História Stronger Than I Was II - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chris Brown, Drake, Eminem, Katy Perry, Rihanna
Personagens Chris Brown, Drake, Eminem, Katy Perry, Rihanna
Tags Celebridades, Chris Brown, Drake, Drama, Eminem, Rihanna, Romance
Visualizações 32
Palavras 1.850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


LEIAM, POR FAVOR! Atrasei bastante para atualizar a fic, eu sei! Mas a verdade é que ultimamente os views caíram e os comentários também, aí eu me desanimei. Gente se vocês não estão gostando de algo sobre a fic eu não vou saber para poder melhorar sem vocês me falarem, o feedback é muito importante! Mas enfim, aqui está mais um capítulo e obrigado a quem continua acompanhando.

Capítulo 6 - O Teste


Fanfic / Fanfiction Stronger Than I Was II - Capítulo 6 - O Teste

POV Rihanna

Dei um beijo de despedida em Marshall enquanto ele e suas filhas estavam prestes a voltar para Detroit. Vamos ficar separados por  apenas dois dias, mas sei que vou sentir saudades dele feito louca. Ele me deu um último beijo na bochecha antes de pegar sua mala e sair pela porta.
Agora eu tenho que começar a resolver como vai ser minha mudança para Detroit e empacotar todas as minhas coisas, vai ser um longo dia. Subi pelas escadas para escolher as roupas que vou levar comigo, peguei umas quatro malas e as joguei em cima da cama quando vi um hoodie cinza no chão, provavelmente Marshall o esqueceu. Não pude deixar de notar que ainda está com seu cheiro. Vesti o hoodie e fui atrás do meu celular. Tirei uma foto e enviei para ele.
R- Adivinha o que eu achei?
M- Onde você o encontrou?
R- Meu closet
M- Pode ficar, está linda nele
R- Mas é o seu preferido...
M- Agora prefiro ele em você ;)
R- Obrigado <3 Vou voltar a fazer minhas malas
M- Tchau Rih
R- Tchau, bom voo

Coloquei meu celular de volta na mesinha e voltei a desfazer meu closet. De repente fiquei tonta e tudo começou a girar quando andei. Rapidamente corri para o banheiro quando senti meu estômago embrulhar. Meu Deus, o que tem de errado comigo? Como posso ficar assim de uma hora pra outra? Após os sintomas melhorarem, sai do banheiro e voltei ao que estava fazendo.

---------------------------------------------------------------

Finalmente terminei de fazer minhas malas e acho que consegui empacotar as coisas mais importantes. Abri a primeira gaveta da minha cabeceira que estava cheia de papéis aleatórios. Peguei uma parte deles para ver o que tinha de importante e o que eu poderia descartar. Vi uma carta antiga da Katy e reabri para ver o que tinha dentro.

Parabéns pela gravidez...

Era a carta que eu recebi dela quando cheguei de Detroit. Espera ai... Meu Deus! Deixei a carta cair no chão. Não têm como eu estar grávida... Certo?! Tipo, uma tontura não significa nada. Corri para o banheiro e procurei desesperadamente nas gavetas por um teste de gravidez. Vamos lá, tem que ter algum perdido por aqui! Pensei em olhar por todas as gavetas, mas seria inútil, é claro que não tem nenhum!
Voltei para o quarto e peguei meu celular, passei pelos números e liguei para primeira pessoa que vi.
“Oi Rih!” Katy disse casualmente.
“Katy, preciso que vá até a farmácia mais próxima e compre um teste de gravidez e venha me entregar. Pode ser?” eu disse bastante nervosa.
“Ok Rih, vou estar ai o mais rápido possível” ela disse desligando. Fechei os olhos e respirei fundo tentando acalmar meu nervosismo. Pode ser nada, porque estou enlouquecendo? Decidi voltar a arrumar minhas coisas até Katy chegar com o teste.

