História Stuck in Reverse - Jikook - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, V
Visualizações 77
Palavras 1.597
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura 🐮

Capítulo 14 - Cute


Fanfic / Fanfiction Stuck in Reverse - Jikook - Capítulo 14 - Cute

Jungkook on 

Por que eu estava me sentindo incomodado com o fato de lembrar das "ótimas" palavras que Jimin me disse aquele dia? Eu sabia que era verdade mas eu não quero aceitar e muito menos dizer que ele tem razão.

Eu fiquei alguns dias curtindo pra ver se eu mantinha a cabeça ocupada, as duas no caso. Mas o fato de que mesmo eu bebendo, curtindo e até fazendo alguns assaltos a pedido de Chung-hee, foi meio difícil.

Como Jimin poderia se sentir bem depois de ter jogado algumas palavras em minha cara? Eu também não estou entendendo essa paranóia. Usei o meu tom grosso de sempre mas mesmo assim ele chegou a ser bem pior.

Ele não é o tipo de pessoa que abaixa aguarda tão facilmente, eu lembro que vi seu rosto vermelho depois da patada e se tem uma coisa que eu tenho que concordar, é que dói o coração. Eu ainda me lembro que ele havia formado um biquinho para segurar o choro. 

Tem certas coisas que eu noto sim e guardo só pra mim.

Jimin realmente é um cara bem fofo e por que eu estou pensando nele? Eu também não sei.

O que também está me incomodando é ele ser legal com esse ex namorado. Trocando sorrisos e brincadeiras.

Eu tentava focar minha atenção na conversa de Yura e Bo Young mas estava quase impossível, primeiro que elas só ficavam falando sobre a vida pessoal das duas, tinha coisa que Young tinha feito e que foram citados por Yura que eu nunca imaginei minha irmã fazendo.

O objetivo não era estar no bar conversando com elas e sim indo ajudar Hoseok no barracão mas descartei a idéia quando cheguei aqui. 

Toda vez que eu ouvia a risada de Jimin eu olhava para trás e via o mesmo quase pulando em cima do tal Taemin, a cada novo ponto era um pulo. Estava me dando nos nervos.

- Se você continuar olhando assim pra ele, eu vou contar esse teu desconforto - Young olhava divertida para mim.

- Não estou olhando ninguém - bebi um pouco da minha cerveja - Você que está vendo demais.

- Aham, anotado - Yura por sua vez falou - O que aconteceu com você pra sua atenção estar focada naquele canto? 

- Eu não tô fazendo nada - gesticulei com as mãos - eu não ligo.

- Ele tá até parecendo que namora o Jimin - Young disse e olhava sorrindo para Yura - Se estiver afim dele, eu arrumo pra você.

O quê?

- Tá doida? Eu não gosto dele, ele não é meu tipo - tomei mais um gole de cerveja e coloquei a mão no queixo.

- Então por que toda vez que olha pra ele você faz o gesto de passar a língua na bochecha? Você acha que eu não sei mas eu sei, você fazia isso toda vez que sentia ciúmes - Bo Young sorria sem mostrar os dentes - Nem tente disfarçar.

Enquanto eu tentava focar atenção em outra coisa, vejo Soo Min adentrando no bar e indo em direção a mesa de bilhar. Ela depositou um selinho na boca de Taemin e abraçou Jimin.

Então eles estão juntos? Que sejam felizes.

Jimin parecia desconfortável mesmo dando um sorriso, logo o mesmo saiu de lá e veio se sentar comigo e com as meninas.

- É tão sem graça ficar frente a frente com a atual - pegou um pouco da bebida de Yura - mesmo que eu tenha superado, é estranho.

- Logo você arruma alguém bem melhor - Young disse e olhou pra mim dando uma piscada.

Jimin notou o que estava acontecendo e olhou pra mim.

- Espero que minhas palavras tenham lhe confortado nesses dias - Park olhava inocentemente.

Cínico.

- Ah, claro, serviu pra muita coisa - soltei uma risadinha mas era de nervoso mesmo - Espero também que tenha entendido que a minha vida não é da sua conta - pisquei pro menor.

Yura e Bo Young estavam totalmente perdidas enquanto Jimin riu contra gosto.

- Bom, eu vou indo. Foi bom passar esse tempo com vocês - levantei enquanto dava dinheiro pra Bo Young pagar a minha cerveja.

- Vai pra onde? - Bo sempre curiosa.

- Andar por aí, tô cansado de ficar aqui - Dei um beijo em sua testa.

- Eu também já vou - parei e olhei em direção a Jimin que já estava com a jaqueta em mãos.

- Eu te levo, Jiminnie - Yura ia se levantando.

Eu pedia mentalmente para que levasse mesmo por que se ele fosse comigo, rolaria mais discussões.

- Não precisa, eu vou ir ver meu pai - Deu um sorriso.

Eu já havia visto Jimin sorrir mas não tão de perto, os olhos formavam uma linha e o deixavam extremamente adorável.

Alguém me ajuda.

Bo Young me cutucou e fez um gesto para eu limpar o canto da boca e assim que fiz percebi que estava babando. Isso não é normal.

Nunca depois de Soo Min que eu me apaixonei ou gostei de alguém, era sempre ao contrário. Eu tenho que dar um basta nessa coisa de ficar pensando em Jimin, de saber que ele e o ex são amigos. Isso nem é problema meu.

