dificuldade, tentei me levantar porem fui impedida por uma dor insuportavel no meu corpo. 

Espera, isso e um hospital? 

   ...

Los Angeles 16:23 PM 13 de Maio 2009

Uma mulher vestida de branco adentrou o quarto onde estava e checou a maquina na qual estava ligada, anotou algo na pasta que segurava, virou para mim e sorriu .

- Como esta se sentindo Stela? 

- Acho que bem - falei inserta, ela sorriu com solidariedade e se aproximou .

- Tem certeza? 

- Tenho sim, hm.. Drta... - tentei ler o nome em seu jaleco.

- Amelia - completou sorrindo

- Dra. Amelia, a senhora podeira me falar por que estou em um hospital? E onde esta a minha família? Que dia é hoje? - disparei - E...

- São muitas perguntas, acho que você não deveria descansar um pouco - descansar? eu queria repostas, mas não dive tempo de questionar pois estava ficando cansada, alias o que eu queria saber?

 

...

Los Angeles 06:40 AM 14 de Maio  2009

Já tinha se passado um tempo que acordei e a Drª Amelia falou que já poderia receber visitas e me avisou que minha tia viria  a tarde. Tia? Eu queria meus pais, o Lucca. DROGA! por que ninguém me da respostas?

...

Los Angeles 13:01 PM 14 de Maio 2009

Uma das enfermeiras me falou que minha tia havia chegado. Ela adentrou a porta com um pouco receiosa. O que me deixou automaticamente tensa, eu devo te-la vista no maximo duas vezes em toda minha vida. Odeio suspense, essas pessoas não sabem que a vida não é um filme?

- Oi - ela falou com um pequeno sorriso nos lábios, o retribui.

- Oi. - ela se aproximou do leito onde estava e passou a mão em meus cabelos. O.k. isso ta cada vez mais estranho.

- Como você esta se sentido, little Star ? - Sorri ao ouvir o apelido que tinha desde criança.

- Pra falar a verdade tia um pouco confusa - falei me desvencilhando dela - Não me dizem nada, o que esta acontecendo? Eu estou doente e isso? Eu vou morrer? E por isso que nem a mamãe e o papai querem me ver? E o Lucca? Eles não querem se despedir?- despejei tudo de uma vez, parando apenas para respirar - E como eu vim parar aqui? Não estávamos em Malibu?- este era outro fato que me deixava confusa, quando ligaram a tv do quarto estava passando um noticiario de L.A e eu me lembro perfeitamente que ate ontem estava em Malibu em uma congresso que meus pais palestraram - Por favor tia a senhora podeira me iluminar? Responda isso e uma simples pergunta com uma simples resposta - minha visão dava embaçada pelo choro, mas eu vi a mudança da expressão no rosto dela - Por favor ...

- Desculpa Stela, mas não convem a mim responder essa pergunta, ou melhor... essas perguntas  - ela abaixou a cabeça aparentemente envergonhada e saiu da sala.

- Mas... 

Eu não entedia aquilo , por que ninguem me responde . "Minha" enfermeira atrapalhou meus pensamentos.

- Srta Stela seu irmão esta aqui pra vê-la - finalmente...

Com a saida dela logo vi a imagem de meu irmão, sorri para ele, o mesmo retribuiu.

- E ai como você ta maninha? - perguntou com preocupação.

- Confusa - confecei.

- Eu imagino - era uma tentativa de piada, mas ele logo ficou serio.

- Então já que já sabe me fale, odeio suspense - ele me olhou um pouco duvidoso - Por favor Lucca

- Não e tão fácil - passou a mão nos próprios cabelos - Stela não sei se lembra, mas a 7 meses atras estávamos eu, você, a mamãe e o papai voltando de Malibu era muito tarde e tinha muita neblina - ele falava como se tivesse vivendo aquele momento de novo, até eu conseguia ver feches daquela noite, mas ainda era tudo muito nebuloso - Você se lembra? - não queria interrompe-lo então apenas assenti e ele prosseguiu - então quando estávamos quase chegando em L.A. sabe que tem aquele "monte" e quão perigoso ele é, papai perdeu o controle do carro que despencou de uns 5 metros de altura o ele desceu capotando o veiculo ficou irreconhecível - eu percebi a dor que ele sentia em falar sobre o acontecimento, eu mesma ja estava em prantos e automaticamente levei a mão a cabeça e pude sentir uma cicatriz - eu fui o que menos "sofreu" com o acidente fiquei internado apenas uma semana... Você entrou em um coma... - coma? -... Stela eu achei que nunca mais ia acorda... que te perderia também- ele parou de falar e deixou que o choro o dominasse percebi que também chorava. 

- E... e nossos pais? - falei receiosa, apesar ja te deduzido, não poderia ser verdade

- Nossos pais - ele abaixou o olhar que ate então sustentava em mim, fechou os olhos com força e lagrimas desciam copiosamente  - el-les morreram - o mundo parece que ficou silencioso, não podia ser verdade... não... a unica coisa que pude ouvir foi o grito ensurdecedor que soltei, e depois não sentir mais nada só vi meu irmão e a enfermeira que aparentemente havia me dado um sedativo.  

...

Los Angeles 19:20 PM 23 de Novembro de 2012

- Eu não entendo o motivo de temos que mudar, me sinto bem onde estou - estava inconformada com a decisão de minha tia de me mandar para New York. Desde aqueles longos e dolorosos meses que se seguiram depois que acordei, e o mais longo ainda o processo de guarda dos irmãos Scott, e que ela provavelmente conseguiu apos dormi com o juiz, ela virou o cão e nos mostrou quem realmente era e deve ter adorado por a mão em todo dinheiro que nossos pais conquistou em vida, esse ser humano que infelizmente tem o meu sangue acha que pode por eu e meu irmão onde lhe convem, que no caso e sempre o mais longe  possivel dela 

- Stela você não tem opção você vai ou você vai e o melhor para você - falou em tom autoritario, e sínico 

-  Larga de ser sínica, VOCÊ NÃO MANDA EM MIM, o fato de você ter dado para o corno do juiz não te faz minha mãe - falei me levantado alterada, e aquela vadia nem se abalou

- Não preciso ser sua mãe e Deus me livre ser... mas eu tenho o necessario sua guarda por tando mando sim em você- ela falou me encarado, voltei a sentar.

- Por favor tia se você me deixar ficar e-eu prometo que mudo e não me meto mais em confusão, ficarei calada - falei a fitando e sentindo as lagrimas se formarem.

- Desculpa Stela! Mas você pode ficar calada quanto quiser, o fato porem e que eu não quero vocês por perto, não nasci para ser mãe, não sei do que esta reclamando. Achei que os jovens gostacem de ficar sem supervisão  - dito isso me levantei, quando eu estava quase saindo ela falou - o vôo e amanha as 11:00 horas. Seu irmão ira direto do internato - ela também se levantou passando por mim - Animece! E um reencontro não e como se alguém tivesse morrido... denovo

 


Notas Finais


Reescrevi, exxpoee ai que eu betei... vou beta os outros e melhorar eles

Beeeeiiijãooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...