------------------------------------------------------------

Ouvi a campainha tocar, desci as escadas e abri a porta para Katy entrar .
“Deu certo Rih. Comprei vários para a gente ter a certeza do resultado.” Ela disse me entregando a sacola com vários testes. “O que aconteceu? Por que você acha que está grávida?” ela me perguntou, me seguindo enquanto eu subia as escadas.
“Mais cedo, fiquei tonta do nada e me deu um enjoo. Daí percebi que minha menstruação está atrasada dois dias e pior... com toda a correria entre Detroit e Califórnia me descuidei com as pílulas... só liguei os pontos” disse enquanto vasculhava pela sacola, escolhendo qual teste vou usar.
“Meu Deus Rih!” Katy disse se sentando em minha cama. Abri um dos testes e, me tremendo, fui ao banheiro para saber o resultado.
Alguns minutos se passaram e Katy bateu na porta, curiosa pelo resultado.
“O que o teste diz Rih?” ela perguntou através da porta.
Sentei no chão do banheiro olhando o teste em minhas mãos. Tudo que eu conseguia ver eram as duas listras rosa que aquela coisa me mostrava. Eu segurei minha cabeça em choque, sabendo que a partir daqui minha vida nunca mais será a mesma. Sempre planejei que esse momento fosse feliz e emocionante, mas como posso ficar assim se eu nem sequer estava esperando por isso? E pior, nem sei se o Marshall quer essa criança, principalmente depois da nossa conversa sobre esse assunto em Detroit.
Me levantei do chão e caminhei até a porta para abri-la e encontrar Katy parada lá com os olhos bem abertos e curiosos.
“Estou grávida” eu disse com um sorriso em meu rosto,  tentando parecer positiva com toda a situação. Katy gritou de alegria e me puxou para um abraço.
“Ai Meu Deus Rihanna! Estou tão emocionada!” ela disse pulando. Tudo que eu consegui fazer em troca era sorrir. Meu corpo ainda estava tremendo com o nervosismo, mas não por causa do teste e sim de como Marshall irá reagir quando eu lhe disser o resultado. E se ele não quiser essa criança? E se ele quiser terminar comigo? Um simples teste virou minha vida de cabeça pra baixo em segundos.
“Quer que eu esteja lá quando for contar ao Eminem?” Katy perguntou percebendo que eu estava preocupada.
“Não, está tudo bem. É melhor que esteja só eu e ele no momento” disse pegando a pilha de papéis em minha cama e colocando-as de volta na cabeceira.
“Entendo, mas se precisar de mim é só ligar viu?” ela disse tentando me dar algum apoio.
“Com certeza eu vou Katy, obrigado” disse me animando um pouco.
“Agora vamos, se quiser pegar seu voo a tempo temos que terminar de empacotar essas coisas.” Katy disse pegando vários de meus acessórios da minha cômoda.

--------------------------------------------------------------------

Deitei no sofá olhando para o teto. Hoje a noite estarei de volta aos braços do Marshall e vamos começar um novo capítulo de nosso relacionamento juntos. Nunca morei com um namorado, mas acho que agora é algo mais que necessário e de certa forma estou feliz que isto esteja acontecendo. Coloquei a mão sobre minha barriga e lembrei que agora tem um bebê crescendo aqui dentro, é muito louca a ideia de que vou dar a vida a outro ser humano. Virei a cabeça e vi várias malas pela sala, prontas para irem comigo a Detroit. Amanhã de manhã vou ter uma nova casa, e para ser sincera, não poderia estar mais feliz. Decidi pegar meu celular e dar uma olhadinha no Twitter. De alguma forma, todos já sabem que vou me mudar para casa de Marshall.
“Eminem e Rihanna FINALMENTE estão juntos!” MTV postou com nossa foto do dia da Premiere. Nossos nomes estavam em primeiro nos trends mundias, dei rt em alguns tweets para meus fãs saberem que estava acompanhando seus comentários sobre o meu namoro. Havia vários posts sobre nossa história desde ‘Love The Way You Lie’, achei bastante fofo para ser sincera. Joguei meu celular no sofá e fui me vestir para não me atrasar para o voo.

