História Stydia - Entre tapas e beijos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Escolar, Layden, Malira, Romance, Scallison, Stydia
Exibições 110
Palavras 1.582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capitulo mais curto porque eu estava com preguiça de continuar.

Capítulo 2 - A aula


Cheguei em casa junto de Allison e o nosso pai, Christopher, fomos em silencio porque nem eu e nem Allison largamos os nosso celulares durante  a viagem. Sai do carro sendo acompanhada por Allison ao chegar em casa. Entramos na cozinha e quando eu entrei no local eu tive noção  da fome que eu sentia, meu estomago roncou alto e eu senti um vazio na barriga, estava tão distraída na escola que notei aquilo apenas quando me senti mais relaxada.

- Hora do almoço, crianças! - Exclamou minha mãe, Natalie, colocando o almoço na mesa, era uma deliciosa lasanha.

- Parece estar delicioso. - Disse meu pai enquanto se sentava na cadeira, não demorou para ele começar a comer com voracidade.

Eu e Allison estávamos tão famintas que sentamos na mesa e começamos a comer com voracidade, mas de uma forma um pouco mais educada que o meu pai, não queríamos parecer homens das cavernas que acabaram de chegar da guerra. Terminamos, estávamos de barriga cheia e eu subi até meu quarto, Allison entrou junto comigo no local, não fiquei surpresa, sabia que ela estava ansiosa para eu falar o que tinha acontecido.

- Lydia viadão. - Disse Allison que estava sentada na minha cama, descalça e abraça com uma mofada da minha cama. - Que aconteceu? Fala tudo!

- Ta bom viadão. - Eu disse me sentando ao lado de Allison. - Eu meti a porrada na puta da Malia!

Allison arregalou os olhos e colocou a mão de direita na boca, eu percebi que ela estava com um enorme sorriso no rosto, eu e ela não gostávamos da Malia desde do terceiro ano.

- Sério? - Ela bateu palmas e soltou uma alta gargalhada, me senti contagiada e comecei a rir junto com ela. - Por que vocês brigaram?

- Então. - Eu comecei, segurando uma risada. - Eu tava na aula de ciências, ai a professora começou a dá a aula e tudo mais. Só, que a Malia do Bairo e a Piriquita ''tavam'' falando muito alto, ai eu me virei e falei pra elas falar mais baixo e falei que  a professora tava dando aula. Ai a Malia do Bairro disse que elas falavam mais baixo se quiser e falou que ninguém tinha perguntado nada e também me chamou de vadia. - Soltei uma risada, me lembrar daquilo me fazia rir e Allison tentando disfarçar o riso só aumentou essa vontade. - Ai eu falei que dava resposta pra burro de graça e falei que não sou a mãe dela para ser vadia, ela pulou em cima de mim e começou a arranhar minha cara, eu puxei o cabelo dela, dei um soco nela e fiquei em cima dela. Nisso que eu fiquei em cima dela comecei  a dar só tapão na cara dela, ai o porra do Stiles me tirou de cima dela e quando o sinal bateu eu fui embora.

Respirei fundo após contar tudo a Allison, eu mal tinha feito pausas enquanto falava tudo para a morena, tinha batido o meu recorde.

- Meu Deus! - Exclamou minha irmã entre uma série de altas gargalhadas. - Meu Deus! Eu não sei o que  dizer, arrasou!

Eu me levantei e comecei a desfilar, parei e olhei para Allison sobre o ombro com um sorriso brincalhão no rosto.

- Eu sempre arraso, quirida! - Exclamei fazendo uma careta boba. Allison soltou uma alta gargalhada e começou a rir loucamente, eu comecei a fazer o mesmo, era engraçado ver a minha irmã rindo, ela tentava respirar e por isso ficava parecendo uma foca engasgada. Repentinamente, o Iphone de Allison apitou, ela foi até o celular rapidamente, ela parecia ansiosa para mim.

Allison ficou mexendo no celular por alguns minutos e eu fiquei lá, sentada na minha cama segurando vela. Bufei, odiava ser ignorada, cruzei os braços e disse com a testa franzida: - Allison. - A morena não me respondeu e curiosa me aproximei, ficando no lado dela eu vi que ela estava conversando com um garoto no Whatsapp, um bem gato por sinal.

- Lýdia! - Exclamou Allison se afastando de mim quando percebeu que eu estava olhando a conversa dela. - Tu ta invadindo minha privacidade!

- E você me ignorou. - Eu fiz biquinho como uma criança, para deixar claro para a minha irmã que não era sério. - Ta pegando quem? Conta ae, viadão.

A minha irmã morena riu, sorri, tinha conseguido aliviar o clima tenso que tinha se instalado entre nós duas durante um curto período de tempo. Nós duas nós sentamos na cama novamente e Allison começou a falar.

- Tenho uma boa noticia. - Allison abriu um sorriso. - Vamos para uma festa!

