História Strong - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Drama, Londres, Scott, Tomlinson
Visualizações 49
Palavras 1.248
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então gente eu não revisei este porque eu queria posta logo então se tiver algum erro muito escandaloso" me desculpe
Boa leitura

Capítulo 15 - I do not believe in that


-Otimo! Era isso que estava faltando para completar meu dia- falei irônica quando vi quem estava em cima de mim.

- Você também não é a pessoa que eu esperava cair - a puta da Luce falou enquanto saia decima de mim - Mas em todo caso, foi mal - falou, e eu assentir sem vontade de engatar uma conversa - Ei, espera! - falou quando eu estava saindo, parei fitando-a - Você poderia me fazer um favor - era o que estava faltando.

- Não! - pronunciei sínica 

- Tanto faz, - mereço - Então fala para seu irmão... - a interrompi.

- Olha só minha querida, eu não vou servi de "pombo correio do sexo" - fiz aspas com os dedos - Para você, então se você quiser dá para ele é só ir para o refeitório e falar o que quiser com ele - sorri falsamente, e sair andando.

Era tudo o que eu precisava a vadia da Lucinda, já perdi as contas de quantas vezes ela veio falar comigo sobre o Lucca. Até parece que é uma meta dela dá para todos os garotos que entram nesta escola. E eu pensando que sando da USA me livraria das putas que querem dá para meu irmão. Já não bastava ter que aturar a Katherine. 

***

- Oi America, Stela - falou acenando para nós, enquanto passava pelo corredor.

- Vai se foder - pronunciei, hoje não era o 'dia' para falarem comigo.

- Nossa, o que ele te fez? - America falou fechando seu armário, assim que o Cater tinha passado.

- Nada, só que tudo vem me estressado ultimamente - confessei, me escorando no meu armário.

- Você não esta grávida, esta? - perguntou arqueando as sobrancelhas.

- Não! - exclamei arregalando os olhos.

- Tem certeza? 

- Claro que eu tenho certeza.

- Certeza de que? - perguntou o Lucca surgindo do meu lado com uma latinha de coca-cola na mão.

- Nada maninho - falei pegando a latinha de sua mão.

***

Estava jogada no sofá de casa zapeando os canais a procura de algo no mínimo assistivo.

- Tédio? - sugeri-o o Lucca, e eu assentir me sentando direito  - Então por que não faz algo realmente produtivo em vez de fica apenas trocando de canal - falou.

- Tipo o que? Assaltar um banco? - perguntei irônica voltando a minha posição inicial.

- Eu iria sugerir que você começasse a ler o livro para a aula de inglês - falou. Ate que não era má ideia já tinha se passado duas semanas que a senhora K tinha pedido que lêssemos Moby Dick e eu almenos tinha lido a sinopse.

- Otimo! - exclamei me levantando - Me leva a biblioteca? - perguntei.

- Pode ser - falou se levantando - Eu tenho que devolver alguns livros - concluiu. Rir com aquilo o Lucca nunca se importou com nada, nada mesmo, mas se tem uma coisa que ele realmente se dedica e gosta é a leitura. Estavamos no elevador em direção a garagem, quando as luzes começaram a piscar é ele parou - Serio? - pronunciou olhado para cima. Sentei-me no chão.

- Você acha que vai demorar muito? - perguntei enquanto o Lucca sentava ao meu lado.

- Provavelmente não - falou - São apenas dois elevadores no prédio, não vão demorar a perceber que esse esta fora do 'a - completou.

***

- Seria uma ótima ideia - anunciei - Poderíamos falar com a America sobre isso - estavamos mais ou menos uns 20 min presos dentro do elevador.

- Você acha mesmo que a America conhece algum lugar que faça identidade falsa? - perguntou o Lucca incredo-lo.

- É você...- me alto interrompi, quando o elevador voltou a andar - Finalmente! - exclamei me levantando sendo seguida por meu irmão.