-------------------------------------------------------------

POV Marshall

Rihanna chegou em minha casa na terça-feira com várias malas no carro, meus seguranças se encarregaram de levá-las até meu quarto. Dei um abraço e um beijo de boas vindas nela. Além do espaço que separei para ela no meu closet antes, comprei uma cômoda para todas as suas coisas. É o mínimo que posso fazer já que ela largou toda sua vida em Califórnia para vir morar comigo. Tem alguma coisa errada com ela, embora ela pareça estar feliz, ela também parece estar distante, como se algo estivesse a incomodando...
“Alguma coisa errada Rih?” perguntei já em nosso quarto.
“Uh, não. Está tudo bem” ela falou desajeitadamente. Talvez ela só esteja cansada. Ela abriu uma das malas e pegou várias roupas.
“Tem bastante espaço no closet pra você e eu também comprei essa cômoda aqui, ela é toda sua” eu disse apontando para a mobília nova no meu quarto.
“Obrigado” ela disse com um sorriso, tentando me convencer de que tudo está bem.
“As meninas só virão pra cá nos fins de semana. Nos outros dias a casa é toda nossa”  eu disse tentando aliviar o clima, que, de alguma forma, estava pesado. Caminhei até ela e a abracei por trás. Senti muita falta dela esses dias e agora ela está aqui comigo de novo. Beijei seu pescoço e senti todo o perfume de sua pele. Um gemido escapou de seus lábios quando mordi sensualmente sua orelha. Ela se virou para me encarar, então levei meus lábios até os dela e a beijei docemente, sentindo seus lábios úmidos se movendo contra os meus. Sua língua lambeu meu lábio inferior pedindo passagem e eu dei, deixando nossas línguas se envolverem sensualmente. Ganhei outro gemido dela quando a empurrei contra a parede. Peguei seus quadris em minhas mãos, ajudando-a a pular e colocar as pernas em volta do meu corpo. Nossos beijos começaram a se aprofundar e decidimos tirar nossas roupas, puxei o cabelo dela trazendo seu rosto junto ao meu novamente e a beijei bruscamente. Eu preciso dela, então sem hesitação, entrei em seu corpo e ganhei alguns arranhões nas costas. Peguei seus seios em minhas mãos enquanto nos movíamos ritmicamente, após alguns minutos nossas respirações ficaram afiadas e senti as pernas dela enfraquecerem em volta da minha cintura. Então, eu rapidamente agarrei suas coxas para que ela não caísse. Decidi me deitar no chão e ela logo me acompanhou, ficando de quatro em cima de mim. Demos continuidade e senti a cabeça da Rihanna cair sobre meu pescoço e gemer no meu ouvido quando alcançou seu clímax, o que também aconteceu comigo momentos depois. O corpo dela caiu sobre o meu exausto e depois ficou ao meu lado.
“Está se sentindo bem Rih?” perguntei sem tirar minha mão de sua cintura.
“Estou incrivelmente bem” ela respondeu com um sorriso e em seguida me deu um beijo. Me levantei e vesti minha boxer enquanto ela pegou meu hoodie e deslizou sobre seu corpo.
“Quer comer alguma coisa?”
“Seria ótimo” ela disse voltando a desfazer suas malas.

---------------------------------------------------

POV Rihanna

Marshall me deixou sozinha no quarto e foi pegar algo para a gente comer. Voltei a arrumar minhas roupas no closet para esquecer a gravidez, mas não estava adiantando muito quando me assustei com o toque do meu celular. Era a Melissa, contei tudo pra ela ontem por mensagem já que ela não estava podendo atender minhas ligações.
“Eai Rih, já contou a ele?” ela perguntou assim que atendi.
“Ainda não” eu disse segurando o celular entre minha orelha e meu ombro enquanto organizava meus jeans.
“E quando vai contar? Já sabe?” Mel perguntou curiosa.
“Estou esperando o momento certo. Quero ter certeza que ele não vai me deixar quando eu disser a ele”
“Você acha que ele seria capaz disso? Depois de tudo que passaram juntos?”
“Ai Mel, não sei. Uma criança é muita responsabilidade, e já tivemos essa conversa antes... enfim eu tô com medo da reação dele” disse ficando nervosa só em lembrar da situação.
“Vai dar tudo certo Rih. Se precisar de qualquer coisa me liga”
“Tudo bem Mel, se cuida” disse e desliguei . Continuei arrumando minha parte do closet até Marshall voltar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...