Eu pulei de alegria e gritei, comecei a pular pelo corpo e Allison começou a pular junto comigo, pulávamos e gritávamos de felicidade de mãos dadas pelo quarto. Eu simplesmente adorava festas, não sabia bem o porque, mas não deixava de gostar das mesmas, o que para mim era um pouco engraçado.

- Quando vai ser a festa? - Perguntei, levemente rouca por causa da gritaria. - Onde vai ser?

- No loft dos Hale. - Ao percebe a minha cara de raiva, Allison acrescentou rapidamente: - Vamos, Lydia. Vai ser legal, voce vai poder ficar com alguém e a festa vai ser só pro pessoal do segundo ano. Vai ter tanta gente lá que a gente provavelmente nem vai ver a Malia do Bairro e a Piriquita.

Eu soltou uma risada, amava os apelidos que a Allison tinha inventado para a Kira e a Malia. Acenei com a cabeça, concordando ir até a festa.

- Ta bom. - Dei de ombros. - Me convenceu, vou pra festa.

---------------

O dia tinha passado voando e quando eu me dei conta eu estava na minha cama olhando para o teto, esperando o sono chegar. Bocejei, me virei ficando de barriga para cima e dormi abraçada ao o meu fofo e macio travesseiro. Estava tendo um ótimo sonho quando a merda do despertado me acordou, as vezes eu tinha vontade de jogar aquela merda pela janela e volta a dormi. E eu inclusive tinha feito isso uma vez quando tinha  doze anos, apanhei tanto naquele dia do meu pai e da minha mãe que nunca mais atrevi a fazer aquilo novamente.

Me levantei sonolenta como de costume e fui fazer as coisas que eu fazia todo dia, cumprimentava a Allison, tomava café, me arrumava  e ia pra escola.

Durante o caminho até a escola, eu e a minha irmã ficamos falando sobre a festa e os calouros gatões que tinha na escola. Nosso pai parecia estar tão concentrado na estrada que não prestava atenção no que eu e Allison tagarelávamos. Cheguei na escola já de bom humor, o primeiro tempo ia ser de História, a minha matéria preferida. Sempre tive uma paixão por história, não importava quanto  professor fosse chato, eu ia continuar gostando daquela matéria maravilhosa.

A minha felicidade aumentou ainda mais quando eu vi que Stiles estava fora da sala, finalmente eu ia ter um dia de descanso, graças a isso eu consegui sentar perto da Allison, me sentei atrás da mesma. O professor entrou na sala sendo seguido por Scott e sua gangue, nenhum deles estava com uma cara muito boa.

- Muito bem, turma. - O professor anunciou. - Tenho uma boa e uma má noticia para vocês, qual querem ouvir primeiro?

Eu disse junto com a turma ''a má noticia'' porque para mim, se você ouvisse a má noticia primeiro ia se alegrar ao ouvir a  boa. Algo que a minha avó disse a mim quando eu tinha quatro anos e desde de então eu nunca me esqueci daquilo.

- Ok, a má é que teremos teste surpresa hoje. - A turma soltou um gemido triste em coro. - A boa que serão em duplas. - A turma soltou um ''eba'' em coro. - Porém eu irei escolher as duplas.

Em seguida, o professor escolheu as duplas e os integrantes das duplas se sentaram um ao lado do outro. Hayden ao lado de Liam, Allison ao lado de Scott,  Piriquita (Kira) ao lado da Malia do Bairro,  e infelizmente, eu fiquei com o Stilinski.

- Bom dia, Lyndinha. - Cumprimentou o moreno com um sorriso sarcastico. - Trouxe o livro? Esqueci o meu em casa.

- Trouxe. - Respondi colocando o mesmo em cima da mesa, mas me arrependi. Se eu não tivesse levado o livro eu poderia ter arranjado outra dupla, merda Lydia, você sempre estraga tudo. Comecei a analisar a prova ao receber a mesma. - Você sabe em qual página esta a número um? - Perguntei, embora eu soubesse a resposta.

- Sei. - Respondeu Stiles, pegando o livro e folheando o mesmo. Ele notou uma surpresa e acrescentou provocativo: - Sim, Lyndinha. Eu sou mais do que um rosto bonito, eu estudo tá? - Ele piscou. - Porque quero ser tão inteligente quanto a minha esposa.

Eu simplesmente desviei o olhar para a prova e fingi que não escutei, felizmente todos estavam concentrados demais em seus testes e ninguém notou a minha vergonha. Mal acreditava que aquilo tinha acontecido de novo, Stiles tinha me deixado envergonhada ao ponto de eu não saber como responde-lo. Eu estava apaixonada por ele esse tempo inteiro e não sabia? As vezes quando era mais jovem me pegava pensando sobre ele, não de uma maneira muito boa, mas ainda sim pensava. Não, Lydia. Se concentra.

Continua...


Notas Finais


Então, esse foi um teste na narração em primeira pessoa. Digam-me nos comentários se preferem narração em primeira ou terceira pessoa, por favor.
Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...