***

Fechei o livro, pensando em como sera que o Lucca consegue gostar disso.
Levantei pegando um banquinho que ficava perto de minha cama, o coloquei na frente do guarda roupa e subir, peguei o violão voltando para a cama. Pegando o caderno com minhas composições no criado mudo e uma caneta para escrever a nova:Tom: C Intro: C C C F (x2)

- Essa é nova? - Lucca perguntou enquanto ele é a America entravam no quarto, assentir sorrindo.

- Toca para a gente? - perguntou a America sentando na beira da cama.

- Tudo bem, mas eu ainda não tenho uma letra - falei e comecei.

***

O sinal soou anunciando o final da ultima aula, levantei colocando a mochila nas costas saindo da sala de física e seguindo para a de musica para minha estra curricular.
Adentrei a sala sentando-me no meu lugar de costume. Alguns minutos depois o instrutor entrou exclamando um "boa tarde" como aqueles professores da pré-escola.

- Então crianças, hoje é o grande dia - anunciou com um sorriso enorme estampado na cara. As dez pessoas que se encontrava ali começou bater nas mesas é a gritar em aprovação - Tudo bem, agora acalmem-se - ordenou sentando em cima de sua mesa (porque ele pode é eu não) - Bom como todos já devem saber, esse não é um trabalho de uma estra-curricular comum pós valera também como nota a todas as matérias que vocês estejam precisando de algum ponto - explicou se levantando - O trabalho é bem simples, entretanto a um pequena regra sobre ele: Eu não asseitarei parodias. A composição é livre com tanto que a letra e a melodia seja de total autoria da dupla - concluío - Duvidas? - todos permanecemos calados - O.k vamos as duplas - ele pegou um papel, deduzi que ele já tinha definido as duplas em casa - as duplas são:
♦ Styles e Carlsson;
♦ Jones e Fetcher ;
♦ Malik e Poynter;
♦ Horan e [eu, eu, eu, por favor ] Payne[ não, porque isso senhor];
♦ Scott e Tomlinson; - Deixarei o que sobrou da aula para que as duplas se organizem - falou sentando-se. 

Levantei um tanto relutante é seguir para onde o Tomlinson estava. Pigarrei, sentando ao seu lado.

- Ah, olá Scott - falou com um sorriso de lado.

Estava evitando falar com ele desde o 'incidente' que ocorreu dois dias depois dele ter me ajudado com o Lucca, comprovando que ele é um babaca. Mas meu lindo intrutor musical tinha que praticamente me obrigar a fazer isso.

- Tomlinson - falei sem  olha-lo - Aqui! - estendi uma folha para ele. Ele pegou a ensaminando.

- O que é isso? - perguntou focado nela.

- "Isso" - fiz aspas - É uma letra, você cria a melodia é esta feito - falei.

- Não, vamos nos apressar Scott - falou sínico - É alem do mais essa letra é fraca.

- O que? - questionei incredo-la.

- Isso mesmo Stela, ela é fraca simplificando ela é ruim - puxei o papel de suas mãos, e ele me olhou assustado.

- Olha aqui Tomlinson, eu estou tentando simplificar as coisas aqui - falei sem me exaltar, não queria nem um pouco ser mandada para detenção novamente principalmente junto a ele - Mas vai ficar difícil com você agindo como um babaca - completei.

- Não estou sendo babaca Stela - falou simples - Eu só estou tentando fazer um bom trabalho.

- Então quer dizer que minha letra não e boa o suficiente para o seu "trabalho perfeito" - perguntei.

- Exatamente! - exclamou sínico. 


Notas Finais


OMAGÁ, mano o Louis ta querendo apanhar só pode.
Tem muitos 'saltos' no tempo? Tem eu sei mais finalmente ela esta nos eixos(dancinha
comemorando). Pode esta meio confuso mais os proximos estarão com mais nexo (eu espero) e aos que não me abandoram: obrigada :3

Duvidas? http://ask.fm/Mofa_Crazy
Comentem
Visitem minha outra fic (visitem?kk)
Eu lovo vocês
Ate o proximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...