Então segui meu caminho, eu ouvi passos apressados chegando perto de mim e tive certeza que ele.

Olhei para o lado e Jimin permanecia sério, seus olhos brilhavam e seus cabelos um pouco bagunçados o deixava mais suave.

As ruas estavam bastantes movimentadas, tinha até pessoas fazendo música com alguns baldes e improvisando com a voz.

Jimin saiu de perto de mim e indo em direção a uma roda de pessoas para ver melhor e ouvir a tal música.

O menino que estava tocando parecia ter em torno de 17 anos e mandava super bem. Estava tudo bem até Jimin se juntar ao cara e começar a cantar.

Ele se sentou ao lado do menino e tentou não rir para não atrapalhar, deu um sorriso e soltou a voz

Sugar on your lips, it's hard to kill Jagged like a pill, so hard to swallow - Jimin cantava e sorria ao mesmo tempo - Or am I in love with the feeling? Trying to find the truth, trying to find the truth Sometimes the heart is deceiving Can't get out of my head, I need you to save me.

Era uma das músicas que eu mais gostava do Justin Bieber, eu só não queria que ficasse olhando pra mim enquanto cantava. As pessoas ao redor meio que viram isso e claro olharam pra mim mas eu não fiz nada além de ficar parado e olhando.

Não demorei tanto e percebi que Jimin estava totalmente distraído enquanto cantava então sai dali antes que ele percebesse. Eu estava numa situação muito crítica, estou deixando de fazer o que era pretendido e isso é uma merda.

Eu já estava um pouco longe dali quando Chung-hee me liga.

- Fala - mostrei minha falta de vontade de fazer alguma coisa naquela noite.

- Você vai precisar fazer uma coisa pra mim - tossiu - preciso que vá até o Paradise Cassino junto com Hosoek e Taehyung e peguem tudo, tudinho mesmo.

- Só nos três não damos conta e por que tem que ser esse cassino? Tem outros por aí - Eu sabia que era o cassino do pai de Jimin mesmo eu não indo com a cara de Park o pai dele não tinha nada haver com isso.

- Eu vou mandar mais gente mas o objetivo não é só esse - Chung-hee deu uma risada - o ponto é que vocês vão ter que matar o Senhor Park. 

Merda, mil vezes merda.

- Eu não vou fazer isso e aliás qual o problema com ele? - tentei mostrar "coragem" - Pelo o que eu sei, o senhor Park não lhe dá prejuízos já que a maior parte de quem compra suas armas são os funcionários dele.

- Para de Reclamar Jeon Jungkook, só estou te passando a ordem que me mandaram - desligou.

Eu estava completamente perdido.

Mandei mensagem para Hoseok e pedi para que avisasse Taehyung, eu não iria participar disso de jeito nenhum. Nunca precisei matar alguém e não vai ser hoje que isso vai acontecer.

É muito melhor eu ir pro meu apartamento, estou totalmente cansado e ainda com Jimin no pensamento. 

Assim que cheguei deixei meus sapatos perto da porta e fui tomar um pouco de água.

O meu apartamento era grande e quando eu parava quieto aqui sempre me sentia sozinho. 

Decidi parar com esses pensamentos e fui tomar um banho.

Liguei às torneiras para encher a banheira e fiquei esperando até encher o tanto pretendido. Eu poderia muito bem tomar banho de chuveiro mas eu queria relaxar e tirar toda a tensão do meu corpo.

Quando a banheira já estava cheia suficiente, tirei meu roupão e entrei. O que ninguém sabia de mim era que quando eu ficava na banheira eu gostava de brincar com algumas coisas.

Sim, eu tenho até patinho.

Era uma coisa que eu fazia antes e que eu não queria perder nunca, umas das vezes que eu aproveitava para ser eu mesmo.

Depois de meia hora aproveitando vi que meus dedos estavam começando a ficar enrugados e resolvi sair dali. Coloquei novamente meu roupão e fui para o quarto.

Meu celular estava em cima da minha cama, peguei o mesmo e vi que tinha uma mensagem de Bo Young.

Mensagem on 

"Há uma grande certeza de que você vá me matar, mas espero que goste da foto"

Mensagem off

Ela havia me mandado uma foto de Jimin, ele estava em uma pescina com os cabelos molhados e blusa preta.

- Aish, chega até ser engraçado - ri sem graça.

A verdade era que Jimin estava fazendo parte dos meus pensamentos mesmo não fazendo nada e isso seria um puta problema pra mim.


Notas Finais


Eu não iria postar nada hoje mas abri uma excessão.

Acho que alguém tá gostando de Jimin aos pouquinhos :) Mas ainda vai demorar um pouco em.

Quero deixar minha recomendação de uma fic gostosa pra caralho: https://spiritfanfics.com/historia/4u--min-yoongi-suga-10498299

Só vão nisso e sejam livres para receber tiros por que é isso que acontece comigo.

E hoje é aniversário do nosso bolinho mais fofo, se tem uma coisa que acontece é que eu posso ter um bias mas sempre vou tá sofrendo por Park Jimin. Homão da porra do caralho, mermão.

Espero que gostem ❤️

- L


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...